Home Estratégia Libertar Cuba, Nicarágua e Venezuela é prioridade para EUA, diz Pence

Libertar Cuba, Nicarágua e Venezuela é prioridade para EUA, diz Pence

4073
82
Vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence
Vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence

Washington, 3 Mai 2018 (AFP) – Trabalhar pela liberdade em Cuba, Nicarágua e Venezuela é prioridade para o governo de Donald Trump, declarou o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, nesta quarta-feira (2).

“O Ocidente é uma prioridade crucial para os Estados Unidos porque a segurança e a prosperidade de nossa região afetam diretamente a segurança e a prosperidade do povo americano”, disse Pence ao empossar na Casa Branca o novo embaixador americano na Organização dos Estados Americanos (OEA), Carlos Trujillo.

“Ainda temos muito trabalho a fazer” na região, afirmou Pence. E como temas pendentes mencionou Cuba, Nicarágua e Venezuela.

Disse que em Cuba “continua vivo” o “legado de tirania” dos líderes da revolução comunista de 1959 de Fidel e Raúl Castro, apesar da morte do primeiro e da recente saída do poder do segundo. “Paira sobre esse país como uma nuvem, obscurecendo o futuro de todos os que chamam essa ilha de lar”, afirmou.

Sobre a Nicarágua, assinalou que o governo de Daniel Ortega “reprimiu brutalmente” o povo que recentemente se alçou “em protestos pacíficos”. Ortega, um ex-guerrilheiro da revolução sandinista de 1979 que preside o país desde 2007, enfrenta desde 18 de abril manifestações que já deixaram mais de 40 mortos.

“E na Venezuela, sob o mandato do ditador Nicolás Maduro, a outrora florescente democracia se desintegrou em uma ditadura. E o que alguma vez foi a nação mais próspera da América do Sul se tornou em uma das mais pobres”, apontou Pence.

“Iremos nos manter ao lado de todos os que almejam a liberdade e enfrentaremos seus opressores”, enfatizou o vice-presidente, que na próxima segunda-feira fará um discurso no conselho permanente da OEA para reafirmar o compromisso dos Estados Unidos com a região.

“Sabemos que dias melhores para o novo mundo estão por vir”, concluiu.

O vice-presidente disse a Trujillo que sua responsabilidade na OEA, que acaba de completar 70 anos de existência, será “forjar alianças mais fortes em prol dos interesses dos Estados Unidos”.

“Espero trabalhar diligentemente com essa determinação e nunca vacilar até que Venezuela, Cuba, Nicarágua e o Ocidente sejam livres”, assinalou Trujillo, descendente de cubanos que deixaram a ilha após a revolução dos Castro.

Nascido em Long Island, mas criado em Miami, Trujillo apoiou Trump durante a campanha de 2016 e assistiu a posse do presidente. Também fez parte da delegação americana na recente Cúpula das Américas, em Lima, e esteve trabalhando na OEA nas últimas semanas.

FONTE: UOL/AFP

82
Deixe um comentário

avatar
46 Comment threads
36 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
47 Comment authors
Renato B.SoldatRussian BearRonaldo de souza gonçalvesBosco Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
pangloss
Visitante
pangloss

Só avisando: em cada um desses países tem um bom número de vítimas da Síndrome de Estocolmo, que não querem liberdade de jeito nenhum.
Boa parte, inclusive, costuma se locupletar sob o pretexto de “idealismo”.

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Ou são os colonizados aqui que sofrem desta Síndrome ?

Lucas Lima
Visitante
Lucas Lima

é piada ne rsrs ? acabaram de sobre taxar o aço Brasileiro e ainda dizem”Prosperidade de nossa região afetam diretamente a segurança e a prosperidade do povo americano”

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Você não está atualizado. Os EUA não “sobre taxaram”, mas sim aumentaram a alíquota de importação de 1 produto, alíquota essa que é muito menor, mas muito menor mesmo que o imposto base de importação do Brasil. Por fim, o Brasil NAO está na lista desses países, assim como NAO está na lista diversos países como Chile, argentina, Austrália, nova Zelândia entre outros. O foco dessa elevação da alíquota de 1 produto foi pressionar a China a abrir ainda mais o mercado a produtos americanos, tentar equilibrar a balança. O algo foi a China e não outros países.

Jr
Visitante
Jr

Quem não esta atualizado é você, no final do mês passado os EUA abandonaram unilateralmente a mesa de negociações e avisaram que o Brasil tinha duas opções, ou aceitava a cota para alumínio e aço, ou eles iam aplicar a sobre taxa aos DOIS produtos, de 10% para o alumínio e 25% para o aço. Hoje a casa branca em reposta a alegação do Brasil que os não houve acordo e que os EUA abandonaram as negociações AMEAÇOU o Brasil insinuando que se chegou a um acordo preliminar (o que não é verdade), mas que se não chegasse a um… Read more »

ODST
Visitante
ODST

O Jr está correto, o EUA abandonou o “acordo”. E nesta frase ele mostra o quanto se importam com os outros países:

“forjar alianças mais fortes em prol dos interesses dos Estados Unidos”.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Cara, o Trump está corretíssimo em defender o melhor para o país dele, nós é que estamos mal acostumados com nossos políticos fajutos.
A realidade é dura, então cabe a cada qual lutar pelo seu melhor, pois na geopolítica tem que ser firme e forte, ou você é líder ou é liderado.

Marcos10
Visitante
Marcos10

O que está em vigor é uma cota, cujo limite é a média das exportações de aço do Brasil para os EUA nos últimos três anos. Após a cota, entra então a taxação. A estimativa é de perda de 6%. Isso ai ainda é melhor do que os chineses fizeram com o Brasil: depois de negociado e entregue soja lá na China eles avisaram que não iam pagar o preço combinado. Tchau e benção. Não pagaram e ficou por isso mesmo. Caso dois: a China fez um embargo ao minério brasileiro, obrigando a Vale a vender seus super cargueiros à… Read more »

Jr
Visitante
Jr

Não tem cota nenhuma em vigor, o que os EUA fizeram foi sobre taxar de todo mundo, menos Canadá e México (até a conclusão das discussões do NAFTA), 10% do alumínio e 25% do aço que chega nos EUA, o Trump suspendeu temporariamente essa cobrança de Argentina, Brasil, Austrália e UE até 1 de maio para sentar na mesa e conversar, no dia 26 de abril os EUA saíram da mesa de negociações e disse que ou o Brasil aceitava as cotas ou o Brasil aceitava a taxação de 10% do alumínio e 25% do aço (nesse segundo caso não… Read more »

Marcos10
Visitante
Marcos10

Cara, da onde você tira essas coisas?
Taxa de importação é decisão unilateral de cada país. Os EUA não tem de sentar à mesa com ninguém para estabelecer quanto vão cobrar de impostos.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Jr, por favor, onde esta essas informações? Gostaria de dar uma lida. Acho curioso o pessoal bravo por causa da aliquota de 15 e 25%, vocês sabiam que a aliquota mais baixa de importação no Brasil é de 40%? Normalmente fica em torno de 60%, alguns produtos superam os 100%…sem falar a burocracia enorme e as cotas de importação de inúmeros produtos (Estado determina se eu posso ou não comprar e quantos de X ou Y e posso comprar). Os EUA mesmo com essa tributação é um país MUITO MAIS ABERTO comercialmente que o Brasil, desde as aliquotas, passando pela… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

É o tipo de declaração que além de perigosa beira a irresponsabilidade. Longe de enfraquecer termina por fortalecer a linha dura de tais regimes, especialmente em Cuba e na Venezuela.

CignusRJ
Visitante
CignusRJ

Verdade.
O discurso marxista é sempre o mesmo. Muda a forma mas o conteúdo não.
A culpa é dos outros. A culpa é SEMPRE dos outros.
E acabaram de jogar gasolina.

Fabiano WVJ
Visitante
Fabiano WVJ

Temo que a ação venha pro nosso quintal, quer dizer, quintal deles…

Ricardo
Visitante
Ricardo

A África está cheia de países loucos para serem libertados da sua miséria. Poderia começar com esses.

Matheus Vinicius
Visitante
Matheus Vinicius

Pois é, na América latina (principalmente a central) a miséria é quase a níveis africanos, mas os EUA se importam com isso?
Melhor torrar trilhões em guerras infinitas, para levar Freedom And Democracy, e muitas bombas, a essas pessoas marrons sem valor algum na perspectiva dos sempre corretos EUA/Euros

João Adaime
Visitante
João Adaime

Muito bom. Alguém deve se preocupar mesmo com os problemas da América Latina.
Admiro muito os norte americanos. Eles sabem o que querem e sabem como alcançar.
Gostei da frase “forjar alianças mais fortes em prol dos interesses dos Estados Unidos”.
Quando que uma autoridade brasileira vai dizer algo semelhante, mas voltado aos nossos interesses?

