Home Exército Brasileiro Comando Conjunto Leste inaugura posto de vacinação ‘drive-thru’ para Influenza

Comando Conjunto Leste inaugura posto de vacinação ‘drive-thru’ para Influenza

840
25

Rio de Janeiro (RJ) – O Comando Conjunto Leste, atendendo à solicitação da Prefeitura do Rio de Janeiro, iniciou a campanha de vacinação contra a gripe Influenza no dia 26 de março, no Riocentro, na zona oeste. Militares da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro, ao lado de autoridades sanitaristas e de segurança pública, além do apoio da Cruz Vermelha, inauguraram o referido posto.

Nessa primeira fase, a intenção é imunizar, inicialmente, os idosos acima de 60 anos e os profissionais de saúde. Sendo assim, o grupo considerado de risco estará protegido da gripe Influenza e dos sintomas que são parecidos com o novo coronavírus (Covid-19).

O diferencial do posto do Riocentro é a adoção do sistema “drive-thru”, processo mais dinâmico que evita o deslocamento para um posto de vacinação comum. O número de vacinas aplicadas no público-alvo, contabilizadas até as 14h, foi de aproximadamente 800 vacinas.

O apoio do Comando Conjunto Leste à campanha de vacinação acontece de segunda a sábado, das 8h às 18h.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest
25 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alexandre ziviani
Alexandre ziviani
2 meses atrás

Deveria ter feito isto antes do Carnaval.

Renato B
Renato B
Reply to  Alexandre ziviani
2 meses atrás

Sim, o calendário de imunização devia ter sido adiantado.

Camargoer
Reply to  Renato B
2 meses atrás

Em 2019 começou em 10 de abril. Este ano começou em 23:de março.

Renato B
Renato B
Reply to  Camargoer
2 meses atrás

Bom ponto e também concordo que isso não reduz o mérito da ideia, um drive tru vai reduzir os ricos de contágio para uma população de risco.

Camargoer
Reply to  Alexandre ziviani
2 meses atrás

Olá Alexandre. Seria um erro fazer a campanha durante o carnaval porque não daria conta. Fazer antes do Carnaval ou ligo após o carnaval para os idosos poderia ter sido uma boa, mas não sei se o pessoal teria ido se vacinar. Ano passado apenas 65% dos idosos foram vacinados. Provavelmente esses ano vai dar acima de 95% o que vai ser ótimo.i

Esteves
Esteves
Reply to  Camargoer
2 meses atrás

Pois é Mestre,

Ficou essa dúvida. Mudar, alterar, adiar o carnaval…uma festa da Igreja Católica, Papa, populares.

Sabiam de tudo. Mas quem teria coragem de fazer?

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Esteves
2 meses atrás

Caro Esteves. A curva de casos confirmados de Covid-19 divulgada pelo MinSaude sugere que o carnaval afetou a disseminação do vírus no Brasil. Os dados registrados mostram que o vírus chegou no Brasil trazido por brasileiros que estavam na Itália em férias ou à trabalho. No Brasil, a epidemia de SARS CoV-2 ocorrerá junto com a de influenza, contudo ao contrário da China e Europa, o Brasil está vacinando os grupos de risco contra a gripe (influenza) antes da disseminação dos SARS CoV-2 (precisamos de um apelido mas fácil de digitar… que tal “Qwe”?)

Thor
Thor
Reply to  Esteves
2 meses atrás

Chamar o carnaval, nos dias de hoje, ainda como uma festa da Igreja Católica, e isso como sendo razão para não adiá-lo ou cancelá-lo, é quase uma piada…

sagaz
sagaz
Reply to  Alexandre ziviani
2 meses atrás

Há ainda a produção das vacinas, é algo que é contratado para a entrega em uma determinada data, imagino que não seja uma produção fácil de ser antecipada. Abç

sub urbano
sub urbano
2 meses atrás

A Academia de Ciências vinculada ao Exército de libertação Popular já está testando uma vacina para o novo coronavirus. Previsão que esteja pronta em 3 meses. A China tem demonstrado uma postura mais responsável que os USA diante da Pestilência.

sagaz
sagaz
Reply to  sub urbano
2 meses atrás

O chão de fábrica do mundo está lá, e as informações que vêm de lá só denotam algo próximo do Eden… onde as pessoas comem morcegos, são presos por opinar contra, têm celulares “para chineses – bloqueados” enquanto para o resto do mundo há a versão “global”… sim, é o país das maravilhas, vai para lá!

Renato B
Renato B
Reply to  sagaz
2 meses atrás

Olha que o monitoramento de celulares foi largamente empregado na Coréia e foi uma arma poderosa para conter a mortalidade da doença.

Salim
Salim
Reply to  sub urbano
2 meses atrás

Vacina vai ter, porém para implementar com segurança os testes de efetividade de imunização, bem como se é seguro aplicar em massa necessitam de 12 A 18 meses de testes. Hoje não se sabe ao certo se quem pegou covdl está livre de pegar de novo, como sera implementada vacina em 3 meses. A nao ser que chinas tem tudo pronto escondido a tempos. Da china nao acredito em nada, numeros, remedios e equipamentos feito por empresas chinesas. Já trabalhei com empresas China e Rússia e os caras dão no pingo dágua.

Salim
Salim
2 meses atrás

Parabéns, espero que forcas armadas, mais e mais suportem povo brasileiro nesta guerra,.Infelizmente e claro , a meu ver, ataque hostil para desestabilizar ocidente.

Esteves
Esteves
2 meses atrás

Já tem 1 prefeito em movimento. Faltam os outros 5,500.

Vocês disseram que Tiro de Guerra não presta pra nada. Os Tiros de Guerra estão sob coordenação dos prefeitos.

Mobilização e menos reclamação. Unidos venceremos. Os prefeitos podem pular nos esgotos.

Não vai parar as Tamandarés não né? Nem os subs. Né?

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Esteves
2 meses atrás

Olá Esteves. Continuo afirmando que os TG são inúteis. Onde moro, as costureiras da cidade estão fazendo trabalho voluntário para preparar máscaras descartáveis para o hospital universitário usando material doado pelo comércio.

Esteves
Esteves
Reply to  Camaergoer
2 meses atrás

Boa. Há 3 tipos/níveis de máscaras. Essas mais simples que não são hospitalares poderiam ser confeccionadas por costureiras em ações coordenadas pelas prefeituras.

Quem tem TG bota pra fazer. Quem não tem usa a Defesa Civil.

Eu fui de máscara ao supermercado. Na hora de abrir a sacolinha pra colocar as coisas…passei o dedão na ponta da língua.

Bem tonto esse Esteves.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Esteves
2 meses atrás

Olá Esteves. As Tamandaré ainda estão em projeto, contudo sua pergunta sobre os SBR faz sentido. Qual terá sido a ação do estaleiro? Uma boa pergunta para ser colocada lá no “PN”.

dona morte
dona morte
2 meses atrás

parabéns pela iniciativa. mas como é só uma gripezinha, mesmo não sendo coronavírus, é totalmente desnecessário. podem vir pra rua tranquilo.

α Tau
α Tau
Reply to  dona morte
2 meses atrás

As três ondas da gripe espanhola De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, a gripe espanhola teve três ondas: A primeira onda foi considerada mais branda, tendo sido detectada em março de 1918 no Kansas, Estados Unidos, num campo de treinamento de tropas destinadas ao front da Primeira Guerra. A segunda onda aconteceu quando, depois de percorrer os continentes, retornou aos Estados Unidos em agosto, matando milhões, transformada “em algo monstruoso, parecendo-se muito pouco com o que é comumente considerado gripe”, com uma taxa de letalidade de 6% a 8%. A terceira onda foi mais moderada… Read more »

α Tau
α Tau
Reply to  dona morte
2 meses atrás
carcara_br
carcara_br
2 meses atrás

Belo trabalho! Eu avaliei muito mal o último vídeo do cmd. do exército.

Salim
Salim
Reply to  carcara_br
2 meses atrás

Achei estranho também só citar comunidade verde oliva e não oferecer ajuda a população, ainda bem que timidamente esta ajudando.

SPQR
SPQR
2 meses atrás

Vergonha alheia do cara que disse que o carnaval ainda é uma festa católica. Enfim, o teclado aceita tudo…

SPQR
SPQR
Reply to  SPQR
2 meses atrás

Ainda mais por dar a entender que não foi cancelado por causa disso.