quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

‘Nas relações internacionais não há pena, há interesses. A paz é uma concessão do mais forte’, diz Etchegoyen

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Ex-ministro do governo Temer e ex-comandante da 3ª Divisão de Exército de Santa Maria, o general Sérgio Etchegoyen fez uma análise interessante à Rádio CDN, da guerra da Ucrânia. Ele destacou que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que inclui Estados Unidos e países europeus, começou a cercar a Rússia, colocando os russos sob ameaças, e que a Rússia revidou em forma de guerra para tentar reestabelecer um status mais favorável a ela.

– A paz, estado de harmonia, como a gente imagina, não é fruto da generosidade humana entre os países. É uma concessão do mais forte. Ele concede a paz nas condições que lhe convém. A Europa estava submetida à paz que interessava à Otan e aos EUA. Não era a paz que interessava à Rússia e a Putin. Era uma paz que empurrava os meios da Otan em direção às fronteiras russas, numa ameaça permanente. Esse estado de paz, quando é desequilibrado, aparecem as disputas e os conflitos por um novo status, para reescrever a paz segundo as circunstâncias novas, e Putin tenta impor a paz que lhe interessa, que é uma paz com as armas longe da fronteira dele, é uma paz com a Ucrânia submetida a ele política e militarmente, e é isso que eles estão fazendo.

O Putin, pressionado pela Otan, adotou um ato de guerra, tem vidas sendo perdidas, isso é uma tragédia. Mas o objetivo da guerra é sempre a paz. Ninguém faz guerra para fazer guerra, faz uma guerra para modificar o status e reivindicar condições que lhe convenham. É isso que o Putin está tentando, e quem sofre com isso é a população.

Etchegoyen cita que a instalação de mísseis russos em Cuba, que gerou a grave crise de 13 dias, em 1962, é um exemplo semelhante, em que os EUA se sentiram fortemente ameaçados e quase revidaram.

– Incomodaria a qualquer um. Imagina que começassem colocar armas nucleares, mísseis e blindados na nossa fronteira. Isso não quer dizer que eu esteja justificando a ação de violência de Putin. Há dois fatores que dão liberdade ao Putin para recorrer à ação bélica e violência da guerra.

O primeiro, para quem conhece o regime russo, é que o Putin não tem Ministério Público ou TCU para prestar contas, não tem Congresso vigilante, não tem justiça independente, ele tem um poder muito forte. Vários opositores foram mortos. Ele leva com uma mão de ferro que nenhum líder das várias democracias ocidentais tem. As democracias ocidentais, para reagir ao Putin, vão ter que mobilizar a opinião pública, a imprensa, arrumar apoio no Congresso, modificar orçamentos e a população aceitar que invista-se em armamento do que em vacina e pesquisa. Não é um trabalho nem fácil nem rápido.

A escolha da Rússia como adversário ser combatido pela Otan, desde o início, fez com que, há duas semanas, o Putin e o Xi Jinping, líder da China, assinassem um acordo de não agressão, o que deu liberdade para Xi Jinping acertar a conta com Formosa, Hong Kong e o que mais precisar da antiga China – afirmou Etchegoyen.

O ex-ministro acredita que a China invadirá Hong Kong e Formosa em breve:

– O Ocidente já deu sinal de que não se preocupou com a Ucrânia. Não vai se preocupar com Formosa, ninguém vai comprar essa briga.

Lamentavelmente, a gente pessoalmente fica penalizado, fica indignado, mas nas relações internacionais não existe nem pena, nem indignação. Nas relações internacionais existem interesses e conflitos de nações e povos. E o choque desses interesses é que vai produzir mais ou menos conflitos. A forma de mediar esse conflitos vai gerar guerra ou negociação.

https://www.bbc.com/news/world-europe-60407010

Guerra curta

Etchegoyen acredita que a guerra vai durar poucos dias e que Putin vai impor para que a Ucrânia volte a ser “independente” mas sua aliada.

– Não tem negociação. Ele vai impor a paz que ele quer. A Ucrânia já foi entregue. Putin vai trabalhar para o presidente (ucraniano) cair. Ele coloca um representante simpático à política russa. Ocupa militarmente para, alegadamente, dar proteção às duas repúblicas pequenas, que ele reconheceu, faz um acordo militar com a Ucrânia, deixando tropa russa na Ucrânia, e retorna à política que já foi soviética de deixar um cinturão de países satélites, de segurança da Rússia.

O general acredita que Putin não invadirá outros países, mas se for necessário fará isso.

FONTE: Diário de Santa Maria, 26 de fevereiro de 2022

- Advertisement -

140 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
140 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Henrique USA
Henrique USA
4 meses atrás

Putin vai conquistar a Ucrânia isso é inegável, mas a grande questão é por quanto tempo a economia da Rússia vai suportar as sanções do ocidente sem colapsar?

Machado
Machado
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Vc acha que Putin é um despreparado QQ. Fala sério. O cara é um líder o maior da atualidade. Não tem como comparar figuras como Biden, Macron, Johnson etc. Ele está se preparando pra isso há meses, provavelmente anos. A Rússia desfez dos dólares, comprou e armazenou ouro, diversificou sua economia, fez acordos por exemplo um segundo gasoduto com a China entre outras medidas. A Síria foi um laboratório. Ele só não ganhou ainda a parada porque tá se contendo. Não usou força total mas isso pode mudar se a Otan interferir mais. Como um verdadeiro líder estrategista não pode… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Machado
Henrique USA
Henrique USA
Reply to  Machado
4 meses atrás

Se preparou tanto, só que esqueceu de avisar os russos que já estão nas filas dos bancos pra sacar seu dinheiro, fora os 3 bancos que já quebraram em menos de 5 dias de guerra. Economia não é feita por generais, e dinheiro não chove igual mísseis meu caro.
Rússia é uma potência militar não uma potência econômica.

PACRF
PACRF
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Além disso, há o “jeito” Putin de concorrer nas “eleições” russas: manda prender os adversários antes e depois liberta-os após as eleições, como o Ortega na Nicarágua, por exemplo. No frigir dos ovos, o Putin estava precisando de algum protagonismo, inclusive para sua própria sobrevivência política.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Pelo que entendi do texto na semana passada Putin queria vender a paz pra Europa. Hoje vai ter que comprar a paz na Rússia

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Palpiteiro
4 meses atrás

Então vc não entendeu nada.
O General foi claro.
A fraca reação ocidental (sanção pra cá, embargo pra lá) mostrou a russos e chineses que podem agir.
E vão.
É o que todos os analistas políticos estão chamando de Nova Ordem Mundial.
Bem-vindo a ela!

Teropode
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Dedo no olho não vale ?????

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Todo início de guerra é assim.
Se o Brasil entrasse em guerra com o Uruguai todo mundo (que tem dinheiro) iria sacar o máximo que pudesse.
Eu, inclusive.

Thaissa
Thaissa
Reply to  Antoniokings
3 meses atrás

Não lembro da pop americana sacar dinheiro quando os EUA invadiram o Iraque. A questão é a estabilidade econômica e democrática do país.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Machado
4 meses atrás

Putin calculou muito mal a reacao da Ucrânia e da Otan, achou que iria correr frouxo e sim, a economia Russa que é de tamanho similar a do Brasil tbm tem seus limites, ele se preparou para ter algum tempo mas se a guerra se prolongar fica insustentável.

Last edited 4 meses atrás by Carlos Gallani
glasquis 7
Reply to  Machado
4 meses atrás

O custo na imagem da própria Rússia será muito alto e até conquistar a Ucrânia, terá sido um derramamento de sangue difícil de explicar pro próprio povo da Rússia.

Acho que, na medida em que o conflito se arrasta para as cidades, se torna mais desgastante para a imagem do próprio Putin.

Investiu no conflito como uma resposta à OTAN mas não contava com que a população da Ucrânia decidisse enfrentar o Exercito Russo desde as suas casas.

Acho que esta será a queda de Putin. Se não vencer logo, seus próprios camaradas se encargarão de entregá-lo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  glasquis 7
4 meses atrás

A Rússia não está preocupada com sua imagem, mas com seus interesses.
E são muitos e com muitos parceiros.

www1.folha.uol.com.br/mundo/2022/02/dependencia-militar-leva-india-a-se-abster-de-criticas-a-russia-na-guerra-da-ucrania.shtml

gordo
gordo
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Se a Rússia conseguir a “vitória” na Ucrânia e se estabelecer como o general comenta no artigo a China entra para aliviar até a coisa se resolver. Só a Alemanha depende em cerca de 40% do gás Russo, isso para não citar alguns da UE que dependem mais de 60%. Não duvide que depois que o conflito acabar as sanções vão se aliviando. Desde quando Europeus aristocratas se importam com eslavos.

Henrique USA
Henrique USA
Reply to  gordo
4 meses atrás

Desde quando o oligarcas corruptos russos não se importam em molhar a mão dos generais pra promover um golpe de estado e acabar com essa bagunça?

vansan santos
vansan santos
Reply to  Henrique USA
3 meses atrás

Meu caro… pense na sobrevivência – como nação – da secular Rússia…. que em pouco tempo seria destroçada pela Otan+ ocidente sendo esmaga militar e economicamente…. Bastava os Europeus fizessem uma politica de extensão econômica tanto com Ucrânia e continuando a que já mantem com a Rússia que tudo estaria “perfeito’. Mas estender – sem tréguas – e ao interesse dos EUA – através da Otan é uma ameaça real a Rússia…. Querem se apoderar de “mansinho” em um futuro próximo da Rússia como um colônia dos EUA e Europeus… depois partiriam em cima da China com os mesmos propósitos…… Read more »

Last edited 3 meses atrás by vansan santos
vansan santos
vansan santos
Reply to  Henrique USA
3 meses atrás

Enfim. Direito a soberania só vale se for no “dos ” outros..! Enfim o mundo estaria fadado ao domínio completo dos EUA+ Europeus que repartiriam entre si tudo e todos os dotes extraídos pelo resto da vida do planeta Terra como únicos detentores de armas e poderio econômico.
Voltaríamos a uma “idade média” com os senhores feudais e a plebe que seria explora definitivamente por esses países só que de forma mais espoliante do que agora onde a pressão de nações como China , Rússia e mesmo Índia são uma ameaça futura.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  gordo
4 meses atrás

Sem contar que os pagamentos russos serão feitos diretamente ou através do sistema chinês, o unirá ainda mais a economias de duas potências.
Coisas muito interessantes estão para ocorrer no Mundo.

rdx
rdx
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

Se conquistar será uma vitória de pirro.

dfa
dfa
Reply to  Henrique USA
4 meses atrás

– O general Sérgio Etchegoyen está a dar como certa a vitória russa e que é uma questão de dias até a mesma se concretizar, talvez por algum tipo de deslumbrento soviético ou czarista, mas a situação no terreno está muito complicada para os russos e ninguém sabe ao certo como está guerra irá terminar. -O general Sérgio Etchegoyen ignora o facto de que a Ucrânia está sentada em cima de enormes reservas de gás natural e petróleo que ainda não foram exploradas, daí o verdadeiro interesse de Putin e dos seu oligarcas ser a ocupação da Ucrânia. – O… Read more »

Last edited 4 meses atrás by dfa
MAB
MAB
Reply to  dfa
4 meses atrás

Cara, por mais que eu queira que a Ucrânia saia vitoriosa, ainda mais por toda valentia que eles tem mostrado. Acabei de ver na TV, na inglaterra estão fazendo doação de equipamento e uniformes. Um monte de civil ucraniano, longe da guerra, vai para o front, defender a terra deles! Tem que ter culhões e tiro o chapéu para eles! Bom , voltando, acho impossível a Ucrânia ser membro de qualquer grupo ocidental. Ali é o “cangote” do Putin. Região estratégica , muito rica em minérais e celeiro de grãos. Não sei como farão , o relógio está correndo contra… Read more »

Submarino de Anão
Submarino de Anão
4 meses atrás

Cadê aquela pessoa que a alguns meses atrás comentou aqui que Rússia e China representavam a ameaça que a Alemanha e Japão foram na segunda guerra e que ainda iriam jogar o mundo em uma guerra?

Ele foi negativado e zuado pelos especialistas em geopolítica Call of Dutesca que frequentam o site.

Ele poderia reaparecer se estiver lendo isso é tirar um sarro agora

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Submarino de Anão
4 meses atrás

Eu lembro disso……

Carlos Gallani
Carlos Gallani
4 meses atrás

Acho que o general falha em vários pontos de sua analise, principalmente quando ele cria causus beli, a Rússia é o maior possuidor de armas nucleares do mundo, um baita de um exercito e mesmo não tendo sua integridade territorial ameaçada tem uma postura pra la de agressiva como vimos na Criméia, Dombass e na Geórgia, agora qualquer um aqui coloque-se no lugar de um pais do leste europeu, principalmente as sofridas ex repúblicas soviéticas, ou é entrar para a Otan ou ser eternamente assediado pela Rússia e/ou viver com medo, se a Otan se expande é pq a Rússia… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Carlos Gallani
4 meses atrás

O povo da Ucrânia defende seus interesses, O presidente ucraniano defende seus interesses.
O presidente do Brasil não tem que defender interesses alienigenas em detrimento dos nossos.
Dar continuidade ao conflito, aceitar promessas vazias e escolher um bufão como presidente é escolha dos ucranianos.

