quarta-feira, agosto 4, 2021

Saab RBS 70NG

Ex-estrategista Steve Bannon diz que encontro de Trump Jr. com russos foi ‘traiçoeiro’

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Steve Bannon

Em resposta às declarações, Trump disse que Bannon ‘não só perdeu o emprego, mas também perdeu o juízo’

Steve Bannon, ex-estrategista-chefe da Casa Branca, classificou uma reunião de um grupo de russos à qual Donald Trump Jr. e autoridades de alto escalão da equipe de Donald Trump compareceram em junho de 2016 de “traiçoeira” e “nada patriótica”.

As informações estão no livro “Fire and Fury: Inside the Trump White House” (‘Fogo e Fúria: Dentro da Casa Branca de Trump’, numa tradução livre), de Michael Wolff. Alguns trechos da obra, que será lançada na quinta-feira (4), foram divulgados nesta quarta-feira (3) para a imprensa.

Bannon expressou menosprezo e espanto com a reunião ocorrida na Trump Tower de Nova York, durante a qual uma advogada russa teria oferecido informações prejudiciais sobre a candidata presidencial democrata Hillary Clinton.

Em resposta às declarações de Bannon, o presidente dos EUA disse que ele “perdeu o juízo”. “Steve Bannon não tem nada a ver comigo ou com minha presidência. Quando eel foi demitido, ele não apenas perdeu seu trabalho, ele perdeu seu juízo”, disse Trump em um comunicado, ressaltando também que Bannon teve pouca participação em sua vitória contra Hillary.

O encontro arranjado pelo filho do presidente dos Estados Unidos também incluiu seu genro, Jared Kushner, e seu então gerente de campanha, Paul Manafort, e se tornou parte de uma investigação federal que analisa um possível conluio entre a campanha de Trump e a Rússia na eleição. Trump nega tal conluio.

De acordo com os trechos do livro, quando o encontro foi proposto, Trump Jr. disse, via e-mail, que “amava” a ideia de ter informações comprometedoras sobre Hillary.

“Os três principais sujeitos da campanha acharam que era uma boa ideia se encontrarem com um governo estrangeiro dentro da Trump Tower, na sala de conferência do 25º andar –sem advogados. Eles não tinham advogados”, disse Bannon no livro, segundo os trechos vistos pela Reuters.

“Mesmo que você achasse que isso não é traiçoeiro, ou nada patriótico ou uma coisa ruim, e acontece que eu acho que é tudo isso, deveriam ter chamado o FBI imediatamente.”

FONTE: G1

- Advertisement -

10 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rafael_PP
Rafael_PP
3 anos atrás

Às vezes, a impressão que passa é que o próprio Partido Republicano ‘desgasta’ a administração Trump.
O pior para o Donald é seu vice. Mike Pence é raposa velha, lembra o fictício Underwood, sempre com um irônico sorriso de satisfação…

Jr
Jr
3 anos atrás

Esperando ansiosamente o livro dele sair, pode apostar, vai vender que nem água, principalmente se ele contar os bastidores da corrida presidencial

Augusto
Augusto
3 anos atrás

Eu ainda nao entendo pq a Russia tinha tanto medo da Hillary, tudo bem ela é uma águia na política externa o que pode parecer perigoso para os russos mas o Trump apesar de não ser uma águia e não ter jeito pra coisa é de um partido de aguias num congresso domoninado pelo mesmo ou seja a ADM Trump ja considera a Russia uma potencia rival, ou seja o que mudou em atrapalhar as eleições de um pais estrangeiro? So vejo a Russia dando um motivo para os EUA no futuro fazer o mesmo.

Ozawa
Ozawa
3 anos atrás

Não há freiras nesse prostíbulo político mas há vários indícios e fatos de que Trump não teve nem o mínimo de escrúpulos nessa orgia…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
3 anos atrás

Não dá pra saber se a série House of Cards imita a realidade ou a realidade imita a ficção.

Ivan BC
Ivan BC
3 anos atrás

FONTE: G1
Tudo o que vem das organizações GLOBO é simplesmente mentira!

Augusto
Augusto
3 anos atrás

Pobre Brasil. Um país que foi praticamente destruído pela esquerda e que ainda é dominado por idéias e articulistas de ideologia demagógica, que ousam colocar em dúvida a escolha de um povo amante da liberdade e democracia. Vejam o que foi feito a Venezuela, Cuba e Argentina. Se não estão ainda convencidos, aguardem: a maldição pode voltar.

Ivan BC
Ivan BC
3 anos atrás

A Globo e 95% da mídia mundial odeia o Trump. Trump era adorado pela mídia dos EUA, até o dia que decidiu ser candidato a presidente, desse dia em diante passou a ser o demônio na terra. Olhem que curioso, do nada a mídia começou a fazer matérias sobre aspectos sociais e econõmicos negativos dos EUA, e o mais bizarro, tentando associar esses aspectos negativos ao Trump. Diversas noticias positivas do governo Trump sequer passam na mídia, a economia crescendo, empregos, reformas na administração, reforma tributária, controle de fronteiras, novas empresas anunciado instalação e ampliação, aumento do consumo…tudo isso trará… Read more »

WellingtonRK
WellingtonRK
3 anos atrás

Como já dizia o Lênin: “Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz”. Tá todo mundo louco com o Trump porque ele não tem o mínimo respeito pelo politicamente correto. Ele tem um profundo desprezo por tudo isso. Quem deveria ser investigado agora é o Obama, que não se sabe nada a respeito. Como pode um desconhecido ter chegado à presidência da maior nação do mundo tendo cumprindo meio mandato de senador? Quem é o pai dele, onde nasceu, onde está o histórico médico, etc. Não se sabe nada!

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
3 anos atrás

Uma coisa é preciso admitir, o Trump sabe fazer negócios. E penso que a visão dele de política externa é mais comercial que propriamente política.

Últimas Notícias

Assessor de segurança nacional dos EUA viaja ao Brasil

Esta semana, o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, viajará para o Brasil e Argentina, acompanhado...
- Advertisement -
- Advertisement -