VILNIUS, LITHUANIA - JULY 10: Turkish President Recep Tayyip Erdogan (L) shakes hands with Swedish Prime Minister Ulf Kristersson (R) as the Secretary General of NATO Jens Stoltenberg (C) looks on during their meeting ahead of the NATO Summit on July 11, 2023 in Vilnius, Lithuania. The summit is bringing together NATO members and partner countries heads of state from July 11-12 to chart the alliance's future, with Sweden's application for membership and Russia's ongoing war in Ukraine as major topics on the summit agenda. (Photo by Filip Singer - WPA Pool/Getty Images)

Recep Tayyip Erdoğan concordou em anular seu veto após conversas de última hora na véspera da cúpula da Otan em Vilnius, Lituânia

A Suécia terá permissão para ingressar na Otan depois que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan , concordou em anular seu veto e recomendar ao parlamento que o pedido da Suécia fosse adiante.

O avanço na noite de segunda-feira veio em negociações de última hora na véspera da cúpula da Otan em Vilnius, Lituânia.

O anúncio surpresa pôs fim a quase um ano de temeridade da Turquia, que insiste que não aceitará o pedido da Suécia para ingressar na Otan a menos que Estocolmo faça mais para reprimir os ativistas curdos exilados que acusa de terrorismo.

O anúncio foi feito pelo secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, que supervisionou as conversações entre Erdoğan e o primeiro-ministro sueco, Ulf Kristersson, em Vilnius.

Stoltenberg disse em uma entrevista coletiva: “Estou feliz em anunciar … que o presidente Erdoğan concordou em encaminhar o protocolo de adesão da Suécia à grande assembléia nacional o mais rápido possível e trabalhar em estreita colaboração com a assembléia para garantir a ratificação”.

Kristersson descreveu a notícia como um “passo muito grande”, dizendo aos repórteres: “Isso é muito bom, esse tem sido meu objetivo há muito tempo e acredito que tivemos uma resposta muito boa hoje e demos um grande passo em direção à adesão. ”

O chefe da Otan evitou responder exatamente quando a Suécia se juntaria à aliança, dizendo que Erdogan havia concordado em pressionar a ratificação no parlamento “o mais rápido possível”. Demorou duas semanas para o parlamento da Turquia ratificar a adesão da Finlândia.

A Hungria também ainda não a aprovou, embora o governo do primeiro-ministro Viktor Orbán tenha prometido que não será o último a dar o passo, o que implica que acontecerá em breve.

Joe Biden, que manteve conversas de última hora com Erdoğan durante seu voo para a Europa no domingo, foi rápido em receber o anúncio, dizendo em um comunicado : “Estou pronto para trabalhar com o presidente Erdoğan e a Turquia para melhorar a defesa e a dissuasão no Euro-atlântica. Estou ansioso para dar as boas-vindas ao primeiro-ministro Kristersson e à Suécia como nosso 32º aliado da Otan. E agradeço ao secretário-geral Stoltenberg por sua liderança inabalável.”

O primeiro-ministro britânico twittou: “Este é um momento histórico para a OTAN que nos torna mais seguros. Suécia, estamos ansiosos para recebê-lo na Aliança.”

A ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, descreveu o desenvolvimento como uma boa notícia. “Finalmente há um caminho claro para a ratificação pela Turquia da adesão da Suécia à OTAN. Nossos esforços conjuntos valeram a pena. Com 32 aliados à mesa, estamos todos mais seguros juntos. Parabéns, Suécia!” ela escreveu no Twitter.

Um comunicado divulgado após as negociações trilaterais entre a Otan, a Turquia e a Suécia disse que os dois países trabalhariam em estreita colaboração na “coordenação antiterrorista” e também fortaleceriam os laços comerciais bilaterais.

“A Suécia apoiará ativamente os esforços para revigorar o processo de adesão da Turquia à UE, incluindo a modernização da União Aduaneira UE-Turquia e a liberalização de vistos”, disse o comunicado.