FOX
FOX
Reply to  Carlos Gallani
4 meses atrás

Exatamente , a Rússia tem milhares de ogivas nucleares inclui-se nisso o terceiro maior arsenal do mundo que era da Ucrânia, quando anexou a Crimeia falou que era apenas ” exercícios” , agora com a invasão da Ucrânia ele repete o mesmo ato ? A pare , ah e a desculpa de “russos étnicos ” já não cola mais …o pacto de Budapeste e os acordos de Minsk foram rasgados por esse déspota. ….

Nilo
Nilo
Reply to  FOX
4 meses atrás

Chora…Mas não vão ter de volta aquilos que venderam, receberam muito dinheiro para entregar sistema nucleares de defesa, partiram para o confronto e perderam suas indústrias aeroespacial, naval…agora falidas….apostaram em jogo de cassino, perderam….
Os bilionários sempre estarão felizes, com ou sem Putin, e o Bufão está aí para enganar a população ucraniana com suas performances patrioticas.

Last edited 4 meses atrás by Nilo
FOX
FOX
Reply to  Nilo
4 meses atrás

O putin mesmo falou que “quem fica com raiva está errado ” no caso dessa invasão, quem ficou com raiva ? A Ucrânia? E se a população Ucraniana acredita em seu líder qual o problema ? Só os russos podem “acreditar” no putin via sputnik e RT é ? Você já viu uma folha de São Paulo ,Veja,Istoe,Globo,Gazeta do Povo etc na Rússia? “Quem fica com raiva está errado”. Agora pode chorar ?.

sergio
sergio
4 meses atrás

Pois e todos estão demonizando o Putin, mais quem esticou a corda ate ela romper foram a OTAN e os EUA.
Interessante que quando os EUA invadiram o Iraque pela segunda vez, sem autorização da ONU, sozinho sem apoio internacional, eu não vi ninguém cogitar expulsar os EUA do swift, bloquear voos, fechar o espaço aerio, os Países da OTAN doar armamentos para o Iraque, nada disso.
Alias as mesmas pessoas aqui do Site condenaram a Russia ou Criticarão o Putin criticarão os EUA pela invasão do Iraque?

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  sergio
4 meses atrás

Eu acho que quando os EUA não apresentaram as armas de destruição em massa ficou sob criticas sim mas podemos concordar que saiu barato.
Agora dizer que a Otan esticou a corda pq a Ucrânia quis aderir não faz o menor sentido depois da invasão russa da Criméia em 2014 e dos grupos paramilitares nos estados “separatistas”, a Ucrânia tinha mais que motivos para se juntar a Otan, ela tinha evidencias de que estava em perigo e como vemos agora, era um questão de sobrevivência, a logica Russa é a cobra que come o próprio rabo!

Last edited 4 meses atrás by Carlos Gallani
Maurício.
Maurício.
Reply to  Carlos Gallani
4 meses atrás

“Eu acho que quando os EUA não apresentaram as armas de destruição em massa.”

Mas é claro que eles não iriam apresentar nada, ou você esqueceu que tinha inspetores de armas da ONU no Iraque que não encontraram nada, tem até ex-funcionário da CIA que afirma que Bush já sabia que não tinha as tais armas.
As armas de destruição em massa foram só uma desculpa, desculpa essa que um pessoal passa panos até hoje!

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Maurício.
4 meses atrás

A gente sabe!

Maurício.
Maurício.
Reply to  sergio
4 meses atrás

Sergio, quem está criticando o Putin ou a Rússia, sabe que os americanos fariam exatamente o mesmo que Putin está fazendo, mas como são torcedores, se fazem de desentendidos…E quem acha que os americanos fariam diferente, ou são muito “ingênuos” ou estão ganhando pra isso.
Esses dias eu perguntei para um desses fãs dos americanos se ele concordava ou não com o chilique que os americanos deram no caso dos mísseis em Cuba, você acha que ele me respondeu? Pois é…

sergio
sergio
Reply to  Maurício.
4 meses atrás

Exato Mauricio, eles esquecem que a ” guerra da Ucrânia hoje ” foi a crise dos misses em cuba ontem.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Maurício.
3 meses atrás

Mundo anglo-saxão? Acho que você parou no tempo…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Maurício.
3 meses atrás

Eu estou vendo a tral bravura do ocidente na questão da Ucrânia… Rsrsrs

Krest
Krest
Reply to  sergio
4 meses atrás

Pq a Ucrânia é um país europeu né? Ta bem ali no quintal deles. Já iraquez líbia, Síria estão longe, são indiferentes ao desastre humanitário que deixaram nesses países. Apenas obedecem o que o tio Sam ordena

Gabriel ferraz
Gabriel ferraz
Reply to  sergio
4 meses atrás

Exatamente Sérgio, quem comenta aqui na maioria das vezes são lunáticos pro ocidente que não entendem nada de geopolítica e ficam falando groselha sem sentido algum parecendo líderes de torcida, se fosse ao contrário a ocidente tinha razão pois o oriente estava ameaçando as fronteiras americanas, torço muito pra que a guerra acabe pois quem mais sofre são os civis ,mais espero que esse palhaço ucraniano vá pra cadeia.

Pereia
Pereia
Reply to  Gabriel ferraz
3 meses atrás

Mundo multi polar vai dividir os lunáticos rsss

Carlos Jr
Carlos Jr
Reply to  Gabriel ferraz
3 meses atrás

Melhor comentário até agora.

Lucas
Reply to  sergio
4 meses atrás

Com certeza é um mundo hipócrita demais, a Rússia está certíssima EUA fomenta o ódio.

Joanderson carlos
Joanderson carlos
4 meses atrás

Vejo a Rússia mais como o ultimo bastião de defesa para que os EUA e europa não escravise os outros povos. Vejo eles sempre criticando o Brasil por questões ambientais sempre citando a Amazônia não demora eles votar na onu uma intervenção em nosso solo ou a gente aceita compartilhar a Amazonas ou nos aplicam sanções. Oq a Rússia enfrentou durante esses 30 anos vendo a Otan cercando seu pais e volta e meia recebia sanções no futuro somos nos que sofreremos. O Brasil é muito grande para ser um so pais na cabeça de muitos fora que ainda esta… Read more »

carlos andreis
Reply to  Joanderson carlos
4 meses atrás

Dia 13 de dezembro de 2021 a Irlanda (UE) e o Niger ( leia-se França) apresentaram um  projeto de resolução no Conselho de Segurança das Nações Unidas que estabelece uma ligação genérica entre aquecimento global e segurança mundial (Feito sobre medida para um certo país da América do Sul) , mas esse projeto foi vetado , adivinhem quem vetou???? ,

Joanderson carlos
Joanderson carlos
Reply to  carlos andreis
4 meses atrás

Vetado fortemente pela Rússia e msm assim.o pobo aqui ver a Rússia como inimiga.

carlos andreis
Reply to  Joanderson carlos
4 meses atrás

Exatamente , imagina se isso passa ? Amanha ou depois surge um “estudo” que o agronegócio brasileiro está pondo em risco a segurança das pessoas mundo a fora , nem falo no atual governo isso pode ocorrer mesmo durante um governo de esquerda , basta um politico americano ou europeu querer e criar uma narrativa , imagina o Brasil sofrer um embargo mundial aos seus produtos agrícolas baseado em uma resolução dessas? Já imaginou todas as empresas ligadas ao agro fechando as portas ,imagina empresas quimicas , de maquinas agrícolas mais empresas que fornecem peças para essas , frigoríficos ,… Read more »

Last edited 4 meses atrás by carlos andreis
sergio
sergio
Reply to  carlos andreis
3 meses atrás

A maior opressão que a, e a Opressão dos justos.
A opressão dos maus vc já espera por ela, eles são maus.
mais a dos justo e terrível por que somos nos mesmos que a praticamos, afinal todos nos somos justos.

Nilo
Nilo
4 meses atrás

Excelente artigo do general Sérgio Etchegoyen.
…”– Não tem negociação. Ele vai impor a paz que ele quer. “….

Last edited 4 meses atrás by Nilo
Bueno
Bueno
4 meses atrás

Um texto de quem entende do assunto

Muito bom!

Carlos Jr
Carlos Jr
Reply to  Bueno
3 meses atrás

Realmente, o general foi perfeito na sua avaliação.

Sequim
Sequim
4 meses atrás

Uma análise sóbria, realista e racional do general. Modestamente concordo. Já tinha dito isso em uma postagem anterior. Putin já conseguiu seus objetivos estratégicos, quais sejam, afastar uma força estrangeira armada das fronteiras russas e mandar um recado claro a países como Finlândia e Suécia para que não pensem em brincar de OTAN. Esse carnaval que estão fazendo é perfumaria Ninguém do Ocidente vai à guerra pela Ucrânia, porque o custo x benefício não compensa. O mesmo se dará se a China invadir Taiwan. O resto é bloco carnavalesco, com muito barulho, confete e serpentina. E só.

Pedro Fullback
Pedro Fullback
4 meses atrás

Sabe aquela senhora que vende bala no trem? O que ela vai ganhar se a Rússia perder a guerra ou se os EUA conseguirem os seus objetivos? Absolutamente nada! Rússia nos ajudou sobre as resoluções contra o Brasil na ONU? Sim! Então, o correto seria o Brasil se ausentar na ONU sobre o conflito entre OTAN e Rússia. Precisamos entender que nada é mais importante que o bem-estar e o interesses brasileiros, precisamos apoiar quem tem algo a nos oferecer. Nesses últimos 40 anos, não ganhamos absolutamente nada no eixo América do Norte e Europa, ganhamos apenas sermão e tentativas… Read more »

Material arquivo
Material arquivo
4 meses atrás

Interessante, se for seguir as palavras desse senhor, logo o Brasil será 5 países…o Brasil é fraquíssimo diante de outros países, basta um bozo cantar de galo para o Brasil ser suprimido pelos mais fortes.
As palavras dele retratam o pior cenário para o Brasil e evidencia que o mundo de 2022 é igual o mundo do ano 0.
Parabéns a todos os envolvidos!

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
4 meses atrás

“O Ocidente já deu sinal de que não se preocupou com a Ucrânia”

O Etchegoyen deu essa entrevista quando? A quantidade e severidade das sanções econômicas aplicadas são simplesmente sem precedentes (a Rússia chegou a impedir a moex de abrir hoje para evitar uma quebradeira geral).

Não só isso, mas a OTAN e a UE estão enviando centenas de milhões de dólares em armamento. Isto está muito longe de “não se preocupar”.

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Vi agora que a entrevista foi publicada no dia 26/02 pela manhã, ele deve ter dado ela no dia 25/02. Explica muita coisa.

Fica a sugestão para o forte de que, quando for republicar entrevistas em que algumas informações estão datadas, coloque ao final a data e hora da publicação original (até para preservar a credibilidade do entrevistado).

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinicius
Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Ninguém em sã consciência, na data de hoje, acha que a Ucrânia vai ser invadida rapidamente e virar um fantoche, o tempo só vai mostrar o quanto o general esta errado!

Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

A questão é: durante quanto tempo a Europa consegue bancar essas sanções? Porque também há um custo econômico para a Europa. A Alemanha fica sem o gás russo por quanto tempo? A UE fica sem o trigo russo por quanto tempo? Essa ajuda militar à Ucrânia poderá até beneficiar a Rússia, porque se os russos tomam de vez a Ucrânia, tomam também seus arsenais, inclusive o armamento enviado pelo Ocidente.

Last edited 4 meses atrás by Sequim
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

O fornecimento de gás natural russo ainda não foi, e provavelmente não será, afetado pelas sanções. Os Europeus, muito provavelmente passarão a pagar pelo fornecimento em ienes ou outra forma de pagamento que não tenha sido bloqueada e a Rússia não tem condição econômica nenhuma de cancelar os acordos de venda de gás e petróleo (1/3 do orçamento público russo vem da exportação de gás e petróleo e se eles entrarem em déficit não terão a quem recorrer para pegar empréstimos).

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinicius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Viu? Encenação, teatrinho, inclusive do Putin, ao colocar em alerta sua força nuclear. Não sejamos ingênuos: alguém realmente acha que os governos desses países não estão em constante debate e negociações e o que se “vaza” não é apenas para alimentar a mídia corporativa ávida por manchetes bombásticas?

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Sequim, lógico que bloquear a compra de gás russo pelos europeus teria sido a sanção mais efetiva imaginável, porém o que foi feito já é o suficiente para causar uma tragédia na economia russa. Para você ter ideia, mesmo com a moex fechada o rublo já perdeu quase 40% do seu valor frente ao dólar no mercado futuro. Sem contar o investimento estrangeiro que vai secar. Estas sanções estão longe de ser teatro e vão trazer muita dor de cabeça para os russos (lembre-se que 1/2 do PIB mundial está aplicando sanções). P.S para se ter uma ideia, o BC… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinicius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Meu caro, acho que não me expressei bem. Quando chamei as sanções de “teatro” , eu quis me referir à efetividade delas. Se é para sancionar a Rússia, porque não cortar o fornecimento de gás dela à Europa? Porque os europeus não são loucos ou burros. As sanções aplicadas aos russos terão alguma efetividade por algum tempo, mas logo serão amainadas, simplesmente porque se não quem vai para o buraco é a UE. A Rússia é estratégica demais para a Europa para ser banida em definitivo. Ela não é a Venezuela, Cuba, Síria ou Líbia. Não é mesmo.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Em meio ano eu volto aqui para lhe lembrar dessa sua previsão de que as sanções não irão durar muito tempo.

Agora, quanto à efetividade delas, só não vê o quão efetivas são quem não quer. Quando um país precisa fechar a Bolsa de Valores, dobrar o juros, impedir que estrangeiros vendam seus ativos, tem sua moeda desvalorizada em 40% antes dela poder ser negociada na bolsa e metade das suas reservas nacionais congeladas duas coisas podem estar acontecendo:

A) você está tendo um pesadelo, ou

B) a economia está em queda livre.

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinícius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinícius
4 meses atrás

Meu caro, qualquer evento traumático gera efeitos econômicos imediatos. Basta ver o que aconteceu com a Bolsa de Nova York nos dias que se seguiram aos ataques de 11/09/2001. E quanto ao prazo que você deu, 6 meses, em termos históricos, são um piscar de olhos.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Sequim, quanto tempo você acha que durarão as sanções então?

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinícius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinícius
4 meses atrás

Bruno, não tenho o dom da adivinhação, infelizmente. Talvez dure 6 meses, talvez dure 10 anos. Não tenho como saber. O que posso fazer é o que estou fazendo, que é especular em cima de informações e fatos históricos passados. Se realmente quissessem estrangular economicamente a Rússia, teriam banido a venda do gás russo aos europeus. Imagina se isso acontecesse e a China crescesse o olho pro gás russo? Dinheiro para bancar um gasoduto Rússia x China os chineses têm. Fosse assim, os europeus chorariam na cama que é lugar quente. Então, pode acreditar que essas sanções, além de pouca… Read more »

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

“Se realmente quissessem estrangular economicamente a Rússia, teriam banido a venda do gás russo aos europeus” E substituir o que iria substituir o gás russo? A UE não sanciona esse setor pois não há alternativa ao gás russo no momento. Os russos também não irão bloquear o fornecimento de gás pois não há alternativa de comprador (um gasoduto ligando a China aos campos de gás que hoje abastecem a Europa não é construído do dia para a noite, é preciso anos de trabalho). Porém, não só de gás e petróleo vivem os russos e o restante da economia russa vai… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinicius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

De forma indireta você acabou concordando comigo. Não há alternativa ao gás russo. Por isso não incluíram o gás russo nas sanções. A UE cogitou utilizar navios-tanque para trazer do exterior GLP, o que é uma alternativa inviável pois qualquer importação dessas, via navios, demora semanas. E acredite, o gás russo é estratégico demais para a Europa, em especial para a Alemanha , que é quem de fato manda na UE.

Last edited 4 meses atrás by Sequim
Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Eu nunca discordei de você nesse ponto. No momento não há alternativa ao gás russo, mas isso não impede a UE de sancionar todo o resto da economia russa. É um país de 140 milhões de habitantes, não um campo de gás. Essa ideia de que a Rússia só vive de gás e petróleo é, no mínimo, limitada e acreditar que as sanções só teriam efeito se afetassem esse setor é demonstração de completa ignorância em macroeconomia.

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinícius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinícius
4 meses atrás

É mesmo? Então imagina o que aconteceria à macroeconomia se o Putin anunciasse amanhã que iria cortar, de forma unilateral, o fornecimento de gás á Europa em , digamos , 30%, provocando escassez e inflação de demanda. E olha que é uma hipótese plausível, pois se o Putin até já ameaçou utilizar armas nucleares neste conflito. Gás é insumo para indústria e qualquer aumento de preço impacta toda a cadeia produtiva. Veja que os mercados no mundo todo estão em pânico com a possibilidade do petróleo ir a 150, 200 dólares o barril. Isso porque o petróleo também é insumo.

Last edited 4 meses atrás by Sequim
Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Você já parou para pensar que existe um motivo para ele não ter feito essa ameaça? Especialmente considerando que é uma ideia tão óbvia.

Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinícius
4 meses atrás

Então porque ele ameaçou utilizar armas nucleares neste conflito, partindo-se do pressuposto de que isso também seria óbvio, por ser a Rússia uma potência nuclear?

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Para você ver como a ideia de cortar o gás da Rússia para a Europa é inimaginável. Putin prefere ameaçar o uso de armas nucleares antes de ameaçar fechar a torneira do gás.

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Ah, e seria preciso cortar mais do que 30%. A Europa tem reservas suficientes para 5 meses de um corte completo.

https://www.economist.com/europe/2022/01/29/how-will-europe-cope-if-russia-cuts-off-its-gas

Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

O que você acha que aconteceria se esse corte acontecesse? A inflação aumentaria em razão da especulação dos agentes financeiros pela simples expectativa de que essa reserva de 5 meses acabaria em… 5 meses! Isso iria gerar uma inflação inercial mundial que duraria muito tempo. Então essa reserva tem, em termos econômicos, pouquíssima utilidade.

Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Sugiro que você leia a matéria…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

E só para lhe dar uma noção do poder econômico de cada um dos envolvidos:

4,1% das exportações da UE vão para a Rússia

46% das exportações russas vão para a UE (e o bloco é a fonte de 40% das importações).

O PIB da UE (sem o UK) é de 15 trilhões de dólares, o da Rússia é 1,42 trilhão.

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinícius
WSilva
WSilva
Reply to  Bruno Vinicius
4 meses atrás

Alguém precisa avisar este senhor que a China já retomou o controle de HK sem disparar uma bala.

Taiwan será diferente, mas cairá invariavelmente.

Alexandre
Alexandre
4 meses atrás

Brilhante artigo de um General do Exército Brasileiro e que comandou uma das mais importantes divisões do nosso País.
Mostra claramente que a Rússia está certa. Será que esse General é comunista?
General melancia?
Ou falou aquilo que é somente uma constatação dos fatos sem nenhuma paixão ideológica?

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Alexandre
4 meses atrás

ele está corretissimo, tudo q falou é certo,concordo, mais ele sempre será um melancia o mais melancia dos melancias talvez só menos q o figueiredo

Last edited 4 meses atrás by horatio nelson
Maurício.
Maurício.
4 meses atrás

Só li verdades nas falas do general, mas tem um pessoal que vive em um mundo encantado que não vai gostar muito…

Machado
Machado
4 meses atrás

Não existe razão onde não há força. Fica a dica para o Brasil e outros aí que em breve serão a bola da vez. Armas nucleares já!!!

Last edited 4 meses atrás by Machado
Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
4 meses atrás

Nem uma palavra do ex-ministro, que não esconde a idade chamando Taiwan de Formosa, sobre a ascensão de um fascismo malicioso dentro das democracias ocidentais que veio ensaiando desde quarenta anos atrás desmontar o arranjo do imediato pós guerra, com destaque pra derrocar a América (abater seu controle sobre os fluxos monetários, o dólar referência e destacada hegemonia técnico-militar), reinstaurar uma desordem interestatal favorável a um neocolonialismo de exploração e depredação diretas sob a lei do mais forte ‘com instinto de mando’ além de se vingar (de acordo com sua ideologia, restabelecendo poeticamente a lei natural e divina de sua… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
JOSE DE PADUA VIEIRA
Reply to  Alex Barreto Cypriano
4 meses atrás

Chamar de Formosa, Taiwan, China nacionalista ou republica da china demonstra conhecimento, não idade. De resto, seu comentário não tem proveito nenhum para o artigo.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  JOSE DE PADUA VIEIRA
3 meses atrás

‘seu comentário não tem proveito nenhum para o artigo.’ Ora bolas, e eu que pensava que os artigos é que deveriam ter proveito pros leitores, nem que seja pra serem criticados, refutados ou lamentados…

Last edited 3 meses atrás by Alex Barreto Cypriano
naval762
naval762
4 meses atrás

Torcedores torcerão.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
4 meses atrás

A primeira pessoa no país que falou com isenção sobre o conflito.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Red Pill - 红色药丸
4 meses atrás

Concordo, sem o blá blá blá e o mimimi ideológico barato, só falou verdades e fatos.

Ivanmc
Ivanmc
4 meses atrás

Eua (otan) política do “Big Stick.”

horatio nelson
horatio nelson
4 meses atrás

pela primeira vez vou concordar com o melancia do etchegoyen.

Bardini
Bardini
4 meses atrás

Eu esperava uma análise muito melhor do que essa que li, principalmente por respeitar esse General.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Vai no G1 e se enrola na bandeira.

EParro
EParro
Reply to  Bardini
4 meses atrás

Eu, já não gostava do pai! Do filho, menos ainda.

Fabio
Fabio
4 meses atrás

nao entendi a parte da china em invadir Hong Kong, mas Hong Kong já não é parte da china ?

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Fabio
4 meses atrás

Isso eu também não entendi kkkkk

Bosco
Bosco
4 meses atrás

Essa é a opinião desse general. Não concordo com ela.
Tirando a parte em que ele diz que a paz é uma concessão do mais forte. Nessa ele foi perfeito.

Last edited 4 meses atrás by Bosco Jr
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Em defesa dele, ao menos na parte em que diz que o “o Ocidente abandonou a Ucrânia”, pode ter sido resultado da entrevista ter sido dada no dia 25

Bosco
Bosco
4 meses atrás

Esse negócio de território tampão em pleno Século 21 e de que a OTAN estava se expandido e sufocando a Rússia é historinha da carochinha. Acredita nessa narrativa quem quer.
O fato é que o Putin é um ditador e como tal fatalmente iria fazer caca , mais cedo ou mais tarde.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Então o senhor acredita que os EUA aceitariam meios militares russos no seu entorno geoestratégico? Se sim, por que não aceitou em Cuba durante a guerra fria?

Abraços. 🙂

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Nascimento
4 meses atrás

Segundo alguns “especialistas” aqui do site, só a elite ocidental pode ter a prerrogativa de invadir países impunemente. A Rússia não pode.

É cômico.

Bosco
Bosco
Reply to  Allan Lemos
4 meses atrás

“Segundo alguns “especialistas” aqui do site, só a elite ocidental pode ter a prerrogativa de invadir países impunemente.”

Impunemente?
Poderia jurar que você já disse que os EUA perderam no Vietnã e no Iraque e saíram corridos do Afeganistão e do Vietnã.
Sem falar que nas 3 campanhas as mortes de americanos somaram mais de 65000.
Não existe almoço grátis.


Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Já devo ter dito. Mas qual foi a consequência diplomática? Quais sanções os EUA e seus aliados sofreram? Foram boicotados pelas federações internacionais do esporte? Países fecharam seus espaços aéreos para aviões de bandeira americana? Foram expulsos do sistema financeiro internacional?

Aliás, qual a punição que sofreram por terem invadido o Iraque com base em uma mentira?

Explica ai.

Bosco
Bosco
Reply to  Allan Lemos
3 meses atrás

Mas se a China e Rússia, cachorros grandes que são, contraponto ao Ocidente opressor, não quiseram implementar esse tipo de ação e consentiram, fazer o quê?

Last edited 3 meses atrás by Bosco Jr
Bosco
Bosco
Reply to  Nascimento
4 meses atrás

O que se aplicava na Guerra Fria no início da década de 60 não se aplica hoje. Naquela época os soviéticos não tinham como atingir os EUA rapidamente já que não existiam SSBNs e os únicos e poucos ICBMs eram de combustível líquido que demandava várias horas de preparação e a diferença de distância era de pelo menos 8000 km. A distância com ou sem a Ucrânia para a borda da fronteira da OTAN é de 600 km até Moscou a partir da Letônia, que pode ser alcançada por um míssil balístico de curto alcance em menos de 5 minutos.… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Bosco
4 meses atrás

Rsrsrsrs agora a ucrânia jamais entraria na OTAN. tá certo…

Bosco
Bosco
Reply to  carcara_br
4 meses atrás

Eu não disse isso.

Bosco
Bosco
Reply to  Nascimento
4 meses atrás

Um ataque nuclear pode ser adotado com 3 objetivos: 1- decapitação (contra a liderança político/militar) 2- contra força (contra alvos nucleares e militares) 3- contra valor (contra alvos civis e centros industriais) – Para se defender de um ataque de decapitação a única solução é os dirigentes do país alvo se deslocarem para posições secretas. Se o ataque de decapitação for completamente preventivo, não provocado, aí é impossível os líderes alvos escaparem e nem precisa ser adotando armas nucleares. Pode ser com uso de mísseis cruise stealths, bombardeiros stealths, mísseis hipersônicos, mísseis balísticos de curto alcance, etc. Em sendo um… Read more »

Nascimento
Nascimento
Reply to  Bosco
3 meses atrás

Excelentes comentários Senhor Bosco. Muito interessante entender essa parte técnica-militar a respeito das capacidades ofensivas de cada época. Não entendo como um comentário excelente como este consegue ter negativações. Entretanto o maior argumento russo é o de profundidade estratégica, independente das capacidades militares nucleares. Nessa suposição a Rússia fica em MUITA desvantagem frente aos EUA. A OTAN não atua diretamente, o Reino Unido e os EUA sempre utilizaram da guerra virtual e de propaganda online para derrubar governos, foi isso que ocorreu na Primavera Árabe, no Euromaidan, e na tentativa recente na Belarus. Em 2005, em um discurso proferido na… Read more »

João Adaime
João Adaime
4 meses atrás

Agora fedeu de vez.
A mais importante entidade mundial, a Fifa, baniu a Rússia das eliminatórias para a Copa do Mundo 2022.
O povo russo não vai aceitar isso. Logo logo o Putin cai. Acho que esta retaliação ele não tinha previsto.
Se o Putin for esperto, coloca como exigência para o armistício com a Ucrânia, a volta às eliminatórias.
Se alguém ainda não percebeu, estou sendo apenas irônico. Fora o fato de que o povo vai realmente chiar.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
4 meses atrás

Falou e disse. O resto é conversa pra revista Veja, matéria de Rede Globo, pra vender jornal e curtidas de Internet. Simples assim. Se não fosse desta forma, o mundo teria lutado por Etiópia X Eritreia, Rodesia X Botswana, Chile X Perú /Bolivia e tantos outros conflitos sem interesse de grandes potências. Novamente digo que, cabe ao Brasil, cuidar da sua vida, rezar para que o conflito termine logo, antes que nosso agronegócio sofra, que o petróleo arrase nossa combalida economia. E nos armemos pois quando o foco das grandes potências, forem o nosso Brasil, não haverá CS que faça… Read more »

carcara_br
carcara_br
Reply to  Claudio Moreno
4 meses atrás

Lucido.

Gustavo
Gustavo
4 meses atrás

O gen. Etchegoyen está 8 anos desatualizado. Lá em 2014 antes da ocupação russa da Crimeia a análise dele estaria mais correta, visto que a OTAN e a UE estavam investindo pesado para trazer a Ucrânia para o lado ocidental.
Mas quando o Putin escolhe anexar a Crimeia e a dar suporte aos separatistas no leste uraniano, ele simplesmente abdica da possibilidade de manter como aliada ou mesmo neutra.
Assim como é natural que a Finlandia e a Suécia hoje estão pensando seriamente em entrar na OTAN, o que não era verdade uma semana atras.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Gustavo
3 meses atrás

Exato, a Rússia empurrou a Ucrânia para a Otan e agora chora!

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
4 meses atrás

Cheguei à conclusão que para alguns aqui nos comentários a Rússia não passa de um campo de gás gigante. Não possuí indústria manufatureira, bancos, moeda nacional, serviços, habitantes. É simplesmente um campo gigante de gás e petróleo e, por isso, as únicas sanções econômicas possíveis são no setor energético.

Last edited 4 meses atrás by Bruno Vinícius
Sequim
Sequim
Reply to  Bruno Vinícius
4 meses atrás

Aguarde os acontecimentos e você entenderá o que eu disse. Eu compreendo. É bastante complexa mesmo a situação atual.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Sequim
4 meses atrás

Hahahahaha

Em breve nos falamos de novo

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Bruno Vinícius
3 meses atrás

A economia Russa, apesar de ter características que foram trabalhadas para sustentar este isolamento, é de tamanho similar a do Brasil, em uma corrida longa a diferença de poder econômico joga muito contra eles, mesmo com o corte no gás, que também corta receita russa, os alemães continuarão tomando sua cerveja no fds, acabaram de aprovar 100bi em orçamento militar, a França vai pelo mesmo caminho, a vida dentro da Otan seguira dentro de uma certa normalidade já na Rússia barco da economia seguirá fazendo agua!

Sequim
Sequim
Reply to  Carlos Gallani
3 meses atrás

Se as sanções da EU demoraram muito , os alemães tomarão cerveja congelada no inverno, pois faltará gás para aquecer suas casas no inverno, e os franceses não poderão comer suas baguetes, pois faltará trigo russo para fazer a massa.

WSilva
WSilva
4 meses atrás

Este senhor está mal informado.

Primeiro, Russia e China não assinaram tratado nenhum de não agressão, a parceria sino-russa é estratégica e não militar, embora isso possa mudar no futuro.

Segundo, HK já está sob domínio chinês.

Terceiro, dado a situação atual não faz sentido a China reunificar Taiwan agora. Parece tentador mas há muita coisa em jogo e por incrível que pareça, esse cenário atual é favorável a China desde que não se espalhe para Europa e outros cantos do mundo.

”No meio do caos há sempre uma oportunidade” – Sun Tzu

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  WSilva
3 meses atrás

A Rússia sairá muito menor deste conflito e isto é ótimo para quem tem dinheiro sobrando e esta querendo ampliar sua influencia global, a China tem tudo para fagocitar muito da importância Russa que basicamente é uma herança sem muita sustentação da sua antiga inimiga URSS.
A amizade entre Rússia e China não passa de um frágil contraponto a um inimigo em comum, qualquer vacilo um puxa o tapete do outro.

rdx
rdx
4 meses atrás

Se conquistar será uma vitória de pirro.

rdx
rdx
4 meses atrás
ANTONIO SANTOS
ANTONIO SANTOS
Reply to  rdx
4 meses atrás

Listona do zap.
Meu vizinho disse que foram mais tanques, tem que atualizar a lista.
Confia.

Oliveira
Oliveira
4 meses atrás

Em meio a tanta fanatismo e paixões ideológicas, uma análise sensata dos fatos.

Mensageiro
Mensageiro
4 meses atrás

Temos de reconhecer que o “vovô” Biden (como muitos rotulam de fraco por ser velho e como se a velhice não chegasse a todos), foi fundamental pra economia russa desabar. Biden ficou dias alertando que a Ucrânia seria invadida, sem isso a invasão passaria despercebida e a Ucrânia teria sido tomada já.

Tallguiese
Tallguiese
4 meses atrás

Bela explanação de como funciona relações internacionais e geopolítica mundial. Tenho certeza que nos brasileiros também não gostaríamos de ter nossa fronteira cercadas e sufocadas dessa forma. Com certeza reagiria-mos!

carcara_br
carcara_br
4 meses atrás

Dá até gosto ler uma análise intelectualmente honesta, hj na imprensa e até aqui nos comentários é só propaganda, digito isto enquanto não parei pra ler nada, mas já sei o que virá de críticas, qual o objetivo da propaganda ucraniana em nossas terras, recrutar mercenários? não sei…

Last edited 4 meses atrás by carcara_br
carcara_br
carcara_br
Reply to  carcara_br
4 meses atrás

Vou chamar efeito F-35
É a crença europeia e americana de que são totalmente invisíveis e intocáveis pelas forças Russas, provavelmente será estudado no futuro com um nome melhor, mas vai cobrar um preço muito alto desses caras…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
4 meses atrás

O governo russo decidiu que vai manter a Moex fechada amanhã também. Basicamente estão tentando atrasar o inevitável.

https://www.wsj.com/livecoverage/russia-ukraine-latest-news-2022-02-28/card/kLVgZhp5euuV1BfDlhb1

André Souza
André Souza
4 meses atrás

Isso é uma análise ou ele está tentando prever o futuro ?
Depois da situação que vimos de enfrentamento entre as duas tropas tudo pode acontecer, e depois tem que combinar com a população Ucraniana essa suposta “passividade” que esse senhor cita na “previsão de futuro” dele.

DanielJr
DanielJr
4 meses atrás

Tirando do texto o argumento de que o ocidente não fez quase nada (melhorou um pouco nos últimos 2 dias somente) para tentar frear os russos e o caso do Afeganistão, os EUA e OTAN deixaram seus aliados em uma situação complicada para não se envolver diretamente em conflitos, ele propõe que a China se sinta encorajada a tomar Taiwan para si. Eu vou além, acredito que além de China x Taiwan, teremos outros locais no mundo onde isso poderá ocorrer (não me lembro de nenhum agora), mas ainda há o outro lado: do parceiro do ocidente que se vê… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
4 meses atrás

Ele falou a verdade, a OTAN ficou se fazendo de boba, falou Ucrânia vem pra cá que fica tudo bem, na hora que o pau torou, ficarem falando que iam impor sanções, depois impuseram as sanções, não funcionou, aí foram entregar armas, depois de mais da metade do país terem tropas russas, agora imporam mais sanções, a Ucrânia foi entregue desde o início ou Biden não acreditou nos Russos, os Russos a anos vem comprando ouro eles já esperavam as sanções.

Lucas
3 meses atrás

EUA e Europa rica são muito unidos, o Brasil deveria se aliar fortemente a Rússia e a china, olha que estou falando qualquer intervenção na Amazônia vai haver apoio de EUA e Europa ninguém vai se contrapor, a não ser Rússia e china observem e guardem o que estou falando, esse jogo político que existe é feroz. Invasão dos EUA no Iraque não houve ninguém falando ND, agora ate da copa do mundo querem tirar a Rússia. Torço pela Rússia sim, pois eles são os únicos juntos com a china que vai ficar do lado brasileiro em alguma intervenção amazônica.

Lucas
3 meses atrás

Uma coisa é que o Brasil tem que fabricar seus torpedos porque a França nos vendeu submarino, mas em caso de problema com algum país da Europa, por internacionalização da Amazônia, EUA e qualquer país da Europa vai fazer embargos de armas, para o Brasil, vai usar submarino sem torpedos? Ou qualquer outro tipo de munição?? Ou míssil?? Brasil teIssom que acordar Porque EUA e Europa rica são unidas, eles tem mais a ganhar juntos do que o Brasil com um ou com outro.

Albert trunter
Albert trunter
3 meses atrás

A guerra do Putin com contra o Globohomo será árdua. Depois ((deles)) terem destruído o ocidente, mais precisamente os brancos, removendo sua representação de todos os lugares e enfraquecendo sua vontade, ((eles)) que dominam as finanças, grandes corporação e toda a mídia ocidental, vão se voltar para os lugares insubmissos a sua vontade como a Rússia, Índia, China, Japão. E assim cumprir a sua visão de escolhidos, e drena as riquezas de todos os povos do mundo para suas mãos.

BrunoFN
BrunoFN
3 meses atrás

Errado n ta .. mas a realidade jogada na cara de um cidadão comum .. e difícil de aceitar …outra coisa . .em plena guerra a ONU solta notinha de possíveis ”armagedom” provocada por mudanças climáticas .. obre o olho Brasil

Pereia
Pereia
3 meses atrás

Quanto a pagamentos, sistema chino já está adiantado comercialmente, não pensemos só como arma. Tem banco de mineradora já cadastrado,.logo dos BRICs. Vai dar pra pagar algum equipamento via moeda chinesa, e mesmo o tal potássio, e celular novo. Talvez um acordo com nosso Pix?

Pereia
Pereia
3 meses atrás

Mania de Europa querer levar pra tribunal, vai lá e briga gringads. Vi a reunião da ONU hoje.

Zé zinho
Zé zinho
3 meses atrás

Uma pérola como essa vinda de um general faz qualquer um tremer…de vergonha.

Miguel Brandão
Miguel Brandão
3 meses atrás

Depois de 31 anos após a queda da URSS, esta guerra constitui o marco temporal da volta à bipolaridade neste mundo chamado Terra. De um lado EUA/UE (RU, Canadá, Austrália, Japão, Coréia do Sul e Israel), de outro China/Rússia (Coréia do Norte, Irã, Venezuela, Síria, Paquistão). Correndo por fora na corda bamba: Índia, Turquia, Argentina, África do Sul, Brasil, Indonésia, Egito e Arábia Saudita e alguns outros. O jogo vai ficar cada vez mais pesado no comércio de energia e alimentos.

Paulo Augusto Lacaz
Paulo Augusto Lacaz
3 meses atrás

Quem ganhou a II Gerra Mundial foram os Russos, com 20 milhões de mortos entre civis e militares. No meado da guerra Stalin não recebeu o apoio de Roosevelt e nem de Churchill , que desejavam a morte do comunismo russo e com isto ficaria mais fácil deles acabarem o o Exército de Hitler. A maioria dos Ocidentais são calhordas. Putin pode acreditar nos atuais? Este que estão no Governo da Ucrânia são extremistas de direita – Fascista-nazistas. – https://tijolaco.net/disneylandia-do-neonazismo-mas…/… Foram os Americanos que desestabilizaram a Ucrânia em 2014 – CRISE UCRÂNIA – RÚSSIA – USA – 2022 https://palacazgrandesartigos.(blogspot.)com/2022/01/crise-ucrania-russia-usa-2022.html .… Read more »

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -