Home Armas Anticarro Raytheon e Lockheed Martin recebem contrato para 2.100 mísseis Javelin modelo F

Raytheon e Lockheed Martin recebem contrato para 2.100 mísseis Javelin modelo F

3156
22

ORLANDO, Flórida, 30 de janeiro de 2019 / PRNewswire / – A Joint Venture Javelin recebeu um contrato de produção para 2.100 mísseis modelo F (FGM-148F), após um bem sucedido e rigoroso programa de testes de qualificação que incluiu 21 testes de voo bem sucedidos. O contrato lança o acordo inicial para a cadência total de produção para o míssil Javelin modelo F, substituindo o Javelin FGM-148E (Bloco I).

O míssil Javelin FGM-148F possui uma avançada ogiva multiuso (MPWH) como parte do sistema de mísseis Javelin portátil, do tipo “dispare e esqueça”. O MPWH incorpora a última geração de tecnologia incorporada para derrotar as ameaças blindadas atuais e futuras, ao mesmo tempo em que acrescenta uma cabeça de guerra de aço fragmentado para melhorar significativamente a letalidade contra alvos flexíveis e veículos blindados leves. As entregas do Javelin modelo F estão planejadas para o início de 2020 e estarão disponíveis para aliados internacionais, com a permissão do governo dos EUA.

Também existem esforços financiados para desenvolver uma Unidade de Lançamento de Comando de Peso Leve (CLU) de alto desempenho e um míssil Modelo FGM-148G que melhorarão drasticamente o desempenho do sistema, reduzindo o peso e o custo do sistema.

Lançado pela primeira vez em 1996, o Javelin é o sistema de armas de precisão anti-tanque e multi-alvo mais versátil e letal que pode ser operado por somente um homem, portátil e de plataforma. Até o momento, mais de 45.000 mísseis e 12.000 CLUs foram produzidos. O sistema de armas Javelin experimentou numerosas inserções tecnológicas desde o início para antecipar-se ao avanço das ameaças.

O Javelin, que é produzido por uma joint venture entre a Raytheon e a Lockheed Martin, tem sido usado extensivamente e com grande vantagem em operações de combate no Afeganistão e no Iraque. Mais de 5.000 engajamentos foram conduzidos com sucesso pelas forças dos EUA e da coalizão.

Os atuais aliados dos EUA que têm Javelin no inventário incluem França, Taiwan, Jordânia, Catar, Turquia, Lituânia, República Tcheca, Indonésia, Irlanda, Nova Zelândia, Noruega, Omã, Ucrânia, Geórgia, Austrália, Estônia, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido. A Joint Venture Javelin é uma empresa premiada reconhecida em 2015 pelo Gabinete do Secretário de Defesa por suas realizações notáveis ​​no fornecimento de apoio operacional aos combatentes com o mais alto nível de sucesso de missão e prontidão operacional tática.

Sobre a Lockheed Martin
Sediada em Bethesda, Maryland, a Lockheed Martin é uma empresa global de segurança e aeroespacial que emprega aproximadamente 105.000 pessoas em todo o mundo e dedica-se principalmente à pesquisa, projeto, desenvolvimento, fabricação, integração e manutenção de sistemas, produtos e serviços de tecnologia avançada.

FONTE: Lockheed Martin

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tomcat4.0
Tomcat4.0
1 ano atrás

Este sistema /míssil é similar ao nosso ALAC ???

LEONARDO ALVES MACIEL
LEONARDO ALVES MACIEL
Reply to  Tomcat4.0
1 ano atrás

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk ALAC fica no chinelo perto desse ai, outro nivel o Javelin

Bosco
Bosco
Reply to  Tomcat4.0
1 ano atrás

Tomcat,
O ALAC é um “lança-rojão” não guiado lançado de ombro com alcance de 300 a 500 metros.
O Javelin é um míssil guiado por imagem térmica com alcance de 2500 metros.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Uia, outro nível hein. Ainda chegaremos lá, ou então é só encomendar com amigo tio Trump, capiche !?rs

Doug385
Doug385
Reply to  Tomcat4.0
1 ano atrás

Não é outro nível, mas sim outra categoria de produto. Um similar ao Javelin seria o nosso MSS 1.2. O ALAC é análogo ao At-4, por exemplo.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Doug385
1 ano atrás

Obrigado pelo esclarecimento Doug385 e Boscovisk!!!

Agnelo
Agnelo
Reply to  Tomcat4.0
1 ano atrás

Prezado
A Def AC é feita por camadas, como todo Apoio de Fogo.
Os Batalhões de Infantaria tem um Pel AC em sua Cia de Cmdo Ap com a previsão de mísseis AC. É a camada externa da Def AC da OM. Lembro, da OM (Btl Inf).
A camada abaixo é a Cia Fuz, q possui o Carl Gustaf (3 peças) na Seç AC do seu Pel Ap.
Finalmente, vem o Pel Fuz q possui o AT-4 / ALAC.
Sds

Antônio Carlos Sandoque
Antônio Carlos Sandoque
Reply to  Agnelo
1 ano atrás

Ótimo esclarecimento

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Aqui fazemos cursos de atualização no Javelin uma vez por ano. É simplesmente inigualavel no combate a blindados e posições reforçadas.

Caio
Caio
1 ano atrás

Ha tanque que resista a isto? Esse sistema impõe uma barreira a qualquer força terrestre, mais 2 100 dele significam nem tente uma gracinha.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 ano atrás

Estamos a anos tentando fazer o MSS1.2 e até agora não ouvi nada, dá inveja ver que continuam aperfeiçoando uma arma muito boa como o Javelin, o Brasil devia ter comprado a Licença de fabricação dessa arma.

ATGM
ATGM
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Spike-MR/LR.

Bosco
Bosco
Reply to  ATGM
1 ano atrás

ATGM,
Diferente do Javelin que só recebeu elogios de seus usuários, os Spike MR e LR são muito mal vistos e apresentaram sérios problemas em campo.
Principalmente quando no modo “fire and forget”.
Vale salientar que a Índia tinha escolhido o Spike mas cancelou todo o programa no ano passado.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Ou pelo menos comprado umas 200.

Caio
Caio
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Mas já agradeça aos céus estarmos pesquisando uma arma desse tipo, deixando de ser mero importador de tecnologia.

TukhMD
TukhMD
Reply to  Carlos Campos
1 ano atrás

Duvido que os americanos vendessem a licença de fabricação para qualquer país fora O RU. E olhe lá…

Diogo de Araujo
1 ano atrás

o melhor e mais a avançado míssil antitanque do planeta. Pergunta: o trophy seria capaz de abatê-lo?

Bosco
Bosco
Reply to  Diogo de Araujo
1 ano atrás

Diogo,
O Javelin tem um modo opcional de ataque “indireto” onde aborda o alvo por cima, num ângulo maior que 70º. Os sistemas de proteção ativos são menos efetivos nesses casos.

Diogo de Araujo
Reply to  Bosco
1 ano atrás

valeu Bosco

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
1 ano atrás
Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  Rene Dos Reis
1 ano atrás

Javelin em ação.

Bosco
Bosco
1 ano atrás