sábado, maio 21, 2022

Saab RBS 70NG

Índia testa com sucesso míssil balístico de nova geração ‘Agni P’

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Organização de Pesquisa e Desenvolvimento de Defesa (DRDO) da Índia testou com sucesso a nova geração de mísseis balísticos com capacidade nuclear ‘Agni P’ da ilha Dr. APJ Abdul Kalam na costa de Odisha, às 11h06 em 18 de dezembro de 2021.

Vários sistemas de telemetria, radar, estações eletroópticas e navios foram posicionados ao longo da costa leste para rastrearam e monitoraram a trajetória e os parâmetros do míssil. O míssil seguiu a trajetória planejada atendendo a todos os objetivos da missão com alto nível de precisão.

O Agni P é um míssil balístico de propelente sólido e sistema duplo redundante de navegação e orientação. Este segundo teste de voo provou o desempenho confiável de todas as tecnologias avançadas integradas ao sistema.

Raksha Mantri Shri Rajnath Singh parabenizou a DRDO pelo teste de voo bem sucedido e expressou sua felicidade pelo excelente desempenho do sistema.

O secretário de P&D do Departamento de Defesa e o presidente da DRDO, Dr. G Satheesh Reddy, agradeceu os esforços da equipe em ter feito o segundo teste de voo de desenvolvimento com muitos recursos adicionais e parabenizou pelo sucesso consecutivo no mesmo ano.

FONTE: Governo da Índia

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
5 meses atrás

Eu digo e afirmo: A Índia será um oponente de peso contra a China nas décadas que virão (isso se existir ainda humanidade é claro).

Marcelo
Marcelo
5 meses atrás

Espero que os governos brasileiros que governarem o Brasil nos próximos anos deve focar na Índia. E reduzir o mínimo possível a dependência econômica com a China. A China não é confiável!

Welington S.
Welington S.
Reply to  Marcelo
5 meses atrás

A China não é confiável, mas os EUA é… meu amigo, te contar uma coisa, nenhum país é confiável, nenhum! O que cada país busca, são seus interesses e o Brasil, precisa buscar cada dia mais seus interesses independentemente de qual lado mundial o foco do Brasil estará de olho.

Varg
Varg
Reply to  Marcelo
5 meses atrás

Pelo menos a Índia, diferente da Chjna e EUA, ainda não tem interesses imperialistas ou de intervenção nessas bandas do Atlântico Sul/América do Sul.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Marcelo
5 meses atrás

“E reduzir o mínimo possível a dependência econômica com a China. A China não é confiável!” Sério Marcelo?! E quem são confiáveis? Europeus?! Americanos?! Israel e demais países do OM ou da Ásia?! Deixe de inocência e acorde amigo ! Não existem países confiáveis… Como disse John Foster Dulles,Ex-secretário de estado dos Estados Unidos: ” Não há países amigos, mas interesses comuns”… Não existem entre países amizades e sim interesses que hora se coincidem e que horas não. Como o Dr Enéia falou uma vez : ” Não adianta termos ilusões: o mundo é assim, os países não se relacionam… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Adriano Madureira
Nostra
Nostra
5 meses atrás

Ex DRDO chief revealed in a recent interview that Agni Prime can hit moving targets like aircraft carriers etc

Existence of a DRDO ASBM program was already known since long

Also Agni Prime BGRV/MARV is suspected to use laser altimeter based terrain matching navigation system to map earth’s topography and discriminate target from background, the 2 top optical windows could be for same

AddText_12-20-01.25.46.jpg
carcara_br
carcara_br
Reply to  Nostra
5 meses atrás

Boa noite,
Quantas ogivas por míssil nostra?

Nostra
Nostra
Reply to  carcara_br
5 meses atrás

Information is very little on the missile

There was a unofficial report it can carry 2 warheads

I think configuration of payload will be as per mission requirements

As a ASBM it will carry additional sensors & conventional payload

For nuke strike , payload or payloads factoring weight ver range profile

Diogo de Araujo
5 meses atrás

É impressionante, são diversos projetos em andamento e a Índia está concluindo todos. China tá se achando mas os caras tão vindo forte, aguardem.

Bosco
5 meses atrás

Interessante as aletas da MaRV . São bem diminutas.

Nostra
Nostra
Reply to  Bosco
5 meses atrás

At very high velocities , actuated fin tip control is optimal and hence fins can be made small

Those fins are for fin tip aerodynamic control within endosphere , for exosphere between the fins there are thrusters for roll pitch and yaw

Configuration allows for highly depressed trajectories and boost glide profile as per requirements

Últimas Notícias

‘A janela para expulsar a Rússia da Ucrânia é agora’

Por Nataliya Bugayova* O Ocidente deve ajudar os ucranianos a expulsar as forças russas do sudeste da Ucrânia, pelo menos...
- Advertisement -
- Advertisement -