Home Espionagem NSA e CIA mantiveram em Brasília equipe para coleta de dados filtrados...

NSA e CIA mantiveram em Brasília equipe para coleta de dados filtrados de satélite

196
30

nsa-leak-snowden-live-updates2222.si

Brasília fez parte da rede de 16 bases dedicadas a programa de coleta de informações

 

ROBERTO KAZ e JOSÉ CASADO

vinheta-clipping-forte1RIO — Funcionou em Brasília, pelo menos até 2002, uma das estações de espionagem nas quais agentes da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) trabalharam em conjunto com a Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos. Não se pode afirmar que continuou depois desse ano por falta de provas. Documentos da NSA a que O GLOBO teve acesso revelam que Brasília fez parte da rede de 16 bases dessa agência dedicadas a um programa de coleta de informações através de satélites de outros países. Um deles tem o título “Primary Fornsat Collection Operations” e destaca as bases da agência.

Satélites são vitais aos sistemas nacionais de comunicações, tanto quanto as redes de fibras óticas em cabos submarinos. O Brasil não possui nenhum, mas aluga oito, todos do tipo geoestacionário – ou seja, que permanecem estacionados sobre uma região específica da Terra, em geral na linha do Equador.

Há também um conjunto de documentos da NSA, de setembro de 2010, cuja leitura pode levar à conclusão de que escritórios da Embaixada do Brasil em Washington e da missão brasileira nas Nações Unidas, em Nova York, em algum momento teriam sido alvos da agência. Não foi possível confirmar a informação e nem se esse tipo de prática prossegue.

Essa mesma documentação expõe os padrões da NSA para monitoramento de informações em escritórios estrangeiros, nos EUA. São softwares de espionagem operados a partir de implantes físicos nas redes digitais privadas e em computadores: Highlands é o codinome de um programa de coleta direta de sinais digitais; o Vagrant funciona através de cópias das telas de computadores; e o Lifesaver, via cópia dos discos rígidos onde ficam armazenadas as memórias das máquinas. Os três programas teriam sido usados para espionar dados brasileiros.

Os documentos da NSA foram vazados por Edward Snowden, técnico em redes de computação. Ex-empregado da CIA, ele trabalhou na agência nos últimos quatro anos como especialista subcontratado de empresas privadas. Há um mês, o jornal britânico “The Guardian” publicou reportagens com as primeiras revelações de Snowden sobre operações de vigilância de comunicações realizadas dentro e fora das fronteiras dos Estados Unidos.

No domingo, O GLOBO mostrou que, na última década, a NSA espionou telefonemas e correspondência eletrônica de pessoas residentes ou em trânsito no Brasil, assim como empresas instaladas no país. Não há números precisos, mas em janeiro passado, por exemplo, o Brasil ficou pouco atrás dos Estados Unidos, que teve 2,3 bilhões de telefonemas e mensagens espionados.

Para tanto, a agência contou com parceiros corporativos no uso de ao menos três programas de computação. Um deles é o software Prism, que permite acesso aos e-mails, conversas online e chamadas de voz de clientes de empresas como Facebook, Google, Microsoft e YouTube, entre outras. Outro programa é o Boundless Informant, para rastrear registros como hora, local, etc., de e-mails enviados ou recebidos. Há também o X-Keyscore, capaz de reconhecer uma mensagem escrita em diferentes idiomas em correspondência de e para o Brasil. E ainda existe o Fairview, pelo qual é possível monitorar grandes quantidades de informações trocadas por pessoas e empresas em distintos lugares.
Brasília se destacou como única estação na América do Sul no mapa descritivo das operações americanas de espionagem por satélites estrangeiros.

Também era uma das duas cidades-base do Fornsat, que hospedaram espiões da NSA e da CIA designados para trabalhar em conjunto nesse programa. Na linguagem característica usada na documentação copiada por Snowden, eles compunham uma força-tarefa, a Special Collection Service (SCS). Além de Brasília, haveria outro grupo em Nova Délhi, na Índia.

A NSA descreve, em apresentação interna datada de 2002, como opera esse consórcio de agências americanas de espionagem. O foco, segundo a documentação oficial, está em “converter sinais de inteligência captados no exterior a partir de estabelecimentos oficiais dos Estados Unidos, como embaixadas e consulados.” Acrescenta: “A NSA trabalha junto com a CIA. (…) Agentes da NSA, disfarçados de diplomatas, conduzem o acervo”. O documento foi feito uma década atrás e não foi possível confirmar se a prática prossegue.

Essas duas agências mantinham equipes SCS em 75 cidades, conforme o documento de 2002. Não foi possível saber se atualmente continuam. Dessas, 65 eram capitais nacionais. Mas os documentos da NSA deixam claro que apenas nas estações de Brasília e de Nova Déli, existiam forças-tarefa SCS com trabalho diretamente relacionado ao programa de espionagem através de satélites de outros países, o Fornsat.
A ação conjunta proporciona “inteligência considerável sobre comunicação de lideranças”, esclarece o documento da NSA de 2002. Ela é facilitada, ressalta, pela “presença dentro de uma capital nacional”.

Complexo para a coleta

O número de “alvos” é grande: “Sistemas de comunicação de satélites comerciais estrangeiros são usados no mundo inteiro por governos estrangeiros, organizações militares, corporações, bancos e indústrias.” A estrutura desse sistema de coleta de informações, segundo a NSA, se baseia nas alianças da agência com empresas privadas, proprietárias ou operadoras: “A NSA, em conjunto com seus parceiros estrangeiros, acessa sinais de comunicação de satélites estrangeiros.”

No mapa sobre operações do sistema Fornsat aparecem de forma claramente identificáveis duas importantes bases militares dos EUA.
Uma é da própria NSA, a de Sugar Grove – “Timberline” é o seu codinome. Fica no condado de Pendleton, em West Virginia (EUA). Segundo reportagem de 2005 do jornal “New York Times”, funciona como uma espécie de central do sistema de coleta de informações por sinais digitais no lado Leste dos Estados Unidos.

Um outro ponto-chave de coleta de dados é a base de Misawa, no Japão. Ali estão estacionadas unidades da Força Aérea dos EUA (basicamente, o 35º Fighter Wing) e um grupamento da Força Aérea de Autodefesa do Japão.

Como as agências de espionagem de outros países, a NSA sustenta grandes investimentos anuais em tecnologia. É o resultado de uma obsessão por Inteligência “acabada” – a produção diária de um conjunto de informações de qualidade para quem detém o poder de decisão na política governamental doméstica e externa. Mas como tudo é segredo nesse ramo, os abusos e os fracassos jamais são conhecidos.

FONTE: O Globo

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
7 anos atrás

O gato que mia para Evo já está falando grosso com os EUA. Vão ficar na retórica ou vão exigir e colocar ao público o que exatamente foi bisbilhotado, até porque cabe processo?

Ou a bisbilhotice inclui informações “sigilosas” e “estratégicas” do governo brasileiro? Se assim for, parece que o gato que mia vai só continuar miando.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

off topic

O Presidente do Senado Federal,
Senador Renan Calheiros,

convida para Sessão Sspecial destinada a comemorar o
centenário do nascimento do político e guerrilheiro Carlos Marighela, a realizar-se no dia 8 de julho de 2013, segunda-feira, às 11h, no Plenário do Senado Federal.

MAD DOG
MAD DOG
7 anos atrás

Bem que poderíamos aprender com a NSA/ CIA, e outros órgãos de espionagem, de como obter informações!!! Ahhh, mais aí vêm a desculpa que as agências de espionagem são antidemocráticas e repressoras, a serviço da ditadura. Bom, se tivéssemos a ABIN exercendo ESPIONAGEM E CONTRA-ESPIONAGEM, não teríamos perdido as refinarias para o Evo/ Lula, o PCC não tocaria o terror quando bem quisesse, o MST não teria apoio das FARCs e provavelmente já não existiria mais, muito provavelmente os atuais políticos e governantes não estariam mais no poder devido aos superfaturados contratos internacionais (Ex: Cougar, Scorpene, etc), à corrupção seria… Read more »

giltiger
giltiger
7 anos atrás

Por estas e outras que quando se trata de assuntos de Defesa e soberania nacional parceria com os EUA não é possível por que seu parceiro é não confiável, ele é DESONESTO mesmo.

E tem um monte de fanboy babão que acha que o que os americanos fazem COM TODO MUNDO é bonito ou justificável.

Vader
7 anos atrás

Mimimimimi… como se o governo brasileiro não espionasse seus cidadãos, e por motivos muito mais “comezinhos” do que o combate ao terrorismo…

O caseiro Francinaldo que o diga… 😉

Átila
Átila
7 anos atrás

giltiger, não sei qual é o seu caso, mas você acha que a China está fazendo o quê atualmente? Tem noção do alcance que a KGB (atual FSB) já exerceu e ainda exerce no mundo? Eles foram muito mais longe na tentativa de conhecer e manipular as condições e situações políticas. Acompanhou as notícias de que o sistema de monitoramento (espionagem mesmo) francês é o mais eficiente do mundo? Sabia que a Alemanha é um dos países mais agressivos em termos de monitoramento e vigilância de seus cidadãos? Viu que a ABIN comprou um kit da Kroll voltado a tentar… Read more »

Bosco Jr
Bosco Jr
7 anos atrás

Não vejo nada demais nessas informações que os países se espionam, principalmente os EUA, que tem mais meios de fazê-lo.
Isso só serve para cortina de fumaça para as finadas manifestações de protesto.
Hoje os nossos digníssimos senadores só discursaram sobre sua indignação a respeito do país estar sendo espionado e quanto à saúde, educação, combate à corrupção, estradas assassinadas, mobilidade urbana, violência, etc, se calaram.

Bosco Jr
Bosco Jr
7 anos atrás

Por outro lado nossas garbosas instituições devem estar se borrando com essa tal espionagem.
E tem gente que acha que os americanos precisam nos atacar com Tomahawks e B-2 para que nossos governantes corruptos cedam.
O dia que eles quiserem a Amazônia ou o pré-sal basta “lançarem” alguns e-mails para os endereços certos que tudo estará resolvido sem que seja necessário disparar um tiro. rsrsssss

Marcos
Marcos
7 anos atrás

E os serviços de vigilância Tupiniquins faziam o quê enquanto isso?

Requena
Requena
7 anos atrás

Já pensaram na quantidade de informações comprometedoras sobre nossos políticos que os americanos podem ter em mãos?

O governo brasileiro tá latindo grosso pra marcar território. Mas no fundo tão morrendo de medo do que a NSA “coletou” aqui.

E como bem perguntou o Marcos.

O que a ABIN, GSI, PF, etc. tem a dizer?
Os caras montam uma BASE da CIA e NSA aqui e ninguém sabe de nada? UMA BASE!!!

É triste…

MSG
MSG
7 anos atrás

Ainda espero um comentário realmente interessante sobre esse assunto aqui na trilogia. O que houve foi simplesmente uma denúncia, na capa do jornal de maior circulação do RJ, de um enorme sistema de interceptação de mensagens, dentro do território nacional (Brasília!), operado por agências de inteligência estrangeiras (EUA). Algo sem precedentes, acredito, e que veio a público! Agências de inteligência estrangeiras operam aqui? Sim, claro. Seus esquemas de obtenção de informações vazaram para a imprensa com a riqueza de detalhes como este último? Não me lembro, mas os colegas podem ajudar. Acho que relativizar o assunto é a pior forma… Read more »

MSG
MSG
7 anos atrás

“Finalmente, por favor senhores, esquerdopata, fanboys ianques, e etc não vão contribuir para o debate. Não vamos ser intolerantes.”

Quis dizer que esses termos pejorativos não vão ajudar no debate, e sim o contrário.

