No dia 4 de novembro, o Exército Brasileiro (EB) celebra o dia do Oficial da Reserva (R/2). A data assinala o nascimento do Tenente-Coronel Luiz de Araújo Correia Lima, idealizador dos Órgãos de Formação de Oficiais da Reserva. Nascido em Porto Alegre (RS), em 1891, filho de militar, foi um aluno exemplar e destacou-se nos cursos das Escolas Militares que frequentou.

Como estudioso das doutrinas pós-Primeira Guerra Mundial, identificou a importância da incorporação de cidadãos com formação superior às reservas mobilizáveis. Assim, nasceu a ideia de convocar os alunos das faculdades e, fruto de seu esforço pessoal, foi criado, em 22 de abril de 1927, o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) do Rio de Janeiro. Essa organização militar (OM), pioneira na formação de Oficiais R/2 combatentes, teve, como primeiro comandante, o então Capitão Correia Lima. Nos anos seguintes, essa ideia consolidou-se com a criação de novos centros: o de Porto Alegre, em 1928, e os de Belo Horizonte e São Paulo, em 1930.

Promovido a major, por merecimento, Correia Lima foi designado para comandar o 1º Grupo do 9º Regimento de Artilharia Montada, em Curitiba. Quando irrompeu a Revolução de 1930, manteve-se fiel à legalidade e morreu em combate no dia 5 de outubro. No dia 13 de outubro do mesmo ano, foi promovido post-mortem ao posto de Tenente-Coronel, por ato de bravura.

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, a importância da formação de um corpo de oficiais da reserva ficou comprovada quando da criação da Força Expedicionária Brasileira (FEB). Dentre os 1.070 tenentes que integraram a FEB, 433 eram oficiais R/2, dos quais 6 perderam a vida nos campos de batalha da Itália, representando metade das baixas dos oficiais subalternos combatentes. Ressalta-se, sobretudo, que o único brasileiro agraciado pelo governo americano com a Distinguished Service Cross foi o Tenente R/2 Apollo Miguel Rezk.

Atualmente, o currículo dos CPOR e dos Núcleos de Preparação de Oficiais da Reserva espalhados por todo o Brasil é meticulosamente planejado para incutir nos alunos, em um curto período, os valores morais e profissionais inerentes à vida castrense.

Em razão do surgimento de novas necessidades além das operacionais, profissionais especializados, graduados em estabelecimentos civis de nível superior em diversas áreas de interesse da Força, são selecionados e incorporados ao Exército como Oficiais Técnicos Temporários, ao lado de médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários.

Inseridos no processo permanente de evolução e modernização do EB, o Oficial R/2 é responsável pelo desempenho de tarefas cada vez mais complexas e relevantes. Isso exige da Força a busca constante para aprimorar a formação desses militares. Dessa forma, o Oficial Temporário, imprescindível ao funcionamento da Instituição, atua em todas as OM, nas vertentes operacional, técnica e de saúde, contribuindo sobremaneira para a prontidão da Força Terrestre. Ao retornarem à vida civil, são os multiplicadores dos valores e tradições cultuados na caserna.

Na oportunidade na qual comemoramos os 96 anos da criação do primeiro CPOR, o Exército reverencia e agradece aos Oficiais R/2 de ontem, hoje e sempre, concitando-os a manter, no desempenho de suas atividades profissionais, o compromisso de defesa da Pátria com a mesma dedicação, coragem e lealdade dos tempos de caserna!

Parabéns, Oficiais R/2 do Exército Brasileiro!

Brasília-DF, 4 de novembro de 2023.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest

1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Otafran Sousa Lima Brasil
8 meses atrás

Sou Oficial R-2, pertenço ao 24° BC, CMNE no EB em 1996, onde fui o Melhor Guerreiro na Selva da OM. Tive a Medalha do Mérito Militar colocada no Peito esquerdo, pelo Comandante da 10 RM, o Gen Brig Ex Frederico Sodré de Castro. Até hoje, tenho agora 47 anos de idade, ainda preservo o jeito Militar no comportamento, ser Oficial R-2 na Ativa, é um objetivo para sempre. Hoje o Meu Batalhão, possui outra designação, somos o 24° BIS, CMN no EB, ganhamos a Amazônia com 3 Fronteiras Terrestres de Países Sul-americanos, onde tá acontecendo o Exército Militar combinado,… Read more »