Heitor
Visitante
Heitor

Bem… esses países vivem um impasse… principalmente a Venezuela… Não consigo ver uma solução em longo prazo.. de “curto prazo” (talvez) só intervenção, e creio que ninguém está interessado nisso.. Mas nunca podemos nos esquecer de uma coisa: todos sabemos aqui da situação dos venezuelanos que estão entrando no Brasil… a pergunta: Até quando?

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Hipocrisia e demagogia, como sempre.

Não defendo estes governos, para mim, não deveriam estar lá, mas cada povo resolva seu problema. Se os EUA quisessem, realmente, trabalhar por democracia e liberdade, já teriam feito isto na Arábia Saudita e tantos outros países nada democráticos.

Falso moralismo!

Caio
Visitante
Caio

As crianças vao acreditar que eles querem parceria fortes com as fazendas abaixo do Texas.
Os gerentes das fazendas vão alardear isso sejam os das esquerdas oi de direitas, com o unico intuito de se fortalecerem ainda mais no poder, e os pobres com pouca personalidade de nacao vão continuar sofrendo do mesmo jeito.

ADRIANO M.
Visitante
ADRIANO M.

E viva ao grande irmão libertador dos fracos e oprimidos !!! O eterno policial do mundo…

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Amen.

Matheus Vinicius
Visitante
Matheus Vinicius

Amén, Trump seja louvado.

Helano Moura
Visitante
Helano Moura

Olhem pelo outro lado, toda vida que eles intervem eles também se ferram !!!! 7,62 no traseiro dos yankees !!!

Gabriel Oliveira
Visitante
Gabriel Oliveira

Eles falam isso há 50 anos…

M.Silva
Visitante
M.Silva

Poderia estender o alcance da libertação até o Brasil – chega de políticos marxistas e oligarcas oportunistas. Antes os EUA tivessem invadido Cuba, e não o Vietnã, estaríamos melhores no continente. Mas a quantidade de comentaristas comunistas querendo que os EUA se distanciem de nós poderia ser pelo menos a mesma de gente querendo Cuba, China e Rússia longe de nós também. Afinal de contas, por que só o imperialismo marxista é bom? Bom para quem? Ricardo 3 de Maio de 2018 at 12:38: A África já é da China, por isso que os europeus lhes deram independência (para caírem… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Tem razão quanto a Africa, sem alguem tomando conta eles se matam, sempre estiveram em guerra entre si enquanto não estavam invadidos.
Quando não estão invadidos ou em guerra com vizinhos, estão se implodindo com revoltas e guerra civil interna.
A Africa branca ao norte ou negra no centro e sul tem o mesmo comportamento.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

A independência dos países africanos não foi “concedida” pelos europeus… foi na verdade uma grande ação da KGB durante a guerra fria.

Sem a URSS a África ainda seria uma grande colonia dos europeus ocidentais. Os soviéticos financiaram e treinaram todos os movimentos de “libertação” africanos. Cuba também teve sua participação.

Pra mim esse foi o maior feito da URSS, ainda maior que a audácia de enviar um ser humano ao espaço.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Acho que as digitais da KGB apenas podem ser encontradas nas guerras coloniais portuguesas. Nos demais casos, especialmente no caso das colônias britânicas, a descolonização se deu pelo simples fato de que não haviam mais condições dessas metrópoles manterem o status quo tendo em vista as dramáticas mudanças do quadro geopolítico advindas da II GM.

Ademais, é bom também lembrar que no caso do Congo a atuação da URSS foi desastrosa pois não conseguiram impedir o assassinato de Patrice Lumumba e a ascensão de Mobutu.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Parabéns as declarações do governo dos EUA. O governo brasileiro deveria ter a mesma postura, aliás, vem tendo há pelo menos 1 ano, após a saída de um certo partido de extrema-esquerda. Todos os países devem ter a mesma postura! É preciso isolar tais países. Tanto cuba, quanto Nicarágua e Venezuela foram países que receberam bilhões de reais do BNDES, através de manobras politiqueiros do governo brasileiro, além de empresas Odebrecht, Camargo Corrêa etc…que roubavam no Brasil e enviaram dinheiro a pedido do PT para esses países, financiar campanhas e criar fundo externo para o pessoal do Foro de SP.… Read more »

Heitor
Visitante
Heitor

Sim.. o Brasil deveria sim ter uma postura forte em relação principalmente venezuelana (que mais os afeta), mas o que faremos? Há outra maneira de defitivamente tirar o chavismo do poder, senão pelo uso da força?

Não se esqueça… isolar pode aumentar ainda mais o sofrimento daquele povo… e isolar o Maduro não vai tirá-lo do poder… e se ele continuar o poder, será, no futuro, a Rússia com base naval e tudo mais nas nossas portas…

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Esses caras (comunistas) na Venezuela, Cuba e Nicaragua nao e’ problema nosso.

Eles escolheram esse regime. Eles ainda idolatraram psicopatas como o Che Guevara, e seus herois sao Fidel, Hugo Chavez e Ortega.

Seria melhor se os Estados Unidos deixassem esses paises viverem na sua propria miseria, a qual escolheram. Perpetuando a ignorancia e o terceiro mundismo antiamericanista para sempre.

CignusRJ
Visitante
CignusRJ

Concordo contigo.
O problema é que estes mesmos países não querem viver isolados. Querem expandir sua influência.
Lembre-se que Cuba treinou vários guerrilheiros no Brasil, financiou outras guerrilhas em vários países da América Latina e África.
Venezuela, quando tinha dinheiro, financiou diversas campanhas eleitorais em países da AL, todos estes ligados ao Foro de São Paulo.
Então por mais que concorde com vc, em deixá-los quietos, eles é que não nos deixam.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

SignusRJ,

Eu te entendo e concordo contigo plenamente, mas a outra soulcao seria uma intervencao militar Americana no continente sul Americano, o que viria a acirrar mais ainda, o antiamericanismo patologico que impera nas classes menos educadas.

Eu ate’ acharia uma boa, se os EUA baixassem o porrete nessa corja de comunas.

E te digo mais: tem muitos refugiadso venezuelanos vivendo no Brasil, que adoravam o regime da epoca do alge do socialismo do seculo XXI de Hugo Chavez.

O Brasil esta infestado de chavista, que invadiram territorio nacional porque o seu sonhado Sistema deixou todo mundo quebrado e sem moral.

CignusRJ
Visitante
CignusRJ

E pior de tudo, pra minha vergonha, nos dois governos anteriores, o Brasil foi um grande financiador deles.
Nosso dinheiro usado pra sustentar ditaduras, que massacram seus próprios povos, em nome de uma ideologia.

E bem que poderia ter como editar nossos comentários aqui.

edimur
Visitante
edimur

Americanos,Russos ,Chinas são todos farinha do mesmo saco só olham para o proprio umbigo, só não vê isso quem não quer, quando um destes virar para nós seus canhões quero ver oque a turma de fanboy vai fazer, e tem pessoas que falam que os chinas são como gafanhotos, sim são, mas não ão os únicos . A verdade é uma só, o mundo esta perto de um banho de sangue basta um louco dar um passo errado!!!

MGNVS
Visitante
MGNVS

edimur 3 de Maio de 2018 at 15:02 Concordo. Norte-Americanos, Russos, Chineses, Europeus, sao todos iguais sim. So mudam-se as cores das bandeiras mas as atitudes sao as mesmas, ou seja, cada um vendo seus proprios interesses. E igual vc disse, quero ver qndo a bola da vez for o Brasil. Ae um monte de fanboys made in USA e russofilos vao correr e se esconder debaixo da cama ou pior, no minimo vao fazer parte da corja de traidores da naçao, os que se vendem barato para paises estrangeiros e ficam contra a propria terra natal. So nao vê,… Read more »

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Muito bem, Presidente Trump! Muito bem, Vice-presidente Pence! Enquanto isso…tem expert querendo mandar o EB pra RCA ou para Congo…

Delfim
Visitante
Delfim

Estas republiquetas de bananas cucarachas não são problema nosso.

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Brasil foi o maior financiador dessas 3 ditaduras. Nossos em grande parte o país responsável pelo problema existente. Se isso não é problema nosso, então a missão de paz na África também não… Empresas como Odebrecht. Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez etc…roubavam em obras públicas no Brasil e enviavam dinheiro para esses paises, tudo direcionado pela cúpula político/empresarial do PT. Grande parte das centenas de bilhões roubados no Brasil estão nesses países e em outros como Bolívia e equador. Sem falar operações lideradas pelo BNDES para enviar remessas de bilhões para esses governos, um verdadeiro absurdo com o dinheiro dos contribuintes.… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Foi problema de 13 anos de financiamento não do Estado brasileiro, e sim de um ParTido que nele se instalou.
Fazer o quê, continuar a dar dinheiro sem contrapartidas democráticas ?

Augusto L
Visitante
Augusto L

Querendo ou não, á America do Norte faz, parte da America, o que acontece aqui afeta-lá e vice-versa, quanto mais democracias tipo á america e europeia( Western Democracy), se é que existe outro tipo, melhor para os EUA. Agora se o Brasil quiser ser uma potencia relevante no futuro e além, se nossa população quiser ser uma Western Democracy Potency, essa estrategia dos EUA deveria ser adotada por nós e inclusive, eu que sou um ferrenho defensor da democracia ocidental e do modo de vida ocidental acho que tanto o Brasil como os EUA deveriam se alinhar para prevenir o… Read more »

Samuca
Visitante
Samuca

Pois é…minha formação não é jornalismo, mas não entendo como que no ‘idealismo’ de uns e outros por aí, o conceito de jornalismo ‘ideal’ deva incluir IMPARCIALISMO (ou ISENÇÃO). pois mesmo sem entrar no mérito, quando os EUA querem impor seus interesses sobre outros países, uma manchete noticiosa de uma empresa midiática – o UOL – adjetive como ‘libertação’.
Assim, fica autorizado que regimes ‘autoritários’ (sic) tenham suas próprias ‘empresas jornalísticas’…pois maniqueísmo à parte, o que vale pra um lado, vale pro lado.

Victor Moraes
Visitante
Victor Moraes

Esta acontecendo uma briga de casal na casa vizinha. Há uma discussão e alguns familiares já foram mortos. As crianças da família, procuram outras casas para se abrigarem, como Brasil e Colômbia. Eu pergunto: em havendo mortes por causas políticas, seguindo nossa tendência pacifista de trabalhar pela manutenção da concórdia, a simples não intervenção é covardia? É estratégico fingir que não vê e esperar o resultado final, indiferentemente. Os EUA podem ter todos os defeitos mas eles não são covardes. Eles não fogem a luta. Quando há uma convulsão social os que sofrem, os massacrados pela ditadura tirana “procuram” os… Read more »

Ozzy
Visitante
Ozzy

No dicionário americano libertar significa uns tomahawks na cabeça. Nada contra, mas as massas de refugiados miseráveis sobrarão é para os países sul americanos.

Elton
Visitante
Elton

Na Síria os americanos acharam os curdos para ser bucha de canhão ,no Iraque foi os xiitas e adivinha quem vai ser á bucha se eles intervirem na situação da venezuela .Nada contra os americanos quererem da um jeito no Maduro mas talvez isso acabe sobrando pra gente.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Quem sabe com o aperto dos EUA, nosso sistema político toma jeito…

Delfim
Visitante
Delfim

Com os refugiados vindo pra cá, eu diria que já sobrou.

Hawk
Visitante
Hawk

Tá esquisito essa notícia.
Eles estão com muitas outras coisas pra se preocupar, principalmente na economia (basta ver a crescente alta do dolár)….
Mas, por outro lado, eles adoram fazer uma “cortina de fumaça” principalmente usando países com ditadura.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Sinceramente já passou da hora de depor esses governos ditatoriais que operam políticas que só beneficiam a si próprios (políticos e elite) e massacram a população.

Ao meu ver a América como um todo se beneficiará com essa “limpeza” feita pelos EUA.

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

Finamente, tem gente que ainda acha que é bom viver em uma ditadura comunista miserável onde não se pode fazer nada além de sustentar os deuses na terra lá no governo.

MGNVS
Visitante
MGNVS

Agora sim o Governo Americano enlouqueceu de vez! Nao bastasse eles estarem envolvidos ate o pescoço nos atoleiros da Syria, do Iraq e do Afeganistao, agora eles tbm querem fazer merda por aqui com a sempre manjada desculpa de “levar a democracia a povos oprimidos”. Baita conversa fiada. Deixem que esses países se virem com seus proprios problemas. No momento certo o proprio povo de cada país se cansa e reage, e ae nao vai ter populismo nem assistencialismo que salve estes ditadores corruptos. E isso de comunismo tbm nao existe mais. O que existe sao politicas populistas e assistencialistas… Read more »

ODST
Visitante
ODST

“Libertar Cuba, Nicarágua e Venezuela é prioridade para EUA, diz Pence” Eu to vendo… O EUA atualmente (para o bem ou para o mal) não possui nenhuma estratégia para essa região toda. E os países democráticos daqui devem ficar de olhos bem abertos para com esses interesses do povo do norte, pois de santos eles não tem nada. Basta ler a frase sem vergonha e cara de pau dele: “forjar alianças mais fortes em prol dos interesses dos Estados Unidos”. Um país que realmente quer o bem das Américas, um país irmão, que quer ajudar, jamais diria uma coisa dessas,… Read more »

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Acho válida a posição do governo americano, são patriotas, cuidam do bem estar do país, lutam pelo que é do seu interesse… são patriotas! Por isso estão no topo.

Nós (principalmente nossos governantes) deveríamos nos espelhar no patriotismo deles e lutar para ter um país melhor.

ODST
Visitante
ODST

Não existe mal algum em ser patriota, e ninguém está discutindo isso aqui, você pode ser patriota sem precisar se tornar um completo cretino no processo. O problema é que eles fingem querer ajudar, fingem ser bonzinhos, fingem isso, fingem aquele outro, eles estão sempre querendo passar uma imagem daquilo o que jamais serão…. o problema são as mentiras absurdas e descaradas, e nada disso tem a ver com patriotismo, tem a ver com canalhice mesmo. O pior de tudo são as contradições e a hipocrisia de um país que deveria servir como um exemplo para o mundo, o que… Read more »

Heitor
Visitante
Heitor

Alex, eu sei que os EUA são, em muitos aspectos, um país formidável… eles tem um talento de propagar cultura, tecnologia e muitas outras coisas como ninguém… Mas não se iluda… existe muitos problemas, desigualdade entre os próprios americanos (nem vou mencionar os imigrantes), querendo ou não, mesmo após terem um presidente negro, o racismo ainda é um problemão.. um tabu… aquela vida (american way) que mostram nos filmes não é para todos…

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Sim Heitor, o que digo é, nós como nação deveríamos buscar transformações para nosso país como a nação norte americana faz. O governo americano não dorme no ponto e visa enxergar a longo prazo, possuem plano de desenvolvimento contínuo… a questão dos imigrantes é delicada, pois de fato dependem dessa mão de obra, mas precisam filtrar quem entra no país para que não seja uma “erva daninha”, ou seja, tem que ser pessoas que agreguem valor, nesse ponto o Brasil é a “casa da mãe Joana”, quanto a questão do racismo, infelizmente isso é algo presente em todos os lugares… Read more »

Heitor
Visitante
Heitor

Sim, concordo, mas a mudança que precisamos tem que começar por nós, aqui de baixo, seria uma mudança radical no modo de pensar geral do brasileiro, começar a fazer grandes manifestações não só para mostrar insatisfação com político A ou B, mas para algo quea população em geral nunca se preocupou: educação, para o crescimento pessoal mas também, principalmente, crescimento moral. E tudo isso passa por uma transformação ferrenha e se começasse hoje, só veríamos resultados para as próximas gerações. Não estou falando em deixar de pular carnaval ou jogar futebol, mas só fazer que a educação tenha mais importância… Read more »

Fabiano WVJ
Visitante
Fabiano WVJ

Iriam bagunçar tudo por aqui. Viriam China e Rússia vender armas por aqui e o teatro da queda de braço mundial viria pro nosso pedaço.
Se eles não tivessem nos sacaneado no passado (caso Engesa-Osório, por ex.) teríamos mais confiança neles, se entregassem um pacote de tecnologia de vez em qdo também ajudaria. Às vezes parece que querem apenas nos explorar, e, nesse caso, prefiro pensar como sul-americano e não como americano – que tenham as tretas deles e resolvam por si; que aprendam a tratar os ‘naturais’ amigos com lealdade e não com sacanagem (vide o caso Turquia).

