Home Comunicações 3ª Divisão de Exército – 1º Batalhão de Comunicações em apoio à...

3ª Divisão de Exército – 1º Batalhão de Comunicações em apoio à Operação Ibicuí

1414
4

Rosário do Sul (RS) – Desde o dia 9 de outubro, o 1º Batalhão de Comunicações (1º B Com), detentor da maior Sistema Tático de Comunicações da América Latina (SISTAC), encontra-se no terreno instalando, explorando e mantendo a infraestrutura de comando e controle em apoio à 3ª Divisão de Exército (3ª DE) na Operação Ibicuí.

Nesta Operação, o 1º B Com planeja e opera, em coordenação com as Companhias de Comunicações das Grandes Unidades, o SISTAC em apoio ao Grande Comando enquadrante, desdobrando na região do Campo de Instrução de Saicã seus diversos meios de consciência situacional.

Destaca-se nesse aspecto, a abrangência proporcionada pelo SISTAC, mais de 5.000 km² de área, fornecendo correios eletrônicos e o sistema C² em Combate para toda a malha nodal. Além disso, o 1º B Com está mobiliando os meios de Tecnologia da Informação (TI) no Posto de Comando da 3ª DE e as Estações de Controle das Redes Rádio da operação.

A Operação Ibicuí vai até 21 de outubro, com efetivo de aproximadamente 4.000 homens operando nos seus diversos níveis e cerca de 1000 viaturas no terreno, sob o Comando Operacional da 3ª DE.

FONTE: Exército Brasileiro/FOTOS: Sgt Martins – 1º B Com

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Rafael DamascenocolombelliAgneloPRAEFECTUS Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
PRAEFECTUS
Visitante
PRAEFECTUS

Amigos,

os B Com e Cia Com são unidades de SUMA IMPORTÂNCIA das OM do EB.

Estas unidades militar ao meu ver devem receber especial atenćão quando da alocação de recursos para aquisição de meios. É crucial para as FAAS dispor de meios efetivos, seguros nesta área especifica.

Essa é uma área que depende de profissionais altamente especializado. Erros, falhas neste setor(comunicações), pode custar a vida de milhares em um eventual conflito.

Investimentos tanto em meios, como em pessoal não pode faltar nesta área em momento algum. Comunicações é um setor onde não pode háver gap tecnológico.

Grato

Agnelo
Visitante
Agnelo

PRAEFECTUS 18 de outubro de 2017 at 13:57
Isso ai. O EB tem investido muito nos últimos anos.
Não só nos Btl (Div e Cmdo Mil A) e Cia (Bda), mas nos Pelotões de Com das OM e nas Seções de Com das SU.
Paralelo a isso, o preparo e desenvolvimento de GE.
O novo satélite de com brasileiro ajudará muito nossas Com militares. Provavelmente, os centros nodais poderão acabar da maneira como existem, melhorando muito a seg e flexibilidade de nossas com.
Sds

colombelli
Visitante
colombelli

Praefectus, há muitos anos o CMS tem um avançado sistema de comunicações o qual inclusive teve até mais prioridade que as forças combatentes em termos de material. Ele permite a interligação de todo CMS em redes seguras. Creio que so o Chile tem algo igual

Rafael Damasceno
Visitante
Rafael Damasceno

Alguém sabe me informar o que temos a respeito de guerra eletrônica?? Eu sei que a Rússia tem em alguns veículos e sistemas sem análogos no mundo.