Home Clipping Bagdá exige de Ancara que retire suas tropas do território iraquiano

Bagdá exige de Ancara que retire suas tropas do território iraquiano

3844
12
Turkish soldiers © Sertac Kayar

O primeiro-ministro do Iraque, Haidar al Abadi, exigiu neste sábado da Turquia que retire suas tropas do território iraquiano, um dia depois que um primeiro contingente de soldados turcos chegou perto da cidade de Mossul, no norte do país.

Abadi qualificou de “violação da soberania iraquiana” a entrada de forças turcas na província de Ninawa, cuja capital é Mossul, tomada pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) desde junho de 2014.

Um primeiro contingente de tropas turcas, formado por cerca de 130 soldados, chegou ontem aos arredores de Mossul para participar das operações de libertação da cidade.

O chefe do governo iraquiano confirmou a presença em solo iraquiano, concretamente em Ninawa, de um regimento turco com tanques e outro tipo de armas de fogo a fim de formar forças iraquianas.

Na nota, Abadi denunciou que esta decisão da Turquia foi tomada “sem consultar ou pedir permissão às autoridades iraquianas”.

Por isso, o primeiro-ministro insistiu em solicitar ao governo turco que respeite “as relações de boa vizinhança” sem ingerir em seus assuntos internos.

O porta-voz do acampamento de Al Zalkan, pertencente à milícia iraquiana denominada Multidão Nacional, Mahmoud al Suryi, revelou na sexta-feira à Efe a chegada deste contingente turco com armamento pesado.

O acampamento de Al Zalkan, situado a 25 quilômetros ao norte de Mossul, conta com mais de 80 mil combatentes que se preparam para combater os jihadistas em Ninawa.

Segundo informou a emissora turca “CNNTÜRK”, a Turquia enviou um contingente de cerca de 130 soldados, apoiado por 25 tanques, ao norte do Iraque para treinar as forças locais que se agrupam perto de Mossul.

Mossul é o principal reduto do EI no norte do Iraque e o Exército iraquiano não conseguiu recuperar seu controle apesar de ter prometido aos moradores da cidade “libertá-los” dos jihadistas.

A presença de tropas estrangeiras no Iraque foi um tema recorrente esta semana depois que o Pentágono anunciou o envio ao Iraque de uma centena de militares, e o senador John McCain propôs 10.000 soldados.

Há dois dias, Abadi já insistiu que seu país não necessita do posicionamento de forças terrestres estrangeiras e explicou que esta ação será considerada “uma agressão” à sua soberania nacional se vier a ocorrer.

FONTE: Terra/Efe

12
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
jesusbaccarocarlos alberto soaresaugustoAlexdanilojfsn Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Delfim
Visitante
Delfim

Turquia tá mal na fita mesmo.

BrancoF-16
Visitante

Interessante esse posicionamento, será que é por causa do atrito entre os turcos e os russos ??
Para a parte turca não imagino que essa decisão possa ser algo ruim.
Os iraquianos devem precisa bem mais da ajuda deles do que vice versa.

kfir
Visitante
kfir

A Russia provou, e aqui entre nós, todo mundo lá ja deveria saber inclusive os aliados, que a Turquia financiava, este é o termo correto, o EI, isso faz da turquia um inimigo e traidor da Europa e todos os países que tem problemas com o terrorismo. Visto que ela entregava em troca de óleo, 2 bilhões de dólares por ano a os terroristas, só isso já é o fim.. também temos de considerar, porque ninguém em tanto tempo, não tinha explodido os poços de petróleo em poder o EI? Era uma tentativa de acordo tácito? “pare com isso que… Read more »

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Que confusão por lá…tadinhos…..e parece que os “mustafá” estão cada vez mais “inrolados”…tadinhos…!

Zmun
Visitante
Zmun

Estariam os turcos numa ofensiva por terra contra os curdos?

Luciano
Visitante
Luciano

Agora imaginem se uma unidade Turca aparecer no horizonte de unidade russa…a fronteira da Siria é ali pertinho…Agora não terá mais o argumento de que “invadiram nosso espaço aéreo”. A coisa tá se complicando cada vez mais!

Delfim
Visitante
Delfim

BrancoF16
O Iraque foi uma província turca por séculos até a 1WW, e não creio que se sinta à vontade com um possível retorno da iniciativa turca, afinal ninguém sabe ao certo o que passa na cabeça do Erdogan, então pensa-se no pior, a volta do Império Otomano.

danilojfsn
Visitante

Aposto que este suposto califado islamico é exatamente isso, uma tentativa de recuperar o que o imperio otomano já foi um dia uma potencia islamica, os turcos nunca aceitaram a democracia, o tal erdoga, é um mascarado querendo tornar a turquia uma potencia mundial, enganando o ocidente e o oriente ao mesmo tempo, os russos sacaram isso primeiro e agora a otan, vejam que isto é um jogo muito perigoso e o tiro pode sair pela culatra.

saudações,

Alex
Visitante
Alex

Já se falou muito por ai que a Turquia estava mandando armas para o EI a tempos atrás.
Agora, será um desastre se a Turquia encontrar tropas Russas em território neutro (os Russos vai destruir tropas Turcas em alguns minutos).

augusto
Visitante
augusto

Olhem o mapa gente, o gasoduto Qatar-Turquia no projeto original passaria pelo kurdistao iraquiano o que foi barrado pela Turquia e foi proposto a passagem pela Síria. Como a Síria virou uma área quente , os turcos devem estar querendo passar o gasoduto pelo kurdistao iraquiano de novo, só que dessa vez as tropas turcas iram ocupar o terreno onde ele passara . Acho ate que o governo Iraquiano ta de cômplice com a Turquia, afinal vão ganhar o pedágio também e eles (iraquianos) nunca gostaram dos curdos assim como a Turquia.

carlos alberto soares
Visitante
carlos alberto soares

BrancoF-16 5 de dezembro de 2015 at 14:07
Curdos !

jesusbaccaro
Visitante

A Turquia ao financiar ao financiar o Daesh (os caras do EI detestam ser chamados assim), tornou-se um estado terrorista. Ponto. Tem que ser combatido tanto quanto o próprio Daesh, mas o que vejo aqui é uma certa torcida pela Turquia.
Será que mesmo numa situação de emergência mundial, não conseguem deixar a picuinha ideológica de lado?