Home Armas de Fogo Exército Português adota fuzis FN SCAR

Exército Português adota fuzis FN SCAR

4968
130

Segundo o jornalista Victor Barreira (@Defence360 no Twitter), colaborador do Jane’s, o Exército Português está gradualmente substituindo seus fuzis de assalto de 5.56mm e 7.62mm pelos FN Herstal 5.56mm SCAR-L STD e 7.62mmm SCAR-H (foto acima).

O FN SCAR, fuzil de assalto automático produzida pela belga FN Herstal, foi o escolhido para substituir os velhos G3 no Exército Português, que estavam na ativa há mais de 50 anos. A escolha foi da NSPA, agência especializada da OTAN na realização de concorrências para compra de material bélico, que anunciou o negócio no dia 21 de fevereiro de 2019.

Além das novas FN SCAR, os militares portugueses também receberão metralhadoras FN MINIMI e lança-granadas de 40 mm FN40GL MK2. As armas vão equipar os Comandos e Paraquedistas.

O fuzileiros (tropas especiais da Marinha Portuguesa) vão continuar a usar os G3, ainda que numa versão modernizada.

130
Deixe um comentário

avatar
16 Comment threads
114 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
40 Comment authors
Space JockeyPeter nine nineTalisson GoetLywJoli Le Chat Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Mais um que não teve problema em adotar um projeto estrangeiro.

A PMESP fez uma boa compra tb de fuzis SCAR… mas preferiram as IWI Negev que a Mk48..

Pela quantidade de armas compradas pelo Dória. Poderia ter comprado o pacote completo de um fabricante só e ter pelo menos pleiteado uma fábrica no estado.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Se viesse uma fábrica pro estado, o preço seria muito maior e o prazo de entrega ficaria para o próximo governador (ou um próximo mandato para ele).
Isso se alguma empresa tivesse coragem de montar uma fábrica de armas no Brasil, com legislação e tributação absurdas, bandidos à espreita para fazer um arrastão na fábrica e etc.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Você compra as armas de fora, mas condiciona a abrir a fábrica aqui.

com o mercado interno vc mantém a fábrica.

E agora com a quebra do monopólio o mercado só tem a crescer.

O problema para a abertura de novas fábricas não está no mercado ou na legislação está no COLOG que fica embassando o meio de campo

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Se você condicionar a compra a abertura de uma fábrica, certamente a fábrica embutirá isso no preço. Isso porque se compensar abrir uma fábrica para abastecer o mercado interno, a empresa estrangeira fará isso. Se não compensar, ela não irá ou exigirá que o governo (o contribuinte) pague para ela abrir a fábrica e compense sua abertura. Querer que o governo do estado incentive a abertura de uma fábrica de armas é o mesmo que dizer que ele deve direcionar o dinheiro de todo o povo para subsidiar uma pequena parte dele que compra armas. Sobre o COLOG, teria que… Read more »

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Armas no Brasil é um tiro no pé, Bolsonaro mesmo já teve trocentos decretos derrubados pelo STF, se amanha outro presidente for eleito e for pró-desarmamento…

Sem contar que o mercado é minusculo. Quem que hoje pode gastar mais de 5 mil reais em um arma?

O único mercado seria o estado.

O mais seguro e viável seria tirar os impostos de armas importadas.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Todos que ele fez que foram derrubados foi pq ele quis jogar para a torcida.

Eu posso… só por isto não pode ter fábrica no Brasil ?

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Rodrigo Martins Ferreira

Você diz que ele fez para a agradar seu eleitores? Tipo uma democracia? Pq ele cumpriu o que prometeu?

Questão é racionalidade! Mercado contribui tudo para não ter fabrica. No Brasil já é difícil de empreender, em 2017/18 era o ~115 mais difícil de empreender, e no ramo das armas… É ainda mais difícil.

É mais burocrática, a que mais paga impostos…

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Eu lido com produto controlado desde 2003. Porte não é definido neste tipo de decreto o R105( antigo e o novo) apenas diz o que é permitido, restrito e proibido em termos materiais. O porte dos CAC´s aguarda a devida regulamentação do congresso desde a promulgação do estatudo do desarmamento. Hoje em dia tem o porte “abacaxi” que faz muitos CAC´s irem para a cadeia se vc pegar um policial desarmamentista. Eu sei disso, o Bolsonaro sabe, vc agora sabe e qualquer um que seja ligado aos CAC´s sabe disto. Se nem o dos CAC´s se define por decreto, imagine… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

O STF não derrubou nenhum decreto sobre armas editado pelo Bolsonaro. Pesquise que verá que ele que revogou os decretos antes, pois o Congresso iria derrubar antes do STF apreciar o caso. Existe um número considerável de pessoas que gastam R$ 3.000, R$ 5.000,00 ou R$ 10.000,00 num arma. Aliás, tem quem gaste R$ 30.000,00. Estão abrindo muitos clubes de tiro pelo Brasil e a venda de armas vem aumentando. Quem compra um Iphone ou similar, pode comprar uma pistola. Ou é só escolher uma versão mais barata de um carro que sobra dinheiro para uma arma. É uma questão… Read more »

João Girardi
Visitante
João Girardi

Isso nunca vai ocorrer pois a Imbel é estatal, ela vive de imposto!

Matheus
Visitante
Matheus

PMESP comprou Glocks e SCAR.
Falem o que quiser, mas a PMESP nos ultimos 10 anos se tornou possivelmente a melhor policia da América Latina.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Muita gente diz que não mas eu me sinto bem seguro em São Paulo, lógico que não dou bobeira mas não da nem pra comparar com o Rio de Janeiro que tem aquela sensação esquisita de que o pior pode acontecer a qualquer momento!

Caio
Visitante
Caio

Ou em comparação em como era no fim dos anos 90 e início de 2000

tomcat4.0
Visitante
tomcat4.0

A PMMG tbm não fica atrás não viu mas, o nível de treta em SP e RJ são bem maiores mas a PMSP é muito bem estruturada e de longe bate na PMMG e PMRJ juntas no quesito estrutura e equipamentos e isto é um fato.

Kommander
Visitante
Kommander

Não sei se a PMSP é a melhor do Brasil, mas em questão de armamento, ele é uma das melhores, senão a melhor… Pois tenho visto bastante investimento em equipamento de ponta ultimamente na PMSP.

rdx
Visitante
rdx

Esse melhor é muito relativo. As melhores em combate são a Polícia Nacional da Colômbia (experiência contra a guerrilha marxista) e a PMERJ (experiência contra as facções criminosas do RJ)

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Mas só de vc ter que ter polícia com experiência de guerra é que a política de segurança pública já falhou e aqui ainda n chegamos perto disto.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Definitivamente a PMERJ não é melhor. Ela serve para combater os mulambos que combate normalmente, mas é sofrível em treinamento, apesar da boa vontade de muitos. O Estado do Rio de Janeiro está falido faz bastante tempo e isso reflete na qualidade do treinamento, que convenhamos, nunca foi lá essas coisas.

rdx
Visitante
rdx

Tua opinião não corresponde aos fatos. Basta dizer que a maioria das unidades especiais das FFAA e PMs já foi treinada pelo BOPE.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Treino que provavelmente consiste mais em ‘briefing’ sobre o que a PMERJ encontra no dia-a-dia para que as próprias FFAA possam adequar seu próprio treinamento para operações de GLO, porque à julgar pelas ações da PMERJ falta MUITO treinamento, falta coordenação, falta equipamento, etc.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
Servi e moro no RJ.
A situação do q a PMERJ enfrenta é um turbilhão de fatores, que nem o Jason Borne, Jack Bauer e Rambo juntos iriam solucionar….
Como o Cmt EB e o Interventor na Seg disseram, o problema do RJ não é tão somente Seg Pub e não se resolve somente com uma ação contuntende só nessa área.
a coisa desgringolou há muuuuuuito tempo, com mais N fatores….
Sds

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Concordo muito com isso. A coisa já tinha degringolado até bem antes de o Brizola piorar tudo. E foi bem como uma bolinha de neve… e sinceramente não vejo qualquer luz no final do túnel, nem muito menos consigo enxergar a bola de never parar de rolar para baixo da montanha. Só acho que tende à piorar bastante.

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

A corrupção nas polícias civil e militar chega a um nível estratosférico, até acho que na civil chega a 100%, é impressionante, por isso nada vai pra frente, absolutamente NADA, os caras não querem nada, nem atender a população e nem solucionar crimes, querem ganhar salário e voltar pra casa, só isso, é um absurdo sem igual no mundo civilizado. Quanto ao fuzil SCAR, Portugal mandou muito bem, lamentavelmente que nasce pra ser IA2 jamais será SCAR, leio esse tipo de notícia e fico com nojo de ser brasileiro, os caras lá com o melhor fuzil do mundo e a… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado
Isso não é prova.
O intercâmbio é válido sempre.
O BOPE/RJ tem a oportunidade de atualizar práticas diariamente, e as outras PM e FFAA trazem experiências até de outros países.
Esse papo de melhor é igual futebol….exceto…lógico…. O Flamengo, q só ganha….
Sds

Edimur
Visitante
Edimur

A Rota foi treinada pelo Bope ? Me explica aí aquela imagem filmada pela Globo dos ratos do morro fugindo do morro sem serem detidos ou abatidos pelo Bope ? Se fosse a Rota estariam enterrando corpos até hoje .

rdx
Visitante
rdx

KKK. Para começar a ROTA não é a unidade de operações especiais da PMESP.

kornet
Visitante
kornet

Tudo deve ser adolescente né?
Tipo que ficou assistindo Tropa de elite e gritando melhor tropa de guerra urbana do mundo.
Cara vai se informar melhor.

rdx
Visitante
rdx

Vai você. Aproveita e vai estudar mais para aprender a interpretar um texto.

Kornet
Visitante
Kornet

Fica aí na sua utopia,se trocar tiros com bandidos que mal sabem segurar uma arma fosse de grande expertise para combate ,nos seriamos o país melhor preparado do mundo,mas….
O que o BOPE faz o CORE tb faz,deixa de devaneio adolescente rapaz.

Matheus
Visitante
Matheus

rdx

Se uma policia tem que lutar na mesma intensidade do que uma guerra, então ela falhou em oferecer segurança pra sua cidade.
Aqui em SP o trafico não chega aos pés da violencia que é no RJ, blindado aqui só é usado em tropa de CHOQUE, enquanto no RJ é usado pra patrulhar comunidade.
É um abismo de diferença a PMESP pra PMERJ.

rdx
Visitante
rdx

Matheus, o PCC é hegemônico em SP. Ele reina no sistema carcerário e controla 100% do tráfico de drogas. Não existe guerra entre quadrilhas, portanto o PCC não precisa de fuzis para defender suas bocas de fumo. Por esse motivo não ocorrem tantos confrontos entre bandidos e policiais. A propósito, no dia que o PCC foi desafiado pelo Estado, ele deixou um rastro de sangue, com dezenas de policiais assassinados em 24 horas. Definitivamente, SP não é um exemplo de sucesso em Segurança pública.

Matheus
Visitante
Matheus

De fato, PCC tem hegemonia do trafico no estado.
Mas levando em conta de todas as prisões de líderes e faccções e agora as transferencias para cadeias federais eu me pergunto, por que o PCC ainda não repetiu os mesmos atos de 2006?

rdx
Visitante
rdx

Você já respondeu. Porque temos um presidente e um ministro corajosos, que mandaram os líderes do PCC para um presídio federal (que até outro dia estava ocupado pelo EB). Com certeza a cúpula do PCC já entendeu que o governo federal será implacável caso ela volte a cometer atos terroristas em território nacional. Eu não disse governo paulista. Durante 14 anos nenhum governador paulista ousou em isolar os líderes do PCC. O resultado de tamanha incompetência e covardia (para não dizer outra coisa) foi que nesse período o PCC deixou de ser uma facção regional e se transformou numa poderosa… Read more »

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Kkkkkkkkk só tem zoeiro aqui, se o PCC quiser causar a devassa não vai ter coragem de presidente que dê jeito, esse pessoal não aprendeu nada com o México e a Colômbia? E olhe que naquelas bandas teve até apoio logístico, armas e dinheiro do Tio Sam…

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado Defensor
Não será bem assim….
Por mais doloroso q seja, e difícil, não compararia com Colômbia e México.
Sem a menor sombra de dúvida.
Sds

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Quando o PCC desafiou a Polícia matando vários policiais em 2006, a resposta veio com a morte de mais de 500 bandidos pela PM.
Se houve acordo ou não depois disso, eu não sei, mas as lideranças do PCC estão presas ou foram mortas. Taxa de homicídios em SP é a menor do Brasil e não existe lugar em que a PM não entre (ao contrário do RJ).

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Este papo do acordo é invenção do PT, como a privataria tucana, bolsonaro miliciano e etc..

Eles criam uma narrativa e ela vira verdade absoluta.

Sempre que os cariocas falam de Pax Paulista, eu sugiro ele falar isto para o familiar de algum policial ou agente carcerário que morreu em confronto com o PCC

Joker
Visitante
Joker

A menor taxa de homicídios do país, até a página 3. Porque cada Estado tem uma metodologia estatística diferente para mensurar esse dado.

Vinícius Almeida
Visitante

Quem conhece o sistema prisional paulista sabe que isso não é verdade, o PCC domina a maioria das penitenciárias, mas Hegemonia eles não tem, tem penitenciária que outras facções dominam e há outras onde sequer há facções.
Sem contar que com a ida das lideranças para os presídios federais, o poder dessa facção caiu muito.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Este papo da Pax Paulista é viagem de polícia do RJ, que n tem como justificar a incompetência. Aqui se assalta padaria de fuzil na mão e o PCC não tem a influência no estado que as facções tem no RJ. O dia que o PCC saiu matando policial, eles entenderam como o revide é pesado e nunca mais fizeram igual. A diferença básica entre o RJ e SP, é que aqui quando a Polícia manda um monte de vagabundo para a vala, rende notícia por pouco tempo e principalmente aqui o povo não se importa. No RJ rende passeata… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

rdx
E nos estados onde há PCC e outra facção, ocorrem os confrontos, embora não na mesma intensidade do q no RJ.
Sds

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado Matheus. Como eu escrevi para o Leandro Costa. infelizmente, a Seg Pub no RJ é muito mais do q tão somente caso de Seg Pub… infelizmente… Como exemplo, cito a política…. Os Partidos q mais dizem se preocupar com os pobres e soluções para a criminalidade lançam a verborréia de que o combate ao crime é guerra aos pobres, quando o pobre é a maior vítima da criminalidade. É o pobre q é assaltado e morto nos ônibus, trens, casas e ruas. É o pobre q perde gente na guerra entre as facções e inúmeras milícias. O número de… Read more »

Matheus
Visitante
Matheus

Vamos ser sinceros aqui, o problema do Rio é cultural.
A lei de gerson e glamorização de malandro é muito mais forte lá do que em outros estados.

Caio
Visitante
Caio

E ainda tem aqueles blindados da tropa de choque

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Matheus.
Realmente a PMESP é muito boa. E dá para o cidadão que vive aqui sentir isso. Hoje segundo as estatísticas é o estado menos violento da federação.

Art
Visitante
Art

Dória é PSDB. contra qualquer política de armas. Ele adora tudo que o globalismo prega, jamais faria isso… prudência e sofisticação.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Exato.. quando ele colocou a notícia da entrega das armas no Facebook respondeu todas as perguntas que fizeram menos a minha, que seria sobre trazer a fábrica para o Estado.

Com o tanto de desindustrialização que o estado vem sofrendo nestes mais de 20 anos de PSDB era uma boa…

Caio
Visitante
Caio

Pelo contrário, indo na contra-mão do país, a indústria em São Paulo cresceu mais de 2%.
https://www.istoedinheiro.com.br/sao-paulo-puxa-industria/

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Pega o somatório dos últimos 20 anos gênio..

eu já trabalhei em 2 empresas que tiraram a unidade fabril de SP.

Uma levou para o MS e a outra para o PR.

Caio
Visitante
Caio

Então, gênio, pega a industria brasileira das ultimas 3 décadas e veja que isso é a nível nacional, não apenas em São Paulo.

tomcat4.0
Visitante
tomcat4.0

Não sei qual é mas tem uma fábrica de armas pra se instalar brevemente em terras brasilis e não me espantaria se fosse a belga FN Herstal .

Talisson
Visitante
Talisson

A Delfire ta tentendo trazer a Arex para fazer pistolas e para fuzis, em princípio uma empresa turca, que creio ser a KCR, que faz fuzis AR com pistão.

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

GLOCK.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Salvo engano o CFN avaliou a SCAR e a FN2000 alguns anos atrás. Ouvi elogios sobre a SCAR.

rdx
Visitante
rdx

O FN SCAR foi testado recentemente no Brasil. Os resultados foram impressionantes.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Pra vc ver o que é o hábito..

No JSOC o SCAR é odiado, tanto que deram preferência ao HK416 e 417

Señor batata
Visitante
Señor batata

Rodrigo eu li reclamações sobre o tamanho do curso da alavanca. Procede ou tem mais problemas na arma?
Tchau e saudações.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Os problemas foram problema de “gosto” eles são acostumados com o AR..

Ponto final..

Qualquer coisa diferente disto eles vão chiar.

Señor batata
Visitante
Señor batata

Muito obrigado pela resposta.

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

Rodrigo, adorei o seu comentário, toma um like, é isso mesmo, vc resumiu tudo com uma sinceridade galática.

Peter Nine-Nine
Visitante
Peter Nine-Nine

Rodrigo, os “problemas” que os americanos apontaram, encaixam-se largamente nas variáveis doutrinárias. Operacionais que, durante largas décadas, sempre adoptaram armamento baseado na plataforma AR, obviamente que irão chocar com a diferente ergonomia de algo como uma SCAR. Tanto assim o é, que a SCAR foi a vencedora do concurso americano, o “ódio”, que para mim é um termo demasiado excessivo para se usar, veio depois, centrando-se essencialmente na ergonomia. A HK416 e 417 também se encontra em serviço nas Forças Armadas Portuguesas e nem por isso foi vencedora para substituir a G3, sendo portanto seguro presumir que as prestações são… Read more »

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

É bem isto mesmo…

A única coisa que eu achei procedente nas reclamações dele foi com o volume da arma e a coronha que eles acharam frágil, tanto que muitos converteram para o tubo do AR.

O resto pra mim foi puramente por gosto…

Décadas de memória muscular com o AR vão ser difíceis de tirar deles.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Sim Rodrigo, eu li que os “defeitos” verdadeiramente técnicos, não filosóficos portanto, foram corrigidos, pressupondo eu, portanto, que coisas como “Coronha frágil”, não mais o sejam, ou pelo menos não seja tanto. Não estou a imaginar os portugueses a aceitar uma arma que não seja no mínimo “aceitável” em todos os aspectos. Aqui em Portugal, quando se compra algo, tem de ser ao gosto do operacional e para durar 30,40,50 anos, as hipóteses de se ter comprado “meio fuzil” são muito escassas. Os militares portugueses aliás, alegadamente, esgotaram a paciência dos técnicos da agência de compras da NATO em diversas… Read more »

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

Parabéns aos portugueses, escolheram acertadamente e com muita serenidade, Portugal está de parabéns!

Glasquis7
Visitante

O fuzil é ótimo mas, em condições de deserto apresentou deficiências frente ao Galil. Nada que advogue contra.

Peter Nine-Nine
Visitante
Peter Nine-Nine

Foi mesmo?

Bardini
Visitante
Bardini

O CFN está avaliando uma versão modificada do IA2

Bardini
Visitante
Bardini

As versões do IA2 que o CFN anda testando:
.
http://sadefensejournal.com/wp/wp-content/uploads/2018/02/ia2-08.jpg
.
Um cano de 538 mm e o outro com 347 mm.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Hoje em dia, pelo menos. Vai ser o máximo de padronização, e convenhamos, não está errado.

Bardini
Visitante
Bardini

Se o CFN adotar, vai ser um IA2 modificado. Pra melhor…
.
Certamente seria esse de cano maior.

Señor batata
Visitante
Señor batata

Bardini aproveitando o seu conhecimento. O senhor saberia se existe projeto das forças armadas adotarem uma pistola nova (quadro em polímero, carregador bifilar, dupla ação, percursor lançado, pronta para óticos e supressor). O máximo q eu achei foram algumas pistolas Imbel da plataforma 1911 em nove milímetros na época do Haiti.
Desde já agradeço a resposta.

Bardini
Visitante
Bardini

O que tem no forno é isso aí IMBEL 9 TC MD6:
https://www.imbel.gov.br/index.php/pistolas/89

Señor batata
Visitante
Señor batata

Muito obrigado.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Penso que seria um retrocesso abandonar a PT 92 da Taurus (projeto Beretta) e voltar para uma 1911 com polímero da Imbel.
Acho que a TC MD6 seja apenas para o público civil.

rdx
Visitante
rdx

Os fuzileiros piraram de vez. Para começar, a IMBEL já resolveu o problema de corrosão do IA-2? Para que um cano tão longo? O HK416/M27 possui desempenho superior a essa coisa. Aliás, o HK416 já é usado pelo batalhão Tonelero. É comprar mais um lote para armar os 03 Batalhões de infantaria e esquecer esse assunto.

Bardini
Visitante
Bardini

Que que eu vou te falar…
.
Esse cano longo aí é o resumo do erro que é a versão do IA2 556 que o EB adotou como fuzil padrão.
.
O CFN quer um modelo melhorado, com tamanho de cano semelhante ao dos M16.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

E espero que seja um pouco mais leve, pelo menos. Comparado com o M16A2 o IA2 é meio que um trambolho e bem mais pesado. Mas se for o preço à se pagar por um armamento confiável e mais padronizado, que seja. Ainda é mais leve e mais versátil que um FAL.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Leandro, o peso do IA2 é compatível com outros fuzis modernos que não são clones diretos do M16/M4. O HK416, por exemplo, apesar de ser basicamente um AR-15 com pistão externo, é mais pesado, inclusive o carregador que a HK vende junto com ele é em aço. Peso é relativo às características de determinado modelo da arma. Por exemplo, um M4 com cano de perfil grosso e guarda-mão metálico com 4 trilhos M1913 pesa mais que o modelo básico com guarda-mão simples de plástico e cano de perfil fino. E curiosamente, mesmo fuzis com corpo inteiro de polímero como o… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Não considerei o IA2 um trambolho por causa do peso, mas sim pela ergonomia em si. Mas são dois parâmetros com os quais se pode acostumar com o tempo de uso, claro.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Prezado Leandro
Eu concordo q é costume.
Só operei com FAL e PARAFAL, mas atirei bem com IA2, M-16A2 e Commando e M-4 e AK-47.
Sinceramente, para muita coisa é se adaptar à “criança”. Grosso modo, igual com carro….
Sds

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Pois é, Agnelo.
Quem atira bem, se adapta rápido e com treino logo está bom com a arma nova.
E quem atira mal (por falta de talento ou de treino), vai continuar atirando mal com a arma nova rsrs.

Agnelo
Visitante
Agnelo

Exatamente isso, Rafael!

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Os americanos não usam mais carregadores de aço há anos..

O DoD já utiliza oficialmente o PMAG da Magpul de polímero..

Custam mais baratos que carregadores de armas de Airsoft.

Só não sei se ele funciona no IA2.

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

O IA2 podia ser bem mais leve se tirarem o guarda-mão, já q nossos soldados não seguram o fuzil pelo guarda, eles seguram pelo carregador de munição, é só dar uma arredondada no carregador para parecer um punho…Kkkkkkkk piadinha da net…

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Aquele caninho de pistola do IA-2 é um absurdo, não sei onde o EB tava com a cabeça para ter aceitado daquele tamanho. O do CFN que ta em teste é mais absurdo ainda, maior que o cano duma FN-MAG, deus do céu, o que se passa na cachola dessa gente ?

Wilson
Visitante
Wilson

Poderia mostrar qual o problema de corrosão ao qual você se refere?
Pois eu não achei nada sobre.

rdx
Visitante
rdx

Cilindro de gases e parafusos do trilho do guarda mão.

Wilson
Visitante
Wilson

Por acaso não seria esse o caso de se fazer a limpeza da arma após a utilização como está no manual na seção de manutenção preventiva?

É o único lugar onde encontrei algo sobre corrosão na arma, nenhum outro lugar fala de algo assim nem mesmo os sites que criticam esse fuzil.

rdx
Visitante
rdx

Talvez seja mas quem usa o M16 não precisa se preocupar com esse tipo problema. Trocar o M16 pelo IA-2 seria um grande erro.

Wilson
Visitante
Wilson

Toda arma tem seus pontos fracos, a preocupação apenas muda de lugar, o próprio FN SCAR apresenta uma estrutura frágil a quedas em certos pontos. Isso é evidente nos testes do Exército Peruano, o mesmo teste do IA2 isso não ocorre.
Sobre a troca se o IA2 atender aos Requisitos dos Fuzileiros Navais então não há problema, mas se não atender e a aquisição for mais política então há um problema grave.

rdx
Visitante
rdx

Os FN SCAR testados no Brasil foram aprovados nos testes de impacto.

Wilson
Visitante
Wilson

Então mudaram o material, pois o original tendia a rachar a coronha da arma assustadoramente.

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

Concordo plenamente.

Talisson
Visitante
Talisson

A parte baixa do SCAR (acho que é low reciever), é a mesma da plataforma AR. A má ergonomia deve ser na alavanca do ferrolho na posição lateral, quando nos AR o charging handle vai pra trás.

Peter Nine-Nine
Visitante
Peter Nine-Nine

Não acho que seja ergonomia… Repare, tirando os americanos, as críticas são poucas ou inexistentes…. É um problema americano para com a arma, não um problema da arma propriamente dita.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Peter, filosófico é a alavanca do ferrolho solidária, como na família Ak, que pode machucar o polegar dependendo da posição da mão esquerda, além de topar em parede ou outro obstáculo e causar mau funcionamento da arma. Não filosófico são os problemas com quebras de componentes da coronha (inclusive a articulação), além do modelo 7,62mm ter o hábito de danificar miras ópticas por causa de vibrações harmônicas do corpo do fuzil, fenômeno que resultou em miras desenvolvidas especialmente para o SCAR 17. Teoricamente esses problemas foram superados, mas serve de lição para aqueles que acham que problemas iniciais com o… Read more »

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Sim clesio, obviamente que um equipamento, para cumprir com uma série de expecificacoes, irá sempre chocar com algum obstáculo, necessitando por isso de melhorias posteriores. Todas as grandes armas aliás passaram por isso, tenha como exemplo a própria plataforma AR, que não nasceu propriamente perfeita.

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

A reclamação dos americanos com o alavanca de manejo do SCAR é que ela é solidária ao ferrolho..

Cada disparo ela vem para trás e volta para a frente inviabilizando aquela pegada em C que eles adoram.

Talisson Goet
Visitante
Talisson Goet

Falando em nova pistola, ha algum tempo a Imbel estudou nacionalizar um modelo Springfiel/HS Produkt, corpo em polimero, cão interno. Essa eu queria ver. Na Brigada Militar tive contato com a MD6. Assim como alguns colegas, não gostei. Empunhadura, rampa muito estranha, dificil desmontagem. Penso que a Imbel deveria fazer algo nos moldes da TH9.

paulop
Visitante
paulop

Caros: ao que tudo indica é uma excelente arma. Tenho visto sérias críticas ao IA2 mas, para o bem ou mal, é o que tem pra hoje. Quem sabe se o EB equipasse as unidades de primeira linha com algum equipamento mais capaz… Mas o que mais me preocupa é a questão da proteção. O projeto COBRA prevê um reforço na letalidade e na conectividade mas falta ainda olhar pra proteção balística dos pobres infantes. Quem sabe desenvolver ou adquirir um kit de proteção balística, capacete + colete. Tenho cá para mim que antes de ter uma boa arma, ter… Read more »

Matheus
Visitante
Matheus

Sinceramente temos que levar as criticas de quem realmente usa o armamento no dia-a-dia.
Tem muito comentário de “ispicialista” na internet que nunca nem tocaram numa arma que os foristas acabam levando a sério.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Uma coisa ótima que fiz foi aprender inglês, escrito e falado. É impressionante como certas coisas vistas aqui como maravilhosas são na verdade apenas ok.

Curiosamente todos esses fuzis modernos “de grife”, como o SCAR, HK416 e afins, tem um interessante histórico de defeitos que obviamente não aparecem em videogames, logo muitos assumem como uma arma perfeita e muito melhor do que o que temos aqui.

A verdade é que não existe arma perfeita, por mais que muitos não queiram acreditar.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Caro Paulo,

Concordo com seu raciocínio! Ademais, para fuzil de primeira linha, temos não só o SCAR, como também os HK-416/7, ARX-160, G36, G3A7 (ou outras variantes mais modernas)… cada um tem suas especificidades, mas são todos excelentes armas!

rdx
Visitante
rdx

O G36 é um lixo.

PauloOsk
Visitante
PauloOsk

Sera que os problemas citados pelo cara foram solucionados? Diz que o scar trava demais, e que os seal odeiam ele.

https://www.youtube.com/watch?v=5CCp5g4Zki8

Peter Nine-Nine
Visitante
Peter Nine-Nine

Críticas filosóficas

PauloOsk
Visitante
PauloOsk

Eu jamais vou subestimar a opinião de quem usou a arma em combate real por um bom tempo.. e achou uma M…

E nao foi a primeira pessoa que ja vi reclamando do mesmo problema.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Paulo, as armas não foram só testadas por americanos. Mas as críticas são essencialmente americanas, não lhe diz nada isto? Por fim, note, que assim que foi recebida a primeira arma, a primeira coisa que se fez foi formar os militares portugueses no seu manejo, seguido de longas exercitacoes com a mesma. O armamento foi testado, tal como as glock, assim como as restantes plataformas adquiridas para complementar a SCAR, e os resultados são ao que tudo indica, bastante satisfatórios. Eu pessoalmente até era fã da aquisição da Hk416, que também estava a concurso, mas ao reparar, por vídeos e… Read more »

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Sim, se as críticas vierem somente de lá são suspeitas mesmo, pois cada um defende o seu peixe.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

o Brasil devia ter comprado esse projeto também e a IMBEL produziria, a plataforma AR que ainda é muito boa já teve a patente caducada

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

E depois aparece brasileiro para fazer piadas com portugueses.
Quem é o “burro”?
SCAR ou IA2 Frankenstein??
Kkkkkk

Agnelo
Visitante
Agnelo

Vai depender da hora q precisar do apoio do Drone português….
kkkkkkkkkkkkkk

Foxtrot
Visitante
Foxtrot

Nesse ponto sou obrigado a concordar com Tigo caro Ângelo kkkkkkkkkk.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Se precisar de apoio de drone português, contará com apoio português, e, portanto, estará em melhores mãos do que possa imaginar.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

IA-2 é um FAL engolido inteiro que depois de 6 horas no bucho foi cuspido e escarrado, sendo que metade do cano foi evacuada.

Edimur
Visitante
Edimur

Arma muito boa ,mas para mim tão trambolho quanto ia2 devida as proporções

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Engana se

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Tentei, sem sucesso, inserir um link, que acredito ter alguma informação relevante sobre os processos de modernização do ramo terrestre portugues,para quem possa querer saber mais.

Algum moderador me pode informar da razão pela qual o tentei fazer, duas vezes, sem sucesso?

SPQR
Visitante
SPQR

Gostaria de ter visto o link. Pode postar novamente, por favor?

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

SPQR, o link, se o senhor for português, concerteza que não terá muitos detelhes que já não sejam, total ou parcialmente, do seu conhecimento. É um artigo de um site PT onde se refere, com mais detalhe que a actual matéria onde comentamos, a compra da Scar nos diferentes calibres, das restantes armas, assim como as novas pistolas, blindados e não só. Também tem preços e por aí…
A ideia era mesmo só complementar a matéria do FT e esclarecer melhor os colegas brasileiros que pudessem querer saber um pouquinho mais.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Postei o link novamente, mas seja como for, se não aparecer e caso ainda não conheça, existem, para mim, dois ou três sites de referência portugueses, não por terem exclusivos nem nada do tipo, mas porque abordam os temos com decência e relativa precisão. Portugal Defense News – um site recente mas “bem parecido”, com artigos porreiros, não exclusivos, mas porreiros e com boas abordagens. Revista Warriors- para mim das melhores plataformas quando se quer ler algo escrito por alguém com visão técnica. Por exemplo, no assunto “Scar”, existe mais que um artigo, todos muito específicos. Pássaro de ferro- de… Read more »

edimur
Visitante
edimur

Admiro muito a linha ACE CQB, gostaria de ver por aqui.

Renato
Visitante
Renato

Mina grande dúvida é se a Imbel não teria aprendido mais (adquirido mais Know How) se tivesse comprado a licença de um fuzil já desenvolvido.

Henrique
Visitante
Henrique

Ao meu ver um dos problemas desse fuzil (especificamente a versão “L” calibre 5.56mm) e ter como opção máxima um cano de 14,5 pol. enquanto o HK416 tem opção de até 20 pol. Esse cano curto é bom pra algumas situações, mas ruim para outras, pois o alcance fica limitado. Outro problema é a posição da alavanca de manejo, não é a mais ergonômica. Mas algo que as pessoas não reparam é que esse fuzil não pode disparar granada de bocal, por que não tem o “cut-off” do cilindro de gases, que existe no IA2 (igual ao do FAL) isso… Read more »

João Girardi
Visitante
João Girardi

Imbel após saber dessa notícia:
comment image

Joli Le Chat
Visitante
Joli Le Chat

Não é possível que ninguém reparou que tem uma botinha no fuzil…

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Não percebi joli…

Lyw
Visitante
Lyw

O número de fuzis necessários a equipar toda a infantaria do Exército Português não tem como justificar a necessidade da fabricação local, a menos que sejam indústrias tradicionais como temos em países como Bélgica e Áustria, ambos com exércitos pequenos, mas tradicionais indústrias bélicas fabricantes de armas portáteis.

Paremos de comparar com o Brasil, o efetivo aqui é 10 vezes maior que o português.

Edimur
Visitante
Edimur

Uma pergunta nossos Fal não poderiam ser transformados em DMR

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Tecnicamente, já o são por natureza, contanto que sejam apetrechados com acessórios como rails para o acoplamento de devidos acessórios para assistência ao tiro pretendido.