Home Artilharia Comando Militar do Planalto recebe novas viaturas do Sistema Astros MK-6

Comando Militar do Planalto recebe novas viaturas do Sistema Astros MK-6

9038
51

astros-mk-6-1

Brasília (DF) – No dia 30 de setembro, no 6º Grupo de Mísseis e Foguetes (6º GMF), em Formosa (GO), o Comando Militar do Planalto (CMP) recebeu 11 novas viaturas do Sistema Astros MK-6, o segundo lote do Projeto Estratégico do Exército Astros 2020. A ocasião permitiu, também, celebrar o aniversário do Grupo, com a presença de oficias-generais de Brasília, comandantes de organizações militares e autoridades civis e eclesiásticas.

Esse lote entregue estava composto por cinco viaturas lançadoras múltiplas universais, com capacidade de lançamento de até 32 foguetes em 16 segundos, a uma distância que pode chegar a 80 km. Elas são capazes de receber o foguete guiado SS-40 e o míssil tático de cruzeiro, com alcance de até 300 km. Outras cinco remuniciadoras para o transporte de “contêineres-lançadores” de munição e o remuniciamento das lançadoras múltiplas universais, além de uma viatura posto meteorológico para auxiliar na execução dos tiros também foram entregues nessa data.

astros-mk-6-2

O vice-presidente de relações institucionais da Avibras, José de Sá Carvalho Júnior, entregou as chaves das viaturas ao Comandante do CMP, General de Divisão Luiz Carlos Pereira Gomes, e uma placa comemorativa ao Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT), General de Exército Juarez Aparecido de Paula Cunha, que, na oportunidade, representava o Comandante do Exército.

Astros 2020 - 3

A cerimônia também registrou a transferência definitiva do acervo da Augusta Ordem de Santa Bárbara para o 6º GMF, tornando o futuro Forte de Santa Bárbara em berço permanente dos patrimônios históricos sob a guarda da associação. Uma demonstração de tiros, ao término do evento, impressionou os presentes, diante da magnitude dos equipamentos.

FONTE: EB

Subscribe
Notify of
guest
51 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
AL
AL
3 anos atrás

Galante, seria interessante acrescentar na matéria uma tabela, se você a tiver, do tipo de foguete x quantidade que pode ser disparada por salva x alcance de cada tipo dessas novas variantes do Sistema Astros. A última tabela desse tipo eu vi na década de 80… 🙂

Tiago
Tiago
3 anos atrás

Pergunta de leigo Quantas baterias de astros temos agora ,o Eb vai receber mais alguns lotes e em que estágio esta o missel tático Cruzeiro

wwolf22
wwolf22
3 anos atrás

quanto tempo uma viatura Astros 2020 leva para ser “recarregada” ???

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Vi no video um oficial Francês. Alguma chance de venda ou parceria?

Tiago 5 de outubro de 2016 at 14:17

49 eu acho.

wwolf22
wwolf22
3 anos atrás

Matheus,
devem ser 49 viaturas e nao baterias…

Matheus
Matheus
3 anos atrás

wwolf22 5 de outubro de 2016 at 16:25

Sim, engano meu.

Gabriel-DF
Gabriel-DF
3 anos atrás

Ao poucos vamos melhorando

Gabriel
Gabriel
3 anos atrás

Aos pouco estamos recompondo a artilharia
Uma pergunta : os boatos sobre a modernização dos M60 são verdadeiros?

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Gabriel 5 de outubro de 2016 at 16:38
https://www.youtube.com/watch?v=NG89Zh9qQrQ
Espero que sim e com a Raytheon

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Ótima notícia, o EB sempre pés no chão …. ops …. botas.
Verdadeiramente um sistema de dissuasão, dos melhores em sua categoria se não o melhor !

Lewandowski
Lewandowski
3 anos atrás

Desde de que me conheço por gente, o ASTROS usa o matador – ou pelo menos noticiado. Porém, o negócio não sai nunca! Acha saco!
.
Esse ‘Matador’ é igual a um pichador aqui de Porto Alegre: todos sabem que existe, mas ninguém nunca viu!
.
De qualquer maneira, que bom que o projeto Astros avança.
.
Sds

Lewandowski
Lewandowski
3 anos atrás

PS: Toniolo…. Esqueci de mencionar o home…
.
Sds

aldoghisolfi
3 anos atrás

Gostaria de poder assistir à batida dos foguetes, analisar o estrago da saturação de área.

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Lewandowski 5 de outubro de 2016 at 17:55

Já esta em teste a meses. Isso se não já entrou em produção.

Private Leonard Lawrence
Private Leonard Lawrence
3 anos atrás

O Astros II é o único meio de saturação de área que o EB possui, ou há no inventário do exército algum outro sistema de lançamento múltiplo de foguetes como o Astros Hawk?

Space Jockey
Space Jockey
3 anos atrás

49 vtrs seriam somente para o exercito certo ?? Tem ainda as do CFN…
.
O presidente Lewandovski resumiu bem o “Matador” numa analogia. Mas é estranho, um míssil de cruzeiro lançado por Viatura ? Pelo que vi o design mudou totalmente e agora se assemelha a um Tomahawk.
.
Tambem gostaria de ver um video mostrando os impactos com muniçao real, e não inerte, isso não é impossivel de se fazer com segurança e economia.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
3 anos atrás

O míssil matador ainda está na fase de desenvolvimento. Talvez na próxima década ele fique pronto de verdade com capacidade de ser disparado e acertar o alvo. Isso se o projeto não desaparecer até lá, quanto tantos outros projetos bélicos brasileiros propagandeados como os melhores do mundo, mas que não conseguem virar realidade.
.
No mais, existem diversas opções mundo afora com maior alcance que o Astros.
.
Mas, para o EB, está bom demais, principalmente por ser novo e nacional.

wwolf22
wwolf22
3 anos atrás

o trezentao, quer dizer, o Matador esta na prancheta desde os anos 80…

moises
moises
3 anos atrás

Carlos Alberto Soares-Israel 5 de outubro de 2016 at 17:14 Vendo o desempenho dos Sabras e dos M60 turcos na Síria, tenho minhas dúvidas se é realmente uma boa. O custo da modernização do M60 pra Sabra foi alto, feito pelos israelenses, com motor novo, uma nova arma de 120 mm, novos eletrônicos além de blindagem reativa, e no final ele é tão vulnerável quanto os M60 aos armamentos mais modernos e populares, que não há porque imaginarmos que não encontraríamos aqui no nosso TO também. https://www.youtube.com/watch?v=Xtfw4zKzHWo Resumindo, mesmo modernizado, o Sabra continua só podendo operar nos cenários onde o… Read more »

Bardini
3 anos atrás

moises 6 de outubro de 2016 at 9:14
.
http://www.janes.com/article/59682/turkish-tank-survives-kornet-missile-strike
.
Um M60-A3 TTS resistiria a este mesmo impacto?
.
No mais, o pacote SABRA possibilitou maior poder de fogo e de engajamento ao M-60 e, por uma fração do preço de um novo MBT. Agora, contra um Kornet, só contando com um pouco de sorte.

Tomcat3.7
3 anos atrás

Moises a modernização de mbt’s ainda é muito válida justamente pelo que vc colocou pois os preços de mbt’s novos no estado da arte está impraticável (e no há la plata ) , com a modernização dos M-60 A3TTS o EB terá um fôlego a mais.

moises
moises
3 anos atrás

Bardini 6 de outubro de 2016 at 9:42 Tomcat3.7 6 de outubro de 2016 at 9:43 Essa é nova pra mim, em todo vídeo que tinha visto dos tanques turcos serem atingidos o tanque cozinhava, não achei que um tinha sobrevivido mas procurando melhor ele sobreviveu mesmo, dá pra ver no vídeo do EI. https://www.youtube.com/watch?v=5rqTbKCfr5c Já um M60 atingido por um Milan ou TOW dos curdos cozinhou igual os outros Sabras perdidos. https://www.youtube.com/watch?v=8DgBhr3uZtE Pra mim, ainda que um tenha sobrevivido, os outros 4 (acho que é isso) não tiveram a mesma sorte, então ele só poderia ocupar uma posição de… Read more »

moises
moises
3 anos atrás

Bardini 6 de outubro de 2016 at 9:42 Tomcat3.7 6 de outubro de 2016 at 9:43 Essa é nova pra mim, em todo vídeo que tinha visto dos tanques turcos serem atingidos o tanque cozinhava, não achei que um tinha sobrevivido mas procurando melhor ele sobreviveu mesmo, não tinha visto esse vídeo do EI. https://www.youtube.com/watch?v=5rqTbKCfr5c Já um M60 atingido por um Milan ou TOW dos curdos cozinhou igual os outros Sabras perdidos. Pra mim, ainda que um tenha sobrevivido, os outros 4 (acho que é isso) não tiveram a mesma sorte, então ele só poderia ocupar uma posição de menor… Read more »

