Home Defesa Antiaérea Defesa Antiaérea dos Jogos Olímpicos 2016

Defesa Antiaérea dos Jogos Olímpicos 2016

6391
47

1ª Bda AAAe - 2

Guarujá (SP) – Por intermédio do Projeto Estratégico do Exército (Defesa Antiaérea), foram adquiridos, no ano de 2015, diversas unidades de tiro do moderno sistema de defesa antiaérea RBS 70, de origem Sueca, e que estão atualmente em emprego nos Grupos de Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro. A aquisição, além de reequipar os Grupos de Artilharia Antiaérea com o que existe de mais moderno no segmento de defesa antiaérea de baixa altura, terá utilização na segurança contra vetores aéreos durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

O míssil do sistema RBS 70 possui qualidades que o tornam importante para o emprego em áreas urbanas, como a portabilidade (o sistema é composto pelo míssil e por um mecanismo de disparo), a visão termal (possibilidade de emprego noturno), o telecomando (guiado ativamente pelo atirador, por um facho de laser) e o alcance de até 5,5 km.

Com o emprego desse material, a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, assim como o Exército Brasileiro, demonstra o seu preparo para a atuação em Grandes Eventos.

1ª Bda AAAe - 1

FONTE: 1ª Bda AAAe

47
Deixe um comentário

avatar
47 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
Mauricio R.FabianoBrancoF-16Alex TiagoFerreras Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco
Visitante

Sem querer ser preciosista e já sendo, o RBS-70 é guiado por sistema laser beam rider. Esse sistema não é um sistema de telecomando já que o míssil não recebe “comandos” à distância. O míssil se guia automaticamente se mantendo dentro do centro do feixe que é direcionado a um alvo (seja no ar ou em terra). Na verdade ele não é muito diferente de uma bomba Paveway, que tem sensores no nariz, enquanto o RBS-70 tem sensores na traseira. A Paveway dirigi-se ao centro do feixe de laser que reflete no alvo, enquanto o RBS-70 é guiado ao centro… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Bosco,
.
Pelo contrário…
.
Precisamos desse “preciosismo”…
.
Saudações.

Leandro
Visitante
Leandro

Eu fico mt triste, pois isso é oq o exército possui de mais moderno sistema Sam. Algo que é capaz somente d abater alvos a no máximo 5,5km

Carlos Crispim
Visitante
Carlos Crispim

Quando teremos um sistema de defesa AAe de longo alcance?

ROBERTO F SANTOS
Visitante
ROBERTO F SANTOS

KKKKKKKK MAIS UMA CASCATA, DESSA VEZ OLIMPICA

Seal
Visitante
Seal

Será que temos a nova versão do míssil do sistema RBS-70, o Bolide?. Se não me engano, os nossos parece que é o sistema MK-2. A primeira aparição confirmada do RBS-70, foi na guerra Irã /Iraque que ocorreram durante as ofensivas em janeiro e fevereiro de 1987. Oficiais americanos e a inteligência européia alegaram que o míssil sueco foi o responsável por uma boa porção das 45 aeronaves iraquianas perdidas pelo Iraque em missões de apoio a forças no solo e ataque no leste da região de Basra. Os iranianos integraram o míssil a uma rede de defesa aérea remendada… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Carlos Crispim 1 de março de 2016 at 18:40

Quando teremos um sistema de defesa AAe de longo alcance?

No dia em que a galinha criar dente e o sargento Garcia prender o Zorro, sugiro a compra do banquinho com almofada para esperar este dia.

G abraçp

Alex Tiago
Visitante
Alex Tiago

Pessoal, Bosco, Colombeli, Vader e demais entendidos na matéria fala que a 1°GAAA esta equipado com esse equipamento alguém pode me informar se que veio apenas aquela primeira encomenda acho se não me engano 16 lançadores. Ou veio mais encomendas, e me lembro vagamente para cada mançador 5 misseis por lançador.

Bosco
Visitante

Há de se saber se o sistema adquirido pelo Brasil tem capacidade de operar à noite. Até onde eu sei ele não é da versão NG que é a única com capacidade noturna.
O RBS-70 é um sistema bem interessante mas pecava por ser só um sistema diurno.

Bosco
Visitante

Alex,
Eu não sei não!

_RR_
Visitante
_RR_

Bosco ( 1 de março de 2016 at 21:08 ),
.
Salvo melhor juízo, a variante operada pelo Brasil é a MK2, que teria alguma capacidade noturna fazendo uso de imageador termal BORC ou COND.

Bosco
Visitante

RR,
Tomara que sim!
Um abraço!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Interessante a questão da “visão” noturna, caso alguém esteja planejando algo eis ai um furo na segurança.
Os Guepard’s podem atuar como linha auxiliar.
Os Igla’s podem Bosco ?

Bosco
Visitante

Carlos,
O EB eu sei que tem mira noturna (câmera térmica) para o Igla combinada com o pedestal com dois mísseis.

Bardini
Visitante

Falando em defesa aérea. Como o Pantsir parece ter ido pra vala é de se esperar agora a jogada da Avibras + MBDA oferecendo o AV-MMA/CAMM, ou será que existe outra opção? Será que há alguma empresa se mexendo para integrar o A-Darter para esta função?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Bardini,
sinceramente, espero que seja Israeli ou algo de respeito Avibras ++++ (MBDA $$$$??).
Quanto ao Pantsir que o Bosco adora (rs) ele simplesmente “não cabe” no 390.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Bardini,
Lembro que essa variante da MBDA é um passo na direção para versões ar-ar e naval.
Será que isso vai adiante ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Caro Bosco 1 de março de 2016 at 22:27,
É bom sabermos sobre os Suecos, enxergam a noite ou não ?
Igla’s e Guepard’s parecem ser os ideais (?).

Bardini
Visitante

Carlos Alberto Soares,
.
De Israel, acho que a opção seria essa: http://www.rafael.co.il/Marketing/186-1367-en/Marketing.aspx , mas não tenho a menor ideia se já chegou a ser cogitada. Seria interessante pensando pelo lado da FAB creio eu.
.
Da MBDA e Avibras até um tempo atrás se falava deste tal AV-MMA. Com a situação ruim e o Pantsir sem sinal de vida a coisa pode tomar alguma força, já que as forças tem planos para adquirir algo do tipo. Seria interessante pelo lado da MB, que ao que indica usará a versão naval.
.
Alguém deveria aproveitar o A-Darter e o Umkhonto (mas quem?).

Seal
Visitante
Seal

Confirmado. Os nossos é da versão MK-2 mesmo. Não temos o míssil Bolide ainda, que é compatível com todos as versões do RBS-70 MK-1/MK-2 e o sistema ASRAD-R e tem uma vida útil de 15 anos, e o nosso é capaz de operar à noite. Os mísseis RBS 70 MK2 tem como principal característica o guiamento por facho laser, característica que o torna imune às contramedidas do inimigo (flares) durante o seu voo até o alvo. O míssil tem um alcance de 7 km e pode atingir alvos a até quatro mil metros de altitude. Seria interessante uma unidade montada… Read more »

Bosco
Visitante

Carlos, Até onde eu sei o RBS-70 que adquirimos não é a versão NG, que naturalmente tem uma câmera térmica. Também nunca vi nada parecido com uma instalado na versão que adquirimos. Mas se o RR citou é porque deve ter algum embasamento. Quanto ao Igla e os Gepards, são sim aptos a operar de noite. Claro, o Igla precisa da mira noturna na forma de uma câmera térmica. Há também os canhões de 35 e 40 mm quando combinados com radares de direção de tiro. Em relação a serem ideais para a defesa das Olimpíadas, na minha opinião não… Read more »

Jose Souza
Visitante

será que um “drone civil modificado” pode enganar esse sistema de defesa…?

Nonato
Visitante
Nonato

Senhores.
Convenhamos.
Como seria esse eventual ameaça a ser combatida nas olimpíadas?
Um caça a jato não deve ser.
Seria algum jato Civil sequestrado, algum pequeno avião Civil clandestino?
Um helicóptero
Ou um drone?
E como seriam monitorados?.pelo saber 60?
Como esses operadores do RBS conseguiriam visualizar o alvo? E olho no?
E com tantos prédios e morros no Rio como ficaria isso?
Não sei se é tão simples visualizar, apontar, disparar e manter a pontaria…

Bosco
Visitante

Nonato, A criatividade dos terroristas só é superada pelos autores de novela da Globo. rsrss A ameaça pode surgir de qualquer maneira. Pode até ser um morteiro pre-posicionada a alguns quilômetros de um estádio e mandar bomba na hora de um jogo. Até que seja descoberto dezenas, centenas, já terão perecido. Quanto aos drones, é um fator complicador. Como você disse eles podem se esgueirar por entre os prédios e atingir a vila olímpica, etc., entrando por uma janela e explodindo. Ou lançando agentes químicos letais. Há situações em que não há defesa possível. Talvez se for estabelecido uma área… Read more »

_RR_
Visitante
_RR_

Amigos,

Tem informações bem interessantes nesse link:
.
ttp://www.defesanet.com.br/terrestre/noticia/14410/EB-%E2%80%93-Adquire-o–missil-SAAB–RBS-70-MkII/
.
Saudações a todos.

Bosco
Visitante

Nonato, Antes do advento do radar de efeito Doppler não era possível detectar objetos se movendo a baixa altitude, com ruído de fundo, seja em terra ou no mar, já radares modernos que utilizam o efeito Doppler são capazes de rastrear o alvo a baixa altitude e podem ser capazes de detectar um drone se movendo por entre os edifícios. Apesar do ruído de fundo provocado pelos edifícios o radar detecta objetos que se movem, e muitas vezes até os rotores do drone ou helicóptero são detectados. Esse efeito possibilita até que veículos e pessoas no solo possam ser detectados.… Read more »

Anderson
Visitante
Anderson

Uma dúvida.
No caso de uma aeronave suspeita ser avistada em voo direto para a área restrita, e ela não responde por nenhum contato via radio, sinal de fumaça, etc.
O oficial que está no comando da operação de defesa, tem o poder de ordenar o abate sem antes solicitar autorização da presidente?
Numa situação dessas, qualquer tempo perdido pode ser fatal para o abate falhar ou não ser mais possível.
Como fica essa questão?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Caro Bosco 2 de março de 2016 at 0:02

__________________________________

Chegou onde queria, Spyder é o nome, a FAB agradece.

__________________________________

Bardini,
Spyder é o nome.
A integração dos mísseis é a chave !

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Caro Bosco,
Vamos de Guepard’s a noite, tens dúvidas ?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Bardini,
sempre defendi o Spyder, ótimo custo x benefício.
Na verdade é o 2º preferido do Bosco, mas sou mais pé no chão, ou no 390 Kkkk.
Ademas, a questão dos mísseis é Show !
3 em 1.

ROBERTO F SANTOS
Visitante
ROBERTO F SANTOS

Um 2 SGT AT amigo meu, me falou que treinam com cabos de vassoura pintados e com a carcaça de um missil já disparado, bom treinamento, kkkkkkkk tamos lascados

rocha
Visitante
rocha

______________________________________.É isso que voçes querem, pois basta se cogitar em comprar qualquer coisa da russia ou china que logo uma leva de entendidos começa a criticar até que se desiste e não se compra nada. é bem o que acontece lá na fonte do poder,onde se toma as decisões. éra melhor comprar qualquer coisa de qualquer um mais moderna, do que ficar nesse ___________________________, pelo menos teriamos experiencia em mexer no material. mas não ficam sonhando com material de ponta americano ou inglês, ai não temos marinha, avioes, tanques.submarinos etc. mas sonhamos ha sonhamos. _ COMENTÁRIO EDITADO. NÃO DESTAQUE PARTES… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Nonato
Visitante
Nonato

É porque colocam esses sistemas como sendo uma maravilha. Acho que se for para proteger uma usina hidrelétrica que não tem nada em volta e mais fácil.
Mas ficar no meio de uma metrópole acho mais estranho.
Mas é melhor do que nada.

Nonato
Visitante
Nonato

Bosco.
Mais uma dúvida.
Imagine uma bateria dessas em outro cenario. Passa um caça. Não da nem tempo o cara olhar, mirar, atirar, continuar guiando o míssil…

Bosco
Visitante

Nonato, O lançador tem que estar posicionado em local apropriado e de preferência num lugar alto e com ampla visão para todos os lados. Por exemplo, encima de um edifício. E também não é porque pode haver a busca visual que não é interessante um radar para esse tipo de míssil. Um radar bem localizado dá o alerta com tempo de sobra pra bateria se preparar. E nem sempre um caça ataca em voo super-rasante. Muitas vezes vem numa altitude maior. Esse tipo de míssil tem vantagens e desvantagens, e mesmo essas dependem do ponto de vista. Por exemplo, o… Read more »

Bosco
Visitante

Correção: “encima” não, quis dizer “em cima”.

