Home Debate Ameaça Fascista

Ameaça Fascista

2521
74

Por Antonio Carlos Costa

Poucos meses atrás, li “Today’s isms: socialism, capitalism, fascism, communism, and libertarianism” (Alan Ebenstein, William Ebenstein e Edwin Fogelman. Prentice Hall, 2000). Julgo excelente obra introdutória ao tema da política, cujo conteúdo gostaria de compartilhar com você a partir de hoje por meio de uma série de artigos.

Vou começar pelo impressionante fenômeno político do fascismo. Recentemente, pessoas expressaram não entender os motivos que me levaram a postar mensagem nas redes sociais na qual falava da abertura, que vejo em muitas igrejas e na sociedade brasileira, para a penetração de conceitos fascistas. Por isso, desejo começar tratando dessa vertente ideológica do autoritarismo.

1. Fascismo é a organização totalitária do governo e da sociedade por um único partido ditatorial, intensamente nacionalista, racista, militarista e imperialista. Na Europa, a Itália foi o primeiro país a adotar o sistema (1922), seguida pela Alemanha (1933) e a Espanha por meio da guerra civil que começou 1936. O Japão se tornou fascista a partir de 1930. O destino dessas nações, com sua história de guerras, conflitos civis, abuso de poder, miséria, atraso, destruição, deveria nos levar a manter-nos vigilantes quanto a qualquer tentativa de implantação desse regime ou dos seus congêneres no nosso país. Não subestime o mundo da política. Tudo é possível. Retrocessos históricos podem ocorrer, em especial, quando a sociedade dorme, calando-se nas ocasiões nas quais autoridades públicas manifestam abertamente intenções totalitárias.

2. O fascismo cresceu em países comparativamente mais ricos e tecnologicamente mais avançados (Alemanha e Japão). Um outro ponto, profundamente inquietante, é ele ter como característica o entusiasmo e suporte das massas. Quanto mais violentos e terroristas se tornaram os movimentos fascistas, mais suporte por parte da população tiveram (Alemanha de Hitler). O fascismo jamais se estabeleceu em sociedade com longa tradição democrática. Nossa democracia, contudo, é jovem. Foi mal administrada. Convive ainda com muita miséria e violência. Muitos estão sendo levados à conclusão de que vale a penar abrir mão de direitos e garantias constitucionais a fim de que as taxas de desemprego caiam e os índices de criminalidade diminuam. As lambanças praticadas por quem exerceu a hegemonia política no país nos últimos anos, estão levando parte da população a flertar abertamente com ideais fascistas. O discurso do tiro, pancada e bomba insere-se perfeitamente nesse contexto. Abusos de poder são praticados e a sociedade se cala. Candidatos às próximas eleições, de olho nas aspirações de milhões de brasileiros, ajustam suas promessas de campanha à expectativa de lei e ordem, vista como panacéia para os problemas que o país enfrenta no campo da criminalidade.

3. Toda sociedade industrial sofre de tensões sociais e econômicas. Para se lidar com elas, dois caminhos podem ser tomados: o democrático e o coercitivo. Uma sociedade democrática reconhece uma variedade de interesses econômicos e conflitos inevitáveis (patrões e empregados, agricultura e indústria, trabalhadores bem preparados e trabalhadores sem preparo técnico), e busca reconciliar tais conflitos através das urnas, usando métodos pacíficos e fazendo ajustes graduais. O Estado fascista nega a existência de divergência de interesses sociais (odiando a noção de variedade, especialmente, por meio da imposição estatal da uniformidade). Tudo é resolvido mediante o uso da força. Percebo no Brasil dois grupos que se digladiam. Ambos vendo a face do demônio naquele de quem divergem ideologicamente. Ambos dispostos a usarem os mais diferentes meios antidemocráticos a fim de silenciarem os seus opositores.

4. Em geral, o fascismo é bancado por industriais, desejosos de assumirem tanto o controle da economia, quanto dos sindicatos de trabalhadores. A classe média baixa assalariada tende a apoiá-lo, que significa desgraça maior, em razão de legitimar o regime mediante o apoio das massas. O medo e a inveja são importantes ingredientes desse sistema, com os quais ideólogos e marqueteiros sabem muito bem trabalhar. Crise econômica, desemprego, insatisfação profissional, salários baixos, alimentam o desejo por alguém que venha para botar ordem na casa.

5. O fascismo sabe jogar habilmente com o ressentimento dos que se sentem perdendo seu espaço na sociedade. Um generalizado sentimento negativo de inveja e medo é característico do apoio popular a regimes fascistas. Daí, a facilidade de se eleger inimigos, que passam a ser acusados de todos os problemas da sociedade. No Brasil, julga-se que neoliberais e esquerdistas são ameaças à nação, não tendo o que se aproveitar das suas ideias e contribuições pessoais.

6. Os militares são profundamente influenciados pela propaganda fascista. Mesmo em fortes e bem estabelecidas democracias, membros das forças armadas tendem a superestimarem as virtudes da disciplina e da unidade. Militares têm sido centrais para o sucesso do fascismo. Fascistas usam a forças armadas em razão do suporte que costuma ter por parte da população. Recentemente , testemunhamos declaração de alto membro do Exército brasileiro, mostrando-se francamente favorável à volta do regime militar. Muita gente se calou. Tantos outros, aplaudiram.

7. Há uma relação entre fascismo e depressão econômica. Em tempos de depressão econômica, medo e frustração minam a fé no processo democrático. Onde a fé em métodos racionais é enfraquecida, o fascismo tem grande potencial de ganho. Desemprego é central. Por isso, é que não se deve brincar com economia. Seja levando à bancarrota o Estado, seja deixando de usar recursos públicos para socorrer os despossuídos.

8. Governo autoritário costuma fazer as mais diferentes e contraditórias promessas para satisfazer a todos os seus aderentes. Ele é capaz de unir pobres e ricos por meio do ressentimento, da frustração e da insegurança. Desperta o ódio por inimigos internos e externos.

9. O fascismo funciona onde não há forte tradição democrática e percebe-se forte cultura autoritária. Há países que são propensos a esse tipo de coisa. Neles, encontra-se gente disposta a se submeter e obedecer, que prefere obediência cega a assumir a responsabilidade de tomar decisões por si mesma. Busca-se, portanto, o conforto de outros tomarem decisão pelo restante da sociedade. Salta aos olhos o fato de que uma cultura escravocrata ainda está presente entre nós. Perdoa-me pelo lugar comum, mas nunca é demais repetir, somos o país do coronelismo, da carteirada, do “você sabe com quem está falando?”.

10. Características de pessoas propensas ao autoritarismo fascista: tendência de se conformarem compulsivamente a ideias e práticas ortodoxas; rigidez emocional e imaginação limitada; excessiva preocupação com problemas de status e força; forte lealdade ao próprio grupo associada a uma oposição ferrenha a quem pensa de modo diferente. Ênfase na disciplina e obediência em lugar da liberdade e espontaneidade nas relações humanas em áreas tais como, educação, sexo, família, religião, indústria e governo. A mentalidade de grupo é central no autoritarismo. Não falta gente no Brasil querendo legislar sobre a moral privada. Isso vale para progressistas e conservadores.

11. Em sociedades totalitárias, a dependência e submissão concedem às pessoas a segurança que anelam, mas nega a autoexpressão, que faz parte da natureza humana. Significa se ajoelhar perante o superior acima e pressionar os subordinados abaixo. Só resta à sociedade obedecer. Outro dia ouvi alguém dizer, “mas o retorno de um regime militar seria diferente nos dias de hoje. Não teríamos os erros do passado”. Ao que me lembrei daquela velha conversa, no tempo em que as moças se preocupavam mais com a virgindade: “Juro, juro que não passarei daqui”.

12. Os ditadores sabem que são odiados por muitos. Nesses regimes há muita revolta reprimida. Daí a constante desconfiança quanto à presença de adversários reais ou imaginários. Inimigos são eleitos. Aqui entra o inferno. Cria-se o Estado policial. As manifestações que tenho realizado no Brasil seriam proibidas, e, caso houvesse resistência por parte dos voluntários, o destino seria a mordaça e a morte. Faço uma pergunta, em havendo ruptura no regime democrático brasileiro, caso a economia empacasse, gerando desemprego e miséria, haveria espaço para protesto?

13. Quando as promessas não são alcançadas, a população se volta contra seus líderes em razão desses não terem cumprido o que disseram que fariam. A coisa sempre acaba mal. Mas, até a liderança autoritária ser deposta, muito sangue, prisão, desaparecimento e morte.

14. O fascismo é irracional, apelativo, baseado em tabus. Discursos sem o mínimo fundamento na realidade dos fatos são proferidos. Suprime-se o espaço para a discussão e passa-se a valer apenas os dogmas do fundamentalismo político, que não aceita crise de incredulidade. Essa é a razão pela qual o sistema é mantido na base do terror. Suas fraquezas são evidentes e de fácil refutação. Só dá para manter a coisa com fuzil, pistola, canhão. Trata-se de sistema baseado no uso da violência e da mentira. Tudo gira em torno de um adversário que precisa ser destruído. Ele só reconhece inimigos, não oponentes, e, desde que o inimigo representa o mal encarnado, a aniquilação total é a única solução.

15. É por meio de campos de concentração e campos de trabalhos forçados que regimes totalitaristas procuram destruir o elemento moral nos homens e nas mulheres e privá-los do último resíduo de personalidade. A técnica de lavagem cerebral leva as pessoas a confessarem publicamente o que não cometeram e jamais cometeriam. É o regime do medo, da tropa de choque, da selvageria, do fim da liberdade de expressão.

16. Os fascistas debocham da democracia. Acreditam no governo da elite política. Ridicularizam a ideia de que o povo pode governar a si mesmo. Por mais estranho que possa parecer para um democrata racional, através da história da humanidade percebe-se pessoas aprovando frequentemente governos autocráticos. Aprovação apenas, entretanto, não é evidência de democracia! O que faz um governo democrático é ele ser baseado no consentimento popular dado regularmente em eleições livres. Em regimes fascistas, mesmo quando o governo desfruta de aprovação popular, ele é conduzido independentemente do consentimento popular – sem eleições livres, sem liberdade de imprensa, sem oposição livre.

17. Há uma tendência no fascismo de controlar todas as áreas da vida. Fascistas odeiam discussão. A ditadura militar pode, por exemplo, conviver pacificamente com a religião, desde que essa não tenha no púlpito um profeta perturbado a tudo denunciando. O fascismo é pior. É caracterizado pela ideia de o Estado se imiscuir em todas as esferas humanas.

18. O fascismo eleva a guerra à condição de um ideal de vida. O que seria visto com lamento por um cristão amante da paz, é visto como algo que eleva o espírito e fortalece a fibra moral da nação.

19. O fascismo exerce controle sobre a economia. Seus proponentes julgam que uma elite está em condição de ver tudo. Esses poucos são os únicos qualificados para decidir pela nação. São contra a economia de mercado, portanto.

20. No final, a economia do Estado fascista entra em colapso (vide Alemanha e Itália, que, após a Segunda Guerra, foram salvas pelo dinheiro do contribuinte americano) e o pobre é ignorado, uma vez que a preocupação precípua do sistema é manter o poder em vez de usá-lo em favor da sociedade.

Não quero praticar a irresponsabilidade de causar pânico e dizer que consigo identificar todos esses elementos presentes em partidos políticos, candidatos às eleições de 2018, setores do meio empresarial, imprensa, grupos de pressão política, lideranças religiosas. Seria irresponsabilidade da minha parte, contudo, se deixasse de dizer que, numa extensão maior ou menor, vejo gente na nossa sociedade propondo as obscenidades políticas aqui mencionadas.

Cabe a você e a mim, erguer a voz em favor da democracia. Até este momento, pelas luzes que recebemos, a melhor forma de governo concebida pelo homem. A única capaz de respeitar dois pressupostos intelectuais do cristianismo: a dignidade humana e a corrupção da natureza humana. Porque fomos criados à imagem de Deus, não podemos ser governados sem o nosso consentimento. Apoiar regimes que toleram violação de garantias constitucionais e direitos humanos é coisa de falso profeta.

Porque perdemos a capacidade de amar, tornando-nos viciados em nós mesmos, nenhum de nós deve exercer aquela autoridade sobre os demais seres humanos que somente um ser imune à corrupção de desejos santos pode possuir. A Bíblia chama esse monarca absoluto de Messias, que deu a vida pelo seu povo e voltará em glória. Esse é único diante de quem faz sentido curvar-se em santa e alegre submissão.

Que não sejamos ingênuos com política. Tudo pode acontecer. Conquistas podem ser perdidas. Retrocessos históricos podem ocorrer. Que não deixemos ninguém nos dizer, “tudo isso te darei se prostrado me adorares”.

74
Deixe um comentário

avatar
74 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
46 Comment authors
JoreneAlexJuliano BitencourtRodrigoVader Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bravox
Visitante
Bravox

Fonte do texto?
Jair messias bolsonaro é visto conversando com criança em 1936 “Globo News”

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Melhor já ir acostumando!!!

Guizmo
Visitante
Guizmo
Fred
Visitante
Fred

Um ponto interessante que gostaria de ressaltar. Muito se diz sobre estarmos num momento de polarizações entre direita e esquerda. Como dos dois lados existem diversos matizes, chamo a atenção pra uma coisa: A ala mais conservadora da direita brasileira, principalmente os cristãos neopentecostais somados aos católicos que se chamam de medievais, abraçada pelos fascistas, tem perpetrado ataques fortíssimos, não só contra a esquerda, mas contra a direita tradicional (liberal, neoliberal). Por que? Porque eles estão atacando as bases do Estado democrático de direito, construídas pelos filósofos burgueses iluministas. Eles questionam a democracia, rasgam a constituição, querem abolir a laicidade… Read more »

Bispo
Visitante
Bispo

Parabéns pelo texto, mostra a nua e crua realidade do fascismo. Difícil encontrar defensores da ideologia, seja pura ou diluída, que sejam bem intencionados. Na verdade se escondem atrás de justificativas e frágeis argumentos para sustentar uma visão de mundo preconceituosa.

Pra mim o ponto chave é: odeiam o diferente, abominam a discussão.

Nilton
Visitante
Nilton

Essa descrição define o socialismo, muitas características da esquerda estão presentes nessa matéria, o liberalismo econômico passa longe disso. Vale lembrar que nunca houve a implantação de um sistema socialista pelas urnas, sempre foi sob força de baionetas e da opressão do povo. Apesar do foco ser a direita, essa matéria descreve bem o processo que esta acontecendo na Venezuela.

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

O autor confunde fascismo com nazismo, parei aí.

Bispo
Visitante
Bispo

Delfim Sobreira,

O Nazismo é um tipo de fascismo, assim como o eram o Franquismo e o Salazarismo.

Tukhav
Visitante
Tukhav

Erro grosseiro ao considerar o Japão na era Meiji como fascista. Por aí já entrega a má fé do artigo, um apanhado de meia verdades embalados em um discurso completamente mentiroso que tenta imputar a direita brasileira a pecha de totalitária – termo que cabe como uma luva na esquerda, se considerarmos seu histórico (como bem lembrou o Nilton), algo convenientemente esquecido. E o “professor” de história (com h minúsculo mesmo) aí em cima mais uma vez fazendo elucubrações risíveis.

Soldat
Visitante
Soldat

Horrível esse tipo de matéria é pra colocar medo na população e com isso evitar que se faça verdadeira mudanças na sociedade…como acontece na Europa em que a população com medo da volta do Nazismo fica votando sempre nos mesmo bandidos divididos em democracia e socialismo(comunismo) e no fim nunca há uma real mudança e sim mas desespero por exemplo a invasão Islamica. Enfim o fascismo nunca ira voltar……..A maior ameaça que o mundo tem vem principalmente dos Americanos levando ao mundo a beira de uma guerra nuclear. Esse tipo de matéria é desinformação, falsa bandeira para evitar que a… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Bispo.
.
O fascismo é oriundo da esquerda, o nazismo da direita. Pesquise a biografia de Mussolini.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Não gosto do conceito do autor acerca do que foi o fascismo. Com este conceito de fascismo (“Fascismo é a organização totalitária do governo e da sociedade por um único partido ditatorial, intensamente nacionalista, racista, militarista e imperialista.”) seria facilmente qualificar a União Soviética stalinista como um estado fascista. a) Partido Ditatorial – acho que isso não precisa de nenhuma consideração. b) Intensamento nacionalista: pois é, embora em sua origem a proposta do Lênin fosse internacionalista, quando Stalin assumiu o poder ele adotou o princípio “socialismo em um país” (URSS) que tinha um forte viés nacionalista – pergunte ao Trotsky.… Read more »

Doug385
Visitante
Doug385

O autor é criador da ONG Rio de Paz, filiada à ONU. Já dá pra saber o que esperar dele.

Bardini
Visitante
Bardini

Delfim Sobreira, exato…

Bardini
Visitante
Bardini

Poxa, Nazismo oriundo da Direita e Fascismo oriundo da Esquerda????
.
Aí tu me quebrou…

SmokingSnake
Visitante
SmokingSnake

O único risco que vejo é o mesmo da Venezuela, ou seja, um marxismo nacionalista baseado em altas loucuras de inimigos externos.

Gilson Moura
Visitante
Gilson Moura

“Não quero praticar a irresponsabilidade de causar pânico e dizer que consigo identificar todos esses elementos presentes em partidos políticos, candidatos às eleições de 2018, setores do meio empresarial, imprensa, grupos de pressão política, lideranças religiosas. Seria irresponsabilidade da minha parte, contudo, se deixasse de dizer que, numa extensão maior ou menor, vejo gente na nossa sociedade propondo as obscenidades políticas aqui mencionadas.”

Alguma coisa está acontecendo….

Mistérios….

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

O texto vai direto ao ponto nas características de uma nação fascista. Só acho que, por razões históricas, o Japão daquela época não deveria ser colocado como fascista, embora tivesse muitas dessas características.

PauloR
Visitante
PauloR

Facismo virou de esquerda também? KKkkk

Esse blog é o melhor lugar para rir. Acho incrível como os direitistas gostam de jogar suas crianções podres que não deram certo no gramado do vizinho. No Brasil até os políticos e partidos que votaram durante 14 anos viraram de esquerda.

Rafael_PP
Visitante
Rafael_PP

Fred 18 de outubro de 2017 at 8:58.
.
Leio seus comentários e me divirto com o desespero da sua argumentação. Se coloca como um representante da “Academia Brasileira”, da “honestidade intelectual”, etc para atacar tudo que ameaça seus privilégios de ‘intelectual’ do Estado brasileiro.
.
No final, apenas repete o discurso batido de alguns partidos políticos deste país. É “fascista” para lá, “neoliberal” para cá, fundamentalista religioso e todo mais que já cansamos de ouvir. Até criatividade te falta.
.
No mais, como citou com tanto ódio e desprezo a escola austríaca, impossível não associá-lo a Mises e seu Mentalidade Anticapitalista.

Bispo
Visitante
Bispo

Tukhav,

É verdade, me baseei no que consta na historiografia, não gosto de astrologia.

Matheus G.
Visitante
Matheus G.

Mimimises
haha

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

Tudo isso é medo, pânico, paura das esquerdas. Já sentem que em 2018 tomarão uma lavada nas urnas e já estão apelando como sempre…porque sabem que um liberal, caso eleito, fará muito mais pelo país e pelo povo do que eles pretensamente fizeram. Assim, estarão cada vez mais longe do poder, que é a única coisa que lhes interessa, o povo óóóó!

_RR_
Visitante
_RR_

Fred,

Direita neoliberal… Esse termo é esquisito, pra dizer o mínimo… Neoliberalismo tão e somente expressa o retorno ao liberalismo econômico.

Sobre escola austríaca…

Seus economistas foram os primeiros a verdadeiramente refutar as teorias econômicas marxistas e a prever a hecatombe soviética.

O próprio liberalismo econômico hoje tem influência direta da escola austríaca. Não há direita ( ou liberais classicos ), sejam liberais, libertários ou de matriz ‘burkeana’ ( e mesmo mais ao extremo, como direita bonapatista ), que hoje não contemple Carl Menger, Mises, Hayek, entre outros no que tange a economia… Suas teorias são sim levadas a sério por muita gente.

Vilson J Fadel
Visitante
Vilson J Fadel

É melhor Jair se acostumando,e apareceram muitos escrevendo contra quem está ai oferecendo o novo,que para uma nação que não conhece a honestidade isto é novo ,vai engolindo filosofias passadas que foram uteis no seu tempo . Hoje é outra realidade,as minorias estão no poder e farão de tudo para não perde-lo,impuseram suas ideologias e não aceitam o contraditório,a nós só querem que engolimos os seus padrões,suas imoralidades ,destroem nossas crianças e chamam de arte e ai de nós de falarmos algo contrário somos fascistas,mas os tempos estão mudando e o que era velho volta a ser novo,respeito as nossas… Read more »

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Não quero nem comentar acerca de assuntos políticos, estou de saco cheio disso! kkkk
Fascismo e nazismo de direita? kkk ooooo Deus…daqui 50 anos o chavismo será visto como um movimento de direita!

Bardini
Visitante
Bardini

“ooooo Deus…daqui 50 anos o chavismo será visto como um movimento de direita!”
.
Acho que isso é o que melhor define a coisa toda kkkk…
.
Essa bipolarização entre Direita e Esquerda… Se fosse tão fácil assim resumir o mundo e as diversas correntes ideológicas.

Hawk
Visitante
Hawk

Engraçado que o Nazismo é o único “Regime Autoritário de Direita” que o ESTADO é dono de tudo e da liberdade de expressão e isso é estranho já que a “Direita Total” é o “Anarco Capitalismo” e “Esquerda Total” é o “Estado Totalitário”.

Carvalho
Visitante
Carvalho

Ivan BC 18 de outubro de 2017 at 11:14

O FORTE está se especializando em lançar estas iscas para este tipo de de discussão….e “dê-lhe” comentários…..

pangloss
Visitante
pangloss

Texto bem genérico, baseado em premissas curtas, como um fichamento.
Seria mais honesto que o autor grafasse ___ismo, para ser preenchido de acordo com a preferência de cada leitor.
As afirmações são tão primárias que caberia preencher as lacunas com “comunismo”, “fascismo” ou “nazismo”.
Mais uma vez, o autor não apresenta seu currículo.

Celso
Visitante
Celso

Resumindo alguns comentarios…………Ideologias e ou etiquetas pre concebidas por verdadeiros mentores e manipuladores das mentes e sonhos de uma populacao sabidamente ignaras , so almejam uma coisa…..O PODER PELO PROPRIO PODER NAO IMPORTANDO O INFORTUNIO DA MAIORIA. Triste nacao como a nossa q agora tem verdadeiros comentaristas sobre assuntos tao inuteis e que nada produzem. Pior ainda, alguns aqui rezam verdadeiras cartilhas de ignorancia tais como escrevrever sobre FASCISMO e vociferar essa expressao tao estupida como quem a escreve tentando rotular a outrens como se isso fosse chingar a mae. Ufaa, nada contribuem para as solucoes ou o bom debate… Read more »

Rafael M. F.
Visitante
Rafael M. F.

Eu tô lendo algum texto da Márcia Tiburi?

Tudo que foi descrito do fascismo pode ser perfeitamente aplicado ao socialismo/comunismo, pois ambos bebem da mesma fonte totalitária.

Kornet
Visitante
Kornet

Agradeçam a George Soros e cia,muitos jà estão começando a perceber o plano que ele e seus amiguinhos querem implantar:o mundo sem fronteiras,liberação das drogas,descriminalização da pedofilia,politicamente correto,gayzismo,coletivos,s anticristãos, fronteiras abertas, desarmamento unilateral, ambientalismo radical, feminismo, acesso ao aborto, governança mundial, legalização de drogas, e eutanásia e suicídio assistido e etc.

Sem contar os mega investimentos na imprensa e movimentos sociais de vies esquerdista.
E agora se indignar contra tudo isso é ser facista ou até nazista?

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Celso 18 de outubro de 2017 at 11:37 “””O q nossa populacao verdadeira fonte de manobras estupidas e lavagem cerebral precisa e necessita mesmo eh de solucoes e como gastar bem nossos impostos sem ter que sustentar verdadeiras CASTA de inuteis filosofos, FAs omissas e inutil, POLITICALHA, a pior das castas FUNCIONALISMO (DO) PUBLICO juntamente c a do JUDICIARIO. Amarras absurdas q ninguem se atreve a enfrentar amparadas por milhares de LEIS abusivas e inuteis. Chega de bobagens e discussoes inuteis aqui e acola, passou da hora de discutirmos as solucoes de forma simples e objetiva. Brasil, pais de tolos,… Read more »

oganza
Visitante

Quanta baboseira desonesta. Mas o que esperar de um dos fundadores do “Rio da Paz”? O autor não só manipula um ataque cerrado com “argumentos” difamatórias do estado de coisas, mas também preenche cada um deles com inumeráveis mentiras e distorções, quase que linha por linha, de modo a tornar e ocupar qualquer esforço em refutá-lo extenuante e contraproducente. Mas como toda a atual intelectualidade revolucionária ele é burro, não conseguindo fugir da já manjada técnica do SALTO ELÍPTICO produzindo por mera associação de idéias, impressões falsas e propositadamente mal-intencionadas que “só podem” ser contestadas mediante explicações trabalhosas e detalhadas.… Read more »

Doug385
Visitante
Doug385

Carvalho 18 de outubro de 2017 at 11:27

Bingo.

tonhao
Visitante
tonhao

Mds como tem gente burra nesse blog.
Agora nazismo é de esquerda ??
Só porque teoricamente o Estado é grande e poderoso o regime é de esquerda ?
Se toca, bando de estudioso de facebook.

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Por D”us, Família, propriedade e Pátria!
Contra “coroné” corrupto, comuno/globalistas, bandidos/terroristas e vagabundos em geral.

EParro
Membro
EParro

Guilherme Poggio 18 de outubro de 2017 at 10:42

Neste texto, cabe qualquer coisa totalitária: reinado, imperialismo, feudalismo, comunismo, fascismo, nazismo, fundamentalismo de aiatolá, chavismo, ptismo e até o “chatismo” de esquerdistas inconformados com a própria incompetência.
Com todo o respeito meu, já “deu na tampa” esta catequese gramscita recursiva.

Romaldo Medina
Visitante
Romaldo Medina

O que está acontecendo neste site, que terrorismo de esquerda é esse, matérias tendenciosas , é esse o foco agora?

Almeida
Visitante
Almeida

Parabéns ao blog pela coragem de postar matérias importantes e relacionadas sim com Defesa como essa.

Tem MUITA gente aqui que precisa dessa aula sobre fascismo. É só ver a quantidade de besteiras nos comentários. Pessoal não entende e acaba votando num Bolsonaro da vida ou pedindo intervenção militar. Quem não entendeu o texto, ou não concordou, volte e leia novamente. Vai fazer bem à você, à sua família, ao seu país. Não é uma questão de ser de direita ou esquerda, mas de ser ignorante.

Não é preciso ser fascista para ser patriota ou gostar de assuntos militares, fica a dica.

Celso
Visitante
Celso

Prezado Ivan Bc…de certa forma o que vc escreve esta mais que correto, pode-se afirmar q a muito tempo esta em andamento um direcionamento as mentes dos mais tolos (maioria infelizmente) tentando desvirtuar e colocar dogmas e falsas premissas nas mentes ignaras. Tudo isso vem ocorrendo de forma maliciosa e descaradamente nao dando chances as divergencias. O modus operandio eh muito conhecido e disseminado em qualquer ideologia que visa o amansamento das mentes e das opinoes divergentes. E como vc mesmo entende e percebe, a cada dia que passa a discussao foge das reais necessidades q sao o verdadeiro objetivo… Read more »

Jorge Alberto
Visitante
Jorge Alberto

Texto “indiretamente, direto a Bolsonaro…. . Nao Sr autor… O sr nao esta bem informado junto “as massas”… Com certeza, “de seu apartamentinho na zona sul” o Sr nao ouviu bem o que a populacao quer e/ou nao teve o minimo interesse em interpretar: . O povo quer a volta dos militares, pois nesses podemos confiar, pensam em seu Pais em 1º lugar, abominam a a apropriação indevida e a bandidagem! . Suas escolas militares sao exemplo em ensino e disciplina. Nem vou comentar sobre os hospitais… . M falha a memoria as cidades, mas a pouco tempo a engenharia… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O texto veste na Venefavela como uma luva. Também não entendi a intenção do site em divulgar matéria tão estúpida. Levantar discussão? Sobe o que?

sergio ribamar ferreira
Visitante

Concordo com os comentaristas que identificam o texto como tendencioso e que não leva `a reflexão. Simplesmente tenta( o texto) ser capcioso com argumentações históricas que podem ser derrubadas e que foram por alguns neste site. Abraços a todos. Voltarei para à Defesa.

TERRÁQUEO
Visitante
TERRÁQUEO

Fascismo, Nazismo, Conservadorismo, Liberalismo, Direita, Esquerda, Cristãos, Muçulmanos, Olavetes, Luletes, Bolsonaretes, Brasil, Estados Unidos, Washington, Kaliningrado, Cacimba de Dentro, etc…
Senhores…
Tudo isso e mais um pouco, toda a desgraça, infelicidade e afundamento desse nosso imenso país vem de um único, onipresente, inquestionável e avassalador fator:
“O FATOR HUMANO” isso mesmo, “OS TERRÁQUEOS”
É exatamente por isso senhores, que estamos como estamos e desgraçadamente, vamos piorar!
Que Deus nos proteja…

Bravox
Visitante
Bravox

Lembrando que todo esquerdista tem minhoca na cabeça !

Mahan
Visitante
Mahan

Em 2018 façamos um favor a nós mesmos, nossas familias, povo e Nação, vamos expurgar a esquerda da vida nacional votando em Patriotas Liberais-Conservadores.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tukhav 18 de outubro de 2017 at 9:31
oganza 18 de outubro de 2017 at 13:24
Rinaldo Nery 18 de outubro de 2017 at 18:22
=
Onde assino ?

fabio jeffer
Visitante
fabio jeffer

EXCELENTE TEXTO
Pena em que numa nação de ignorantes e analfabetos como o Brasil um texto assim não serve de nada.
Por isso Lula e Bolssonaro estão ai.