domingo, fevereiro 28, 2021

Saab RBS 70NG

Pacificação da Maré terá 2,7 mil militares e durará 4 meses

Destaques

Uma Força Terrestre à altura dos desafios atuais

General de Exército José Luiz Dias Freitas A dinâmica das relações internacionais e das interações sociais, neste primeiro quartil do...

Tropa paraquedista retorna ao Brasil após exercício nos EUA

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de fevereiro, foi realizada no Campo do 26º Batalhão de Infantaria...

Rússia e Arábia Saudita assinam acordo para implantação de fábrica de fuzis Kalashnikov

A Rússia assinou um acordo com a Arábia Saudita para implementar a primeira fase de produção conjunta de fuzis...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

ClippingAs Forças Armadas (FA) anunciaram nesta quinta-feira que cerca de 2,7 mil homens vão atuar na força de pacificação do complexo da Maré, no Rio de Janeiro. A operação São Francisco, com início no dia 5 de abril e término em 31 de julho, tem como objetivo a pacificação das 15 favelas da comunidade, em uma área aproximada de 10 quilômetros quadrados.

A operação contará com 2,5 mil militares da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, 450 membros da Marinha, 200 policiais militares e uma equipe da 21ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro. Serão usados blindados do Exército e da Marinha, bem como viaturas e motos.

A operação segue a Diretriz Ministerial Número 9 do Ministério da Defesa e terá o comando do general de Brigada Roberto Escoto, comandante da Brigada de Infantaria Paraquedista. Segundo o comunicado da FA, a ação terá como parâmetro as experiências adquiridas nas operações no Haiti e na pacificação dos complexos do Alemão e da Penha.

FONTE: JB

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -