Home ABIMDE Eurosatory 2018: dez empresas brasileiras do setor de defesa e segurança participam...

Eurosatory 2018: dez empresas brasileiras do setor de defesa e segurança participam da feira

3204
14
Astros 2020
Sistema Astros 2020 da Avibras

Brasília – O Brasil está representado na França, entre os dias 11 e 15 de junho de 2018, durante a Eurosatory, uma das feiras de defesa e segurança mais importantes e conceituadas do mundo. A presença brasileira no evento tem o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e do Ministério da Defesa.

O evento será realizado no Parc des Expositions Paris-Nord-Villepinte, na capital francesa, e a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (Abimde) estará presente num pavilhão com mais de 10 empresas brasileiras que irão expor seus produtos, serviços e inovações tecnológicas.

Com mais essa participação em uma feira internacional, a Abimde reforça sua missão de divulgar no exterior a expertise brasileira na área de defesa, o que torna o país um importante player nesse mercado de alto valor agregado e no qual a competividade e a inovação tecnológica são essenciais.

Veja quais são as empresas que estarão presentes na Eurosatory:

Atech Negócios em Tecnologias – empresa especializada no desenvolvimento de soluções de missões crítica, como sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas embarcados, simuladores, sistemas de instrumentação e controle e treinamento. A empresa dará destaque às soluções e produtos da Família Arkhe – Arkhe Command & Control (sistemas de C4ISR); Arkhe Mission & Combat (sistemas embarcados); Arkhe Intelligence (sistemas de inteligência); Arkhe Cyber (segurança cibernética); e Arkhe Academy (formação, simulação e treinamento).

Avibras Indústria Aeroespacial – empresa que desenvolve tecnologia nas áreas de aeronáutica, espaço, eletrônica, veicular e defesa. Produz sistemas de defesa ar-terra e terra-terra, aeronaves remotamente pilotadas e mísseis.

Condor Non-Lethal Technologies – focada no conceito não letal, a empresa dedica-se à inovação, P&D e fabricação de equipamentos, munições não letais e pirotécnicos de alta tecnologia, para emprego em sinalização e salvatagem.

CBC – Companhia Brasileira de Cartuchos  – atua no país como arsenal nacional, com constante capacidade de mobilização. Com completo portfólio, a empresa é uma das maiores fornecedoras de munições militares para países da OTAN e produz, inclusive, munições de médio calibres.

Embraer – a empresa oferece uma linha completa de soluções integradas como C4I, radares, sistemas integrados de monitoramento e vigilância de fronteiras, bem como aeronaves militares e de transporte de autoridades.

Forjas Taurus – tradicional fabricante de armas de uso individual, sendo considerada a maior produtora mundial de revólveres. A empresa possui um portfólio completo de produtos composto por revólveres, pistolas, submetralhadoras, fuzis, carabinas, rifles e espingardas.

MAC JEE Indústria Comércio – na área de Defesa, a empresa projetou e desenvolveu o Armadillo TA-2, uma plataforma veicular totalmente automática, adaptável para qualquer equipamento que necessite ficar oculto e protegido durante a fase não ofensiva

M&K – A empresa oferece assessoria logística e legal para exportação e importação, elabora toda a documentação de embarque, obtém as autorizações junto ao Exército (SFPC e DFPC), oferece ainda assessoria na homologação de embalagens, contratação de serviços portuários e contratação de transportes e agentes no exterior, entre outras ações.

Omnisys Engenharia – subsidiária do Grupo Thales, a empresa presta serviços em sistemas para aplicações aeronáuticas e navais e soluções para as áreas espacial, de telecomunicações e atividades industriais, soluções de guerra eletrônica e software embarcado.

Savis – Empresa brasileira, do grupo Embraer Defesa & Segurança, dedicada a desenvolver, projetar, certificar, industrializar, integrar e implantar sistemas e serviços na área de Monitoramento de Fronteiras e Proteção de Estruturas Estratégicas, de acordo com as diretrizes da Estratégia Nacional de Defesa.

Sobre a Eurosatory

A Eurosatory 2018 conta com mais de 1.500 expositores em uma área de mais de 167.000 metros quadrados. A feira vai receber mais de 57 mil visitantes, o que demonstra o grande potencial de negócios a serem gerados.

(*) Com informações da Apex-Brasil

14
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
6 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
MAC JEEOzzyCarlos Alberto SoaresMarcelo Andradealan leopoldo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
marcio alves
Visitante

A BRADAR não faz parte desses expositores do Brasil?

Marcos Aryeh
Visitante
Marcos Aryeh

Embraer = Bradar

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Ela é uma empresa EDS (Embraer Defesa e Segurança), então se a Embraer está, a BRADAR está junto.

Bravox
Visitante
Bravox

Alguem sabe se algum pais europeu mostrou interesse na plataforma astros?
(Falo no geral não só nessa feira)

wwolf22
Membro
Famed Member
wwolf22

ou em qq outro equipamento??

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Não sei dizer exatamente pq mas tenho um (ou os dois) pés atrás com a MC Jee, que parece apenas revender tecnologia de países europeus por aqui, como se fossem produto fruto de p & d nacionais. E como ficam Bradar e Novaer? Não fazem parte da Abimde?

wwolf22
Membro
Famed Member
wwolf22

Bradar faz parte da Boeing…

MAC JEE
Visitante
MAC JEE

A Mac Jee inicia a montagem do primeiro protótipo do sistema lançador de foguetes Armadillo TA-2 neste mês de abril. A empresa acaba de inaugurar uma fábrica em Capivari (SP), que irá abrigar a linha de montagem do sistema futuramente.
o ARMADILLO TA-2 é 100% “made in brazil”.

wwolf22
Membro
Famed Member
wwolf22
alan leopoldo
Visitante
alan leopoldo

A Novaer poderia estar este ano ai !! caso não descem o calote nesta empresa

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

E que fim teve essa história? A Novaer quebrou? O GF não vai dar nenhuma respostas aos EAU?

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Wwolf22, a Bradar pertence à Divisão da EDS, fora da joint venture que ficará com a Divisão de Jatos Comerciais.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Novaer ?

Semi paralisada, está na UTI, infelizmente.

Ozzy
Visitante
Ozzy

Por falar em Bradar, que fim levou o radar Saber M-200?