Home Fronteiras Sistema de monitoramento de fronteiras começa (Sisfron) a operar em novembro no...

Sistema de monitoramento de fronteiras começa (Sisfron) a operar em novembro no Mato Grosso do Sul

566
9

Sisfron

Dourados (MS), 24/10/2014 – Foi realizada nesta sexta-feira (24) uma demonstração do projeto-piloto de implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) do Exército Brasileiro.

A apresentação foi feita ao ministro da Defesa, Celso Amorim, que, em companhia de autoridades civis e militares, visitou a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, em Dourados (MS), onde será instalado um dos centros de operação do Sisfron. A expectativa é de que o novo centro comece a funcionar já a partir de novembro.

Orçado em R$ 12 bilhões, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras pretende fortalecer a capacidade de ação do Exército na faixa de fronteira do país, uma área uma área de 1,2 milhão de quilômetros quadrados. Por esta razão, o Sisfron é considerado o maior sistema de monitoramento de fronteiras do mundo.

Trata-se de um conjunto integrado de recursos tecnológicos, tais como sistemas de vigilância e monitoramento, tecnologia da informação, guerra eletrônica e inteligência que, aliados a obras de infraestrutura, vão reduzir vulnerabilidades na região fronteiriça.

O projeto, que deverá estar totalmente implantado até 2021, contará, nesta fase piloto, com 68 antenas de comunicação e uma infovia.

Para o ministro Celso Amorim, o Sisfron vai beneficiar não só a área de fronteira. “O sistema também permitirá enfrentar problemas que atingem grandes cidades, como drogas e contrabando de armas. Isso tudo com uma ampla consciência da importância da tecnologia e da indústria brasileira”, disse.

De acordo com o general Juarez Aparecido de Paula Cunha, que está à frente do Comando Militar do Oeste do Exército, o Sisfron dará apoio ao Plano Estratégico de Fronteiras do Governo Federal e ajudará a promover maior interação entre as Forças Armadas e órgãos de segurança pública e inteligência.

“O Sisfron permitirá a cooperação interagências e maior capacitação profissional. Além disso, o sistema vai contribuir para a geração de emprego e renda”, afirma o general.

Estima-se que, nos próximos anos, serão gerados cerca 1 mil empregos diretos e 4 mil indiretos com a instalação do novo sistema. O Sisfron também deverá contribuir com o reaparelhamento das Forças Armadas na faixa fronteiriça, com a melhoria em infraestrutura e a aquisição de novos meios como armamento, viaturas e adestramento da tropa.

Com implantação conduzida pela empresa Savis, do grupo Embraer, o sistema que compõe o projeto piloto é composto por radares, sensores eletromagnéticos e optrônicos, componentes táticos e de comunicação satelital, infovias e centros de comando e controle.

Além de Dourados (MS), outros três centros de operação estão sendo implementados em quartéis nas cidades de Mundo Novo, Iguatemi e Caracol, no Mato Grosso do Sul.

DIVULGAÇÃO: Ministério da Defesa

9
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
Melky Le FaucheurOganzawwolf22Julio Augustoeparro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
a.cancado
Visitante
a.cancado

Desculpem a insistência, mas isso de segurar o fuzil pelo receptáculo do carregador me parece ERRADO…

edurval
Visitante
Member
edurval

Caro a.cancado, você é persistente nessa visão .

Interessante a foto, podem me confirmar qual dos IA2 o soldado esta utilizando 7.56 ou 5.56?

eparro
Visitante
Member
eparro

a.cancado 27 de outubro de 2014 at 15:17 # Pô a.cancado, parece-me que você está de brincadeira! Olha lá, quer me parecer que a empunhadura da arma é mais uma questão de gosto e/ou de “conforto” para o tiro, do que qualquer outra coisa. Deve haver um padrão, entretanto quanto mais vejo mais parece-me que seja mesmo uma questão de comodidade. Veja estes exemplos, que são variados e de caras acostumados às batalhas reais: https://www.flickr.com/photos/usnavy/6077614598/ http://fineartamerica.com/featured/marines-participate-in-m16-rifle-stocktrek-images.html Neste outro exemplo o “receptáculo de encaixe” já vem pronto para a tal “pegada”: http://762precision.wordpress.com/product-reviews/mwg-magazine-well-funnel-and-grip-for-ar15/ Nesse artigo pode-se perceber que essa “mania” ou “comodidade”… Read more »

Julio Augusto
Visitante
Julio Augusto

Eu não sou soldado, nem policial, nem caçador, nem atirador, eu sou apenas um civil que nunca segurou um fuzil na vida. Mas, no meu ponto de vista, a forma que um usuário segura um fuzil não importa nem um pouco. O que realmente importa é que usuário tenha domínio sobre a arma. Uma vez eu li que existe vantagem em segurar a arma pelo receptáculo do carregador. Pois nessa posição o usuário pode puxar a arma contra o seu corpo, trazendo maior segurança quando se atira. O fuzil da foto é um fuzil IA2 de 5.56 mm. Cheguei a… Read more »

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

uma pergunta sobre visores noturnos…
vi um visor noturno num canal a cabo, era um visor americano que tinha 6 visores( esse da foto do EB eh mono, 01 so)… alguém poderia explicar o que eh esse visor noturno americano de 06 visores ??

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22
Oganza
Visitante
Active Member
Oganza

“Orçado em R$ 12 bilhões, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras pretende…”

R$ 12 bi? É isso mesmo?

Se for para TODO o sistema tá barato, onde foi essa pexinxa?

Se for para essa unidade piloto, está caro, MUITO CARO.

Grande Abraço

Melky Le Faucheur
Visitante
Member
Melky Le Faucheur

wwolf22

“Alguém poderia explicar o que eh esse visor noturno americano de 06 visores ?”, No Caso quatro como você corrigiu.

Depois de filtrar todo o marketing, é só um OVN, que trás como principal e mais importante característica, um ângulo de visada de 93°, contra 40° dos OVNs atuais. Diminuindo o tempo de OODA (Observe, Orient, Decide, Act).
E Tudo isso por apenas $37,999.00.
Não sei quanto o nosso Óculos LORIS custa.

Melky Le Faucheur
Visitante
Member
Melky Le Faucheur

“Que TRAZ como principal e mais importante característica, um ângulo de visada de 93°”