quinta-feira, janeiro 20, 2022

Saab RBS 70NG

Centro de Avaliações do Exército realiza demonstração do blindado Guarani para o Exército da Malásia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Rio de Janeiro (RJ) – O Centro de Avaliações do Exército (CAEx) – “Campo de Provas da Marambaia/ 1948” realizou uma demonstração da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal Médio sobre Rodas Guarani (VBTP-MSR 6X6 Guarani) para uma comitiva do Exército da Malásia.

A atividade foi conduzida pelo Chefe do CAEx, General de Brigada Alexandre Martins Castilho, e teve como objetivo demonstrar o desempenho da plataforma veicular e do sistema de armas da VBTP-MSR 6X6 Guarani equipada com estação REMAX, que integram o Programa Estratégico do Exército Guarani (PEE Guarani). A demonstração, que ocorreu na Seção de Testes (ST) do CAEx, contou com a presença de engenheiros e técnicos da Divisão de Avaliação de Material (DAM); de Engenheiros da Iveco Defence Vehicles, fabricante da viatura; da empresa ARES Aeroespacial e Defesa, fabricante da Estação REMAX; e de uma comitiva do Exército da Malásia e da Prima Elite Technology Sdn Bhd, empresa da área de defesa da Malásia.

Foram realizadas demonstrações em sítio de obstáculos, como transposição de trincheira, navegação em raia no lago de navegação e navegação em lago com a comitiva embarcada. Na Linha I, linha de tiro destinada a realizar um amplo espectro de ensaios com armamento pesado e munições de todos os calibres até o alcance de 6 km e aparelhado com sistema de alvos fixo e móvel, foi montada uma infraestrutura para a apresentação de vídeos explicativos a respeito da plataforma REMAX pela empresa ARES, com demonstração de emprego de tiro do sistema e com metralhadora .50 em alvo fixo a 1.000m e viatura parada e em aproximação.

Os militares da nação amiga executaram o tiro com o sistema REMAX e, em seguida, foram para o terraço do prédio do radar, de onde assistiram ao desempenho da Viatura Guarani, em terreno arenoso, para, posteriormente, embarcarem para percurso naquele tipo de terreno. Os militares também presenciaram o deslocamento na pista “Qualquer Terreno” (QT) e, em seguida, embarcaram e realizaram o deslocamento na pista. No circuito oval do campo de provas, houve a demonstração do Teste de Estabilidade Lateral (Double Lane Change) e, logo após, os militares do Exército Malaio embarcaram para o percurso.

No encerramento, houve as discussões finais e as despedidas, momento em que foi evidenciada a importância do papel do Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do Exército (SCTIEx) e da Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS) no fomento da pesquisa e do desenvolvimento de tecnologia no Brasil e na projeção de nosso País no cenário internacional.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

15 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Guilherme Di Calaça
29 dias atrás

Off topic: Gostaria de sugerir aos editores, a divulgação de uma campanha do Catarse para a confecção de um quadrinho chamado Dois Generais, que conta um pouco da invasão da Normandia na perspectiva dos canadenses. Grato.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Luiz Guilherme Di Calaça
28 dias atrás

Fiquei interessado. Obrigado pelo aviso Luiz.

Matheus
Matheus
29 dias atrás

Estranho os militares Malaios irem pro teste com roupas casuais ao invés de uniformes.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Matheus
28 dias atrás

Tiraram pra lavar

Gabriel BR
Gabriel BR
29 dias atrás

Eu acho que emplaca , eles já são clientes importantes da nossa industria de defesa.

MinoSilva
MinoSilva
Reply to  Gabriel BR
28 dias atrás

Queria ver aqui no tapajós para nós clientes nacionais? As três da tarde no banzeiro.

MinoSilva
MinoSilva
Reply to  MinoSilva
28 dias atrás

Com todo apoio para exportação.

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
28 dias atrás

Quantas unidades?

Welington S.
Welington S.
Reply to  Rogério Loureiro Dhierio
28 dias atrás

400.

737-800RJ
737-800RJ
28 dias atrás

Segundo nossa amiga Wikipedia no artigo sobre o Exército da Malásia, eles pretendem adquirir até 400 veículos deste tipo. Excelente oportunidade para o Guarani! As fontes levam pra sites da Malásia, então postarei o resumo como está na Wiki: “In August 2020, the Ministry of Defence is preparing for an open competition to find the replacement for the armoured personnel carrier (APC) to replace Condor 4×4 and SIBMAS 6×6. About 250-400 Armoured Fighting Vehicle were request by the army, specificly 4×4 and 6×6.[113] The contenders of this program are FNSS Pars 6×6 from Turkey, Hanwha Tigon 6×6, Doosan DST Black… Read more »

Tomcat4,3
Reply to  737-800RJ
28 dias atrás

Show de bola, se emplacar será muito excelente mesmo que sejam 250 e não os 400, pois dará um belo fôlego pra linha de produção na Iveco .

Maurício
Maurício
Reply to  737-800RJ
25 dias atrás

Posta lá que eu quero ver

RPiletti
RPiletti
28 dias atrás

Não teve um 30mm que fez um mergulho durante um teste? Como ficou a apuração do ocorrido?

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  RPiletti
27 dias atrás

ele só fez um teste de submersão. Já que o teste para o retorno à superfície falhou, certamente já o resgataram e deve espero que já esteja totalmente operacional. E acima de tudo já tenham descoberto o por quê dele fazer esse mergulho.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
23 dias atrás

E aquela viatura que afundou, mais alguma noticia ? descobriram o que aconteceu ?poderá ser reaproveitada?

Últimas Notícias

Casa Branca diz que Rússia pode lançar ataque à Ucrânia ‘a qualquer momento’

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse a repórteres na terça-feira que os EUA acreditam que...
- Advertisement -
- Advertisement -