segunda-feira, março 1, 2021

Saab RBS 70NG

Exército Brasileiro recebe os primeiros mísseis antiaéreos RBS 70

Destaques

EUA e aliados constroem cadeia de suprimentos de tecnologia ‘livre da China’

Biden assinará ordem presidencial para reforçar as indústrias de chips, baterias e terras raras WASHINGTON/TAIPEI – O presidente dos EUA,...

Uma Força Terrestre à altura dos desafios atuais

General de Exército José Luiz Dias Freitas A dinâmica das relações internacionais e das interações sociais, neste primeiro quartil do...

Tropa paraquedista retorna ao Brasil após exercício nos EUA

Rio de Janeiro (RJ) – No dia 22 de fevereiro, foi realizada no Campo do 26º Batalhão de Infantaria...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

RBS 70 NG - foto Saab

O Exército Brasileiro começou a receber em 12 de maio o primeiro lote de sistemas móveis de mísseis superfície-ar de curto alcance RBS 70, adquiridos da Saab Dynamics.

O contrato para os RBS 70, no valor aproximado de R$ 28 milhões (US$ 12,6 milhões), cobre 16 lançadores portáteis, o fornecimento de mísseis MK II, 6 simuladores, 17 equipamentos de visão noturna, um equipamento de visão noturna, ferramentas de manutenção, sobressalentes, equipamentos assosciados e treinamento para operadores e pessoal de manutenção.

Depois da aceitação a ser celebrada em 16 de maio, os RBS 70, comprados em dezembro de 2013 pelo Escritório de Gestão de Projetos do Exército no âmbito do Projeto Estratégico de Defesa Aérea, serão divididos entre a Escola de Artilharia Antiaérea e de Costa, grupos de artilharia antiaérea e brigadas mecanizadas, disse ao IHS Jane’s uma fonte próxima ao Programa, em 13 de maio.

RBS-70-NG-01b

FONTE: IHS Jane’s / COLABOROU: Augusto

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
eduardo.pereira1
eduardo.pereira1
6 anos atrás

Muito boa noticia. Agora só falta saber o andamento da negociaçao com os russos do Pantsir .

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Fiquei sabendo que eles são vão finalizar o negócio quando os Russos devolverem a Criméia aos ucranianos…..

kakakakaka

Grande abraço

Vader
6 anos atrás

Nossa, mas já????!!! Foi anunciado em dezembro e já está sendo entregue?!!!

Isso é o efeito “FIFA”, rsrsrs…

E é a prova mais contundente que existe de que o governo do ParTido se quisesse reequipava as Forcas Armadas em meia dúzia de canetadas.

Só não o faz porque não quer mesmo…

eduardo.pereira1
eduardo.pereira1
6 anos atrás

Melhor fabricarmos por aqui nao é Juarezmartinez, ou mandar nossas tropas pra reforçarem as tropas da Ucrania !!rs

Não é possível que num pais onde se desenvolve e fabrica o Astros 2020 nao se sabe integrar outras torretas ( com misseis ou canhoes,ou ambas).

Sds.

eduardo.pereira1
eduardo.pereira1
6 anos atrás

Não duvide se pousarem meia duzia de Gripens C/D por aqui bichin !!

Colombelli
Colombelli
6 anos atrás

Tem 09 baterias AA e 05 GAAAEx, além da escola. Se forem as brigadas mecanizadas ou blindadas serão 06. Ou seja, pelo menos 12 unidades ou subunidades a serem contempladas com apenas 16 lançadores. Algo está errado nesta informação, pois seria no máximo dois lançadores para cada unidade com a maioria tendo apenas 01. O racional seria equipar os grupos e a escola, com não 16, mas 22 lançadores. O preço é ótimo. Neste valor seria altamente conveniente dobrar as unidades adquiridas e equipar cada uma das baterias AA com pelo menos dois lançadores. Minha configuração para uma bateria orgânica… Read more »

Luis
Luis
6 anos atrás

Esse padrão de camuflagem da Suécia (M90) pra mim é disparado o mais bonito. O da Alemanha (Flecktarn), Noruega (M98), Finlândia (M05), Dinamarca (M84), Suíça (TAZ90) e Itália (padrão digital) também são bem bonitos.

Já os da Bélgica, Inglaterra e Portugal são feios, especialmente os belgas!

Iron Dome
Iron Dome
6 anos atrás

Excelente notícia

- Advertisement -

Guerras Modernas

Armênia, Azerbaijão e Rússia fecham um acordo para acabar com o conflito de Nagorno-Karabakh

YEREVAN/BAKU (ARMENIA/AZERBAIJÃO) — Armênia, Azerbaijão e Rússia disseram que assinaram um acordo para encerrar o conflito militar na região...
- Advertisement -
- Advertisement -