moises
moises
3 anos atrás

Apesar da crítica ao programa turco, eles não tinham muita opção já que havia dificuldade para comprar tanques novos (mesmo problema diplomático de sempre) e seus vizinhos tem armas relevantes, e mesmo quando chegaram os novos Leopard 2 ainda vieram em poucos números e cheio de restrições. No nosso caso, imagino que um M60A3TTS revitalizado já estaria adequado pro nosso TO como uma segunda linha tranquilamente.

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Há literalmente fotos e video do “Matador” e nego alfinetando.

Deveriam virar alfaiates nesse ponto.

bosco123
3 anos atrás

Matheus,
Não se tem notícia de nenhum matador ter feito um teste completo: lançamento com booster, ejeção do booster, abertura das asas, voo de cruzeiro, aquisição do alvo (no caso de ter um sistema de orientação terminal) e impacto no alvo.
Fotos podem ser apenas de maquetes. Fotos de lançamento podem ser só testes com o booster.
Até que vários testes completos tenham sido feitos com sucesso não se pode considerar o míssil operacional.

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Reginaldo Jose da Silva Bacchi
3 anos atrás

Eu me lembro também do famoso missil anti carro guiado a fibra otica, que foi mencionado como produto pronto da AVIBRAS, durante anos e anos, até que ele sumiu do noticiario.

Matheus
Matheus
3 anos atrás

bosco123 6 de outubro de 2016 at 15:23

Lembro de ver num dos videos da ABIMDE uma “palinha” de alguns segundinhos mostrando um míssil sendo lançado do Astros. Branco e maior que os outros. Talvez não possa ser.

Link: http://imgur.com/a/Ig7Gt
Video: https://www.youtube.com/watch?v=yZAEq3pUn0s (em 3:24)

Reginaldo Jose da Silva Bacchi 6 de outubro de 2016 at 16:43

MSS 1.2?

Matheus
Matheus
3 anos atrás

bosco123 6 de outubro de 2016 at 15:23

Video: https://www.youtube.com/watch?v=yZAEq3pUn0s (em torno de 3:24)

Míssil branco, abrindo asas. Parece o “Matador”.

Mahan
Mahan
3 anos atrás

Alguém confirma esses reforços para a Brigada em Roraima? – a criação de um Batalhão de Infantaria Mecanizada, habilitado a incorporar as novas viaturas blindadas de transporte de pessoal (e modelos derivados) da chamada “família Guarani”; – a criação de uma Companhia Anti-Carros (anti-tanque) dotada do canhão sem recuo anti-carro portátil de 84 mm Carl Gustaf, ou do lança-rojão AT-4; – o aumento de veículos blindados por meio da transformação do atual 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (12º Esq C Mec), mobiliado com blindados EE-9 Cascavel e EE-11 Urutu, em Regimento de Cavalaria (de valor batalhão), constituído por dois esquadrões… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Colega Moisés
Sempre que penso em defesa, armamentos etc etc etc
Me vem a cabeça exclusivamente nosso TO
Um M 60 modernizado como postei é de respeito.

Reginaldo Jose da Silva Bacchi
Reginaldo Jose da Silva Bacchi
3 anos atrás

Matheus o MSS1,2 Leo foi começado pela ENGESA, e eu fui um dos seus primeiros gerentes de programa. Foi aprovado pelo EB e atualmente é produto da Mectron.

Eu me referi a um missil anti carro guiado a fibra otica da AVIBRAS, repito AVIBRAS.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
3 anos atrás

Matheus, o que o Bosco quis dizer é que lançar o míssil é só uma parte do seu desenvolvimento (lançamento com booster, ejeção do booster, abertura das asas, voo de cruzeiro, aquisição do alvo (no caso de ter um sistema de orientação terminal) e impacto no alvo). O que aparece no vídeo é apenas a “fase 1”. Ou seja, não há qualquer prova de que ele esteja pronto, lembrando que a parte mais difícil é acertar o alvo e não seu lançamento.