Sejamos tolerantes.

champs
champs
7 anos atrás

Concordo plenamente com o Galante, é ridículo o Brasil não ter um satélite para comunicações. Até nossas comunicações militares são feitas por satélites alugados, isso desde a privatização da Telebrás. Todos sabemos que os países se espionam mas o nível de espionagem que o Brasil sofre é desproporcional ao risco que representa para os EUA, isso é espionagem comercial que como bem disse o repórter que recebeu os documentos, entra no bolo das informações que os americanos dizem ser conta o terrorismo, ou seja, eles tem carta branca para espionarem tudo usando um único argumento. E senhores, não tentem se… Read more »

champs
champs
7 anos atrás

MSG disse:
8 de julho de 2013 às 20:44

“Ainda espero um comentário realmente interessante sobre esse assunto aqui na trilogia.”

Concordo plenamente.

“de modo que está havendo aqui uma confusão entre Governo e Estado”

Perfeito.

Átila
Átila
7 anos atrás

MSG, não se trata de relativizar o conteúdo dessa notícia, mas sim evitar que algo razoavelmente conhecido seja distorcido num momento tão crítico da política nacional. Em essência, TUDO o que é discutido aqui no trilogia já apontou o que o Estado brasileiro deveria fazer. Um dos principais programas conhecidos da ABIN é o PNPC – Programa Nacional de Proteção do Conhecimento Sensível. Dê uma olhadinha lá no site. Ocorre que a ABIN tem se tornado REALMENTE uma agência de esquerdistas. O perfil dos novos aprovados na ABIN e no Rio Branco é assustadoramente esquerdista. Eles estão muito mais preocupados… Read more »

Rogério
Rogério
7 anos atrás

Átila disse:

8 de julho de 2013 às 22:03

Exato, perfeito seu cometário, o que o GF esta fazendo é tentar desviar a atenção da economia com essa informação, que não tem nada de novidade, afinal China espiona os EUA, os EUA a China, a Russia, India, Paquistão, etc…. E só o Brasilzão sem porteira iria ficar de fora???? Seria comico se não fosse trágico.

champs
champs
7 anos atrás

Estou enganado ou esta matéria foi divulgada pelo Jornal O Globo com ampla divulgação do resto da mídia, e o governo brasileiro foi quase que forçado a se posicionar perante os casos de espionagem de seus cidadãos e empresas? Repito as perguntas de MSG: Quais eram os alvos? Governo, empresas (ramos), pessoas, centros de pesquisa? Essas escutas influenciaram fatos recentes no relacionamento EUA-Brasil? Como Brasil deveria se portar diante desse fato? Temos direito ao sigilo telefônico e eletrônico? E acrescento mas duas: Para quem trabalhava aquele agente da ABIN que conseguiu “hackear” 238 senhas de agentes do órgão, para quem… Read more »

ReturnOfTheKing
ReturnOfTheKing
7 anos atrás

ADEUS SUPER HORNET
BEM VINDO GRIFEN!

ReturnOfTheKing
ReturnOfTheKing
7 anos atrás

Gripen*

Control
Control
7 anos atrás

Senhores Quanto a surpresa de uma agência de espionagem espionar: O que raios os indignados da mídia e do governo esperavam/esperam? Que ela peça aprovação das autoridades locais? Que seja feito um tratado cavalheiresco de bom comportamento entre os países? Isto é no mínimo humor nonsense. A espionagem faz parte da natureza dos países desde sua criação, há séculos. Não reconhecer isto é ignorar a história humana. Quanto a indignação dos norte americanos e partidários da privacidade dos indivíduos: As agências são pressionadas fortemente para prevenirem ações terroristas. Como se espera que elas façam isto sem entrar nas comunicações e… Read more »

MSG
MSG
7 anos atrás

Prezado Control, a surpresa é que veio a tona. Apareceu e está provado. Não é algo mais que supomos. E isto não é uma investigação simples, trivial e corriqueira. É um sistema que grampeia tudo a a todos. É o Grande Irmão de Orwell personificado e com nome próprio e criado em uma democracia. Sinceramente, Control, a justificativa que espionagem sempre existiu não se aplica porque a espionagem de décadas e séculos passados não interceptava todas as mensagens de todos os cidadãos, empresas e autoridades brasileiras. Isso tem um potencial para prejudicar as indústrias e empresas brasileiras, ou vamos acreditar… Read more »

GBento
GBento
7 anos atrás

Control disse:
9 de julho de 2013 às 7:54

Pra mim, o comentário mais sensato em toda essa discussão até agora.

MSG
MSG
7 anos atrás

09/07/2013 – 03h00 Espiados e indignados Vamos fingir que nos sentimos surpresos e indignados. Vamos à ONU com um protesto contra a espionagem com que o governo dos Estados Unidos invadiu mensagens eletrônicas no Brasil. Vamos cobrar do governo americano explicações sobre a central de espionagem instalada em Brasília pelo combinado CIA-NSA. Faz parte da boa educação cívica mostrar-se surpreso e indignado. Tal como os franceses do presidente François Hollande, pouco antes de ele se sujeitar aos EUA e proibir o sobrevoo da França pelo avião em que supunham estar Edward Snowden, o revelador das espionagens americanas naquele, no nosso… Read more »

MSG
MSG
7 anos atrás

09/07/2013 – 03h00 Cinco olhos, todos em você Publicidade De todas as reações ao megae-squema de espionagem denunciado pelo agora célebre Edward Snowden, a mais efetiva foi a do governo brasileiro: além da óbvia “indignação” e do igualmente óbvio pedido de explicações aos Estados Unidos, “o Brasil lançará nas Nações Unidas iniciativas com o objetivo de proibir abusos e impedir a invasão da privacidade dos usuários das redes virtuais de comunicação, estabelecendo normas claras de comportamento dos Estados na área de informação e telecomunicações para garantir segurança cibernética que proteja os direitos dos cidadãos e preserve a soberania de todos… Read more »

MSG
MSG
7 anos atrás

Dois posts acima ctrl-c/ctrl-v da Folha.

Sds

Vader
7 anos atrás

Átila e Control, parabéns pelos comentários.

Caro MSG o que exatamente está provado? Não vi nenhum documento americano público comprometedor exposto até agora, mas só a palavra do tal Snowden.

Repito: a tal espionagem, se se deu, foi até 2002.

Isso é notícia velha, que a Globo está fazendo um carnaval, sabe-se lá por quais motivos.

Bosco Jr
Bosco Jr
7 anos atrás

A mocinha tomando banho de sol nua na laje do prédio não tem muito o que fazer para que os curiosos não a observem e não vai ter decreto que dê jeito na situação. O jeito é ela fazer um muro em volta ou então deixar de tomar banho de sol. Havendo como os serviços de inteligência dos EUA, da Rússia, da China, do RU, etc, bisbilhotarem, eles o farão. Engraçado que um dia desses publicou-se que os chineses estavam hackeando os sistemas de armas americanos e ninguém ficou indignado. A coisa tomou essa proporção por conta do Snowden. Há… Read more »

GBento
GBento
7 anos atrás

Não sei se é permitido. Caso os editores vejam algum problema, se sintam à vontade para deletar a postagem. Vai aí um Copia e Cola: Já deixei clara aqui a minha falta de paciência com Edward Snowden, o rapaz que namora uma dançarina de pole dance, o espião com vontade de virar celebridade no Facebook. “O tempora o mores!” Já vi gente com essa profissão desertar para cair no colo do inimigo, revelar que era agente duplo, passar as informações e ficar na moita… Contar tudo porque tomado de pruridos cidadãos? Isso, nunca vi. Mas os tempos andam sensíveis a… Read more »

MAD DOG
MAD DOG
7 anos atrás

GBento, parabéns!!!

… E as falsas freiras do bordel continuam indignadas!!! … rsrs

… Vader, como o Bosco bem colocou, esses acontecimentos são a última tentativa da ptralhada achar um motivo para desviar a atenção dos brasileiros, pois nem a conquista da copa das confederações por 3×0 (Muito estranho pelo atual futebol da Espanha), conseguiu.

Mas uma vez eles subestimam o povo brasileiro!!!

Enfim, dia 11/07 o Brasil PARA DE NOVO!!! … PARA O PT será o seu 11 de setembro contrário, ou seja, o povo derrubando os terroristas esquerdistas de nosso País, não deles, como acham!!!