Home Aviação do Exército (AvEx) Pilotos do Exército fazem treinamento de combate em fazenda de São Carlos

Pilotos do Exército fazem treinamento de combate em fazenda de São Carlos

246
3

aeronavemil_1

Aproximadamente 100 militares participam das atividades até a próxima sexta. Presença das aeronaves chamou a atenção de crianças e adultos da região.

Do G1 São Carlos e Araraquara

ClippingUma fazenda de São Carlos (SP) foi transformada em uma base militar nesta semana. Cerca de 100 soldados estão na região para um treinamento de pilotos de combate que ocorre até sexta-feira (27). A atividade é específica para atuar em missões em que é necessário o apoio do Exército. A presença das aeronaves chamou a atenção da população.

Para o autônomo Erickon Ander Batista foi muito bom poder acompanhar o treinamento. “É uma atração diferente, a gente não está acostumado com esse tipo de evento. Já tinha visto por televisão, mas assim ao vivo é a primeira vez”, contou.

O capitão do Exército Marcos Perez de Castro explicou que os pilotos colocam em prática toda a teoria aprendida em sala de aula, como operações de reconhecimento, ataque e missões em áreas urbanas. “Eles também apreendem a navegar utilizando a carta do helicóptero, que é uma dificuldade diferente para o piloto militar”, completou.

A operação é a etapa final de um curso para formação de pilotos. Além de treinar manobras, eles precisam localizar alvos de possíveis inimigos. As missões também serão realizadas em Itirapina e Dourado, por estarem perto da base do Exército de Pirassununga. “A operação é de garantia da lei da ordem, por exemplo, a segurança na Copa do Mundo ou do Papa quando ele visitou Brasil”, explicou Castro.

Os militares também dão apoio em terra para o exercício. Um acampamento foi montado para abrigar mecânicos e a equipe responsável pelo abastecimento das aeronaves. Para quem nunca viu o Exército em missão, o domingo foi especial.

A auxiliar de escritório Leila Batista gostou de saber como é o trabalho dos militares. “Nos piores momentos, eles sempre estão ali, então é sempre bom prestigiá-los assim, demonstrando o trabalho deles”, disse.

FONTE: G1/FOTO: Paulo Chiari/EPTV

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
ColombelliOganzaGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Tive a oportunidade de assistir parte dos voos. Dois Esquilos realizavam voos táticos a alturas extremamente baixas sobre a região do alto Corumbataí.

Esse tom de verde do helicóptero o tornava quase invisível frente à vegetação local e em distâncias de apenas um ou dois quilômetros. Um pouco mais do que isso o som praticamente desaparecia.

Oganza
Visitante
Member
Oganza

Poggio,

esses esquilos do EB possuem alguma modificação para tornalos mais ágeis que as versões civis?

Pois no campo de batalha, acho que eles devem se comportar mais ou menos como os MD 500, voando baixo e rápido, efetuando disparos de oportunidade e se expondo o mínimo possível, só o necessário para identificação e eliminação dos alvos… não?

Sds.

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Esta faltando neles uma minigun e uma M-3 para os atiradores complementarem as armas externas.