O comandante-em-chefe das forças armadas da Ucrânia, Valery Zaluzhny, diz que a falta de caças e artilharia dificulta a ofensiva

Os planos de contra-ofensiva da Ucrânia foram retardados pela falta de poder de fogo adequado, de caças modernos a munição para armas de artilharia, disse o comandante-em-chefe militar do país, Valery Zaluzhny.

Reclamando da lentidão nas entregas de armas prometidas pelo Ocidente, Zaluzhny disse em entrevista ao Washington Post publicada na sexta-feira que os apoiadores ocidentais de Kiev não lançariam eles próprios uma ofensiva sem superioridade aérea, mas a Ucrânia ainda aguarda os caças F-16 prometidos por seu aliados.

“Não preciso de 120 aviões. Não vou ameaçar o mundo inteiro. Um número muito limitado seria suficiente”, disse ele ao jornal, dizendo que “me irrita” quando alguns no Ocidente reclamam do lento início e progresso do avanço contra as forças russas.

“Eles são necessários. Porque não há outra maneira. Porque o inimigo está usando uma geração diferente de aviação”, disse ele.

Ele também reclamou que tem uma fração dos projéteis de artilharia que a Rússia está disparando.

Zaluzhny disse que está em contato constante com parceiros ocidentais, como o presidente do Pentágono Joint Chiefs, general Mark Milley, que está ciente das necessidades da Ucrânia.

“Temos um acordo: 24 horas por dia, 7 dias por semana, estamos em contato. Então, às vezes posso ligar e dizer: ‘Se eu não conseguir 100.000 projéteis em uma semana, 1.000 pessoas morrerão. Entre no meu lugar’”, disse ele ao Washington Post.

Mas Milley sozinho não pode tomar a decisão, e os atrasos são mortais, disse Zaluzhny.

“É que enquanto essa decisão está sendo tomada, na situação óbvia, muitas pessoas morrem todos os dias – muitas. Só porque nenhuma decisão foi tomada ainda”, disse ele.

“Isso não é um show”, acrescentou. “Não é um show que o mundo inteiro está assistindo e apostando ou algo assim. Todos os dias, cada metro é doado por sangue”, disse ele.

O think tank com sede em Washington, DC, o Institute for the Study of War (ISW), disse na sexta-feira que Zaluzhny respondeu a uma pergunta sobre perdas de equipamentos militares em batalhas com forças russas dizendo que a Ucrânia usou seus tanques e carros blindados em combate e não os guardou para “desfiles”.

Falando mais tarde na sexta-feira em Washington, Milley disse que os Estados Unidos e seus aliados estão trabalhando duro para abastecer a Ucrânia.

“Estamos dando a eles toda a ajuda humanamente possível”, disse ele.

Milley disse que os EUA ainda estão em negociações para fornecer à Ucrânia F-16 e ATACMS, mísseis de precisão que podem mais do que dobrar o alcance que as forças ucranianas são capazes de atingir.

Ele reconheceu que algumas pessoas expressaram impaciência com o ritmo da contraofensiva.

‘Guerra no papel e guerra real são diferentes’: Milley

Milley disse a uma audiência no National Press Club em Washington que a contraofensiva da Ucrânia estava “avançando de forma constante, abrindo caminho deliberadamente através de campos minados muito difíceis… 500 metros por dia, 1.000 metros por dia, 2.000 metros por dia, esse tipo de coisa”.

Ele disse que não estava surpreso que o progresso fosse mais lento do que algumas pessoas e computadores poderiam ter previsto.

“A guerra no papel e a guerra real são diferentes. Na guerra real, pessoas reais morrem. Pessoas reais estão nas linhas de frente e pessoas reais estão nesses veículos. Corpos reais estão sendo destruídos por explosivos”, disse ele.

“O que eu disse foi que isso vai levar seis, oito, 10 semanas, vai ser muito difícil”, acrescentou.

“Vai ser muito longo e muito, muito sangrento. E ninguém deve ter ilusões sobre nada disso.”

Na sexta-feira, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse que suas forças avançaram “em todas as direções de nossas operações ativas”, enquanto Hanna Maliar, vice-ministra da defesa do país, disse que os militares da Ucrânia avaliaram o progresso como “indo de acordo com o plano” e que a contraofensiva deveria ser avaliada por “muitas tarefas militares diferentes”.

Zelenskyy também ordenou o reforço da segurança na fronteira de seu país com a Bielorrússia, onde combatentes do grupo mercenário russo Wagner foram exilados.

Zelenskyy disse ter sido informado na sexta-feira sobre a situação na Bielorrússia pelo serviço de inteligência ucraniano GUR, serviços de inteligência estrangeiros e guardas de fronteira.

“Por decisão do Stavka [chefe de gabinete], o comandante-em-chefe [Valery] Zaluzhny e o general [Serhiy] Nayev foram instruídos a fortalecer a direção norte para garantir a paz. Existem prazos apropriados”, disse o líder ucraniano em um vídeo publicado no Telegram.

O líder bielorrusso Alexander Lukashenko ofereceu ao chefe de Wagner, Yevgeny Prigozhin, refúgio em seu país depois que seus combatentes cancelaram o motim para remover a liderança militar da Rússia.

As autoridades ocidentais agora temem que as forças de Wagner possam desestabilizar a Europa Central e Oriental a partir das futuras bases na Bielo-Rússia.

O ISW disse na sexta-feira que fontes relatam que Wagner operará três grandes campos de campo na Bielorrússia, e relatos da mídia afirmam que os centros de recrutamento para a força mercenária privada ainda estão abertos na Rússia e aceitando novos recrutas.

FONTE: Al Jazeera / Agências Internacionais

Subscribe
Notify of
guest

81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antunes 1980
Antunes 1980
11 meses atrás

A Ucrânia está tirando leite de pedra.

Vale a pena lembrar que apenas 2 meses após a invasão russa, eles começaram a receber equipamentos ocidentais mais sofisticados.

A superação do exército ucraniano supera de longe, os seus erros no campo de batalha.

Como hoje a estratégia Rússia é defensiva, dificilmente a Ucrânia sem apoio aéreo, artilharia e/ou mísseis de médio/longo alcance, conseguirá algum ganho significativo.

Há rumores que logo será feita a primeira rodada de negociações para o fim da guerra.

Ambos os lados estão chegando a um grande nível de esgotamento.

Last edited 11 meses atrás by Antunes 1980
Henrique A
Henrique A
Reply to  Antunes 1980
11 meses atrás

São dois países que tem um nível de pobreza bastante alto para padrões europeus e esta guerra está particularmente intensa em meios, então não há como eles continuarem por muito tempo, vão cair de exaustos.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Antunes 1980
11 meses atrás

…artilharia e/ou mísseis de médio/longo alcance..” HIMARS e StormShadow são o que?
A Ucrânia só não pode atacar o território russo, mas de resto…

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

São meios adequados. Desde que em quantidade suficiente.
Há um mundo de distância entre o que se precisa para se defender e o que precisa para atacar.

Bruno
Bruno
Reply to  Antunes 1980
11 meses atrás

Não torço pra nenhum dos lados e fico triste com tantas mortes ocorrendo. Como eu queria que, de fato, houvesse um acordo de paz para este conflito. Mas, infelizmente não acredito que isso irá ocorrer em breve.

mago
mago
11 meses atrás

Foto antiga desse sujeito. Outra coisa interessante! Como avançou a tecnologia de comunicações ehm! Esse sujeito conseguiu fazer essa reclamação mesmo estando no “além”. Impressionante o avanço tecnológico.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  mago
11 meses atrás

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Até hoje vcs com essa história? Não se cansam de passar vergonha não ?
O cara tá dando entrevistas, inclusive para veículos de fora da Ucrânia.
E mesmo assim, vcs continuam só com essas narrativas fajutas.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Nuno Taboca
11 meses atrás

Como o que você acredita ou não é irrelevante, segue o jogo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  mago
11 meses atrás

Sim sim é uma nova tecnologia que a Ucrânia esta desenvolvendo, se chama sistema de comunicação com o mundo espiritual, é fantástico.

fjuliano
fjuliano
11 meses atrás

Max Blumenthal, fundador e editor-chefe do The Grayzone, disse que a administração de Joseph Biden sabe que “está aumentando uma guerra por procuração contra a maior potência nuclear do mundo”. Recordando as palavras do presidente Biden em março de 2022, caracterizando o fornecimento de equipamento ofensivo a Kiev como “Terceira Guerra Mundial”, ele observou que “Biden mudou de tom” pouco mais de um ano depois. Ele perguntou aos presentes: “Por que estamos tentando a aniquilação nuclear inundando a Ucrânia com armas avançadas e sabotando as negociações a cada passo?” Chay Bowes, um estudioso especializado em armas pequenas e munições, disse… Read more »

Felipe
Felipe
Reply to  fjuliano
11 meses atrás

Q blablabla…. otan já perdeu…desiste enquanto dá tempo

Nei
Nei
Reply to  Felipe
11 meses atrás

KKKKK, como é viver em Nárnia 24hrs por dia Felipe?

Werner
Werner
Reply to  fjuliano
11 meses atrás

O fim da Rússia ou do mundo?

Rafael
Rafael
11 meses atrás

Próxima manchete:
“Comandante da Ucrânia irritado com a falta de recursos humanos”.
Em algum lugar da Ucrânia deve existir alguém estudando atentamente a taxa de natalidade e as expectativas de vida dos últimos 20 anos para definir a quantidade de “peças de reposição no estoque”, se quiserem mesmo continuar o conflito por mais alguns anos.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Rafael
11 meses atrás

Foi publicado….li em algum lugar….tem uma reportagem….ouvi falar …

Sempre são essas as fontes dos adoradores de putin. Fatos mesmo, nenhum. Só a economia da rússinha vai aos poucos voltando pra 1920

Guacamole
Guacamole
Reply to  Rafael
11 meses atrás

Me prontifico a ajudar a crescer a taxa de natalidade daquele país.
É um sacrifício, mas alguém tem que fazer.

Last edited 11 meses atrás by Guacamole
BLACKRIVER
BLACKRIVER
11 meses atrás

Incrível como que um um país que tinha tudo para ser uma potência se tornou no que a Ucraniana é hoje! Cinco usinas nucleares Portos estratégicos para o comércio do país Um rio extremamente útil grande e extraordinário para geração de energia e para a logística Infraestrutura relativamente boa de ferrovias herdade da URSS A agricultura do país é uma potência, mesmo assim poderia ser muito mais significativa na geração de divisas para o país O país herdou um parque industrial razoável da antiga “mãe” atual inimiga Pelas terras desse país transita parte do gás e petróleo russo que gera… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

A Rússia era o principal importador e exportador pra Ucrânia. Os políticos e oligarcas ucranianos venderam o país para os EUA. A saída da Rússia foi garantir sua base naval na Crimeia antes que os EUA tomasse tudo.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  LUIZ
11 meses atrás

Tudo mesmo.É só ver como tomaram conta do que restou da URSS.Entregaram mole fazer o que ?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Renato de Mello Machado
11 meses atrás

O que restou da URSS?

Tem noção do que aconteceu aos antigos países do bloco de leste quando decidiram mudar o regime para uma democracia liberal? E aderir à UE?

Mas deve saber melhor do que os habitantes desses países já que a maioria, 80% ou mais, não querem voltar atrás…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

Sem duvida a vida desses paises que eram do bloco soviético mudou muito, é so ver a taxa de crescimento de todos eles, graças a democracia liberal estão todos igualdade com a Alemanha.

Charles
Charles
Reply to  LUIZ
11 meses atrás

Tinha mais a ganhar sendo um país neutro e fazendo negócios dos dos lados, mas o nível de corrupção é muito alto e está enraizada na cultura do país. Não existe chances reais da Ucrânia fazer parte da Otan. Quem sabe passando algumas gerações.

Nei
Nei
Reply to  Charles
11 meses atrás

Isso é o que você diz. Quer falar de corrupção? Brasil, Rússia são ótimos exemplos, mas culpar a Ucrânia é mais fácil.

Last edited 11 meses atrás by Nei
Charles
Charles
Reply to  Nei
11 meses atrás

Concordo, mas você não entende, uma das exigências para entrar na Otan é a redução drástica do nível de corrupção interna, e isso é inegociável. Ninguém está culpando a Ucrânia, é simplesmente um fato. Vai levar muito tempo para que eles possam ser aceitos. O Biden já falou que não vai ignorar requisitos para a entrada.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

É muito simples, a Ucrânia é um país de corruptos, como o Trump já alertava anos atrás, certo como sempre.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Honestíssimo são os russos né ? Kkkkkkkkkk

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Nuno Taboca
11 meses atrás

Mas pelo menos saíram da Alemanha.

Nativo
Nativo
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Trump preferia as meninas de vida fácil da Rússia.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Como é possível falar da Ucrânia sem referir a interferência Russa nos seus assuntos internos, com ameaças, chantagens energéticas, golpes políticos, assassinatos, invasões, etc..?

A Ucrânia nunca foi livre devido a essa interferência direta.
E é esse o motivo de revolta. Os Ucranianos sabem que há alternativas melhores e estão a lutar por isso.

Charles
Charles
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

Concordo, mas se aliar ao maior rival da Rússia não foi inteligente, a Ucrânia está sendo destruída, eu pessoalmente acho que seria ótimo se o que você escreveu acima acontecesse, mas não é real. Repito, uma negociação para neutralidade absoluta é a única chance que eles tem de desenvolvimento. Com essa guerra durando anos ou décadas, quem perde mais é o povo Ucraniano.

Wagner
Wagner
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

Realmente a Ucrânia era a menina dos olhos Soviético, de todas as república somente a Ucrânia herdou umgrabe parque industrial e tecnológico eles produzia o Topol.

Allan
Allan
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

Foi assim que a Ucrânia nasceu e é assim que ela vai ficar se a população não fizer alguma coisa é isso que ela vai continuar sendo um grande potencial perdido.
Vale resaltar um paralelo interessante com um grande país da america.

Hcosta
Hcosta
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

E já pensou que tudo isto é precisamente a razão para se livrarem da interferência da Rússia?

A Rússia nunca deixou de interferir nos assuntos da Ucrânia, tratando-a como uma colônia. Podiam ser uma Finlândia, um estado neutro até há pouco tempo e parte da UE mas nem isso permitiram.
Todos ganhavam com uma Ucrânia mais desenvolvida, liberal e democrática, até a Rússia, mas o saudosismo pela União Soviética prevaleceu… Ou a ânsia de o regime Russo se manter no poder…

Nei
Nei
Reply to  BLACKRIVER
11 meses atrás

Queria saber porque ela não virou essa super potência antes.
Será porque estava sendo comandada por um Presidente fantoche Russo?
Ganhando migalhas de ajuda Russa no tocante a “proteção”.

Heitor
Heitor
11 meses atrás

Daqui a pouco vão pedir material humano… Tudo para recuperar, em anos, o que a Rússia tomou em meses…

Last edited 11 meses atrás by Heitor
WSilva
WSilva
11 meses atrás

Meu pai já dizia ”depender dos outros é uma m…. ”

No pior dos casos, a Ucrania por algum milagre recupera alguns territorios conquistados pelos russos, mas vai viver eternamente na sombra da Russia que poderá lançar novos ataques a qualquer momento.

Resumindo, se algum tipo de acordo não for estebelecido a Ucrania nunca mais terá paz.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  WSilva
11 meses atrás

No pior dos casos, a Ucrania por algum milagre recupera alguns territorios conquistados pelos russos

Já recuperou vários territórios e desconheço milagres envolvidos (e reitero que nesta afirmação não tem torcida nenhuma, só fatos). Basta olhar ao longo do tempo os mapas das frentes de combate com as retomadas de território em abril/maio e setembro/outubro do ano passado. A Rússia já ocupou muito mais território ucraniano neste conflito do que ocupa hoje:

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_UKRAINE_ARCHIVE_1_AU_30_AVRIL.pdf

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_ARCHIVE_UKRAINE_1_MAI_AU_31_MAI.pdf

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_ARCHIVE_UKRAINE_2_AU_30_SEPTEMBRE.pdf

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_EN_UKRAINE_ARCHIVE_3_AU_28_OCTOBRE.pdf

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

Ainda assim muito disso se tratou de retirada estratégica russa.

É também fato que nos canais ocidentais já se reconhece que as perdas ucranianas foram devastadoras.

Nesse ritmo, dificilmente conseguirāo romper as linhas russas, por mais que ganhem uma vila aqui e ali.

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Retirada estratégica deixando aquela quantidade de material pra trás?
Tu nem fica com vergonha de alegar uma mentira deslavada dessa?
Foi uma fuga desabalada…deixando toneladas de material pra trás. Defende seu putin aí,mas não mente não

Allan
Allan
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

um fato que vc disse é vdd as midias ocidentais passaram 1 ano falando das baixas assustadoras da Russia e da sua falta de munições e etc. Agr que estamos vendo eles comecar a falar de pesadas baixas Ucranianas, é notavel uma mudança na forma que eles estão tratando a cobertura da guerra.

Nei
Nei
Reply to  Allan
11 meses atrás

Retirada estratégica, só se fosse em Vênus. Desculpas e mais desculpas para o atoleiro que pegou papai Putin.
Estáigual areia movediça.

Last edited 11 meses atrás by Nei
WSilva
WSilva
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

”Já recuperou vários territórios e desconheço milagres envolvidos” O milagre aqui se chama Otan, mas na minha visão essas conquistas são modestas considerando a quantidade de armas e dinheiro já injetados na Ucrania. Agora digamos que a Ucrania consiga recuperar todos os territórios pré invasão, isso sim seria um baita feito mas a paz não seria alcalçada pois a Russia em meses poderia lançar novos ataques. Me parece que estão apostando que a Russia de Putin vai cair de podre e nunca mais se levantar e assim forçar a Russia a desistir de seus planos na Ucrania através de revoltas… Read more »

Nei
Nei
Reply to  WSilva
11 meses atrás

Isso porque, as armas chegam aos poucos e não em quantidades suficientes.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

A Rússia usou essa mesma estratégia, de entregar territórios em troca de kill em materiais e recursos humanos inimigos. E deu certo lá, porque na Ucrânia não daria?

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  WSilva
11 meses atrás

Um pede ajuda para os EUA, ou tem que pedir para o Ira.

gordo
gordo
11 meses atrás

Chega a ser até engraçado, colocar em prática uma contra ofensiva com tudo em falta. Notem que a geografia favorece em muito a vigilância aérea por drones e os helis de ataque, qualquer avanço mais robusto é detectado. O correto ali era manter a linha de frente morna, só no atrito e investir em infiltrações de forças especiais na retaguarda, até que as forças Ucranianas acumulassem musculatura suficiente para uma ofensiva. Sem estar devidamente equipado bater de frente, que é o que uma ofensiva exige, é quase suicídio.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  gordo
11 meses atrás

A OTAN só quer desgastar a Rússia, nāo dá a mínima para a eficácia da ofensiva.

gordo
gordo
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Allan, até entendo os interesses da OTAN e gostemos ou não são legítimos dentro daquilo que conhecemos por geopolítica. O que não me entra na cabeça é uma atitude dessas por parte da Ucrânia, que segundo a entrevista não está equipada devidamente. Esperar o exército e a força aérea ganhar musculatura não significa abrir mão do que está sendo ocupado. O cheiro de politicagem está forte em Kiev.

Allan
Allan
Reply to  gordo
11 meses atrás

O cheiro de politicagem está forte em Kiev”, conflito mesmo, a Ucrania tava sem resultado e a OTAN precisa de alguma resposta em campo do que foi investido, afinal os governos ocidentais tem que mostrar para os seus eleitores que o investimento da OTAN ta dando resultado.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Está oportunidade foi criada pela Rússia.

Piet
Piet
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Esse Allan Lemos fala e depois some…estranho.

Last edited 11 meses atrás by Piet
Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  gordo
11 meses atrás

Os Mi-28 e Ka-52 estão fazendo a festa contra as colunas bilndadas ucranianas.

Allan
Allan
Reply to  gordo
11 meses atrás

Então né, o cara que da o aval para ofensiva reclama que nao tinha condiçoes para realizar a ofensiva, é realmente comico essa situação por mais triste que possa ser, nota-se que as vozes dos dirigentes da Ucrania não movem o distino do país e nem como eles tratam a guerra, ficando a mercer de interesses de OUTROS enquanto isso o povo sofre.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
11 meses atrás

Tambem não ajuda o fato da Ucrânia passar meses e meses anunciando pra Deus e o mundo, em redes sociais, o que faz, o que fará, quantos armamentos recebe, etc…

A contra-ofensiva do ano passado teve sucesso por causa do fator surpresa. Depois de esperar meses pra que os russos prepararem suas defesas e ficar anunciando pra todo mundo o que fará em redes sociais, não dá pra esperar o mesmo resultado…

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Agora tem que esperar a virada do ano fiscal americano.

Arthur
Arthur
11 meses atrás

Se isso é tudo o que o exército ucraniano consegue alcançar, com os estoques de munição do Ocidente chegando ao fim então é melhor que os ucranianos migrem para o mesmo plano espiritual onde se encontra Zaluzhnyi… Ou então Zaluzhnyi está imitando o personagem “seu boneco”, da escolinha”: falando “dis costas”. Mas, também é provável que a entrevista tenha sido feita sob feito de psicotropico, uma vez que Zelensky quer liberar a “Erva da Jamaica”. “Aí eu vou pra galera…”

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Arthur
11 meses atrás

O desespero faz coisas, agora não é mais dia D, os canais no telegram estão dando como a Ucrania esta preparando um ataque na usina de Zaporozhye e culpar os Russos, ou seja usina esta sob controle Russo e eles mesmo vão causar um dano na usina, acha po e erva.

M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Arthur
11 meses atrás

A capacidade industrial de defesa de apenas 1 país do Ocidentel, o EUA, para o mantenimento do estoque de munição desse país é pelo menos algumas centenas de vezes maior do que o da Rússia. E você realmente tem esperança de ver estoque de munição ocidental acabar antes do da Rússia?

Volta, volta amigo …
… volta para a Terra

Felipe
Felipe
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Duro é fazer chegar lá sem explodir antes

Allan
Allan
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Disse tudo mas no final nao falou nada, ha um limite que um país pode oferecer seja os EUA ou não, vale lembrar que tal país tem tropas no mundo inteiro e precisa manter um arsenal no mundo inteiro e tal arsenal custa dinheiro e tempo e será que eles tem isso, isso é um fato esse proprio país que vc sitou ja disse pra Ucrania diminuir o ritmo de consumo de munição pois estava muito grande, então as coisas não são tão simples assim.

Charles
Charles
Reply to  Allan
11 meses atrás

Sem mencionar que sem capacidade interna de produção fica insustentável, só o tempo, dinheiro e capacidade logística para produzir fora da Ucrânia todo esse equipamento leva a um desgaste imenso, principalmente politicamente.
Não funciona, não adianta, continuar mendigando dinheiro e armas por anos não vai funcionar.

Arthur
Arthur
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Confia…

Inimigo público
Inimigo público
11 meses atrás

Se vira macho, quem mandou cutucar o urso sem ter meios para tal? Foram avisados mas quiseram pagar para ver (sem dinheiro para pagar).

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Inimigo público
11 meses atrás

O invadido cutucar o urso ? Toma vergonha na cara seu _________

EDITADO. MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Orivaldo
11 meses atrás

Há décadas os ucranianos foram alertados sobre não integrarem a OTAN, fizeram o movimento por que quiseram. Como Israel se comportaria caso o Irã anexasse a Cisjordânia e Gaza? Os ataques aéreos israelenses naquela região já lhe dão a resposta.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

É a primeira vez que eu vejo um defunto reclamar, é melhor atender o cara se não ele vai puxar o pé de voces a noite.

Vitor
Vitor
11 meses atrás

Os mortos ressuscitam…kkk

M4l4v|t4
M4l4v|t4
11 meses atrás

Esse é o General que o chapéu de alumínio dizia que estava morto ou, no mínimo, seriamente ferido. Bakhmut cairá com ou sem F-16; É provável que no próximo mês os ucranianos já estejam em Tokmak também sem a ajuda dos F-16; E surpreendentemente é provável vermos uma cidade grande do outro lado do Dnipro (Oleshky) conquistada e se tornando uma cabeça de ponte, também sem a ajuda do F-16. Então podemos concluir que até aqui a ofensiva ucraniana tem sido um sucesso. O F-16 criará uma situação onde as perdas russas se tornarão ainda mais custosas, além de facilitar… Read more »

Canarinho
Canarinho
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Bakmut? Aquela que a Russia acabou de conquistar? sei nao viu, ja sao quantas semanas da dita contra ofensiva e ate agora o que os Ucranianos conseguiram? Multiplicar o numero de cemiterios ao longo do pais?

Charles
Charles
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Universo paralelo você man..
Não tem F16 na Ucrânia, Bakhmut caiu e nessa fase da guerra as perdas Ucranianas excedem as Russas, sendo que eles estão na ofensiva. Vamos acordar please…

ODST
ODST
Reply to  Charles
11 meses atrás

228 mil baixas russas vs 120 mil ucranianas segundo os reports mais recentes da Reuters

Werner
Werner
Reply to  ODST
11 meses atrás

Reuters,tá “serto”.

Felipe
Felipe
Reply to  ODST
11 meses atrás

Ucrânia já tinha perdido 200 mil em 100 dias de guerra, confirmados pelos EUA. Onde tirou 120 mil ucranianos? e onde tirou 228 russos se mal empregaram tudo isso na guerra? https://www.forte.jor.br/2022/06/14/perdas-das-forcas-armadas-da-ucrania-200-mil-em-100-dias/

Charles
Charles
Reply to  ODST
11 meses atrás

E vc acredita… Foram 7 mil baixas Ucranianas na primeira semana de ofensiva Man.

wilhelm
wilhelm
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Bakhmut cairá com ou sem F-16

Caiu e realmente não foi preciso F-16.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Parece que o general vai receber algumas visitas. Geran-2 em Sumy hoje.  As tropas russas realizaram um ataque com drone Geran-2 em Sumy hoje.  Apesar da informação divulgada na mídia ucraniana de que o ataque atingiu apenas um prédio residencial, a situação é, na verdade, um pouco diferente. O verdadeiro alvo do ataque foi o Serviço de Segurança da Ucrânia na região de Sumy. De acordo com nossas informações, houve três chegadas no total, com um grande número de oficiais do SBU no prédio no momento dos ataques. O número exato de mortos e feridos ainda não é conhecido, mas… Read more »

Jose
Jose
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

Se sem o armamento prometido já faz estrago…imagina com !rs.

Em tempo, parece que explodiu algo em Donestk hein….hehehhe

Aqui: https://twitter.com/AndrewPerpetua/status/1676313974793461760/photo/1

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Jose
11 meses atrás

Jose parece que a Ucrânia vai ter uma divisão fantasma.

Jose
Jose
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

Acredito que fantasmas mesmo vão surgir na terra russa….

Last edited 11 meses atrás by Jose
Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Jose
11 meses atrás

Sim é verdade, afinal para quem acredita em fantasma é factível a existência de Saci, Mula sem Cabeça, Coelho da Pascoa e Papai Noel.

Oráculo
Oráculo
11 meses atrás

Valery Zaluzhny já é um dos grandes generais da história militar. Liderando um exército inferior em todos os sentidos, conseguiu parar a invasão russa, considerada a segunda maior potência militar do planeta até então. E o mais impressionante, realizou duas contraofensivas, atacando o inimigo mais forte, surpreendendo-os e conquistando vitórias que ninguém acreditava serem possíveis. Independente do resultado dessa guerra, Zaluzhny já escreveu seu nome nos livros de história. E suas ações serão estudadas nas academias mitares mundo afora, para sempre. Não deixa de ser um privilégio para nós, fãs de assuntos militares, presenciar a história sendo escrita pelos seus… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Oráculo