terça-feira, outubro 26, 2021

Saab RBS 70NG

Governador quer Exército Brasileiro reformando escolas do Piauí

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O governador Wellington Dias (PT) e o ministro da Defesa, Jacques Wagner

O governador Wellington Dias (PT) solicitou ao ministro da Defesa, Jacques Wagner, apoio do Exército Brasileiro para dar continuidade a reforma inacabada de escolas do estado. A parceria seria com 2º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC). O estado do Piauí possui 140 escolas passando por reformas, sendo que todas estão paradas.

A convocação do Exército seria para garantir o início do período letivo sem maiores problemas. Para isso, seria necessário um termo de cooperação técnica com o BEC. “É uma parceria inédita”, destacou Wellington Dias, ressaltando que o Ministério da Defesa já executa trabalhos em parceria com o Governo do Piauí, em outras áreas. “Um exemplo é a reconstrução da ponte que liga as BRs 027 e 407 no município de Jacobina”, explica.

Desde ontem, Wellington Dias se encontra em Brasília em busca de recursos para o Piauí. O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, garantiu que o estado, através do Programa Nacional de Aviação Regional será contemplado com sete aeroportos regionais. O investimento estimado é de R$ 159 milhões.

Ainda em Brasília, o governador solicitou durante audiência com o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, a inclusão da hidrovia Meio Norte no Programa de Aceleração do Crescimento PAC 3.

FONTE: cidadeverde.com

- Advertisement -

23 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
wwolf22
wwolf22
6 anos atrás

eu sou completamente a favor do batalhao de engenharia do EB construísse escolas, rodovias, casas, … chega de dar dinheiro pros bandidos !!!!!!!!!!
o trecho do canal do rio Sao Francisco que o EB assumiu serve como exemplo.

Pangloss
Pangloss
6 anos atrás

O melhor papel que as FFAA poderiam desempenhar em nossas escolas seria ensinar história às gerações atuais, pois, se dependerem de seus professores, só vão aprender doutrinação marxista.

Wellitom Villain
Wellitom Villain
6 anos atrás

Olha, melhor o pessoal do Exército construindo do que uma empresa cobrando milhões a mais por cada metro quadrado. Além de ficar mais bem feito.

Agora é uma vergonha, um estado não conseguir construir escolas. 140 paradas?

Oganza
Oganza
6 anos atrás

“…Exército reformando escolas…” Palhaçada isso… …tá certo que uma licitação… uma empreiteira… etc… + propina + um agrado aqui e outro acolá está errado, mas dai ao EB construir/reformar escola… Canal do Velho Chico… isso não só é ridículo como também é errado. O EB subindo o morro está destruindo a Polícia, que já era corrupta e quando não, é ineficiente. Aprendam e entendam que concertar O Errado fazendo O Errado não dá certo… vc está apenas criando um novo problema e o pior, o velho ainda continua lá… isso é um pensamento muito ameba. …o brasileiro realmente não sabe… Read more »

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Oganza, acho que o problema maior é de grau. O EB fazer uma ou outra obra, tudo bem, dado que ele precisa, em tese, ter um corpo de engenheiros apto a planejar e executar obras em caso de guerra. Lembro que até o exército americano participou do projeto de aumentar a navegabilidade do rio São Francisco. E Forças Armadas eventualmente são empregadas em ações de segurança pública. Isso ocorreu na Olimpíadas de Londres, por exemplo. Para mim, o problema é o EB se agigantar e ser responsável por inúmeras ações. De distribuir água no Nordeste a pacificar morros no RJ,… Read more »

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Rafael…

“…acho que o problema maior é de grau…”

– Exatamente… o problema é de Grau de Entendimento.

Ps.: a transposição (ou intenção) do São Francisco existe desde D.Pedro II… seria hilário se não fosse trágico.

No mais, isso ai é coisa de Papagaio de Pirata. E sabemos muito bem quem é o Papagaio Verde e quem é o Pirata com bandana vermelha.

Grande Abraço.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Oganza,

Referia-me a isso e não à transposição do Velho Chico. E tem uma pequena exposição sobre o USACE, para que entenda melhor o que eu quis dizer sobre ter uma certa capacidade de engenharia.

http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/07/brasil-contrata-exercito-dos-eua-para-planejar-hidrovia-no-sao-francisco.html

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Rafael… eu te entendi muito bem meu caro… o problema está em Como, Quando e Onde as coisas estão sendo feitas… …duas coisas: 1 – O fato do Exército ter determinadas capacidades, não significa de modo algum que as mesmas devam ser acionadas para cobrir a simples falta de Presença do Estado, situação essa que atesta sua impotência, e o pior é que todo mundo acha normal e até o “certo” a ser feito. 2 – O fato de estares ”justificando” tais capacidades e eu estar respondendo a vc só atesta a Falência de ambas as Instituições. Meu caro, é… Read more »

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Caro Oganza, Até deixei para comentar hoje em vez de comentar com sono, rsrs. Quanto ao seu “PS”, concordo plenamente. Porém, insisto que o EB fazer uma ponte aqui, uma barragem acolá, com uma estrutura enxuta, seria unir o útil (manter o corpo de engenheiros do EB ativo, pois só o trabalho mantém profissionais qualificados e prontos para o emprego) ao agradável (suprir deficiências de infraestrutura do país). A única outra possibilidade viável que eu vislumbro seria um cenário em que o EB não tivesse um corpo de engenheiros e, em caso de necessidade, convocaria engenheiros civis e ponto final.… Read more »

Oganza
Oganza
6 anos atrás

Rafael,

pois é… 🙂

Consultoria, exercitasse e aprimorar seu expertise sim… mas o que está sendo feito é oportunismo e sem efeitos práticos nenhum… enfim… Brasil… il… il… il…

Grande Abraço.

eparro
eparro
6 anos atrás

A mim me parece um “escárnio” não só com o Exército Brasileiro, mas de forma geral com as Forças Armadas.

Capacitação, treinamento, prontidão vá lá, mas conserto de escolas, isso para mim passa dos limites e beira a ridicularização do Batalhão de Engenharia de Construção (BEC).

Só o pedido ser anunciado já parece-me um verdadeiro acinte, coisa de arrivista.

aldoghisolfi
aldoghisolfi
6 anos atrás

Sem dúvidas, é um desvirtuamento, que pode até mesmo ser levado ao nível do escárnio. Com esta administração tudo é possível.

Mas acho que o EB pode fazer dum limão uma limonada, inclusive em termos de presença e preparo cada vez melhor para as nuances da guerra assimétrica que enfrentamos.

E o aparelhamento da força?

Vader
6 anos atrás

P A L H A Ç A D A !!!

a.cancado
a.cancado
6 anos atrás

Exército? Por quê?? Por quê não a militância do PT???

Kojak
Kojak
6 anos atrás

Vejam a expressão do ministro ?

Sugere o quê ?

Vamos lá pessoal, sugere o quê ?

rommelqe
rommelqe
6 anos atrás

Posso falar do que ja vi: as obras de estradas executadas sob responsabilidade do EB no PR ficaram excelentes, atenderam ao cronograma e nos custos previstos. Não há duvidas quanto à instituição. Claro que não seriam unicamente recrutas de 18 anos e imberbes que seriam capazes de atender a demandas dessa ordem e magnitude. Com isso um dos aspectos mais importantes, ao meu ver, nestes episódios foi, inclusive, o exercício de agregar recursos civis em prol de infraestrutura com características de atender questões bélicas ( construção de estradas…). No caso das escolas, não concordo com o envolvimento direto do EB.… Read more »

rommelqe
rommelqe
6 anos atrás

Vamos tentar melhorar a redação, pelo menos da ultima frase:
“É vergonhoso termos que admitir que somos incapazes de sequer mobilizar recursos para manter e construir prédios escolares.”

Mesmo assim, nota 5 pra mim e nota 1 para o quesito reformar escolas. Quase que repito de ano. Não é o caso do Brasil que levou bomba, pela enésima vez (não me refiro a bombas a base de explosão química, mas literalmente de bomba de implosão educacional…)

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
6 anos atrás

Caro Rommelqe, As estradas concedidas à iniciativa privada em SP também são excelentes e não foi o EB que fez. O que quero dizer é que enquanto as obras forem licitadas pelos governos, empresas picaretas irão continuar fazendo o serviço porco delas ou o GF vai ter que chamar o EB para fazer um serviço melhor. Até acho interessante o EB ter alguma capacidade de construir pontes, túneis e estradas, mas essa capacidade deve ser empregada nos rincões do Brasil, onde não seja viável conceder as estradas à iniciativa privada. E quanto à reformar escolas, concordo em gênero, número e… Read more »

eparro
eparro
6 anos atrás

Kojak 19 de janeiro de 2015 at 22:36 #

A mim parece de certa incredulidade”

Entretanto, pelo histórico dessa tchurma aí, nos dá uma grande indicação de que o Batalhão de Engenharia vai é se estrepar.

Kojak
Kojak
6 anos atrás

“eparro
21 de janeiro de 2015 at 15:00 #”

“Tá maluco mané, tú quer tirar umas “engenharinhazinhas” da jogada, o couro vai come, num gosta de ganhar dindim não, tá abestalhado ….. aff”.

rs

eparro
eparro
6 anos atrás

Kojak 22 de janeiro de 2015 at 2:16 #

Ah! É mesmo, dindim… Concordo, você tem razão.

luiz
luiz
6 anos atrás

Uma coisa é certa, todos sabem do valor das Forças Armadas… Já é hora de dar salário digno aos militares!

fabio
fabio
6 anos atrás

Palhacada , esses políticos sem vergonha, vagabundos, ladroes não são capazes de contratar uma empresa para prestar serviços sem roubar e agora vem come ase papo de usar soldados, reservistas para fazer o trabalho de pedreiros, pouca vergonha, coisa de petista mesmo.

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -