Home Clipping ‘Anexação da Crimeia não será reconhecida pela NATO’, diz Anders Rasmussen

‘Anexação da Crimeia não será reconhecida pela NATO’, diz Anders Rasmussen

163
0

NATO Secretary General  Visit

ClippingO secretário-geral da NATO, Anders Rasmussen, condenou hoje a anexação da região autônoma ucraniana da Crimeia pela Rússia, e indicou a Moscou que os aliados “não a reconhecerão”, informou a agência de notícias Efe.

“Condeno o anúncio feito pelo Presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre as novas leis que integram a Crimeia na Federação Russa”, declarou Rasmussen, em comunicado, sublinhando que “a anexação da Crimeia é ilegal e ilegítima e que os aliados da NATO não a vão reconhecer”.

O chefe da aliança militar do Atlântico Norte afirmou ainda que Moscou “ignorou os apelos para que retroceda e cumpra a legislação internacional, seguindo por um caminho perigoso”.

Rasmussen alertou que a Rússia está  “violando a soberania e a integridade territorial da Ucrânia e em flagrante descumprimento dos seus compromissos internacionais”, acrescentando que “não há justificação” para que a Rússia prossiga com ações que apenas vão “aprofundar o seu isolamento”.

O secretário-geral da NATO manifestou-se ainda preocupado com as notícias que dão conta da morte de um militar ucraniano, e apelou às partes envolvidas no conflito que mostrem contenção e adotem medidas para baixar a tensão.

A situação na Crimeia levou a NATO a cancelar na semana passada os planos para a primeira missão militar conjunta com a Rússia, que se centraria na destruição de armas químicas sírias, assim como qualquer encontro militar ou civil com responsáveis russos.

Um militar ucraniano e um membro das “forças de autodefesa” pró-russas foram hoje mortos na Crimeia durante uma troca de tiros, anunciou uma porta-voz da polícia local, citada pela agência de notícias Interfax-Ukraine.

Dois outros homens, um militar ucraniano e um paramilitar pró-russo, ficaram feridos, indicou a porta-voz Olga Kondrachova.
A tensão na Crimeia subiu hoje de tom, após a Rússia a reconhecer a república autônoma ucraniana como parte do seu território e a Ucrânia a dar autorização aos seus soldados para usarem armas.

Na sequência do referendo de domingo na Crimeia, em que a anexação à Rússia teve a maioria dos votos, Moscou anunciou que considera a península como parte do seu território a partir de hoje.

O Presidente russo, Vladimir Putin, e os dirigentes da província autônoma ucraniana assinaram um tratado bilateral com vista à integração da Crimeia na Federação Russa.

Por seu lado, as autoridades da Ucrânia garantiram que nunca reconhecerão a anexação da Crimeia e deram autorização aos seus soldados para usarem armas em resposta aos “atos hostis” da Rússia.

FONTE: Diário Digital

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of