Home Noticiário Internacional Rússia enviou tropas e mais de 50 aviões e helicópteros à Síria

Rússia enviou tropas e mais de 50 aviões e helicópteros à Síria

1219
5

tropas russas na crimeia - foto AP

ClippingAs Forças Armadas da Rússia enviaram à Síria mais de 50 aviões e helicópteros, tropas de infantaria, marinha, paraquedistas e forças especiais, informou o ministério russo da Defesa, citado pela agência Interfax. Esta é a primeira vez que o governo confirma oficialmente a dimensão do deslocamento militar na Síria, no porto de Tartus, onde a Rússia dispõe de instalações logísticas, e no aeroporto de Latakia, onde construiu nas últimas semanas uma base militar.

A aviação russa executou os primeiros bombardeios na Síria na quarta-feira. Nesta quinta-feira, Moscou anunciou uma segunda onda de ataques. “O destacamento aéreo que deve realizar ataques na Síria inclui mais de 50 aviões e helicópteros”, indicou o general Igor Konachenkov, portav-voz do ministério russo da Defesa.
O oficial militar não especificou quais tipos de aeronaves foram mobilizadas. “Esse destacamento foi implantado no menor tempo possível. Fomos capazes de fazê-lo, uma vez que nossos estoques de equipamentos e munições já estavam em nossas instalações em Tartus”, acrescentou o porta-voz.

Fontes americanas detalharam à AFP este dispositivo: 4 bombardeiros Su-34, 12 bombardeiros SU-25, 12 aviões de ataque terrestre SU-24, 4 caças Su-30 e vinte helicópteros.
Para garantir a segurança de Tartus e da base aérea perto de Latakia, reduto pró-Assad no noroeste do país, o exército russo também enviou um “batalhão de fuzileiros navais tático com mais recursos”, sem especificar o número exato.

Um batalhão do exército russo conta com pelo menos 500 soldados. A imprensa russa havia mencionado a presença de pelo menos 1.700 soldados. Já fontes americanas evocaram cerca de 2.000 homens.
Além dessas tropas, o dispositivo militar prevê “rotações” com grupos de forças especiais da frota do Mar Negro, bem como paraquedistas da base de Novorossiysk, no sul da Rússia, segundo o ministério da Defesa. Moscou também indicou que o general Sergei Kouralenko foi enviado a Bagdá, para trabalhar no centro de informações militares criado pela Rússia, Irã e o Iraque.

FONTE: AFP

5
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
wwolf22SoldatMelky Cavalcantejoao.filhoAugusto Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Augusto
Visitante
Member
Augusto

A temperatura está subindo e a História mundial é clara ao mostrar que esse tipo de situação pode redundar em eventos fora de controle em breve espaço de tempo.

Modo irônico ligado: mas os brasileiros não precisam se preocupar com o aprestamento de suas Forças Armadas, porque teremos 3 dúzias de Gripens, Scorpenes, submarinos de propulsão nuclear e defesa antiaérea de, no máximo, média altura, tudo isso a partir de 2019.

Vergonha!

joao.filho
Visitante
Member
joao.filho

Vergonha? Isso no Brasil não existe, meu caro. No patamar aonde nos encontramos atualmente, o maximo que poderiamos fazer em caso de outra guerra mundial seria fazer muita reza brava, e esperar a ajuda divina. A FAB seria a unica força capaz de cumprir seu papel na plenitude, transportando em primeira classe a toda nossa corja de goverantes para um exilio milionario em Paris, Londres ou New York.

Melky Cavalcante
Visitante
Member
Melky Cavalcante

Soldados do Irã entram na guerra síria.

http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN0RV5VT20151001

Soldat
Visitante
Member
Soldat

Que bom…….

Só tenho 1 coisa dizer aos seguidores dos Âmis……..hehehehe…..

http://s31.photobucket.com/user/RoseD1/media/new%20new%20new/obama-visits-troops_zpse71ff183.gif.html

wwolf22
Visitante
Member
wwolf22

No final das contas serão os sionistas que pagarão o pato…