Home Noticiário Internacional Decreto permite que estrangeiros integrem Exército russo

Decreto permite que estrangeiros integrem Exército russo

2064
12

Russian servicemen march during the Victory Day Parade in Moscow's Red Square

O presidente russo Vladímir Pútin assinou um decreto autorizando os cidadãos estrangeiros a servir no Exército e nas tropas do Ministério do Interior da Rússia, de acordo com um documento publicado no site do Kremlin. Medida faz parte de amplo programa de modernização e rearmamento militar.

Os estrangeiros com idades entre 18 a 30 anos podem se alistar no serviço militar sob contrato de cinco anos, com a condição de que falem russo e não tenham antecedentes criminais. O decreto, assinado em 2 de janeiro, foi publicado no site do Kremlin neste fim de semana.

A medida vai permitir que dezenas de jovens das ex-repúblicas soviéticas da Ásia Central e de outras regiões, que hoje se mudam para a Rússia como trabalhadores imigrantes, se inscrevam como soldados – o que provavelmente garantirá salários mais elevados e outros benefícios militares.

A Rússia tem bases militares no Tadjiquistão e na Armênia, e unidades nas regiões separatistas da Transnístria, na Moldávia, bem como na Abecásia e na Ossétia do Sul.
O decreto também permite que os estrangeiros se alistem no serviço nacional de combate a incêndios ou nas tropas do Ministério do Interior – força interna com o objetivo de garantir a ordem e combater insurgências.

O país vem se esforçando para aumentar o número de soldados profissionais no serviço militar como parte de um amplo programa de modernização e rearmamento militar.
O ministro da Defesa, Serguêi Choigu, disse anteriormente que, até 2022, metade das Forças Armadas russas – o equivalente a 500 mil soldados – será composta por contratados.

FONTE: Gazeta Russa

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
tadeumar
tadeumar
5 anos atrás

Interessante noticia. Porque sera?

Sera que a populacao esta encolhendo mais rapido do que se esperava????

Quem sera o primeiro voluntario brasileiro aa se alistar no Exercito russo???

Deixa eu ver se advinho:…ja sei…sera o MAG….kkkk.

Rafael Bastos
Rafael Bastos
5 anos atrás

A Rússia desde os anos 90 já perdeu algo em torno de 5 milhões de habitantes, e nos próximos 35 anos expectativas da ONU afirmam que a população poderá ser reduzida dos atuais 143 para 100 milhões. Em um país 2x maior que o Brasil isso é uma catástrofe socioeconômica sem precedentes, e as Forças Armadas serão as mais afetadas, pois a não ser que até 2050 nas suas fileiras eles usem robôs tipo”exterminador” eles estarão encrencados, e pra piorar a situação, a “vizinhança” é sedenta por espaço e recursos e possuem gente de sobra. http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/04/090401_russiapopulacaobricsfniedecker.shtml Não é pra menos… Read more »

Rafael Bastos
Rafael Bastos
5 anos atrás

Interessante anotar também que hoje quase 7% população russa é islâmica, populações estas muitas vezes concentradas em áreas separatistas como a Chechênia por exemplo, além disso áreas e cidades inteiras localizadas na Sibéria tem sua população majoritariamente composta por asiáticos de maioria chinesa.Ou seja, a não ser que eventos e mudanças drásticas ocorram ao longo dos próximos 85 anos, a integralidade territorial russa estará comprometida até o final do século.

Mas medidas como esta aparentemente positivas ainda são meramente palitiavas diante deste e complexo cenário.

Lyw
Lyw
5 anos atrás

Solução para um aumento exponencial na taxa de natalidade, bolsa bebê, não funciona na Alemanha, mas num país com maiores desigualdades sociais como a Rússia, pode dar certo!

Pangloss
Pangloss
5 anos atrás

Espero que muitos dos russófilos brasileiros tomem o primeiro avião para Moscou, para cerrar fileiras no exército russo. E a Rússia precisa mesmo de gente disposta a lutar por ela. A China tem grande vantagem na guerra demográfica pelos vastos vazios demográficos existentes na fronteira comum aos dois países. Enquanto isso, o Putin fica governando (???) somente para o presente, insuflando o nacionalismo à base de nostalgia soviética, ignorando a real ameaça. Faria muito melhor se requeresse filiação à OTAN, aceitando o papel que a Rússia é capaz de desempenhar, e deixasse de criar problemas com o Ocidente, tentando liderar… Read more »

Oganza
Oganza
5 anos atrás

A Russia é o exemplo do pragmatismo mal aplicado, é o oposto da Alemanha…

…uma cultura extraordinária que será mais uma vez nocauteada pelas “zelites”… como em toda história Russa…

…essa já será a terceira vez em menos de 150 anos.

Bem feito.

Grande Abraço.

Rogério
Rogério
5 anos atrás
eparro
eparro
5 anos atrás

Sei não, será que não estão començando a criar um cuco?

Oganza
Oganza
5 anos atrás

O côro pode até tá comentdo na Ukrania mas o link é interessante… na verdade o IFV, no melhor estilo Namer. 🙂

http://www.janes.com/article/47949/ukraine-restarting-t-64-based-ifv-development

Oganza
Oganza
5 anos atrás

Aki, Ele eo irmão mais velho, o T-64, visto “dish coshtas”.

https://3.bp.blogspot.com/-WhsSedyGc8c/VL04f4IkdcI/AAAAAAABFTE/0PmNAoy_OoU/s1600/1EtsM.jpg

Kojak
Kojak
5 anos atrás

Está faltando uma certa cruz nos comentários.

Vejam, juro que não foi eu que postei …… rs

http://www.libertar.in/2014/09/tensao-china-mobiliza-tropas-para.html

Kojak
Kojak
5 anos atrás

Oganza

Se o JW ver vai perguntar se tem ToT, para de ficar fazendo “malvadezas” (rs).

10/12 infantes ? Quero ver a foto por dentro.

Mas gostei desse overhaul, pelo menos nas fotos.

Cadê o Colombelli ?