Home Adestramento 15ª Bda Inf Mec realiza exercício de experimentação doutrinária na AMAN

15ª Bda Inf Mec realiza exercício de experimentação doutrinária na AMAN

1810
16

15ª Bda Inf Mec - 1

Resende (RJ) – No dia 16 de novembro, a Academia Militar das Agulhas Negras deu início o 2º Exercício de Experimentação Doutrinária da Infantaria Mecanizada do ano de 2015, realizado pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (Cascavel/PR).

O exercício, de nível subunidade, dá prosseguimento à Experimentação Doutrinária da Infantaria Mecanizada, iniciada no ano de 2012, pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, a quem coube a missão de iniciar o processo de modernização da doutrina de combate de Infantaria no Exército Brasileiro.

15ª Bda Inf Mec - 2

15ª Bda Inf Mec - 3

15ª Bda Inf Mec - 5

FONTE: 15ª Bda Inf Mec

16
Deixe um comentário

avatar
16 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
ColombelliRafaelVaderMarcosMad Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
rogério rufini
Visitante
rogério rufini

Não sendo ser chato, mas acho que essa camuflagem de nossos veículos, pelo menos nos quqe vejo em fotos de exercícios, muito chamativas no ambiente em que se encontram

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Rogerio deve ser analisado o fato de que ela é feita para ser visualizada a certa distância e ainda há o efeito poeira que a melhora no terreno

Oganza
Visitante
Member
Oganza

WOW,

essa última foto ficou muuuuito bonita.

O EB poderia disponibiliza-la em resolução maior… Bemmmm maior. 🙂

Grande Abraço

Mad
Visitante
Mad

Eu tb acho Rogerio. Acho o verde muito escuro. Alem de nao precisava ter tanto marrom-terra. Ate porque se for andar na terra, a poeira cobre o veiculo e ja fica todo marrom mesmo. Agora andar na grama nao deixa verde.

Marcos
Visitante
Marcos

que tal telas de cristal liquido nas laterais com as imagens produzidas por cameras nas laterais opostas?

Marcos
Visitante
Marcos

Capa de Invisibilidade “Adaptiv” artigo de Forças Terrestres.

Rafael
Visitante
Rafael

Colombelli como assim ela é feita pra ser visualizada a uma certa distância ?

Marcos
Visitante
Marcos
Marcos
Visitante
Marcos

A minha proposta é algo mais simples e barato. Imagine você pegar uma tv 50″, posicioná-la a uns 50 mts de distância e projetar a imagem captada por uma câmera do lado oposto à tv. O que seria visto? Seria visto apenas a fina armação das laterais da tv o resto seria a paisagem. Se vc estiver posicionado atras da tv, você ficaria invisível. Lógico que o equipamento teria que ter uma proteção de vidros blindados para dar alguma proteção às telas e em batalha poderia logo ter sua camuflagem destruída, mas o objetivo principal da ocultação no deslocamento a… Read more »

Vader
Membro
Trusted Member

Pessoal, depois de quase dois anos da pior seca que já se viu no Sudeste anda chovendo pra caramba. Por isso que o mato está todo verdinho como mostram as fotos. Isso faz com que a camuflagem dos carros se destaque mais. Não é sempre assim por aqui e na maior parte do tempo a camuflagem atual dos veículos fica bem “melhor na foto”. No tópico, o que me chama a atenção na terceira foto é a proximidade dos carros do ponto cotado logo acima, evidentemente o objetivo primeiro do ataque que está sendo simulado (tropa em linha). Já participei… Read more »

Rafael
Visitante
Rafael

Sim vader , m113 era um APC esse guarani é pra ser um ifv não tem a torc30 por falta de dinheiro , por isso o nome é infantaria mecanizada o guarani não é só um táxi ele luta junto com o esquadrão.

Vader
Membro
Trusted Member

Rafael, pode até ter sido realizada alguma mudança doutrinária, mas creio que você está enganado: o Guarani não “luta” junto com o esquadrão: se fizesse isso (um alvo desse tamanho) ele não duraria cinco minutos num campo de batalha.

Enfim, aguardo melhores explicações, particularmente do Mestre Colombelli, que entende de operações embarcadas melhor que eu.

Sds.

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Vou tentar trazer alguns apontamentos à discussão dos colegas acerca da situação do assalto posta nas fotos. Como temos muitos leitores que nunca tiveram contato com ações militares, vou me permitir ampliar um pouco a abordagem e trazer a lume alguns conceitos fundamentais que podem não ser de conhecimento geral. A infantaria realiza basicamente dois tipos de missões ofensivas quais sejam as patrulhas e o ataque coordenado. As patrulhas são ações que tem efetivo máximo de uma subunidade, ou seja, uma companhia, podendo ser ofensiva ou defensivas. Dentre as principais ofensiva encontram-se golpes de mão- reconhecimentos simples e em força,… Read more »

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Complementando, quando a posição é de maior densidade defensiva ou fortificada e imprescindível um ataque, sem prejuizo da busca de um desbordamento ou ataque de flanco, a melhor alternativa é mandar uma FT CC/blindado. Neste caso, os blindados levam a infantaria embarcada até a posição de assalto. Desembarcada ela apoia os CC, devendo, inclusive usá-los como escudos e não ficando em formação em linha como nas fotos. Isso nunca é treinado ( uso como escudo) e é uma dificuldade sentida mesmo em outros exércitos. Assistindo a um exercício de uma Cia canadense em vis ade envio ao Afeganistão vi que… Read more »

Vader
Membro
Trusted Member

Colombelli, perfeito. ADA e LAADA, sempre bom lembrar de conceitos esquecidos.Parabéns pela ótima memória. Eu se fosse convocado hoje iria ter que estudar tudo de novo, rsrs…

De qualquer maneira o ataque da foto me parece errado. Os blindados não estão seguros nem sequer apoiando-os a contento, e os infantes estão à frente deles, e não utilizando-os como escudo, numa FT.

Quanto a fogo sobre tropa, sempre ouvi que não se treina em tempo de guerra

Colombelli
Visitante
Active Member
Colombelli

Vader, a principio há que se partir da premissa que no caso da foto teria havido amaciamento de fogo de morteiro e artilharia e que o campo estaria com fumígeno, ou seja, teríamos uma defesa cambaleante, fraca e atordoada. Caso contrário realmente é suicídio tomar esta formação além de uma burrice. Se a situação é mais pesada carecendo de uso de escudo contra arma leves para a infantaria, se demanda um CC, pois apesar de poder ser parado por uma arma AC ao menos quem estará atrás não corre risco por isso. O Guarani ou o M-113 se for atingido… Read more »