Home Exército Brasileiro 1º Btl DQBRN prepara profissionais de saúde para atuarem em situações de...

1º Btl DQBRN prepara profissionais de saúde para atuarem em situações de alto risco

1014
4

destaque prepara profissionais

Rio de Janeiro (RJ) – O cenário é grave, o ferido chega ao atendimento médico de emergência completamente isolado do ambiente externo. A própria ambulância é especialmente preparada para transportar esses feridos e conduzem as macas e os militares, que utilizam roupas de proteção que evitam o contato direto com o paciente. É nesse contexto que o Exército prepara seus médicos e enfermeiros para lidarem com situações de contaminação com agentes químicos, biológicos, radiológicos ou nucleares.

O exercício reproduz a situação retratada anteriormente e visa ao preparo de militares do Serviço de Saúde, no âmbito do Comando Militar do Leste (CML), para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A atividade foi realizada pelo 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (1º Btl DQBRN), no período de 4 a 8 de abril, e foi coordenada pelo Comando de Defesa Setorial (CDS) de Deodoro, com sede na 1ª Divisão de Exército, localizada na Vila Militar.

O exercício possibilitou que os 26 profissionais de saúde que participaram da capacitação realizassem o atendimento médico durante o procedimento de descontaminação das vítimas, utilizando as roupas de proteção, e conhecessem a atuação dos especialistas em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear.

Participaram do evento, além do 1º Btl DQBRN, o Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPE-CBMERJ) e o Instituto de Biologia do Exército (IBEx), que ministraram instruções teóricas e compartilharam experiências. Na parte prática, foram simuladas operações de resgate de vítimas contaminas e a descontaminação técnica dos profissionais do Serviço de Saúde.

O 1º Btl DQBRN qualifica recursos humanos do Serviço de Saúde para o atendimento de vítimas contaminadas desde 2014, por causa da necessidade de preparar militares para atuar na Copa do Mundo, e, desde então, já formou mais de 100 profissionais no País. Além disso, o Batalhão é referencia pela Organização Mundial de Proibição de Armas Químicas (OPAQ) e ministra treinamentos como o Estágio DQBRN em toda a América Latina e no Caribe.

article (2) article (3) article (4)

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Bruno CorreiaRafael M. F.HawkDelfim Sobreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Já li o manual do DQBRN, disponível em PDF no curso on-line de NecroPapiloscopia da SENASP, há certos corpos com doenças infecto-contagiosas cuja transmissão permanece horas após o óbito, então um certo nível de proteção é necessário.

Hawk
Visitante
Hawk

Será contudo que está acontecendo a clima para essa olimpíada ?

Rafael M. F.
Visitante
Rafael M. F.
Bruno Correia
Visitante