Home Espionagem CREDN: agente duplo dentro da Abin merece explicação

CREDN: agente duplo dentro da Abin merece explicação

277
5

espionagem-eua-brasil

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN), da Câmara dos Deputados, em conjunto com a Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência (CCAI), do Congresso Nacional, realizarão audiência pública com as presenças do diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Wilson Roberto Trezza, e do ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), general José Elito Siqueira, para discutir a presença de um agente duplo dentro da Abin à serviço das agências de inteligência dos Estados Unidos.

Com este objetivo, requerimento do deputado Nelson Pellegrino (PT-BA) será votado nesta quarta-feira, 6. “Mais surpreendente que a descoberta de que um agente da Abin havia passado informações a agentes norte-americanos, foi a decisão da Abin e do GSI de ignorar evidências e optar por aposentar o agente, sem uma apuração completa e nem mesmo uma advertência”, afirmou.

Para o deputado, “a denúncia é grave por revelar um fator importante de vulnerabilidade: a participação de um agente brasileiro a serviço de outro governo. Suscita a preocupação com a funcionalidade dos procedimentos padrão diante de situações similares, já que a ausência de apuração e responsabilização de comportamentos desleais ao Estado não é uma opção aceitável no Estado de Direito Democrático”.

Na avaliação do presidente da CREDN e da CCAI, a atitude de ignorar a documentação produzida pela própria contrainteligência da Abin desprestigia o trabalho dos servidores da agência que conseguiram desbaratar a operação, revelando o jogo duplo do “agente 008997”. Pellegrino também entende que, embora não haja conexão direta, é preciso investigar se esse fato tem alguma relação com a espionagem sistemática realizada por agências de inteligência norte-americanas sobre autoridades, cidadãos e empresas estratégicas do Brasil, conforme documentos revelados pelo ex-prestador de serviços da NSA, Edward Snowden.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CREDN

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mayuan
Mayuan
6 anos atrás

Acho certo aposentar sim e de gratificação deveria ganhar uma morada com vista privilegiada para a observação do desenvolvimento das raízes da grama.

wsmdal
wsmdal
6 anos atrás

[size=150]Diplomatas dos EUA dizem que todos espionam[/size] FSP, 06/11/13 RAUL JUSTE LORES DE WASHINGTON O governo americano espera uma mudança de tom em Brasília após a revelação de que a Abin espionou diplomatas americanos. “Apesar da diferença de escala e cenário, está confirmado que todo mundo se espiona” é a frase repetida por diplomatas do Departamento de Estado e altos funcionários na Casa Branca. “Não há virgens nesse negócio”, dizem. Os americanos repetem que a reação brasileira à espionagem revelada por Edward Snowden não tem sido realista e que esperam sugestões concretas antes da divulgação, até o fim de dezembro,… Read more »

Antonio M
Antonio M
6 anos atrás

Como já discutido aqui, o fato de não quererem “lavar a roupa suja” denota que estão preocupados consigo mesmo do que com a nação, temem que se o tal “funcionário da Abin” resolver abrir o bico revele muita coisa que querem que seja revelada.

Quero ver quando os EUA resolverem “deixar vazar” o que sabem principalmente sobre o foro de São Paulo, FARCs e outras “coisinhas” ……

Antonio M
Antonio M
6 anos atrás

Caramba! Errata ! ” ….resolva abrir o bico, revele muita coisa que não querem reveladas …”

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Já disse e digo de novo… putênfia só terá jeito quando for pro buraco de verdade e precisará de uma guerra civil pra sair, ainda vai ter que morrer muita gente.

É só andar pelas rurras de olhos e ouvidos atentos e ver como somos, como agimos em nosso dia-a-dia e como lidamos com coisas simples como estacionar um carro ou que parte do jornal escolhemos para ler primeiro.

Tenso.