Também foi relatado que Estocolmo garantiu a Ancara que não apoiaria “organizações terroristas” e que um novo mecanismo de segurança bilateral será criado entre Ancara e Estocolmo.

Esse acordo veio depois que Erdogan interrompeu suas conversas com Stoltenberg e Kristersson para uma reunião paralela com o chefe da UE, Charles Michel, presidente do Conselho Europeu.

Michel saudou uma “boa reunião”, acrescentando que “explorou as oportunidades futuras para trazer a cooperação UE-Turquia de volta ao primeiro plano e reenergizar nossas relações”.

No entanto, os membros da UE permanecem céticos em relação ao compromisso de Ancara com as reformas democráticas e do estado de direito, e o alemão Olaf Scholz insistiu que as ambições da Suécia e da Turquia não estão ligadas.

“A Suécia atende a todos os requisitos para ser membro da OTAN”, disse Scholz em Berlim.

“A outra questão é aquela que não está conectada a ela e é por isso que não acho que deva ser vista como uma questão conectada.”

A adesão da Suécia à OTAN foi prejudicada por objeções da Turquia desde o ano passado, e no início do dia as perspectivas de um acordo pareciam recuar quando Erdoğan fez novas exigências para que a UE reabrisse as negociações sobre a adesão da Turquia à UE.

Falando no aeroporto antes de partir para a cúpula da Otan, o presidente turco disse: “Primeiro, vamos preparar o caminho para a Turquia na União Europeia e depois abriremos o caminho para a Suécia, assim como fizemos para a Finlândia”.

A Turquia está em negociações sobre ingressar na UE de uma forma ou de outra desde 1987, mas as negociações de adesão estão paralisadas desde 2018, e não há entusiasmo em permitir que um país tão grande com um histórico questionável de direitos humanos se junte.

A Suécia e a Finlândia apresentaram pedidos simultâneos de adesão em maio passado, abandonando décadas de não-alinhamento militar para buscar a segurança como membros da Otan após a invasão russa da Ucrânia.

A Turquia logo abandonou suas objeções à adesão da Finlândia à Otan, mas a esperança de que as duas nações nórdicas pudessem se unir foi frustrada quando Erdogan afirmou que a Suécia não havia feito o suficiente para conter as manifestações separatistas curdas na Suécia.

A Finlândia aderiu à aliança no início deste ano enquanto as negociações com a Suécia continuavam.

Em maio, os legisladores suecos votaram para endurecer as leis antiterrorismo do país, em uma aparente tentativa de convencer a Turquia de que reprimiria os membros exilados do proscrito Partido dos Trabalhadores do Curdistão, ou PKK, bem como grupos de milícias curdas e o Fetö organização do clérigo exilado Fethullah Gülen.

FONTE: The Guardian

Subscribe
Notify of
guest

80 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sergio
Sergio
11 meses atrás

Preparando uma pipoca, só esperando o choro começar……..rs

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Somos 3

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Sergio
11 meses atrás

4. A choradeira dos adoradores do putin será hilária.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
11 meses atrás

Kaliningrado declarando independência em 5, 4, 3 …

Gilson Elano
Gilson Elano
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

Tá passando da hora!
Por uma Kaliningrado livre, de mãos dadas a UE e abraçada a OTAN!

C G
C G
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

A Rússia não bancou os separatismo na Ucrânia?!
Pois bem, que se banque o separatismo em Königsberg! 😉

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  M4|4v1t4
11 meses atrás

o último que quis sair foi bombardeado até as ruínas e reconstruído. dúvido existir um apoio tão forte pela saída

Satyricon
Satyricon
11 meses atrás

Mas já?
Tão fácil assim?
Primeiro a Finlândia, agora a Suécia (e, logo em seguida a Ucrânia). Vão ameaçar de invadir a Suécia agora?
Claro que não.
Essa operação militar especial é realmente um sucesso retumbante.
Tudo transcorrendo exatamente conforme os planos do mestre Enxadrista.
Ou seria Estadista mor?
Acho que nunca vi tamanho despropósito…
É muito amadorismo (do Putin)

Jose
Jose
Reply to  Satyricon
11 meses atrás

Que derrota rapaz ? Volta pra Terra porque tá viajando legal…

Jagder#44
Jagder#44
Reply to  Satyricon
11 meses atrás

Isso eu não sei ____________mas sei que a Suécia tem uma das maiores e modernas bases industriais de defesa. Realmente é de chorar.

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ROTULE PARA NÃO SER ROTULADO, MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

LUIZ
LUIZ
Reply to  Satyricon
11 meses atrás

Diz ai o que presidente Putin pode fazer?

Hcosta
Hcosta
Reply to  LUIZ
11 meses atrás

Não invadir outros países…

Heitor
Heitor
Reply to  Satyricon
11 meses atrás

Logo em seguida a Ucrânia? Duvido muito

Guacamole
Guacamole
11 meses atrás

Gripem tendo sua tecnologia embargada em 5, 4, 3, 2, 1…

Last edited 11 meses atrás by Guacamole
M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Guacamole
11 meses atrás

Mas isso eu já falei aqui faz tempo; Assim como também já falei que o KC-390 está morto; Assim como também falei que a Embraer corre hoje riscos reais de deixar de existir a médio/longo prazo. Ou ela corre atrás de um percentual alto de vendas para a aviação regional nos mercados periféricos, ou ela corre o risco de não ter liquidez para absorver os prejuízos que ela terá nesse mesmo período. EVTOL por EVTOL, nada que uma burocracia da UE e um protecionismo na cara larga para negar acesso à Embraer ao o mercado norte-americano e europeu; A Holanda… Read more »

rui mendes
rui mendes
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

“Negar o acesso da Embraer, ao mercado Norte-Americano e Europeu”
não confundir EUA e UE, com a Rússia e China.

Matheus
Matheus
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Concordo em parte, obviamente vão querer cortar as asinhas do Brasil. Mas não a ponto dos projetos morrerem. Se for assim, melhor fechar a indústria nacional de defesa e não produzir nada, comprar tudo de prateleira do jeito que eles querem.

Jagder#44
Jagder#44
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Eu tenho uma opinião parecida, principalmente no que tange à posição do Brasil em relação a essa guerra e o BRICS. Mas… vamos pagar pra ver.
Deveríamos ser guiados pelo pragmatismo e não por ideologias.

Last edited 11 meses atrás by Jagder#44
Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jagder#44
11 meses atrás

Sempre falei que essa posição brasileira, que vem desde o antigo presidente iria nos complica, sem alinhamento com EUa e Europa, nosso kc-390 iria ter dificuldades, nosso guarani já foi barrado em um caso.

Underground
Underground
11 meses atrás

Parece que todos querem ir para a UE.
A situação econômica da Turquia não está lá essas coisas, então….
Então os turcos libertaram os comandantes ucranianos, garantiram o acesso da Ucrânia ao Mar Negro, aprovaram a entrada da Suécia na OTAN.
De outro lado a entrada da da Ucrânia para a UE é certa. Idem para a OTAN.
Enquanto isso, russos batem cabeça, rolam de escadas, pulam de janelas… Prigozhin declara que as justificativas para a invasão da Ucrânia foram uma farsa e que o objetivo era dividir a Ucrânia para poderem roubar.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Underground
11 meses atrás

Vocês tem um talento natural em transformar uma derrota retumbante em um discurso de vitória.

pangloss
pangloss
Reply to  Monarquista
11 meses atrás

Esse pessoal pró-Rússia nunca recua. Eles apenas dão meia volta e avançam.
Para quem venera Putin, tudo é narrativa, e cada um escolhe a que melhor lhe aprouver.

Leonardo
Leonardo
Reply to  Monarquista
11 meses atrás

Tem um pessoal aqui que se acha estadunidense ou europeu, ano que vem, provavelmente farão até campanha para certos candidatos nas eleições do EUA, fazer o que, né !!!! Derrota retumbante!!! Essa foi a melhor do dia, gostei vc tem talento, deveria estar fazendo algum Stand UP por aí !!!! Agora quem perdeu mais de 30% de seu território? Detalhe que são as áreas e economicamente mais importante desse território, sabia disso? Quem viaja pelo mundo pedindo armas, dinheiro? Quem já está em sua 10° convocação para suprir as perdas de seu exército? Aliás já deve estar no exército 4.0… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Leonardo
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Leonardo
11 meses atrás

Agora quem perdeu mais de 30% de seu território?”

