A SMEE, única concorrente em potencial da China para a ASML, fabricante líder mundial de máquinas de litografia da Holanda, deve entregar a primeira máquina de litografia de 28 nm do país

Espera-se que a estatal Shanghai Micro Electronics Equipment (SMEE) da China entregue a primeira máquina de litografia de 28 nanômetros do país este ano, informou o South China Morning Post, citando a mídia estatal Securities Times. O avanço potencial ocorre em meio a uma guerra tecnológica intensificada entre a China e os EUA, cujos aliados Japão e Holanda agora também estão restringindo as exportações de ferramentas avançadas de fabricação de chips.

A SMEE, única concorrente em potencial da China para a ASML, fabricante líder mundial de máquinas de litografia da Holanda, foi adicionada à lista negra comercial dos EUA em dezembro do ano passado. Ela desenvolveu máquinas capazes de produzir chips no padrão de nó de 90 nanômetros, mostrou seu site.

Essa tecnologia foi aperfeiçoada há cerca de 20 anos e é suficiente para chips de baixo custo úteis para alguns propósitos de gerenciamento de energia. O desenvolvimento da capacidade nativa de fabricação de chips de 28 nm é crucial para as ambições tecnológicas de Pequim em meio à incerteza sobre quanto tempo ela poderá acessar as máquinas de seu atual fornecedor ASML.

Ilustração mostra o caminho óptico da luz dentro da ferramenta de litografia de semicondutores das máquinas ASML

FONTE: Asia Financial

Subscribe
Notify of
guest

46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel BR
Gabriel BR
11 meses atrás

Torço pelo sucesso dos chineses nessa área

Mafix
Mafix
11 meses atrás

Concorrência = preços baixos .

Preços baixos quem ganha é o consumidor.

28mm ja serve para diversos tipos de produtos .

Fernando Botelho
Fernando Botelho
Reply to  Mafix
11 meses atrás

Basicamente isso. Tirando celulares/computadores, 28nm é um ótimo tamanho para a maioria dos chips. Provavelmente vão conseguir independência em chips para seus carros (mercado cada vez mais forte com GWM, BYD, etc.) e eletrodomésticos. They did it with solar panels and 5G telecom equipment, and could do it with older technology chips, said Matt Pottinger, former Deputy National Security Advisor of the United States during the Trump administration who has been studying chip policy at the Hoover Institution.“It would give Beijing coercive leverage over every country and industry – military or civilian – that depend on 28 nanometer chips, and… Read more »

Otavio
Otavio
Reply to  Mafix
11 meses atrás

Apoia ditadura mesmo, e bom para a liberdade

Mafix
Mafix
Reply to  Otavio
11 meses atrás

Quase todo pais hoje em dia é uma ditadura não preciso desenhar para voce entender.

José de Oliveira
José de Oliveira
Reply to  Otavio
11 meses atrás

A maior ditadura disfarçada de “democracia”, é também, o maior fomentador e patrocinador de guerras e genocídios pelo Mundo.
E, tudo isso em função dos seus interesses sempre escusos, visando apropriar-se das riquezas dos países, impedindo-os de alcançar a própria independência e o pleno desenvolvimento, que permita proporcionar o bem-estar social das suas populações.
E, aqui faço-lhe um desafio: quantas guerras a China, fomentou e/ou patrocinou nos últimos 50 anos?
E, quantas guerras fomentaram e/ou patrocinaram os falsos paladinos da “democracia”, ou, autodenominados, “xerifes” do Mundo?

adriano Madureira
adriano Madureira
Reply to  Otavio
11 meses atrás

Acorda para a vida filho ! Acreditas realmente em mocinho e vilão?! Democracia e ditadura?! Você sabe quantas ditaduras ou regimes opressores Washington anda de braços dados?! e eu não estou falando de Arábia saudita… O grande defensor da liberdade, baluarte da democracia, justiça e defensor dos direitos humanos, é cumplice e conivente com muitos regimes africanos, democracias sólidas com presidentes com 20-30 anos de mandatos, com muitas empresas americanas lucrando bilhões ao mesmo tempo que fingem não ver os déspotas, muitos os quais faria Maduro ser comparado a um escoteiro. Sem esquecer os bons laços de amizade com os… Read more »

Utama
Utama
Reply to  Otavio
11 meses atrás

Quanta inocência, Pensamento Crítico com base em Hollywood hahhaha

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
Reply to  Mafix
11 meses atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
11 meses atrás

Com disse num comentário anterior sobre o mesmo assunto:
Tio Sam apertou a China nessa área, a China simplesmente´´ injetou a grana necessária pra resolver esse problema com solução 100% nacional.
O mundo ganha mais uma empresa de fabricação de chips, o consumidor ganha com preços mais baixos, e o Tio Sam tem menos uma área pra apertar´´ a China.

Carlos Campos
Carlos Campos
11 meses atrás

Se for em EUV eles superaram o Japão, que abandonou as EUV em 32nm, se os Japas soubessem que esses máquinas seriam tão importantes hj teriam tentado a concorrência com a ASML.

WSilva
WSilva
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

EUV é usado de 5nm pra baixo, DUV de 7nm pra cima.

O Japão parou nas maquinas DUV e que poderiam ganhar uma nota preta vendendo para a China assim como fazia a ASML até ano passado, porém os EUA obrigaram ambos os países a não venderem mais essas máquinas e outros componentes relacionados para a China.

Já EUV somente a ASML no mundo

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  WSilva
11 meses atrás

errado, pesquisa mais sobre o EUV, ambos ASML e os Japas estavam pesquisando o EUV, a ASML estava na frente, a Intel preferiu ir com a ASML e a TSMC, os Japas tinham o projeto em fase final nos 32Nm, mas ainda não estava pronto, tinham que gastar mais dinheiro, resolveram abandonar o projeto, pois a ASML já tinha diminuído para baixo de 32Nm, e eficiência era maior, se eles tivessem perseverado mais e visto o quanto esses chips iam ter uma demanda cada vez maior talvez tivessem continuado, a máquina japa, usava espelhos alemães. pois eles não tinham a… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

R&D nessa área já existe a muito tempo agora ter uma maquina EUV pronta para produção em massa de chips somente a ASML em 2019 depois de quase 2 decadas de esforço e união de mentes e empresas ocidentais.

O Japão perdeu a corrida já nos anos 90.

Reinaldo
Reinaldo
11 meses atrás

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Alex Silva
Alex Silva
11 meses atrás

Essas tentativas norte-americanas de conter a China em vários campos, me lembra um episódio do Pica-Pau, em que o Zeca Urubu atirava várias flechas no Pica-Pau, umas com fogo na seta, outras de tamanho gigante (usava uma árvore como arco), etc, e o Pica-Pau ia desviando graciosamente das flechas, outras ele destruia a bicadas…mas, nenhuma atingia o Pica-Pau…aqui, dependendo da interpretação que se faça do alcance das sanções comerciais norte-americanas contra a China, pode-se até conceder a ideia de que uma ou outra dessas sanções atrase o desenvolvimento chinês em algum ramo, mas pensar que pode efetivamente evitar que a… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Alex Silva
11 meses atrás

Sanções funcionavam quando era algo pontual, e quando a maior parte do poderio industrial mundial estava nos EUA. Os EUA começaram a usar o dólar pra aplicar sanções a torto e a direito, e com a indústria mundial indo fortemente pra China e pro Leste Asiático, essas sanções simplesmente perderam a maior parte de seu efeito, mas os EUA, como não sabem como reagir a esse tipo de situação, continuam sancionando, na esperança vã de fazer algum efeito ( não funcionou nem contra Irã e CN, imagine funcionar contra a China…). Como disse acima, a China vai simplesmente´´ triplicar sua… Read more »

Ricardo Araujo
Ricardo Araujo
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Não funcionou nem contra Cuba, sanções criadas há mais de 60 anos.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Ricardo Araujo
11 meses atrás

Já disse isso várias vezes:
Se sanções realmente servissem pra algo, Irã e CN já tinha jogado a toalha a décadas, e olha que a CN tem uma economia medieval.
Colocaram uma bíblia inteira de sanções contra a Rússia. Tirando os problemas econômicos que isso causou pra eles, nada disso foi o suficiente pra economia deles ir pro ralo, como os EUA queriam, e isso não os impediu de continuar fazendo guerra.

Átrio Telles
Átrio Telles
11 meses atrás

EDITADO:

CARO “ÁTRIO TELES”, “REINALDO”, “DENI MACEDO” E AFINS.

DESISTA, VOCÊ ESTÁ BLOQUEADO!

SERVE TAMBÉM COMO AVISO PARA OS DEMAIS COMENTARISTAS QUE GOSTAM DE USAR MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

ESTAMOS FAZENDO OS AJUSTES FINAIS NO NOVO SOFTWARE, PORTANTO FICARÁ CADA VÊZ MAIS DIFÍCIL USAR ESTE ARTIFÍCIO TOTALMENTE DESNECESSÁRIO.

Fernando Botelho
Fernando Botelho
Reply to  Átrio Telles
11 meses atrás

𝆕 “É só isso
Não tem mais jeito
Acabou, boa sorte
Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará” 𝆕

Marcelo Soares
Marcelo Soares
Reply to  Fernando Botelho
11 meses atrás

Kkkkkkk boa

Sérgio Ribeiro
Sérgio Ribeiro
Reply to  Fernando Botelho
11 meses atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Fernando Botelho
Fernando Botelho
Reply to  Sérgio Ribeiro
11 meses atrás

𝆕 “É só isso
Não tem mais jeito
Acabou, boa sorte
Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará” 𝆕

Henrique
Henrique
Reply to  Átrio Telles
11 meses atrás

pq choras kings?

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Átrio Telles
11 meses atrás

Kings, Nilo, Fabrício Lustosa, suburbano,Maurício, todos tem que entrar nessa lista.

Parabéns aos administradores. Faz o limpa mesmo

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nuno Taboca
11 meses atrás

Eu? 🤦🏻‍♂️ Só agora que eu li essa pérola, um sujeito que se esconde atrás de vários nicks diferentes…rsrsrs.

Nilo
Nilo
11 meses atrás

É visão de planejamento estratégico a longo prazo que tem a China que nós não temos.
Se fosse aqui diriam, dinheiro jogado fora, para produzir um Chips de 28nm, é mais barato comprar.
O Brasil absorveu a ideia do colonizador, a de colonizado.

Henrique
Henrique
Reply to  Nilo
11 meses atrás

é bem por ai.. enquanto vc vê os EUA, China e os similares pensando 30 anos la na frente, Banania ta pensando na semana que vem o quanto ele vai taxar comprinhas de 10 reais da Shopee e qual penduricalho a elite dos funças vai receber o aumento

Last edited 11 meses atrás by Henrique
sub urbano
sub urbano
Reply to  Henrique
11 meses atrás

aqui só pensam 72h a frente kkk

BraZil
BraZil
Reply to  Henrique
11 meses atrás

banania Ou Banárnia kkkkk

Henrique
Henrique
Reply to  BraZil
11 meses atrás

vou começar usar Banárnia kkkkkkkk

leonidas
leonidas
Reply to  Nilo
11 meses atrás

Velho, imagine o tamanho da gritaria se um governo destinasse 10 bilhões de reais para pesquisa de algo como verba anual?
Os partidos, ONGs, mídia, ministério público, ate o STF se bobear entraria no assunto alegando premência social para uso desta verba.
Mas isso é o que gastamos em 2022 só no ano passado com o STJ de SP!
Prioridades né?
O Brasil vive um ancien regime onde classes do poder publico (judiciário e politica) simplesmente se locupletam do orçamento da forma mais acintosa possível enquanto nossa ciência e indústria definham a olhos vistos…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

O loko, produção própria de chips, se estão fazendo de 28nm não vai demorar muito vão fazer de chips ainda menores.