Victor Moraes
Visitante
Victor Moraes

Ele queria um desconto no BigMac com fritas… Ele está revoltado. Ele acha que o “patrão” tem que ser bonzinho, e que se o patrão fizer as concessões que ele espera todos vão trabalhar com afinco… No país das maravilhas idealizado pelos comunistas…

Heitor
Visitante
Heitor

Sua observação é muito válida

Victor Moraes
Visitante
Victor Moraes

Eu acho graça deste bebedores de coca-cola antiamericanos adoradores do Putin. Putin deve ser nada racista… Mas bem, os americanos são majoritariamente cristãos. Católicos ou protestantes. Isto dá mais de 80% da população. Se não é um exato discípulo de Jesus, ao menos acredita e ou foi criado em uma família cristã. Isto faz do Americano um povo muito bom. É bom para si mesmo, cada um para si, para os outros e o governo para todos, de forma que pode-se dizer sem muitas dúvidas que é a “nação” mais desenvolvida no mundo, em diversos quesitos. Um deles é a… Read more »

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Como meu outro comentário ficou preso, gostaria de deixar meu “Signed” para o governo dos EUA.

Adriano M.
Visitante
Adriano M.

“Sinceramente já passou da hora de depor esses governos ditatoriais que operam políticas que só beneficiam a si próprios (políticos e elite) e massacram a população.
Ao meu ver a América como um todo se beneficiará com essa “limpeza” feita pelos EUA”.

Um mundo sem ditaduras seria bom ! Pena que nessa limpa,duvido muito os ditadores de bolso de algumas potências irem junto numa hipotética limpeza.

Afinal,tudo que os eua apoiam tem caráter altruísta,assim como a criação do sudão do Sul,um belo gesto humanitário.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Eles vão libertar a Nicaragua, Cuba e a Venezuela do mesmo jeito que “libertaram” a Síria do ditador Assad, a Líbia do ditador Kadafi e o Iraque do ditador Sadam.

Viva a hipocrisia.

Heitor
Visitante
Heitor

E ainda vão nos chamar para brincar com eles…

SmokingSnake 🐍
Visitante
SmokingSnake 🐍

A economia do Iraque tem melhorado muito, além de agora serem uma democracia e não terem um ditador doido arrumando guerras. Agora que o governo do Iraque se fortaleceu e derrotou o estado islâmico a tendência é só melhorar, força aérea melhor que a do Brasil eles já tem rs

João Augusto
Visitante
João Augusto

Deus nos livre dessa “liberdade” dos EUA.

Elton
Visitante
Elton

A situação da venezuela e complicada porque a “oposição ” de lá só e oposição porque não participam do governo pois seu viés ideológico e o mesmo do Hugo Chaves talvez seja a causa do aparente desinteresse norte americano com a Venezuela

Matheus Vinicius
Visitante
Matheus Vinicius

Engraçado que na região, Honduras também é uma ditadura (pior que a venezuelana inclusive) o “presidente” usa milícias ou o próprio exército para matar opositores as centenas(a Venezuela pelo menos tem a dignidade de prender ao invés de matar). Mas por ser um vassalo dos EUA ele é “presidente” ao invés de ser “ditador” e ainda recebe ajuda financeira advinha de quem?.
Mas enfim me digam aí quando vocês viram alguma notícia sobre Honduras nos jornais em que vocês se informam? Sabiam da existência desse país pelo menos?

Fawcett1925
Visitante
Fawcett1925

Por mais anticomunista que eu seja nunca vi com bons olhos essa mania americana de levar a “liberdade” e a “democracia” para o resto do mundo. Aliás, tais posturas beiram a hipocrisia pois os mesmo americanos apoiam a dinastia saudita, que chefia um dos regimes mais autoritários do planeta.
Aqui vai um vídeo do canal Arte da Guerra que mostra o desastre que foi a aventura no Iraque. Até hoje aquele país sofre as consequência de uma guerra que lhe prometia um futuro lindo, livre das garras de Saddam.
https://youtu.be/HpDrNU8l6eA

Rodrigo Tavares
Visitante
Rodrigo Tavares

Brasil está do jeito que está por única e exclusivamente culpa dos brasileiros.

Nenhum americano votou em nossos políticos.

Mas é um tremendo cinismo como defendem ” liberdade” ou seus interesses

Marcos10
Visitante
Marcos10

Não se iludam.
Quando a coisa aperta, tem um monte de gente que, por trás das cortinas, corre lá nos EUA pedir ajuda para uma intervenção aqui, outra acolá.

Cesar A. Ferreira
Visitante
Cesar A. Ferreira

Libertar de quem, cara-pálida?
Já ouviste dizer sobre autodeterminação?
Nada de novo, é o império sendo o… Império.

Victor Moraes
Visitante
Victor Moraes

Eu quero frisar que há bons e ruins por todo lado. Nos EUA ou na China ou na Rússia não é diferente. Há Americanos ruins. Muitos. Mas há também aqueles que são muito bons. Este é o diferencial Americano. Você pode criticar a forma como os EUA lideram o mundo, mas certamente fica mais calmo ouvindo Bee Gees. Ou Elvis. Talvez você faça a crítica através de seu smartphone pela “internet” acessível para uma multidão, praticamente gratuito, onde se pode adquirir muito conhecimento e entreter o dia de forma agradável e prazerosa, além de unir os similares e enfim romper… Read more »

Oráculo
Visitante
Oráculo

Deixem eles se afundarem sozinhos. Cuba não tem mais jeito. Vai ficar naquela miséria eternamente. Uma ilha-favela-prisão. É um caso perdido. Para acabar com a Venezuela basta os americanos pararem de comprar petróleo. O dinheiro some. Os próprios militares bolivarianos, essa corja de traidores da pátria, matam o Maduro e depois vão pedir benção pro Tio Sam. E a Nicarágua é um país pequeno. Acredito que conseguem se libertar sozinhos. Ortega chegou ao poder com dinheiro Brasileiro e Venezuelano. Essas fontes secaram. A queda é questão de tempo. No mais os americanos querem que acabem essas ditaduras porque não aguentam… Read more »

jose luiz esposito
Visitante
jose luiz esposito

Coitado dos eua e dos seus torcedores , onde chegam destroem tudo , mas os cegos e colonizados os adoram , o colonizado é a vergonha brasileira , eu preferiria o suicidio a ser colonizado como os que se mostram aqui , como se os eua não fossem os maiores opressores do mundo , e jamais visto !!

Bosco
Visitante
Bosco

Agora! Mais de 2 milhões de cubanos fugiram da democracia cubana e enfrentaram tempestades e tubarões para chegar à odiosa ditadura americana que os americanos estão pensando no problema de Cuba? Agora é tarde!
Já em relação à Venezuela, também lá se transformou no paraíso do proletariado e dos oprimidos pelas elites. Que o digam os imigrantes em Roraima. Deixemos a Venezuela em paz.
Os EUA tem é que meter o rabo por entre as pernas e ficar na sua. Até eu já cansei dessa mania deles de meter o nariz em tudo.

Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

são palavras bonitas,liberdade e demogracia,são uns hipócritas,não só eles como os russos também.Apoiaram os piores ditadores da história .na américa latina.com a operação condor,e esses generalzinhos da ditaduras.A Rússia também não fica atrás com stalim,um açogueiro pior ou igual a hilter.Pelo menos os Europeus são um pouco mais humanos.

Russian Bear
Visitante
Russian Bear

Depois da segunda guerra mundial, ao invés dos americanos ficarem na sua e só receberem de forma quase infinita os juros dos europeus e asiáticos, eles se tornaram os vampiros do mundo. Não vivem sem o gosto do sangue de inocentes. Os Estados Unidos estão sedentos por novas guerras, é isso faz com que eles fomentem conflitos e guerras, sempre se metendo nos assuntos dos outros. Essa sede absurda é algo jamais visto na história. Onde seus tentáculos chegam ocorre o mal. Financiando terrorismo, combatendo terrorismo, ajuda humanitária, bombardeio contra civis. Nem os próprios americanos conseguem entender suas proprias ações.… Read more »

Soldat
Visitante
Soldat

“Espero trabalhar diligentemente com essa determinação e nunca vacilar até que Venezuela, Cuba, Nicarágua e o Ocidente sejam livres”,

Kakakakakak….é uma pida mesmo….

A verdade é o seguinte ou vocês(nações que querem ser livres da tirania americana) viram nossa colonia ou nos os libertaremos na porrada…..

Renato B.
Visitante
Renato B.

“A América Latina é prioridade” = conversa para boi dormir. O preocupação deles é a China e o único motivo de preocupação é porque temem a influência chinesa aumentado pela América Latina. Eles já foram mais elegantes do que essa conversa requentada.