Já perdi as contas de quantas vezes vi esse número “congelado” em comentários desde o ano passado.

Só que a Ucrânia já retomou boa parte.

Atualmente a área perdida para os russos está em 18%, pouco mais da metade do que você escreveu, e vem caindo.

O debate vai só melhorar se todos procurarem números mais atuais pra discutir.

Leonardo
Leonardo
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

Bom aí teríamos que ver um série de fatores em primeiro lugar as fontes, se for o ISW ou qualquer outro Think Tank ocidental como o Atlantic Council entre outros fica complicado, para esse pessoal a Ucrânia está ganhando e já empurrou a Rússia para depois dos Montes Urais. Pois o que sai na mídia ocidental é que a Rússia tem munição para uma semana de combates, que os soldados lutam com pás, Putin vai morrer porque está com câncer acho que vc esqueceu que a mídia do outro lado foi bloqueada no ocidente, pois só pode haver uma narrativa,… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Leonardo
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Leonardo
11 meses atrás

“Bom aí teríamos que ver um série de fatores em primeiro lugar as fontes” Leonardo, Antes de fazer suposições (não sei a partir de onde) sobre as minhas fontes, você pode começar mostrando a sua fonte de que atualmente a Rússia ocupa 30% do território ucraniano. “acho que vc esqueceu que a mídia do outro lado foi bloqueada no ocidente, pois só pode haver uma narrativa, uma verdade.“ Pelo menos aqui, no blog das Forças Terrestres, não apenas acessamos como publicamos notícias a partir de fontes russas, desde antes do começo da guerra. “só irá melhorar quando for feito um… Read more »

Slowz
Slowz
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

A Ucrânia (recuperou ) os territórios destruídos e abandonado pelos russos ..

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Leonardo
11 meses atrás

A única mudança no cenário é que a bela cidade de Estocolmo, assim como Helsinque passaram a serem alvos se o caldo entornar de vez.

Sempre foram.

Underground
Underground
Reply to  Leonardo
11 meses atrás

Já outros se acham russos, norte coreanos ou chineses.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Underground
11 meses atrás

Erdogan sempre fez um jogo duplo, como um equilibrista, entre o ocidente e a Rússia. Mas então o que mudou? Porque, de repente, a Turquia adota uma posição fortemente anti-Putin? O que levou Erdogan a puxar o tapete do Enxadrista dessa forma? O golpe fracassado do Waguinho deixou escancarado que a Rússia está uma zona, com uma liderança em frangalhos, cambaleante. A quantidade de jatos executivos que deixou Moscou às pressas naquele episódio é o exemplo mais nítido de que esse governo está naufragando. É só uma questão de tempo até um novo golpe derrubá-lo de vez (tem gente aqui… Read more »

C G
C G
Reply to  Satyricon
11 meses atrás

O cálculo foi feito, a Turquia declarou a Rússia como um caso perdido.

Last edited 11 meses atrás by C G
Felipe
Felipe
Reply to  Underground
11 meses atrás

Verdade, está até no Liveuamap. Ataque de mais de 30 drones Shahed aos portos de Odessa (o que sinalizam o fim do acordo de grãos), mas noticias desta importância não viram matéria (muito chororô nos _________). Deixa eles acreditarem que a Turquia agora vai permitir que um poderoso grupo de porta-aviôes americano vai passar pelo estreito de Bosforo e adentrar ao mar Negro e a Russia vai correndo chorar de medo e implorar para terminar a guerra…

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ROTULE PARA NÃO SER ROTULADO, MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Jose
Jose
Reply to  Felipe
11 meses atrás

Russia vai correndo chorar de medo“.. não é que pela primeira vez falam a verdade ? Que venha mais chororô de vocês ! O mundo ri a toa disso !

