segunda-feira, agosto 2, 2021

Saab RBS 70NG

Visita de Cadetes da West Point ao CIGS

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

West Point No CIGS - 1

Manaus (AM) – Nos dias 21 e 22 de julho, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) recebeu a visita de Comitiva com dez cadetes da Academia Militar de West Point (USMA).

A visita começou com o deslocamento para a Base de Instrução Pedro Teixeira (BI-4) na tarde do dia 21, onde os cadetes tiveram instruções sobre o emprego de Búfalos nas Operações, atiraram com o novo fuzil IA-2, aprenderam a entoar a “Oração do Guerreiro de Selva” e a montar rede de Selva. Ao anoitecer participaram da atividade de orientação fluvial.

No dia 22, a Comitiva visitou a Base de Instrução Coronel Jorge Teixeira (BI-5), onde assistiram a uma palestra institucional, percorreram as instalações, conheceram o zoológico e conferiram os armamentos em exposição e as pesquisas realizadas no CIGS.

West Point No CIGS - 2

West Point No CIGS - 3

West Point No CIGS - 4

FONTE: EB

- Advertisement -

83 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
83 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eduardo Primo de Souza
Eduardo Primo de Souza
5 anos atrás

É bem evidente como o padrão de camuflagem do ACU não vai bem na vegetação tropical.

dbotura
dbotura
5 anos atrás

Nossa camuflagem é a melhor em muitos ambientes, principalmente na nossa casa………..

jhon
jhon
5 anos atrás

Eduardo Primo, essa camuflagem acu é o padrao para guerra urbana e nao para selva ou mata. O exercito brasileiro deveria sim fazer novas fardas padrao ACU para guerra urbana, deserto e selva.

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

Eles devem ter sofrido umidade, mosquitos e com o calor, principalmente os mais branquinhos. Talvez esta seja a maior aprendizagem, ambientação, um vez que se os EUA um dia entrar em guerra com o Brasil em momento algum precisará saber lutar na seva. Aliás, lutar na selva apenas com os fronteiriços, nem um outro seria tolo. Então, provavelmente, os alunos de West Point estão de férias, passeando na Amazônia. Pura curiosidade provavelmente…

Trollbuster
Trollbuster
5 anos atrás

O ACU foi descontinuado…

Em combate o exército americano usa o Multicam.

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

Aliás, eu nunca acreditei que os americanos se interessariam em invadir o Brasil. Eles não precisam, eles já retiram daqui tudo o que precisam com preços módicos, pagos em dólar… E se quiserem, vem, fazem turismo, e ainda levam um macaquinho na bagagem. Então, nós só temos a ganhar com os americanos, uma vez que nós só temos perdido. Então, chegando onde eu quero, talvez o Brasil esteja precisando de uma intervenção internacional. Talvez alguém deva pedir socorro na ONU, na OEA, implorando uma intervenção. O exército brasileiro não pode manchar mais uma vez a farda dando um golpe. Não… Read more »

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Agora essa foto na linha de tiro vale ouro!
So de olhar dói kkk !!!!
Um abraço!

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Nossa camuflagem é excelente para ambiente de mata fechada, mas deixa um pouco a desejar em campinas ou cerrado, pois é escura demais. Estas fardas nunca se enfrentarão em combate, ao menos não vestidas por brasileiros e norte-americanos, pois uma guerra com os EUA não seria uma guerra, seria um massacre que duraria uma semana. A vietnamização da amazônia pelo defensor é uma ilusão. É mais facil suprir tropas ali através da Florida do que do centro do pais. Munição termina em dois toques. Mas, por outro lado, a Amazônia é como a Russia: seu tamanho a defende. Sucb, nada… Read more »

EParro
EParro
5 anos atrás

Minha maior curiosidade, nestes casos de intercâmbio, é qual terá sido a “real” avaliação dos gringos sobre o que eles puderam ver e aprender.
O que eles avaliam das condições de treinamento e estada numa base de instrução do Glorioso Exército Brasileiro. E talvez, o mais emblemático para mim, o que eles “acharam” do IA-2!

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo Colombelli!
Estou falando das pernas. Aquele canhoto parece ser único da foto que tem noção..
Um abraço!

bosco123
5 anos atrás

Sem querer ser chato e novamente só avisando que sou leigo no assunto, mas pra mim uma linha de tiro tinha que ter um morro atrás. Colocar alvos na frente de uma mata fechada é pedir pra dar zica em algum momento.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 anos atrás

vieram ver se a gente continua melhorando o que aprendemos com eles

Matheus
5 anos atrás

Victor Moraes –

Voce esta de brincadeira né amigo?

Rabit
Rabit
5 anos atrás

Caro amigo ScudB, essa posição é padrão para eles, já vi seals, marsoc e marines atirarem assim, essa posição é usada devido a sempre expor a parte frontal do colete evitando expor a posição lateral onde nos coletes antigos não possuía proteção balistica lateral forte o suficiente, possuía apenas a parte de kvelar, hoje alguns coletes já tem placas nessa parte lateral.

Space Jockey
5 anos atrás

“A vietnamização da amazônia pelo defensor é uma ilusão. É mais facil suprir tropas ali através da Florida do que do centro do pais.”

São esses comentários que me fazem sempre vir aqui.

Space Jockey
5 anos atrás

Agora me pergunto qual o objetivo disto ? Creio ser intercambio simples mesmo…
.
“Eles devem ter sofrido umidade, mosquitos e com o calor, principalmente os mais branquinhos.”

que pérola ein…

Gustavo S.
Gustavo S.
5 anos atrás

Victor Moraes 30 em de julho de 2016 at 16:10 Intervenção política da ONU/OEA no Brasil para cuidar de assuntos internos, cuja a responsabilidade, obrigação e interesse são única e exclusivamente da própria população brasileira em resolver??? Deus é pai. Jesus tem poder. Não tem né pé nem cabeça isso. Seria menos ridículo pedir uma intervenção divina. ————————————————————————————————————————— Concordo com o forista Bosco. Não sou nenhum atirador ou especialista no assunto também, mas acho que deveria ter no mínimo sacos com areia atrás daqueles alvos para segurarem as balas por questões de segurança, Eu vi em uma reportagem uma vez,… Read more »

bolsa1995
bolsa1995
5 anos atrás

Esse que bateu a foto segurando um bufalo, pela cara dele, primeiro piu que o búfalo dé ele se caga todinha

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

Gustavo S. “Intervenção política da ONU/OEA no Brasil para cuidar de assuntos internos, cuja a responsabilidade, obrigação e interesse são única e exclusivamente da própria população brasileira em resolver???” Sim! Nós não somos exatamente uma país soberano. Não quando se paga mais de 12% de juros para levantar fundos, dentro do próprio país, ou quando é forçado a vender a carne que deveria ir para a boca das crianças para fazer saldo na balança comercial deficitária. Nós não somos soberanos quando os líderes de nosso país desviam verbas públicas para o exterior, ou quando aprovam determinadas ações, os órgãos públicos,… Read more »

Victor Moraes
Victor Moraes
5 anos atrás

O Lula não foi à ONU alegar que no Brasil estão existindo “afronta” aos direitos humanos quando não estão sendo seguidos preceitos legais? Então? Se um ex presidente famoso como Lula está sofrendo, imagine o povão? Este é o momento certo para uma intervenção. Deve-se determinar regras básicas a serem obedecidas, como por exemplo “prazo máximo de 30 dias para o juiz julgar despachar no processo” ou que determine “prisão efetiva de políticos condenados” e não apenas “prisão domiciliar” ou ainda que determine que “deverá existir alternância de poder, de tal forma que nenhum político poderá ocupar cargo eletivo por… Read more »

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Tem branco, latino, mulher, negro… são uma sociedade diversa como a nossa. E mesmo com os preconceitos ainda existentes, não se furtam de serem patrióticos e meritocráticos.
.
O nosso chapéu de selva é 10, mas o coturno preto brilhoso é passado. Deveríamos estar usando coturnos em verde-escuro fosco.
.
E não se iludam, eles tem pouco ou nada a aprender conosco.

bosco123
5 anos atrás

Eu acho que existem calçados mais apropriados para a selva que esse coturno de couro. O que acho legal é o facão de mato na cintura.

Seal
5 anos atrás

Não querendo desmerecer, mas acho que os senhores que comentam aqui não entendem nada de Guerra de Selva. Querem comparar recrutas com Guerreiros de Selva formados. Será que esses recrutas sobreviveriam no chamado Quadrado Maldito? Na Amazonia existe a temida Força 3 pra quem não conhece também. http://www.eb.mil.br/web/resiscomsex/eb-em-revista/-/asset_publisher/9766RQsIbBlC/content/3-companhia-de-forcas-especiais-homenagem-ao-general-thaumaturgo

luiz campos
luiz campos
5 anos atrás

desta vez deixaram as onças quietas, acho que por precaução da saúde do felino e dos cadetes.

soldat
soldat
5 anos atrás

Uao……..os Rambos Âmis vieram tirara feria na Amazônia!!!!!!!

Os Pró-Âmis devem estar todos emocionados….snif..snif…..especialmente meu ídolo B…rsrsrs…..

Farias Cardoso
5 anos atrás

Estão entregando o “ouro

bosco123
5 anos atrás

Além de pró-âmi sou Bolsonaro e torço para o Trump.

Gelson Jorge Emerim
Gelson Jorge Emerim
5 anos atrás

A minha consideração é com o novo fuzil adotado pelo EB (e as forças armadas do Brasil). A primeira é que levaram 50 anos para adotar a munição 5,56mm. A outra é que, no ritmo que estão sendo produzidos estes novos fuzis da Imbel, levará 20 (ou mais) anos para equipar a maioria das unidades das forças armadas brasileiras. Ou seja, eles nunca chegam à tempo onde são mais necessários. Isto me remete a uma época em que estávamos em guarnição junto à fronteira, equipados como um autêntico museu militar deveria estar e vendo o equipamento mais moderno (fuzis FAL,… Read more »

bosco123
5 anos atrás

Farias,
Numa invasão americana ao Brasil pra pegar nossas riquezas vai ter ataque em todo canto menos na Floresta Amazônica. Nem soldado vai ter lá. A floresta Amazônica se conquista atacando alvos estratégicos que não estão na floresta.
Não há o mesmo cenário do Vietnã.
A Guerra do Vietnã se passou na floresta por razões que não se aplicariam a uma invasão do Brasil ou a uma internacionalização da Floresta Amazônica.
Não há “ouro”

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Bosco, somos dois então. O para-balas é uma estrutura comumente presente em estandes de tiro, normalmente feita de terra, inclusive para permitir a recuperação dos projéteis e evitar a contaminação do solo por chumbo. No caso, como não há áreas urbanas por perto, a questão da segurança não exige a estrutura. Alem disso ela retira a flexibilidade do estande, pois impede montagens de deslocamento variáveis. Scud, a posição dos elementos é uma das variações válidas para tiro instintivo com arma longa e está de cordo com a doutrina por eles empregada e empregada pelo EB no uso da 12 pelo… Read more »

Space Jockey
5 anos atrás

Delfim: ” Tem branco, latino, mulher, negro… são uma sociedade diversa como a nossa.”

ponham de uma vez por todas na cabeça: LATINO não é raça ! O americano tem essa mania lá tbm.

Space Jockey
5 anos atrás

Colombelli perfeito novamente, apenas eu complementaria que poderiamos facilmente mobilizar um milhão ou mais de efetivos da reserva, porém não teríamos nem tempo nem recursos para torna-los combatentes.
Uma resistencia na Amazonia a lá Vietnam, uma farsa tão grande que tem gente que ainda hoje acredita… acho que o Exército acreditava nisso nos anos 90.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Space
Leia de novo meu comentário, coloquei algo sobre raça ? Coloquei sobre diversidade, que pode ser étnica e/ou cultural.

bosco123
5 anos atrás

Colombelli,
Além da 12 que você citou o CIGS utiliza como equipamento padrão o facão de mato, a balestra e a carabina calibre 22 (para caça de animais de menor porte). Estou certo?

Antonio Carlos Jr Zamith
5 anos atrás

Como tem paranóico aqui. os EUA nunca vão invadir a Amazônia que a china, Evo morales e a FARC já invadiram. Ouço isso desde os anos 80 quando estudava no CMRJ. A doença da Máfia PT caiu e não volta. Proibir o intercâmbio com a USA acabou. A UNITAS e visitas cá e lá. Começou a PANAMAX e o Brasil lá esta.

Gelson Jorge Emerim
Gelson Jorge Emerim
5 anos atrás

Acho que ficou um comentário preso. Então vamos novamente… Uma situação que vem a mente diz respeito ao novo fuzil das forças armadas brasileiras. Este mostrado na reportagem. Depois de mais de 50 anos de uso e testes por outros países a munição 5,56mm foi finalmente adotada. Quanto ao novo fuzil, a julgar pelo ritmo de produção da Imbel, calculo que deverá levar cerca de 20 anos para chegar a todas às tropas. Lembro de quando guarnecíamos a fronteira equipados com peças que dariam inveja aos melhores museus do mundo, sem apoio aéreo, de artilharia ou anti-aéreo. Uniformes inadequados e… Read more »

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Bosco, elemento sem o “terçado” no mato está literalmente pelado. Como dizem lá, o facão é o cartão de crédito da selva. A 12 usada pelos esclarecedores é do tipo pump. Ia bem é uma Benelli M4. A balestra é o tiro silencioso de “silenciamento de sentinela”, mas não tenho informação que seja dotação da tropa, ainda que objeto de instrução no CIGS. faz parte da dotação das FE e comandos que lá atuam com certeza. A .22 nunca vi usarem, embora ja tenha visto usarem espingardas comuns de calibres menores que o 12 e de um cano so para… Read more »

ScudB
ScudB
5 anos atrás

Amigo Colombelli!
Eu entendo o que Voce quer dizer.Mas…
Pode ser 12 ou 7.62 ou 9mm ou qq outra!.Apos o primeiro tiro meu pe direito (sou destro) vai para trás.Sem conversa! isso é um reflexo após dezenas das porradas dos melhores “instrutores” do mundo – do meu pai e do primeiro sargento.Principalmente lembrando que ainda tera uns 40 quilos de munição e suprimentos atras das costas quero ver esses “esqueletos” numa situação real tentar atirar do mesmo jeito.
Um abraço!

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Há quadrilhas que usam os quase 4000 hectares do Parque Nacional da Tijuca, aqui no Rio. Por isso há convênio entre o CIGS e o BOPE.

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

A única maneira de termos reservistas adequados é seguir o modelo suíço, com 1 mês de serviço anual e a consignação de uniforme e armamento.

Soldat
Soldat
5 anos atrás

Bosco….

rsrss.. você acertou eu torço para oTrump ..rirri…

Nonato
Nonato
5 anos atrás

Temer autoriza a ida do e exército para patrulhar o Rio Grande do Norte.
A FSN está nas olimpíadas.

hartmam
5 anos atrás

Bom já que convidaram os yankees para fazer um curso no CIGS , poderiam também convidar os
cadetes da Escola Militar de Moscou, afinal é tudo intercambio , não é mesmo.

Colombelli
Colombelli
5 anos atrás

Scud, eu também uso pé a frente, para apoio e direcional. Mas esta posição deles é também válida, ainda mais com o 5,56m e em um tiro em estande. Situação real primeira coisa é chão. Ordinariamente o rito de pé acaba sendo realizado em movimento, no assalto.

Renato Vieira
5 anos atrás

Colombelli 31 de julho de 2016 at 19:08 — […]Escrevam o que digo: ainda precisaremos dos EUA pra nos salvar da China. O inimigo é mau e ele existe. — Verdade do ponto de vista bélico, acrescentaria que inimigos na Amazônia são vários, inclusive nós mesmos pela incompetência política de não valorizarmos e protegermos nossas riquezas e nosso povo como deveríamos. São erros e omissões do poder político que permitem circulação de olheiros disfarçados de evangelizadores, são assinaturas de representantes brasileiros reconhecendo nações indígenas dentro do estado brasileiro onde se questionou até o acesso das FFAA (felizmente assegurado pelo STF)… Read more »

Seal
5 anos atrás

Forcas Especiais do EB com nova submetralhadora. As subs H&K UMP empregadas pela tropa especial do EB estavam todas equipadas com supressores de ruído (aparentemente, modelos Brügger & Thomet QD, de fabricação suíça ), miras holográficas EOTech e empunhaduras verticais de apoio com lanternas acopladas. http://tecnodefesa.com.br/forcas-especiais-do-eb-com-submetralhadoras-hk-ump/

Hawk
5 anos atrás

Uma coisa o boa o EB deve ter pois já notaram quando alguém quer fazer treinamento na selva vem pra cá fazer com eles, não importa o país?

Delfim Sobreira
Delfim Sobreira
5 anos atrás

Seal.
Que chique, mas eu adquiriria em .40 ou .45. Nessa hora o R-105 se volta contra o EB.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
5 anos atrás

Os EUA nunca se interessaram pela Amazônia ou pelo Brasil, isso foi invenção de madeireiros e grileiros latifundiários para acabar com as florestas e reduzir tudo a pasto e carvão, como efetivamente fizeram, a Amazônia hoje é 50% do que já foi e continuam queimando tudo. Esse intercãmbio é muito importante, tanto para eles como para nós, é sempre bom lembrar que tem brasileiros em West Point, estudando pra valer, não fazendo cursinho de algumas semanas, os EUA são o páis que mais abrem suas portas para estudantes estrangeiros, e se o cabra for bom acaba ficando por lá, devíamos… Read more »

Trollbuster
Trollbuster
5 anos atrás

Hawk 1 de agosto de 2016 at 12:39

Neste exato momento parte do 75th Ranger, treina combate de selva com os franceses na África.

Esta visita no CIG´s é puramente protocolar.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -