Home Noticiário Nacional Forças Armadas vão atuar dentro dos presídios, decide Temer

Forças Armadas vão atuar dentro dos presídios, decide Temer

1842
6

É a primeira vez que as Forças Armadas serão usadas em uma ação nas penitenciárias

Por Julia Chaib

Diante da crise no sistema penitenciário, o presidente Michel Temer disponibilizou as Forças Armadas para atuarem dentro dos presídios estaduais. O efetivo cederá tecnologia e promoverá ações específicas, como inspeções nas prisões. Em reunião nesta terça-feira, ficou definido que os governadores deverão concordar com a ação do Exército, que será coordenada pelo Ministério da Defesa. É a primeira vez que as Forças Armadas serão usadas em uma ação nas penitenciárias.

“Haverá inspeções rotineiras dos presídios com vistas à detecção e à apreensão de materiais proibidos naquelas instalações. Essa operação visa a restaurar a normalidade e os padrões básicos de segurança dos estabelecimentos carcerários brasileiros”, disse o porta-voz do presidente, Alexandre Parola. Não foram apresentados maiores detalhes sobre a ação, debatida nesta terça. A decisão foi tomada pelo presidente em reunião com o grupo de inteligência do governo, com a presença do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, da Defesa, Raul Jungmann, e do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, que ocorre nesta tarde.

Enquanto Moraes reúne-se com o presidente, secretários de Segurança de todo o país estão em encontro no Ministério da Justiça para debater medidas para controlar o caos nas penitenciárias. O ministro participou da reunião pela manhã e deverá retornar. Desde o início do ano, mais de 100 presos foram mortos em rebeliões no Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte, a última delas.

O presidente também determinou a criação de uma comissão para reformar o Sistema Penitenciário brasileiro, com integrantes do Executivo, Judiciário, Legislativo e sociedade civil organizada. Temer também determinou a criação do comitê de integração e cooperação na área da inteligência, a exemplo do que foi feito durante as Olimpíadas. Foi determinada também a criação de uma comissão de reforma do Sistema Penitenciário, com a participação de integrantes da Sociedade Civil, do Executivo, do Legislativo e do Judiciário.

FONTE: Correio Braziliense

6
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
EParroColombelliVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
EParro
Membro
EParro

A meu ver, mais um despautério e dos grandes, esta atividade atribuída às FFAA.

Vader
Membro
Trusted Member
EParro
Membro
EParro

Vader 19 de janeiro de 2017 at 13:12

Já morreu! E foi o Teori!

Colombelli
Membro
Colombelli

Uma coisa que tenho ouvido por estes dias, inclusive da boca de gente que atua há décadas no judiciário, e que tem me deixado atônito é a besteira de que uma das causas das superlotações seria a “existência de presos que já poderiam estar em liberdade trancafiados” e que um “mutirão” judiciário resolveria parte do problema. Até a presidente do STF falou tal asneira. Calma, amigos, não sou e nem quero ser o joãozinho do batalhão e tutor de verdades apofânticas. Mas já atuei como titular de uma VEC e lhes digo que se há um processo que não para… Read more »

EParro
Membro
EParro

Colombelli 20 de janeiro de 2017 at 15:08

Boa Colombelli! Muito sucinto e esclarecedor. Tinha uma idéia bem errada da situação, mas você esclareceu algumas das minhas dúvidas.

Saudações

Vader
Membro
Trusted Member

Colombelli 20 de janeiro de 2017 at 15:08 Colombelli, meu amigo, adianta dar milho pa bode não mermão. Essa celeuma toda é de “malaco de terno”, defensor de marginal mesmo, aquela esquerdalha asquerosa de sempre que o que quer é reinar sobre o caos e, para ela, bandido na rua é bandido destruindo a paz social, o que serve a La Revolución… Não fazem a menor ideia do que estão falando, mas os parvos jornalistazinhos Rede Goebbels “Sou da Paz” vão na deles porque são um bando de teleguiados e analfabetos funcionais que não conseguem escrever um texto de mais… Read more »