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Jose
11 meses atrás

Para afundar navio russo nem precisa de porta aviões, vide o moskva, que com dois tiros já estava condenado

PACRF
PACRF
11 meses atrás

Cúpula da OTAN na qual a Suécia será admitida como membro. Pior, o evento ocorre numa ex-república soviética. Se os russos estavam preocupados com a expansão da OTAN, pois esse foi um dos motivos alegados por eles para invadir a Ucrânia, a preocupação deles deve ter aumentado. Afinal, a OTAN não só aumentou no tamanho, como seus membros passaram a investir mais em defesa. Além do isolamento diplomático e político, das sanções econômicas, das dificuldades no campo de batalha, os russos vão ter que lidar com uma OTAN maior e mais bem armada.

M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  PACRF
11 meses atrás

Desconfie de qualquer um que cite a expansão da OTAN como motivo para esta guerra. Quando a pessoa diz isso, de duas uma: ou é ignorante como uma porta ou está de má fé Quando a criatura cita a expansão da OTAN para justificar esta guerra, primeiro eu dou uma sondada se ele tem conhecimento das relações comerciais entre Rússia e Europa com relação ao petróleo e gás; depois, eu sondo no sentido de saber se ele tem ou não consciência de que descobriram uma reserva de gás na Ucrânia que quebraria o monopólio da Gazprom na Europa; depois, eu… Read more »

Last edited 11 meses atrás by M4l4v|t4
PACRF
PACRF
Reply to  M4l4v|t4
11 meses atrás

Há um fato: o Pacto de Varsóvia se esfacelou após o desmonte da URSS. A Rússia nada fez, aliás não podia fazer nada, para evitar o esfacelamento. Daí o crescimento da OTAN, motivado pela ojeriza que os países que compunham o Pacto passaram a nutrir pelos russos. Quanto aos aspectos econômicos, lembro que esses, normalmente, são os fatores motivadores para guerras. A prosperidade econômica da Ucrânia foi impulsionada pelos investimentos da UE e dos EUA, e até mesmo da China. Esses fatos podem ter gerado, também, a invasão. Os russos não toleram a prosperidade econômica de seus vizinhos, porque nunca… Read more »

Bueno
Bueno
11 meses atrás

A geopolítica da UE e OTAN é interessante.
A Ucrania se tornou membro da UE e seria membro da OTAN se não fosse a guerra com a Russa, a Turquia é Membro da OTAN mas não é aceito na UE…
 A Turquia chora, esperneia para ser membro da UE há décadas!
Conveniência, a Turquia só serve para ser um soldado da OTAN, para que a mesma não entre em guerra contra um membro da UE…

Bueno
Bueno
Reply to  Bueno
11 meses atrás

No Cenário Europeu Sim. Entendo que a Suécia Ganhara muito economicamente e fortalecera ainda mais seu poder militar e tecnológico, acho que a Suécia acrescentará mais do que a Finlândia devido o seu poder econômico, industrial e militar. Quem acompanha a trilogia sabe que a Suécia já tinha grande laços com a OTAN, e era uma questão de tempo para ser membro. O báltico é OTAN, acredito que a Rússia não renunciara à Crimeia e o corredor que criaram de Kharkiv até lá, sua saída para o Mar Negro é Vital, já que terá grande dificuldade em navegar pelo Báltico… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Bueno
Alecs
Alecs
Reply to  Bueno
11 meses atrás

Se não prenderem o salva vidas de aquário lá, né!? A reunião vai ser transferida para China para salvar a África do Sul de um vexame internacional.

Bueno
Bueno
Reply to  Alecs
11 meses atrás

Tem se os Riscos.. a Vida é um Risco…
Mas imagine deslocarem uma Força conjunta Rússia e China para dar segurança e promoverem os BRICS prestigiando a África do Sul…. Seria bem legal!!
Torço pelos BRICS por causa do Brasil

Last edited 11 meses atrás by Bueno
Bueno
Bueno
Reply to  Bueno
11 meses atrás

Não acredito nesta sua teoria.
Qual o proposito dos BRICS?
é um grupo que esta se fortalecendo, que ainda não tem expressão de um G7, G20 , etc.