Alex Tiago
Visitante
Alex Tiago

Fico pensando sempre sai as mesmas noticias tipo querendo dizer que temos ex: esse equipamento ou aquele da ate a entender que temos em boas quantidades porque se parar pra pensar fora o alcance a quantidade que temos mau da pra proteção da cidade do rio de janeiro e sempre fica aparecendo na midia isso e aquilo mas quando olhamos pra quantidade fico pensando é muita midia pra pouca coisa muita propaganda por muito pouco.

Emanuel Nunes Silva
Visitante
Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Achismo da minha parte, mas esqueçam qualquer outro sistema AAe diferente dos que já temos, após às Olimpíadas, não haverá nenhuma necessidade premente e os sistemas ora em operação já dão conta.

Aposto as minhas fichas que, devido a desvalorização do real, bem como com o avançar no desenvolvimento de outros equipamentos nacionais (radar SABER M-200 e o A-Darter), o mais provável é que no médio prazo (2 ou 3 anos) um sistema AAe nacional de média altura tenha sido encaminhado. Ou seja, esqueçam Pantsir ou CAMM.
É o que acho.
Até mais!!! 😉

Juarez
Visitante
Juarez

OFF TOPIC: Senhores, bom dia a todos, dia histórico para o Brasil o tempo mostrou mais uma vez, ser senhor de todas as verdades. A Xiringa vai pegar Ótima sexta feira a todos nós e um grande abraço a todos amigos. G abraço _ NOTA DOS EDITORES: SENHORES, OS FATOS DE HOJE DA POLÍTICA / JUSTIÇA NÃO SÃO OBJETO DOS TEMAS EM DISCUSSÃO NESTE BLOG. PEDIMOS MODERAÇÃO QUANTO A COMENTÁRIOS FORA DE TÓPICO, POIS ISSO COSTUMA DESCAMBAR PARA DISPUTAS POLÍTICO-IDEOLÓGICAS ENTRE OS COMENTARISTAS DESTA OU DAQUELA VERTENTE POLÍTICA, QUE NÃO COSTUMAM ACABAR BEM E NÃO LEVAM A NADA DE PROVEITOSO.… Read more »

Alex Tiago
Visitante
Alex Tiago

Juarez, assim espero esperei esse dia por anos, porem não se pode parar aqui tem mais alguns dias de extrema importância que eu espero com esse dia de hoje talvez esse dia esteja mais perto e se tudo der certo como eu sonhei vou fazer um belo churrasco pra comemorar e quem tiver o mesmo sonho vamos pro churrasco assim que isso terminar. _ NOTA DOS EDITORES: SENHORES, OS FATOS DE HOJE DA POLÍTICA / JUSTIÇA NÃO SÃO OBJETO DOS TEMAS EM DISCUSSÃO NESTE BLOG. PEDIMOS MODERAÇÃO QUANTO A COMENTÁRIOS FORA DE TÓPICO, POIS ISSO COSTUMA DESCAMBAR PARA DISPUTAS POLÍTICO-IDEOLÓGICAS… Read more »

Ferreras
Visitante
Alex Tiago
Visitante
Alex Tiago

Srs Editores eu falei de justiça?? Vocês entenderam desta forma porém não relacionei meu comentário a nada cada um que ler poderia relacionar a algo de sua momentanea recebo a advertencia porem não citei na da sobre justiça, e muito menos politica. Vamos Adivertir somente quando necessário por favor.

Respeitosamente: Alex Tiago

BrancoF-16
Visitante

OFF Topic:
uma coisa me chamou a atenção nesse rebuliço todo do dia de hoje,
os uniformes do COT da Policia Federal eram trajes multicam achei muito bacana estavam muito bem equipados, deu orgulho de ter pelo menos 1 tropa bem equipada pena que não sejam mais assim

https://imagem.band.com.br/zoom/f_337387.jpg
https://imgsapp.em.com.br/app/noticia_127983242361/2016/03/04/740215/20160304094608355668u.jpg
https://www.24liveblog.com/show?img=//cdn2.24live.co/images/2016/03/04/1457099565962553.jpg

Fabiano
Visitante
Fabiano

E o Pantsir morreu ?

Mauricio R.
Visitante

OFF TOPIC…
.
…mas nem tanto!!!
.
Novo sistema “shorad”, mas capaz tb como “c-ram”.
.
(http://snafu-solomon.blogspot.com.br/2016/03/air-defense-is-back-in-style-in-us-army.html)
.
PS: “Iron Dome” pra que????