Home Divulgação Iveco entrega centésimo blindado Guarani produzido no Brasil

Iveco entrega centésimo blindado Guarani produzido no Brasil

597
0
Na imagem, o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, General Sinclair J., Mayer, o presidente da CNH Industrial, Vilmar Fistarol, o Ministro da Defesa, Celso Amorim, o Comandante  do Exército Brasileiro, General Enzo Martins Peri e o presidente mundial da Iveco Veículos de Defesa,  Roberto Cibrario.  Foto Leandro M. Perez
Na imagem, o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, General Sinclair J., Mayer, o presidente da CNH Industrial, Vilmar Fistarol, o Ministro da Defesa, Celso Amorim, o Comandante do Exército Brasileiro, General Enzo Martins Peri e o presidente mundial da Iveco Veículos de Defesa, Roberto Cibrario. Foto Leandro M. Perez

Desenvolvido em parceria com o Exército Brasileiro, veículo chama a atenção de outros países por sua tecnologia e já opera em ações de vigilância nas fronteiras e em missões de pacificação no Brasil

Nesta sexta-feira, a Iveco fez a entrega simbólica do centésimo VBTP-MR Guarani ao Exército Brasileiro. A viatura é produzida na unidade de Veículos de Defesa da Iveco em Sete Lagoas (MG), inaugurada em junho de 2013, e foi desenvolvida nacionalmente em parceria com as Forças Armadas para substituir os blindados Urutu e Cascavel. A cerimônia, realizada na fábrica, teve a presença do Ministro da Defesa, Celso Amorim; do Comandante do Exército Brasileiro, General Enzo Martins Peri; do Chefe do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas do Ministério da Defesa, General José Carlos de Nardi; do Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, General Sinclair J. Mayer; do Chefe do Estado-Maior do Exército, General Adhemar da Costa Machado Filho; do Chefe de Assuntos Estratégicos do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas do Ministério da Defesa, General Menandro Garcia de Freitas; do Secretário-Geral do Ministério da Defesa, Ari Matos; do Secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, Murilo Marques; além do presidente mundial da Iveco Veículos de Defesa, Roberto Cibrario, outras autoridades e executivos da empresa.

O VBTP-MR Guarani une a tradição da Iveco, que há mais de sete décadas fabrica veículos de defesa, e o desejo de modernização da frota do Exército Brasileiro, que mantém a propriedade intelectual do blindado. A parceria, que começou em 2007 com o desenvolvimento do projeto industrial, foi consolidada em 2013 com a inauguração da primeira fábrica de Veículos de Defesa da Iveco fora da Europa. “É essencial que a sociedade civil compreenda a importância de equipamentos de defesa para um país com as dimensões do Brasil. Não podemos depender de tecnologia importada e o projeto do Guarani é simbólico porque demonstra a capacidade de produzir aqui”, afirmou Celso Amorim.

Para produzir cada blindado são necessárias cerca de 3.200 horas de trabalho. Com capacidade para transportar até onze pessoas, o Guarani pesa 18 toneladas, possui tração 6X6, pode chegar a 110 Km por hora e tem função anfíbia. Além de ar-condicionado, apresenta um série de inovações tecnológicas, como sistema automático de detecção e extinção de incêndio e baixas assinaturas térmica e radar (o que dificulta sua localização pelos inimigos), entre outros. A plataforma do blindado poderá ser usada como base para o desenvolvimento e a produção de uma família de blindados em diferentes versões, entre as quais viaturas de reconhecimento, socorro, posto de comando, porta morteiro e ambulância.

“A produção do Guarani no Brasil é um marco para a reconstrução da indústria bélica nacional. A parceria entre a Iveco e o Exército posicionou o país novamente como um produtor de alta tecnologia nesse segmento”, afirma Giovanni D’Ambrosio, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da divisão de Veículos de Defesa da Iveco na América Latina. Ele acrescenta que o veículo tem despertado o interesse comercial de outros países – localizados, principalmente, na América do Sul e na África.

A divisão de Veículos de Defesa da Iveco existe há mais de 75 anos na Europa e é reconhecida internacionalmente pelo know-how e excelência na produção de equipamentos do gênero. Atualmente, mais de 50 nações fazem parte do portfólio de clientes, incluindo países-membros da OTAN – Organização do Tratado Atlântico Norte. No Brasil, algumas das viaturas produzidas pela Iveco participam de experimentação doutrinária e já estão em operação na região de Cascavel (PR), onde são utilizados em ações de combate a delitos transfronteiriços. No Rio de Janeiro, o veículo também foi utilizado em operações de Garantia da Lei e da Ordem no Complexo da Maré por forças de pacificação. Além disso, o Centro de Instrução de Blindados do Exército Brasileiro, em Santa Maria (RS), realiza capacitação em operação e manutenção da viatura.

MPZ_4424

A fábrica

Em junho de 2013, a Iveco inaugurou em seu complexo industrial, em Sete Lagoas (MG), sua primeira unidade de Veículos de Defesa fora da Europa, tornando possível a concretização do projeto Guarani, em parceria com o Exército Brasileiro. A inauguração é resultado de investimentos que ultrapassam R$ 100 milhões, incluindo o desenvolvimento do blindado. A unidade industrial está instalada em uma área de 30 mil metros quadros, sendo 18 mil de área construída. As atividades da Iveco Veículo de Defesa proporcionaram a criação de cerca de 350 empregos diretos e 1.400 indiretos, além da capacitação de centenas de fornecedores brasileiros. Precisamos dar continuidade a essa parceria, consolidando e realizando novos projetos que colaborem para o desenvolvimento do Brasil como um todo. Dessa forma, conseguiremos retomar e atrair mais investimentos para as pessoas e para os processos industriais, além de impulsionar o envolvimento dos institutos tecnológicos e entidades acadêmicas, acredita Vilmar Fistarol, presidente da CNH Industrial, grupo ao qual a Iveco pertence.

Máquinas de Construção

Além da Iveco, outra marca da CNH Industrial tem tradição no fornecimento de equipamentos ao Exército. A New Holland Construction, que tem fábrica em Contagem (MG), é fornecedora de máquinas e equipamentos de construção para o Exército Brasileiro desde 2005. Mais de 120 unidades da marca – entre escavadeiras, motoniveladoras, retroescavadeiras, pás carregadeiras e tratores de esteiras – já foram entregues às Forças Armadas, sempre com pintura camuflada. “Temos muita satisfação da nossa parceria com o Exército, pois atesta qualidade e desempenho operacional das nossas máquinas”, explica Marcos Rocha, gerente de Marketing de Produto New Holland Construction.

Na ocasião, a New Holland Construction exibe a nova pá carregadeira 12D, um dos mais recentes lançamentos da fabricante na América Latina. A máquina foi projetada a partir de informações dos clientes em todos os estágios e oferece mais segurança e conforto para o operador, facilidade de uso e de manutenção, produtividade e desempenho. “A nova pá carregadeira imprime força e agilidade em qualquer aplicação de carregamento ou movimentação de materiais”, completa Rocha.

Iveco
Iveco, uma companhia da CNH Industrial, projeta, fabrica e comercializa uma completa gama de veículos comerciais leves, médios e pesados, caminhões fora-de-estrada, ônibus urbanos e intermunicipais, bem como veículos especiais para aplicações como combate a incêndios, missões off-road, defesa e proteção civil. A Iveco emprega mais de 26 mil pessoas em todo o mundo. A empresa gerencia centros de produção em 11 países distribuídos pela Europa, Ásia, África, Oceania e América Latina, onde fabrica veículos com as mais avançadas tecnologias. Um total de 5.000 pontos de vendas e postos de serviços em mais de 160 países garantem o suporte técnico onde quer que um veículo Iveco esteja em operação.

DIVULGAÇÃO: PÁGINA 1 COMUNICAÇÃO

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of