segunda-feira, outubro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Putin quer indústria de defesa da Rússia autossuficiente

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Pantsyr-S1_air_defense_missile_system_anti-aircraft_gun_sa-22_greyhound_Russia

Comunicado vem depois das sanções ocidentais impostas a Moscou devido à crise na Ucrânia

ClippingO residente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira que a indústria de defesa da Rússia vai deixar de depender de componentes estrangeiros e tornar-se autossuficiente. O comunicado vem depois das sanções ocidentais impostas a Moscou devido à crise na Ucrânia.

“Precisamos fazer o possível para que qualquer coisa usada em nosso setor de defesa seja produzida em nosso território, de modo que não sejamos dependentes de ninguém”, disse Putin em reunião de autoridades de defesa em sua residência no mar Negro.

“Tenho certeza que a nossa indústria de defesa será beneficiada com isso, e é preciso ajustar os nossos centros científicos para isso”, disse.

Washington ameaçou restringir a exportação de itens de alta tecnologia para a Rússia como parte das sanções, além da proibição de vistos e congelamento de bens de cidadãos russos que já estão em vigor.

Putin disse anteriormente que a substituição dos componentes utilizados na indústria da Defesa exigiria financiamento e que levaria até 2 anos e meio para utilizar apenas produtos de fabricação inteiramente nacional.

A Rússia é o segundo maior exportador de armas do mundo e sua indústria de defesa tem laços estreitos com a Ucrânia.

Os contatos entre as duas ex-repúblicas soviéticas foram afetados pela anexação da Crimeia pela Rússia e por acusações de países ocidentais de que governo russo está orquestrando os separatistas pró-Rússia, no leste do país, perto da fronteira com a Rússia. Moscou nega as acusações.

A crise levou ao pior impasse Leste-Oeste desde a Guerra Fria, com Washington e Bruxelas ameaçando novas sanções se Rússia tentar interferir em uma eleição presidencial na Ucrânia marcada para 25 de maio.

FONTE: Terra

- Advertisement -

5 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Augusto
Augusto
7 anos atrás
Soldat
Soldat
7 anos atrás

“Precisamos fazer o possível para que qualquer coisa usada em nosso setor de defesa seja produzida em nosso território, de modo que não sejamos dependentes de ninguém”, disse Putin ”

Concordo com ele e digo mas todos os países do mundo que queiram ser realmente independentes deveriam fazer o mesmo!!!

Vader
7 anos atrás

Sonhar não custa nada. Da última vez que alguém sonhou isso na Rússia, mandou para o beleléu o maior império em extensão territorial contínua que o mundo já viu, quase levou o mundo à beira da guerra nuclear e levou seu povo à mais absoluta miséria: cheio de mísseis balísticos e ofivas nucleares, mas sem geladeiras onde guardar a pouca comida disponível… O sonho imperialista do Czar rasPutin só levará a Rússia ao isolamento e ao subdesenvolvimento, de novo. E como sempre, quem vai comer o pão que o Diabo amassou é seu povo… O que ele teria que entender… Read more »

Colombelli
Colombelli
7 anos atrás

A ideia é boa, a exequibilidade improvável.

Pior é um país sem consumo em escala de armas como é o nosso caso querer produzir armamento sofisticado e falar em TOT. Sem mercado não há viabilidade.

Wagner
Wagner
7 anos atrás

O presidente está corretíssimo. A Rússia precisa mesmo ser autossuficiente naquilo que produz de importante para sua defesa. As críticas a essa ideia são apenas o reflexo da mentalidade carcomida da Guerra Fria que predomina em algumas pessoas. A Rússia tem talento, tradição e recursos para conseguir isso, contanto que o faça com calma e planejamento. É um povo muito talentoso, não lhes falta inteligência ou criatividade. Claro que demora um pouco, demanda recursos, os primeiros sistemas em substituição a alguns importados ( os quais alias são minoria) talvez não sejam tão grande coisa. Mas vão evoluir. E vão conseguir.… Read more »

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -