Home Defesa Antiaérea Thales UK confirma venda de 200 STARStreak ao MoD

Thales UK confirma venda de 200 STARStreak ao MoD

229
4

Starstreak_HVM_High_Velocity_Missile_air_defence_weapon_Thales_United_Kingdom_British_army_002

A Thales UK confirmou na última sexta-feira (11)  a assinatura de contrato com o Ministério da Defesa Britânico (MoD) para o fornecimento de 200 unidades do míssil superfície-ar de curto alcance STARStreak – um dos componentes-chave da defesa antiaérea britânica baseada em terra. O acordo, estimado em milhões de libras, foi anunciado pelo primeiro ministro, David Cameron, em discurso na Northern Ireland Investment Conference em Belfast.

O responsável pelo departamento de equipamentos de tecnologia do MoD, Philip Dunne, explicou que “durante os Jogos Olímpicos de 2012 percebemos o quanto nossa capacidade de defesa antiaérea é importante. Este contrato de aquisição de 200 unidades do STARStreak não dará às nossas Forças Armadas apenas uma arma eficaz, mas também garantirá a permanência de centenas de postos de trabalho para mão de obra altamente qualificada no norte da Irlanda. Além de inspirar confiança aos compradores estrangeiros do sistema”.

A encomenda do Ministério vai aumentar o estoque dos mísseis, conforme o plano de reformulação das Forças Armadas Britânicas, lançado em 2010. Os mísseis adquiridos equiparão tanto forças regulares quanto da reserva. O diretor da Thales em Belfast, David Beatty, reforça: “Este contrato manterá empregos em nossas instalações no norte da Irlanda, e também demonstrará claramente aos nossos clientes internacionais a relevância e confiança que o MoD coloca em nossos sistemas, nossos projetos, nossa linha de montagem e nossa estrutura de suporte e manutenção”.

O sistema de mísseis STARStreak atinge velocidade mais de três vezes maior que a do som, e é empregado contra alvos rápidos, em baixas altitudes, e ataques repentinos com helicópteros. Os mísseis compuseram a defesa antiaéreas durante os Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, e foram considerados essenciais para garantir a segurança do espaço aéreo durante o evento.

FONTE: Army Recognition (tradução e adaptação do Forças Terrestres a partir de original em inglês)

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
joseboscojrOganza Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Oganza
Visitante
Member
Oganza

Esse é o MANPAD faz tudo… abate até carros de combate com blindagem leve, o nosso Guarani viraria peneira frente a seus 3 dardos supersônicos.

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Oganza, Não necessariamente. O Guarani terá sensores de detecção laser e lançadores de granadas fumígenas e contará com blindagem modular, que pode ser reativa. Os dardos supersônicos não iriam passar. Mas concordo que é bem difícil se contrapor á ameaça de um Starstreak tendo em vista sua grande velocidade. Num alcance de 5 km a distância seria percorrida em menos de 5 segundos, o que é muito pouco para uma reação efetiva, mesmo que as granadas fumígenas sejam de operação automática. Também tem a nossa eterna falta de verbas, o que deverá reduzir a disponibilidade de blindagem acessória, e aí,… Read more »

Bosco Jr
Membro
Noble Member
Bosco Jr

Oganza, Não necessariamente. O Guarani terá sensores de detecção laser e lançadores de granadas fumígenas e contará com blindagem modular, que pode ser reativa. Os dardos supersônicos não iriam passar. Mas concordo que é bem difícil se contrapor á ameaça de um Starstreak tendo em vista sua grande velocidade. Num alcance de 5 km a distância seria percorrida em menos de 5 segundos, o que é muito pouco para uma reação efetiva, mesmo que as granadas fumígenas sejam de operação automática. Também tem a nossa eterna falta de verbas, o que deverá reduzir a disponibilidade de blindagem acessória, e aí,… Read more »

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Verdade Bosco, mas o StarStreak é realmente um adversário de respeito. Depois que a IAI certificou o Iron Fist (talvez o melhor sistema de defesa ativa hj disponível), e um técnico deles disse que ele era efetivo contra 90% das ameças lançadas por tropas desembarcadas, e a excessão era justamente o StarStreak com seus dardos (3) voando em um “padrão orbital” em torno de um eixo imáginário dentro da rota do projétio… passei a deseja-lo em nossas forças. Segundo a IAI, sempre vai ser mais difíciu combater 3 alvos do que apenas um. E o StarStreak é exatamente isso… praticamente… Read more »