sexta-feira, outubro 15, 2021

Saab RBS 70NG

Decreto permite que estrangeiros integrem Exército russo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Russian servicemen march during the Victory Day Parade in Moscow's Red Square

O presidente russo Vladímir Pútin assinou um decreto autorizando os cidadãos estrangeiros a servir no Exército e nas tropas do Ministério do Interior da Rússia, de acordo com um documento publicado no site do Kremlin. Medida faz parte de amplo programa de modernização e rearmamento militar.

Os estrangeiros com idades entre 18 a 30 anos podem se alistar no serviço militar sob contrato de cinco anos, com a condição de que falem russo e não tenham antecedentes criminais. O decreto, assinado em 2 de janeiro, foi publicado no site do Kremlin neste fim de semana.

A medida vai permitir que dezenas de jovens das ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central e de outras regiões, que hoje se mudam para a Rússia como trabalhadores imigrantes, se inscrevam como soldados – o que provavelmente garantirá salários mais elevados e outros benefícios militares.

A Rússia tem bases militares no Tadjiquistão e na Armênia, e unidades nas regiões separatistas da Transnístria, na Moldávia, bem como na Abecásia e na Ossétia do Sul.
O decreto também permite que os estrangeiros se alistem no serviço nacional de combate a incêndios ou nas tropas do Ministério do Interior – força interna com o objetivo de garantir a ordem e combater insurgências.

O país vem se esforçando para aumentar o número de soldados profissionais no serviço militar como parte de um amplo programa de modernização e rearmamento militar.
O ministro da Defesa, Serguêi Choigu, disse anteriormente que, até 2022, metade das Forças Armadas russas – o equivalente a 500 mil soldados – será composta por contratados.

FONTE: Gazeta Russa

- Advertisement -

12 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
tadeumar
tadeumar
6 anos atrás

Interessante noticia. Porque sera?

Sera que a populacao esta encolhendo mais rapido do que se esperava????

Quem sera o primeiro voluntario brasileiro aa se alistar no Exercito russo???

Deixa eu ver se advinho:…ja sei…sera o MAG….kkkk.

Rafael Bastos
Rafael Bastos
6 anos atrás

A Rússia desde os anos 90 já perdeu algo em torno de 5 milhões de habitantes, e nos próximos 35 anos expectativas da ONU afirmam que a população poderá ser reduzida dos atuais 143 para 100 milhões. Em um país 2x maior que o Brasil isso é uma catástrofe socioeconômica sem precedentes, e as Forças Armadas serão as mais afetadas, pois a não ser que até 2050 nas suas fileiras eles usem robôs tipo”exterminador” eles estarão encrencados, e pra piorar a situação, a “vizinhança” é sedenta por espaço e recursos e possuem gente de sobra. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/04/090401_russiapopulacaobricsfniedecker.shtml Não é pra menos… Read more »

Rafael Bastos
Rafael Bastos
6 anos atrás

Interessante anotar também que hoje quase 7% população russa é islâmica, populações estas muitas vezes concentradas em áreas separatistas como a Chechênia por exemplo, além disso áreas e cidades inteiras localizadas na Sibéria tem sua população majoritariamente composta por asiáticos de maioria chinesa.Ou seja, a não ser que eventos e mudanças drásticas ocorram ao longo dos próximos 85 anos, a integralidade territorial russa estará comprometida até o final do século.

Mas medidas como esta aparentemente positivas ainda são meramente palitiavas diante deste e complexo cenário.

Lyw
Lyw
6 anos atrás

Solução para um aumento exponencial na taxa de natalidade, bolsa bebê, não funciona na Alemanha, mas num país com maiores desigualdades sociais como a Rússia, pode dar certo!

Pangloss
Pangloss
6 anos atrás

Espero que muitos dos russófilos brasileiros tomem o primeiro avião para Moscou, para cerrar fileiras no exército russo. E a Rússia precisa mesmo de gente disposta a lutar por ela. A China tem grande vantagem na guerra demográfica pelos vastos vazios demográficos existentes na fronteira comum aos dois países. Enquanto isso, o Putin fica governando (???) somente para o presente, insuflando o nacionalismo à base de nostalgia soviética, ignorando a real ameaça. Faria muito melhor se requeresse filiação à OTAN, aceitando o papel que a Rússia é capaz de desempenhar, e deixasse de criar problemas com o Ocidente, tentando liderar… Read more »

Oganza
Oganza
6 anos atrás

A Russia é o exemplo do pragmatismo mal aplicado, é o oposto da Alemanha…

…uma cultura extraordinária que será mais uma vez nocauteada pelas “zelites”… como em toda história Russa…

…essa já será a terceira vez em menos de 150 anos.

Bem feito.

Grande Abraço.

Rogério
Rogério
6 anos atrás
eparro
eparro
6 anos atrás

Sei não, será que não estão començando a criar um cuco?

Oganza
Oganza
6 anos atrás

O côro pode até tá comentdo na Ukrania mas o link é interessante… na verdade o IFV, no melhor estilo Namer. 🙂

http://www.janes.com/article/47949/ukraine-restarting-t-64-based-ifv-development

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Aki, Ele eo irmão mais velho, o T-64, visto “dish coshtas”.

https://3.bp.blogspot.com/-WhsSedyGc8c/VL04f4IkdcI/AAAAAAABFTE/0PmNAoy_OoU/s1600/1EtsM.jpg

Kojak
Kojak
6 anos atrás

Está faltando uma certa cruz nos comentários.

Vejam, juro que não foi eu que postei …… rs

http://www.libertar.in/2014/09/tensao-china-mobiliza-tropas-para.html

Kojak
Kojak
6 anos atrás

Oganza

Se o JW ver vai perguntar se tem ToT, para de ficar fazendo “malvadezas” (rs).

10/12 infantes ? Quero ver a foto por dentro.

Mas gostei desse overhaul, pelo menos nas fotos.

Cadê o Colombelli ?

Últimas Notícias

ESPECIAL: Apresentação das capacidades do Exército Francês

Por Jean François Auran* Colaborador especial do Forças Terrestres/Forças de Defesa Parece às autoridades militares francesas que o mundo está se...
- Advertisement -
- Advertisement -