Alecs
Alecs
Reply to  Bueno
11 meses atrás

Desde que surgiu como BRIC eu acho que é mais cada um por si e usam o Brasil, índia e África do Sul em nome de interesses próprios da China e Rússia. Esse BRICS é a maior furada! Deveríamos pular fora do BRICS e também do Mercosul e fazermos acordos comerciais conforme nossos interesses.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Bueno
11 meses atrás

Otan é uma coisa, UE é outra.

Rosi
Rosi
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Sério? Kk

C G
C G
Reply to  Bueno
11 meses atrás

Cuidado com essa região aí viu, a bunda do urso está a mostra, se distrair o dragão passa mão! Hahahahahahahhahaahha

Carvalho
Carvalho
11 meses atrás

A guerra da Ucrânia deu todas as bases para o fortalecimento institucional da Europa, para o enfrentamento das crises e ameaças futuras (crise migratória, climática, energética, ambiental e de mercados)
Alguns se unem..outros se isolam…

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Carvalho
11 meses atrás

Que crise climática?

MFB
MFB
Reply to  Allan Lemos
11 meses atrás

Não viu como está fazendo calor nas bordas da terra plana?

Orivaldo
Orivaldo
11 meses atrás

Esses suecos vai priorizar equipamentos da turma da Otan ou vão comprar o cargueiro da Embraer? Estamos de olho

eliton
Reply to  Orivaldo
11 meses atrás

Se antes a chance da suecia comprar o KC390 era infima imagina agora.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Orivaldo
11 meses atrás

Desiste do kc já era agora já era mesmo. Senta o choro em vez do Brasil se posicionar a favor da Ucrânia vender cois para guerra…aí seria bem vindo.

C G
C G
Reply to  Rodrigo
11 meses atrás

Quando o assunto é Brasil e política externa pode mudar de direita para a esquerda que é basicamente “de onde menos se espera é de onde nada sai mesmo”!

Magaren
Magaren
11 meses atrás

Erdogan deu um cartada geopolitica de mestre nessa, usou certinho os dois lados(bem e mal) para sair ganhando.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Magaren
11 meses atrás

Pois é. Acho que agora ele consegue ingressar na UE e também a modernização da sua frota de F-16.
Eles querem 40 F-16 V novos de fábrica e a modernização de 79 F-16 para o mesmo padrão.

Assim terão tempo para produzir os 250 TAI Kaan.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

Com a Suécia na OTAN vai ficar mais difícil conseguir mais Gripens com o Brasil se aliando a Rússia e aos BRICS.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

Acho que nāo, eles sabem que somos café com leite, nāo um player sério.

eliton
Reply to  SmokingSnake 🐍
11 meses atrás

Todos os paises da OTAN que usam o Gripen estão indo de F35 o restante dos paises utilizam quantidade infimas de Gripens antigos e não tem condições nem de modernizar, todas as concorrencias que o Gripen participa ele perde (eu aposto que a India vai de Rafale e a Colombia de F-16) é so uma questão de tempo ate os americanos oferecerem o F35 a preço de custo com prestações a perder de vista que a Suecia abandona o projeto do NG rapidinho.

Satyricon
Satyricon
Reply to  eliton
11 meses atrás

Não creio.
A Suécia continuará usando o Gripen até a chegada do Tempest (um programa ao qual o Brasil deveria ter se filiado antes, pois agora…)

Jose
Jose
11 meses atrás

Quanto choro…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Interessante o Erdogan agora ter a simpatia dos bots, a Turquia faz o jogo conforme seus interesses de estado, se alguém acha que existe moralidade vai se decepcionar.
Essa decisão da Turquia pode ter haver; ao se confirmar; com a visita de Geran2 porto de Odessa isso mostra que o acordo de grãos vai ficar ainda mais difícil de ser prorrogado, e a outra é como as VKS vai se comportar no norte da Síria.

Arthur
Arthur
11 meses atrás

Que legal! Assistir uma reunião de gente bonita e do ocidente. Afinal, pertencem ao “jardim” que o Joseph Borrel se refere. Nem vou assistir a Sessão da Tarde de hoje, só para ver o Macron… Bem coisa de quem vive na “selva”…

Arthur
Arthur
11 meses atrás

Não. Masters of the Universe! kkkkk!

Heitor
Heitor
11 meses atrás

Enquanto isso a Ucrânia… Bucha de canhão oficialmente.. capaz de entrar o Panamá, mas não entra a Ucrânia

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Heitor
11 meses atrás

A Ucrânia logo será descartada.

paulof
paulof
11 meses atrás

De acordo com o Instituto para o estudo da Guerra (ISW), o Exército da Ucrânia libertou em cinco semanas tanto território quanto o que a Rússia havia tomado nos últimos 6 meses, ou seja, a ofensiva russa para trás continua.

C G
C G
11 meses atrás

Ou derrubam Putin ou terão um Coreia do Norte de luxo!

Nelson Junior
Nelson Junior
11 meses atrás

Enquanto isso o finado Brasil, pra variar, “nadando ao contrário” e se aproximando ou preferindo ditadores e parias internacionais… Se continuar assim vai ficar sem clientes pro KC 390 e se bobear sem mais Gripens também

koppa
koppa
11 meses atrás

Pois é, essa questão das fronteiras ainda vai se tornar crítica para Moscou. A Rússia é o maior país do mundo e possui fronteiras que vão da Noruega a Coreia do Norte. Agora o Mar Báltico virou um lago para a OTAN, Kaliningrado está virtualmente cercada e a frota do Norte em Murmansk está mais exposta. Para aleḿ do Cáucaso e Ásia Central, no Extremo Oriente ainda há a questão das ilhas Kuril com o Japão e duvido que os russos se sintam muito confortáveis com a menor concentração de tropas na Sibéria/Manchúria. Vladivostok, por exemplo, já pertenceu aos chineses.… Read more »

Magaren
Magaren
11 meses atrás

Estou enojado!

Nei
Nei
11 meses atrás

kkkkk. Desculpa esfarrapada.

Nei
Nei
11 meses atrás

Extra: Papai Putin, pede para entrar na UE e OTAN, após esse vexame de colocar mais 2 países na Otan, sendo vizinhos ainda.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Nei
11 meses atrás

Eu acho que e o sonho do pintor de rodapé isso ser da UE.

Nei
Nei
11 meses atrás

Desespero é tão grande, que a mentira vem a galope. Conta outra!

sub urbano
sub urbano
11 meses atrás

Era questão de tempo. Os turcos só quiseram barganhar um pouco, talvez a entrada na UE aconteça finalmente. França e Alemanha serão prejudicadas pela adesão turca que tem ao mesmo tempo a mão de obra barata de um país do leste europeu e a industria moderna dos países da europa ocidental. Sobre o báltico, este é um ovo, seria ocupado nas primeiras horas de guerra. “Ah mas a ucrania resiste a mais de um ano chola mais”… a ucrania tinha milhares de tanques antes da guerra. A PM do RJ tem mais blindados que os países balticos. Detalhe importante, 30%… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
11 meses atrás

hahahaha Erdogan tá conseguindo se enfiar dentro da UE, parabéns para ele. vão ter que engolir a Turquia

Fabio
Fabio
11 meses atrás

O Brasil já ficou em cima do muro na segunda guerra e foi empurrado pelos EUA para os aliados, vai chegar uma hora que essa guerra pode escalar e vamos ter que escolher um lado, vamos ficar ao lado dos EUA e Europa ou da Rússia?

Dagor Dagorath
Dagor Dagorath
Reply to  Fabio
11 meses atrás

O Brasil já tomou partido para o lado da Rússia.

A diferença é que agora não usam mais a desculpa do Presidente anterior de ser por causa dos fertilizantes.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Fabio
11 meses atrás

Numa guerra não há inocentes para aqueles que escolhem um dos lados!