Home Conflitos em andamento Estado Islâmico ameaça ‘destronar’ Putin por seu apoio ao regime sírio

Estado Islâmico ameaça ‘destronar’ Putin por seu apoio ao regime sírio

292
10

ARMENIA-RUSSIA-UKRAINE-EU-PROTESTS-PUTIN

Vídeo do grupo radical ameaça líder russo. Rússia é o principal aliado de Damasco, a quem fornece armas

ClippingO Ministério Público russo pediu nesta quarta-feira (3) a restrição ao acesso a um vídeo postado no YouTube pelo Estado Islâmico (EI), que ameaça ‘destronar’ Vladimir Putin em razão do apoio de Moscou ao regime sírio.
O grupo também ameaçou desencadear uma ‘guerra no Cáucaso russo, a fim de libertá-lo’.

Um pedido para restringir o acesso a um vídeo contendo ‘ameaças de terrorismo e de eclosão de uma guerra no Cáucaso do Norte’ foi enviado nesta quarta-feira à Agência russa de Monitoramento dos Meios de Comunicação (Roskomnadzor), indicou o órgão em um comunicado.
Uma investigação por ameaça de ato terrorista e apelo público para violar a integridade territorial da Rússia também pode ser aberto, segundo a fonte.

Os jihadistas do EI postaram na terça-feira no Youtube um vídeo no qual é possível ver um avião de guerra fornecido, segundo eles, pela Rússia ao regime do presidente sírio Bashar al-Assad.

‘Esta é uma mensagem para você, Vladimir Putin, estes aviões que você enviou para Bashar, vamos enviá-los para você, se Deus quiser’, diz um dos jihadistas neste vídeo gravado em árabe e com legenda em russo.
A Rússia é o principal aliado de Damasco, a quem fornece armas.

‘E nós vamos libertar a Chechênia e todo o Cáucaso, se Deus quiser. Teu trono está ameaçado e ele vai cair quando chegarmos a sua casa’, acrescenta o militante do EI.
Após a primeira guerra da Chechênia (1994-1996) entre os separatistas e as forças federais russas, a rebelião se islamizou gradualmente até se tornar na década de 2000 em um movimento islamita armado ativo em todo o Cáucaso do Norte.

O EI, que proclamou um califado em vastas regiões conquistadas nos últimos meses no Iraque e na Síria, reivindicou a recente decapitação de dois jornalistas americanos, James Foley e Steven Sotloff.
O grupo também ameaçou matar um terceiro refém, um britânico identificado como David Cawthorne Haines.

FONTE: G1/France Presse

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

Parece que os líderes do EI estão em campanha eleitoral: vão destronar o Putin, retomar a Península Ibérica (aliás, será que eles não querem uma revanche em Poitiers?)…

O que mais vão prometer?

Sediar a Copa do Mundo em 2026?

Formar duas esquadras com NAe e SubNuc?

Comprar 36 Gripen NG?

Bosco Jr
Bosco Jr
5 anos atrás

Vamos ver se agora o Putin vai ser tão moderado quanto foi no caso da reação israelense aos ataque do Hamas.
Nada melhor que um dia atrás do outro com uma noite no meio. rsrsssss

Carlos Soares
Carlos Soares
5 anos atrás

É Bosco, rsrsrs ….

Estão recolhendo todos jihadistas que cercam a pátria mãe e formando uma brigada exclusiva de ex treinados pelo Igor,
agora quero ver.

Meu Tio David está só observando, se chegarem perto, vai ser kabum …… aja bombas.

Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

Concordo com a última frase do Bosco.

Na Ucrânia, torço contra o Putin.

Mas se a disputa for entre ele e os separatistas islâmicos, aí eu ainda prefiro um déspota laico.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
5 anos atrás

Esse é o parâmetro de imponderabilidade que o Putin vai ter de enfrentar; os russos não esperavam que a ameaça terrorista e assimétrica chegasse para dentro de casa.

Penso que é um preço caro demais para justificar apoio ao sírio Bashar al-Assad.

Bosco Jr
Bosco Jr
5 anos atrás

Pelo menos a Rússia irá lutar contra um inimigo conhecido e que usa suas armas, o indefectível AK-47.

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

O próximo passo interno do EI será criar uma “bolsa terrorismo” e uma estrutura burocrática para acomodar o pessoal da chefia e os familiares.

Putin, sego, não consegue ver a importância da ameaça chinesa e agora desta nova, e continua com a palhaçada na Ucrânia.

Carlos Soares
Carlos Soares
5 anos atrás

Kabum …. kabum …. kabum …. aja bombas ….

Soldat
Soldat
5 anos atrás

Radicais muçulmanos declarar “zona de Sharia” no oeste da cidade alemã

http://www.haaretz.com/news/world/1.614411

Eu não to falando ta começando já na holanda numa cidade já colocaram apolicia e a população local para corre..

A Isil não chegou estão la a muito tempo…..

Carlos Soares
Carlos Soares
5 anos atrás

12 membros, convite ao paraíso, com a extrema-direita na cola deles ? kkkk rsrsrsrs deveriam trocar o nome para convite ao sonho impossível.

Holanda é com H, não é apolicia, mas a polícia, não é para corre e sim para correr.

Holanda, onde ?

A matéria não menciona.