Varela
Varela
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

EDITADO:

COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

A SMIC (equivalente a TSMC na China continental) tem várias máquinas DUV da ASML adquiridas bem antes do embargo do governo americano (o governo Trump tinha colocado embargo nas mais modernas de EUV mas a administração Biden estendeu pra DUV também). Com as máquinas de DUV ainda em operação, a SMIC já consegui produzir chips de 7 nm e deverá conseguir produzir até 5 nm em 2025, o que seria o suficiente pra Huawei voltar a produzir SoCs para smartphones. O problema é que com uso de DUV e não de EUV que seria mais apropriado, cerca de metade dos processadores… Read more »

Jose
Jose
11 meses atrás

Recentemente os chineses após investimentos de 8 Bilhões de dólares conseguiram desenvolver as pontas esféricas de aço “com qualidade” para canetas esferográficas, tecnologia e mercado que até então era dominado por Alemanha e Japão, só a Alemanha exportava para a China 17 Bilhões de dólares/ano de esferas para caneta, ou seja, estão conseguindo independência e quase todas as áreas

Fagundes
Fagundes
11 meses atrás

Para situar os leitores do fórum, existe um microchip muito comum em automação e prototipagem(chama ESP 32) a litografia dele é de 40 nm, pode-se o usar para automatizar uma residência inteira(casa inteligente).Imaginem um com 28 nm.

Marcelo Soares
Marcelo Soares
11 meses atrás

Quem tem conhecimento tem tudo…. impressionante como a China atua em diversas áreas e cada mais tem sucesso nelas

Heinz
Heinz
11 meses atrás

Parabéns para a China. Já o Brasil, é um museu de novidades.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Heinz
11 meses atrás

O Brasil tentou atrair a Samsung ano passado para construir uma fábrica de microprocessadores para smartphones, o que custa hoje em torno de 20 bilhões de dólares de investimento… é muita grana. Acho que o pólo entre Campinas e Sao Carlos no estado se SP seria ideal pela proximidade da Unicamp e UFScar. Os grandes problemas no Brasil são a questão tributária ( imagina o imposto sobre cada maquina de litografia EUV da ASML que custa 200 milhões de dólares) e o risco de cortes de energia… pra recuperar o investimento a linha de produção tem que funcionar 24h por… Read more »

sub urbano
sub urbano
11 meses atrás

A diferença é q o empresario chines quer montar uma fabrica e ganhar dinheiro honestamente. O empresario brasileiro quer privatizar uma companhia estatal e ficar mamando nas tetas do estado até a 7ª geração, com isenção tributaria. Ou entao criar boi. O rico no brasil é analfabeto.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  sub urbano
11 meses atrás

Desculpe mas não concordo, tem muito profissional inteligente no Brasil interessado em gerar riqueza e produzir material de ponta, olhe o polo em torno da Embraer e do ITA por exemplo, o mesmo proximo da UNICAMP, UFScar. Gente que quer se beneficiar do estado existe em todo lugar. A diferença é o apoio do estado a empresas de tecnologia, investimento em educação e uma economia e regras tributárias e trabalhistas que permitam o desenvolvimento. No Brasil, os governos sucessivos fazem retórica desenvolvimentista mas na prática sufocam a economia.

Ander
Ander
11 meses atrás

Esse comportamento dos EUA de sabotar qualquer país de ser grande vem atrasando o mundo e principalmente o Brasil, diversos projetos das forças armadas e empresas brasileiras são sabotadas impedindo as de comprar tecnologia. Gostaria que o Brasil tivesse um projeto de estado para desenvolvimento de tecnologias restritas.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Ander
11 meses atrás

Os EUA fazem isso com todo mundo, não é só Brasil e China. A França por exemplo iniciou o programa espacial e os foguetes Ariane pois viu que não deveria ficar dependente dos EUA que nos anos 70 impunham restrições aos franceses quanto ao lançamento de satélites comerciais que poderiam competir com os americanos. A diferença é que França e China decidiram usar essa postura americana como incentivo pra investir e desenvolver independência tecnológica.

Andromeda1016
Andromeda1016
11 meses atrás

Duvido que eles consigam de verdade. Das duas uma: ou estão prometendo tal empreitada para se aproveitar dos generosos subsídios governamentais (como a indústria de carros elétricos faz, mas agora grande parte deles estão falindo), ou se trata de processo de tentativa e erro até dar sorte e conseguir. Seja qual das duas possibilidade for, divido que consigam.