Seal
3 anos atrás

Demonstração de lançamento do Astros MK-6 para Oficiais do Exército da Indonésia, que vieram ao Brasil para participar de um estágio com o EB.
https://www.facebook.com/mreb2015/videos/1227309363999731/

Mauricio R.
3 anos atrás

FOG-MPM.

Mauricio R.
3 anos atrás

Matador???? Ou AV TM 300????

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Reginaldo Jose da Silva Bacchi 6 de outubro de 2016 at 19:30

Nunca tinha ouvido falar, por isso perguntei se era do MSS, sendo que ele já vinha de outra fábrica.

Rafael Oliveira 6 de outubro de 2016 at 19:36

Concordo. Acho meio estranho como todo mundo mostra o andamento de seus projetos, mesmo com problemas ou não(vide F-35, entre outros).

Mas aqui até mesmo a mídia das próprias empresas não mostram o andamento, exceto pela Embraer com o seu novo cargueiro.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
3 anos atrás

Matheus, tanto as empresas quanto as Forças Armadas brasileiras divulgam muito pouco, o que me faz pensar que as coisas não estão andando a contento, pois, se estivessem, mostrar além de ser uma propaganda para os produtos, também serviria como forma de dissuasão. . No mais, do jeito que a Avibrás divulgava o Vant Falcão parecia que ele já estava pronto e à venda. No fundo, era só uma maquete e nenhum protótipo voou. Por isso eu tenho o os dois pés e as duas mãos atrás em relação a ela. . Lembrei agora do Sovi que teve o primeiro… Read more »

Juarez
Juarez
3 anos atrás

Rafael, o Sovi está na UTI neo natal.

G abraço

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
3 anos atrás

Obrigado, Juarez!
.
E você pode dizer que se o problema é do próprio bebê Sovi ou se ninguém quer ficar com ele por falta de dinheiro?

Negrão
Negrão
3 anos atrás

Tem alguma bateria dessa em Roraima? Deveria ter, principalmente depois da violação do nosso espaço aéreo pelos SU 30 de lá.

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Rafael Oliveira 7 de outubro de 2016 at 10:54

Havia um outra foto de um empregado da Avibras trabalhando no VANT. Mas só isso.

http://imgur.com/a/Yg3aK

Se há ou não problemas, eles deveriam informar como tudo mundo faz.

Space Jockey
Space Jockey
3 anos atrás

Aproveitando que o Negrão sugeriu, existe algum ponto perto da fronteira com a Venezuela que possa abrigar uma bateria de Astros em que esteja algum alvo militar no alcance de 60 Km ? Se sim, será que seria seguro visto estar ao alcance da aivação militar deles ?

Matheus
Matheus
3 anos atrás

Space Jockey 7 de outubro de 2016 at 22:44

Não acho que seja difícil “esconder” algumas unidade na mata.

Mauricio R.
3 anos atrás

O Astros não opera mísseis anti aéreos e os Su-30 tem considerável capacidade stand-off.

Space Jockey
Space Jockey
3 anos atrás

Olá Mauricio, bom te-lo e volta aos debates. Na verdade eu me referi ao Astros anteriormente não como sistema anti-aéreo mas sim em sua finalidade original (artilharia de saturação), pois poderia ser utilizado para atacar bases avançadas venezuelanas em caso de guerra total. Quem sabe até pistas de pouso se eles forem burros a ponto de deixá-las ao alcance.
.
matheus, é um carro razoavelmente grande e pesado, não sei se podem circular por qualquer estrada/trilha não pavimentada…Quem tiver mais conhecimento fique a vontade para esclarecer.

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
3 anos atrás

A modernização do M60 não há muito, apenas rumores de aquisição se mais veículos por parte do EB, mas eu vi algo muito interessante e pouco divulgado sobre a modernização do Cascavel que apareceu na BID acho que e algo a se falar.

Oica
3 anos atrás

Uma boa notícia, enfim!
Também noto o EB atualmente mais pés-no-chão. Principalmente após ter se encerrado a Olimpíada…
.
Agora só resta cuidarmos do chão!
[dessa terra brasileira]

Walfrido Strobel
3 anos atrás

O Astros poderia lançar também este tipo de bomba de planeio com booster, seria uma opção interessante pela precisão ao invés de saturação.
http://defense-studies.blogspot.com.br/2016/10/indonesian-army-attend-demonstration-of.html

Vader
3 anos atrás

Ai ai, esse “Matador” é mais lendário que a caapora…