Home Divulgação MBDA e Avibras apresentam sistema de Míssil Antiaéreo Modular em evento do...

MBDA e Avibras apresentam sistema de Míssil Antiaéreo Modular em evento do Exército Brasileiro

5434
4

Image converted using ifftoany

São Paulo, Novembro de 2014 – A MBDA e a AVIBRAS marcaram sua participação no Seminário de Proteção em Grandes Eventos, realizado pelo Exército Brasileiro em Brasília na última semana de outubro. Na oportunidade, as empresas, historicamente parceiras no Brasil, apresentaram pela primeira vez às autoridades e ao público a solução desenvolvida em conjunto para o projeto de defesa antiaérea de média altura: a adaptação do sistema CAMM (Common Anti-Air Modular Missile), produto de última geração da MBDA, para a utilização das Forças Armadas brasileiras.

O conceito apresentado envolve o desenvolvimento de um míssil brasileiro a partir do sistema CAMM – inicialmente chamado de AV-MMA – e o aproveitamento de todas as tecnologias e veículos já desenvolvidos para o Sistema ASTROS 2020, um dos produtos mais bem-sucedidos da AVIBRAS. O projeto conta com cerca de 70% de conteúdo nacional.

O CAMM representa a nova geração de sistemas de mísseis para defesa antiaérea da MBDA, oferecendo proteção completa contra todos os alvos aéreos conhecidos ou previstos. É chamado de modular por conta da possibilidade de utilização do mesmo sistema pelas três Forças, o que reduz custos de desenvolvimento, manutenção, suporte e logística.

MBDA-CAM-L-A-M-3

“Esta é mais uma ação de fortalecimento da indústria brasileira de Defesa que a MBDA promove em parceria com a Avibras, por meio da qual proporcionamos o desenvolvimento de tecnologias nacionais a partir de sistemas de alta tecnologia”, diz Ricardo Mantovani, executivo regional de Vendas da MBDA.

O sistema CAMM já foi contratado pela Real Marinha Britânica e pela Marinha Real Neozelandesa, e está atualmente em análise por outros países também para utilização naval. Suas versões para Terra e Ar estarão disponíveis a partir de 2016.

O seminário do Exército contou com o apoio da Embaixada Britânica em Brasília e das Forças Armadas e Ministério da Defesa do Reino Unido. A abertura do evento contou com a participação do Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Enzo Martins Peri, e do Embaixador do Reino Unido no Brasil, Alex Ellis.

DIVULGAÇÃO: Imagem Corporativa

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Blind Man's Bluffroberto bozzoMauricio R.joseboscojr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco Jr
Membro
Trusted Member
Bosco Jr

Esse é um sistema modular que eu considero adequado.
Até entendo que possamos adquirir o Pantsir, mas um sistema modular como o CAMM-L (ou similar) ao meu ver é mais adequado à função de míssil de defesa de média altitude.

Mauricio R.
Visitante
Member
Mauricio R.

Necessitamos de empresa capaz de integrar o míssil A-Darter, criando um sistema capaz de opor concorrência a proposta da “Encostada”, aka “Avibrás” e MBDA!!!
E não me façam rolar de rir, falando de Embraer…
O assunto é sério, brincadeira tem hora e lugar.

roberto bozzo
Visitante
roberto bozzo

Por que não utilizar um missil já “nacional”, o A-Darter, no projeto ? Acredito eu que seria muito melhor e com escala de produção.
Aliás, do sistema Astros apenas os caminhões lançadores seriam utilizados, ou o radar também serve para a função (o que não acredito) ?
Por que não utilizar o SABER 60, integrando o A-Darter e os lançadores do Astros adaptados ? Seria muito mais interessante.

Blind Man's Bluff
Visitante
Blind Man's Bluff

Excelente notícia!