Iran S-300 fake 2

O Irã apresentou lançadores de mísseis S-300 na parada militar do anual. Alguns analistas suspeitam que os cilindros de mísseis na verdade são barris de petróleo soldados e pintados, para parecerem lançadores de mísseis.

Iran S-300 fake

Iran S-300 fake 3

Tags: ,

Jornalista especializado em temas militares, editor-chefe da revista Forças de Defesa e da trilogia de sites Poder Naval, Poder Aéreo e Forças Terrestres. É também fotógrafo, designer gráfico e piloto virtual nas horas vagas. Perfil no Facebook: https://www.facebook.com/alexandregalante

62 Responses to “Irã apresentou mísseis S-300 em parada” Subscribe

  1. marco carvalho 21 de abril de 2010 at 8:01 #

    Fake? Como assim? Sendo uma arma fabricada pela Rússia, seria facilmente desmascarado. Porém, fica a dúvida: será que a Rússia decidiu fornecer os S-300 ao Irã?

  2. Bruno Holtz 21 de abril de 2010 at 10:12 #

    Não custa perguntar: Aguem se habilita a “testar” para ver se são barris ou mísseis mesmo?

  3. Floresteiro 21 de abril de 2010 at 10:40 #

    barris de petróleo soldados e pintados é foda

    kkkkkkk

  4. Vinicius Modolo 21 de abril de 2010 at 10:55 #

    Tipo quando a URSS mostrava uns misseis ocos..srrsrsr

    Vamo vê né….

  5. Raul 21 de abril de 2010 at 10:57 #

    Tem gente burra tirando sarro e pensando que os iranianos são burros ao fazerem maquetes de caças de 5ª geração e mísseis s-300.

    Compare com o nosso gigante país… O que nós temos?
    Temos um projeto de caça de 5ª geração e estamos negociando mísseis s-300?

    São os iranianos que devem rir da nossa cara!

  6. Vitor 21 de abril de 2010 at 11:56 #

    Pelo menos estamos projetando nossos próprios misseis. E ninguem reclama disso (do nosso projeto) Raul enquanto o Iran está isolado. Apenas Lula o apoia e usa o Brasil pra isso.

  7. Alex Nogueira 21 de abril de 2010 at 12:16 #

    Fake ou não estão lá para serem provados.

  8. cerberosph 21 de abril de 2010 at 12:22 #

    No site iraniano, se não me enganei, eles falam que a Russia não tinha mandado o sistema completo, faltaram radar e outra coisas, eles não esperaram e desenvolveram seus próprios S-300. Nas fotos me parece que os caminhões que carregam o sistema não são russos e sim chineses. Me desculpem foi isso que eu entendi, alguém pode confirmar?

  9. Fabio 21 de abril de 2010 at 12:40 #

    Sugiro que leiam um pouco da história do Irã antes de querer apoiarem o país.

    Da mesmo forma que estudem a história de Israel, antes de jogarem pedras na suas atitudes de defesa.

    E o presidente, quando resolve dar uma de “malandro” e dar pitaco na política do oriente médio, não tem nem idéia de onde esta se metendo.

    apenas uma ultima pergunta para aqueles que estão “apaixonados” pelo desenvolvimento tecnológico do Irã: são equipamentos/sensores de origem iraniana ou israelense que equipam os caças da FAB? haaaa ta…

  10. Mauricio R. 21 de abril de 2010 at 12:48 #

    Levar o Irá a sério, somente o Lula…

  11. Paulo 21 de abril de 2010 at 12:55 #

    Pelo menos o caminhão é russo…..

  12. Vader 21 de abril de 2010 at 13:37 #

    Nossa, lindo desfile não? Bonito, o palanque com a foto dos Aiatolás (Khomeini e Khamenei), muito legal mesmo.

    O mais bonito é ver os alvos para o Tio Jacó e Tio Samuel passeando pels ruas de Teerã… :)

    Sds.

    PS: parecem mesmo barris soldados, com a tampa traseira tendo sido furtada de uma lixeira.

  13. Asteróide 21 de abril de 2010 at 14:09 #

    Fabio você levantou a questão dos equipamentos que euipam os caças da FAB. Tire uma dúvida minha, a propriedade intelectual sobre o que e desenvolvido e fabricado pela Aeroeletronica não é da FAB? Um abraço.

  14. Galileu 21 de abril de 2010 at 14:37 #

    Se é barril ou não eles pelo menos tem intenção de ter ou já tem, enquanto aqui ahahhahaahahah

  15. Antonio 21 de abril de 2010 at 14:47 #

    Eu dei uma olhada no detalhe do contato dos pneus dos caminhões com o solo.

    A impressão que tenho é que os caminhões não estão transportando peso, pois os pneus não têm aquele característico aspecto de “achatados” de quando estão suportando uma carga elevada.

    O meu voto é que os silos são fake.

  16. Fabiano Souza 21 de abril de 2010 at 14:51 #

    Parecem ocos…rsrs

  17. Jucão 21 de abril de 2010 at 16:13 #

    Verdadeiros ou não, a grande verdade é que: o S300 impôem é medo a qualquer atacante…eheheheheh Nem ianque, nem sionista e ninguém mesmo quer pagar para ver uma máquina dessas em ação…rs

  18. Bandeira 21 de abril de 2010 at 16:17 #

    Bom observador o Antonio, se existe algo no “silos” “baias” ou o que seja, devem ser de isopor, pelo estado dos pneus, parece que o veículo não está transportando nada.

  19. Bruno Rocha 21 de abril de 2010 at 16:19 #

    O nosso 7 de Setembro foi lastimável.
    Antigamente, tinha até aviões passando em esquadrilha dos aeroclubes.

    Mas é como dizem (os idiotas).
    Desfile grande é coisa de “ditadura”.
    Mas a democracia grande pode ter um desfile gigante, não é mesmo?
    É. Esse país não sabe o que é *dissuadir*.
    Não precisamos ser mais fortes. Só precisamos desencoraja.
    Mas esses políticos. Ah! esses políticos!

    :@

  20. Seal 21 de abril de 2010 at 16:55 #

    Apesar que,comparando esses tambores deste suposto sistema de defesa balístico S-300 do Iran com outras fotos até que parece que é de verdade.Nunca subestime o seu “inimigo” rsrsrs

    http://img684.yfrog.com/img684/9346/s300missiles.jpg

  21. Vitor 21 de abril de 2010 at 17:09 #

    Outra coisa é que os tambores estão meio tortos. Visivelmente percebe-se a falta de alinhamento. Agora se isso influenciaria um missel não sei, até porque o mesmo deveria ter um certo espaço entra as laterais.

  22. LATINO 21 de abril de 2010 at 17:38 #

    Quanto ao peso nas rodas facilmente poderia ser que os misseis 9M96M os mais usados no (S-300);não estavam nas baias .

    So para deixar mais claro aos colegas sobres esses pequenos notaveis (misseis)

    O modelo 9M96 é o mais comum dos mísseis deste tipo. São os seguintes os mísseis da família:

    9M96 – Versão básica (alcance de 40km)
    9M96D – Míssil experimental (não entrou em produção)
    9M96E – Versão de exportação do 9M96 (alcance de 40km – altitude 20km)

    9M96M – Versão de longo alcance (alcance de 120km – altitude 30km)
    9M96E2 – Versão de exportação do 9M96M (alcance de 120km – altitude 30km)

    9M96R – Míssil de treino

    Altitude máxima: 35km

    Sobre os s-400 (SONHO MEU PARA O BRASIL )

    A principal característica do sistema S-400 são os mísseis 9M96E e 9M96E2 de longo alcance, que são considerados equivalentes aos mísseis norte-americanos utilizados no sistema Patriot.

    Os mísseis têm dimensões muito menores e têm o seu próprio radar e uma ogiva de carga oca, sendo transportados quatro mísseis em cada tubo de lançamento. O sistema S-400 pode utilizar mísseis de diferentes dimensões e características.

    Está em estudo o S-500, que segundo informações dispersas publicadas pela imprensa russa, terá capacidade para atingir mísseis balísticos a distâncias de 3500km.

    SDS ,

  23. rogerio 21 de abril de 2010 at 19:13 #

    concordo raul ,Bruno Rocha assino embaixo brasil precisa desse exemplo vontade e coragem e falar menos e fzaer mais

  24. vassili 21 de abril de 2010 at 19:17 #

    Pessoal,

    Vamos maneirar o tom na conversa????? lembrem do proposto: nada de política, este é um pedido sempre reiterado pelos editores.

    O post trata apenas de mostrar um novo equipamento sendo colocado em operação nos confins do juda…… com um leve toque de ironia no fim do post, autoria do editor.

    abraços.

  25. Leonardo 21 de abril de 2010 at 20:08 #

    Sinceramente, se for feito de solda de barris de petróleo, quem fez é muito bom.

    O mais estranho é que o governo de Israel foi diretamente a Moscou pressionar o governo russo a não vender estes mísseis, pelo visto foram um pouco tarde.

  26. Leonardo 21 de abril de 2010 at 20:08 #

    Sinceramente, se for feito de solda de barris de petróleo, quem fez é muito bom.

    O mais estranho é que o governo de Israel foi diretamente a Moscou pressionar o governo russo a não vender estes mísseis, pelo visto foram um pouco tarde.

  27. marcos adriano 21 de abril de 2010 at 20:27 #

    o brasil ja demorou para comprar sistema tor para fab e s-300 para exercito!!!!nao da mais para esperar temos que ter meios para garantirir nossa soberania!!!parem de brincar com assunto serio que é nossa defesa!!! a rusia esta vendendo cabe o pais adquirir, aproposito é so levar dinheiro que compra (tor,s-300,moskit ,su35 e t-50)que estao esperando?
    temos que ter mix de produtos de defesa para nossa soberania!!!o brasil com su35,tor e s-300 teriamos superioridade aerea na america do sul!!!seria fantastico e futuramente com t-50 que de quinta geraçao numa versao ocidental sendo fabricado na embraer!!!por que nao tiverao visao extrategica que estou tendo agora para nossa defesa aerea?
    acorda brasil!!!produtos russos sao bons ,baratos que nos mais queremos!!!

  28. RL 21 de abril de 2010 at 20:42 #

    Enquanto que aqui, nem uns Piranha com SABER-M60 ou estudos para um futuro A-Darter com SABER-M200 tem para ser fábricados.

    Se são tambores ou não, não sei. Más se lançarem os tambores para o alto, eles são capazes de alcançar um maior número de acertos a alvos do que o que temos na nossa defesa aérea.
    Iglas portáteis sobre ombros.

    Lástimável.

  29. Leandro 21 de abril de 2010 at 21:10 #

    Bom se algum analista acha que seja tambores soldados é simples ataquem tirem a prova se ou não fajutos os misseis se for ataque com sucesso se nao for tera um bando gringodo fritando nos F15, f16, f22, f35

  30. Eduardo 21 de abril de 2010 at 21:16 #

    O engraçado é que muita gente acha que o Irã é fraco e mascara tudo que faz, ninguem lembra que eles tem tecnologia de mísseis de longo alcance de 3000km e inclusive tem capacidade de lançar satélites, ja lançaram 8 e vão lançar mais 4 este ano, o que do ponto de vista estratégico militar é uma poderosa arma, e o Brasil, não chega nem perto disso com um programa espacial com orçamento pessimo…

  31. Ilya Ehrenburg 21 de abril de 2010 at 21:32 #

    As imagens mostram um simulacro do sistema S-300. Este foi encomendado à Rússia, pago, e até hoje, não entregue.

    O Irã insiste, pesadamente, para com os russos, que entreguem o sistema adquirido. Seria mais interessante, pedir a devolução das parcelas pagas, e adquirir equivalentes chineses, pois estes, em virtude da dependência da importação do óleo persa, não estariam propensos a aceitar as barganhas americanas.

    A foto mostra uma simulação do sistema S-300. Percebe-se isto, pelos silos tortos, cavalos mecânicos claramente inadequados (fracos) e pela estrutura improvisada.

  32. Renato 21 de abril de 2010 at 22:28 #

    Cadê os radares? Mesmo que sejam mísseis mesmo, sem radares, postos de comando e etc, servem só para desfiles. Quanto a política, vamos discutir isso em outros fóruns. Mas uma coisa é certa, conforme análises de diversos especialistas: Sem o S-300 completo – inclusive com o radar para detectar mísseis de baixa altitude e, talvez, mesmo assim – as defesas iranianas resistiriam por poucos dias à IAF sozinha, menos tempo ainda se fosse a USAF ou uma força conjunta. Quem diz isso não sou eu, são diversos experts em defesa que previram os fatos da Operação Tempestade do Deserto com grande precisão. O país é enorme, as defesas são com mísseis de curto ou, no máximo, médio alcance/altitude e AAA todos obsoletos. Mesmo o Tor e o Pantsir apenas aliviariam a situação a nível localizado, mas não resolveriam em caso de guerra total. Ou seja, a IADS iraniana não duraria 1 mês, na melhor das hipóteses (com S-300 completo contra a IAF sozinha).

  33. FD 21 de abril de 2010 at 22:45 #

    Não existe sistema anti-aéreo infalível, mormente frente aos americanos e israelenses…

  34. Henrique 22 de abril de 2010 at 0:12 #

    Até pelo tipo de caminhão é quase certo que seja fake…
    http://en.wikipedia.org/wiki/S-300_(missile)
    Os Iranianos parecem tentar convencer seus adversários que estão a desenvolver tecnologia mas na verdade estão a reformar ou modificar equipamentos antigos de seu estoque. Mas, de qualquer jeito.. nunca é bom subestimar ninguém.
    Abraços.

  35. RoLoUcO 22 de abril de 2010 at 0:21 #

    so os russos podem dizer si a arma e de fato o S300. porq si nao, sera a maior mancada iraniana, agora si for vedadeira, sera a maior venda de sucata russa de toda historia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  36. Raul Cotrim de Mattos 22 de abril de 2010 at 0:59 #

    Quer dizer que os iranianos não podem mostrar maquetes de seus futuros desenvolvimentos?

    Quer dizer que o KC-390 da EMBRAER também é uma piada pq o Brasil só fez maquete?

    Todo mundo sabe que os S-300 não foram entregues. Mas os iranianos nao podem fazer uma representação.

    E quanto aos comentários sobre o peso dos mísseis em cima da rodas… porque eles levariam o sitema armado para o desfile?

    É a mesma coisa que o F-2000 da FAB voarem carregados de bomba sobre o público no desfile de 07/09.

    Mesma coisa sobre os mísseis soviéticos. Se colocaram mísseis de isopor, se é q realmente colocaram, que diferença faz? O mundo sempre soube da capacidade militar da Rússia e uma representaçao de isopor nao mudaria isso em nada.

  37. defourt 22 de abril de 2010 at 2:16 #

    Nítida imagem de se “jogar pra torcida”.

    Só que o Irãn deve ter cuidado para qual torcida está a jogar pois dependendo da torcida ela pode se levantar e…

    Nós já vimos este filme.

    De vez em quando passa na “tela quente”.

    “Fantástico” mesmo é reparar que apesar do filme ser o mesmo, os DIRETORES é que estão sempre mudando. Mas o povão é quem fica sempre com o “pânico”.

    [A idiotização das camadas um dia se volta contra quem faz a programação das mentes.]

  38. Rustam(Рустам) 22 de abril de 2010 at 8:12 #

    Я просто удивляюсь комментариям некоторых блоггеров!!!!!
    Обьясняю вам коллеги!!!!!!!!!!! российская федерация отказалась от поставок с-300 в иран!!!!
    Вывод- значит это муляж(пустышка)или аналог с-300 китайской постройки!!!! китай в свое время скопировал с-300,но качество китайского аналога с-300 оказалось настолько низким, что армия кнр закупила начиная с 2007-2010 в России 15 дивизионов с-300 пму-2!!!!!
    Так что замечание Александру озаглавливать эту статью надо по другому!!!!! копия или муляж с-300!!!!

  39. robert 22 de abril de 2010 at 8:49 #

    hey

    olha o que eu achei na net

    http://englishrussia.com/index.php/2006/08/22/inflatable-s-300-air-defense-system/

    aeioheioahioeahoiea

    esses sim são fake mesmo, mesma estratégia que os americanos e ingleses usaram na segunda guerra.

  40. Alexandre 22 de abril de 2010 at 9:42 #

    Hahahah!!! Muito boa essa montagem. Vamos convidar o pessoal do Irã, para serem os carnavalescos de uma de nossas escolas de samba, para construirem os carros alegóricos. Hahahah. Palhaçada. Certamente quando vierem os aviões israelenses eles vão jogar os barris de petróleo nos aviões. Muito boa. Hahahaah

  41. Paulo Costa 22 de abril de 2010 at 10:16 #

    Esta semana houve parada militar em Moscou,
    e apresentaram varios novos sistemas AA,inclusive
    o novo Pantsir.The Pantsir system was unveiled at the MAKS air show near Moscow in 1995 and has been thoroughly modified since then. It is expected to replace the obsolete Tunguska air defense system in the Russian army….http://en.rian.ru/mlitary_news/20100414/158577829.html

  42. Paulo Costa 22 de abril de 2010 at 10:19 #

    Talvez seja melhor aguardar um novo AA,tipo Pantsir,
    ou novos sistemas para a nossa defesa aérea,pelo
    dito o Tunuska esta obsoleto.

  43. gerson carvalho 22 de abril de 2010 at 11:13 #

    Caros amigos, terra santa é o brasil que ha mais de 500 anos tem politicos corruptos e ladrões de todo jeito roubando e o país ainda não quebrou, ao contrario parece tá ficando mais rico, isso sim é que é terra santa. Agora Israel é uma tremenda bola fora no oriente e a fonte de toda aquela pertubação.

  44. Andre de POA 22 de abril de 2010 at 11:48 #

    Isto lembra as antigas paradas soviéticas, tinha muito foguete de papelão e os analistas dos EUA ficavam quebrando a cabeça..

  45. Sukhoi 22 de abril de 2010 at 11:49 #

    @ Fabio disse:
    21 de abril de 2010 às 12:40

    “Sugiro que leiam um pouco da história do Irã antes de querer apoiarem o país.”

    IRÃ: A HISTÓRIA QUE A MÍDIA NÃO CONTA!!

    http://www.youtube.com/watch?v=dUyHiNjSAo8

    Obrigado por destruir o mundo com a sua cobiça, Uncle Sam.

  46. Bosco 22 de abril de 2010 at 12:29 #

    Como ninguém estava presente na parada pode muito bem ser que o locutor tenha dito se tratar de “maquetes”, com a função explícita de enriquecer o desfile e tendo em vista que os iranianos compraram mesmo o dito sistema de mísseis.
    Vai saber!

  47. Bosco 22 de abril de 2010 at 12:35 #

    O problema desses sistemas de mísseis de grande alcance/altitude altamente letais e eficientes é que em pequena quantidade não fazem diferença e em grandes quantidades só as maiores potências é que conseguem tê-los devido ao custo.
    Sem falar que tais sistemas demandam outros, de menor porte, apenas para cobrir os corredores e as zonas cegas, aumentando proporcionalmente o custo.
    O melhor, para um país de recursos mais modestos, é investir em mísseis de menor porte e que possam ser adquiridos em quantidade adequada, provendo uma boa defesa em baixo e médio níveis para alvos de alto valor e o grosso ficar por conta da aviação de caça.

  48. Torama 22 de abril de 2010 at 14:20 #

    Pessoal, pra quem não entendeu o que o Rustam escreveu, segue a tradução:

    “Eu me impressiono com os comentários de alguns bloggers!!!
    Explique aos seus colegas!!! A Rússia negou-se a suprir o Irã com o 300!
    Isso é um dummy (maquete) do 300 ou equivalente construído pela China! A China copiou o 300 uma vez, mas a qualidade de sua cópia era tão baixa que o exército chinês comprou junto a Rússia em 2007-2010 15 batalhões do S-300 PMU-2!!!
    Portanto manchete desse artigo do Alexander deveria ser outra: cópia ou maquete 300!!!!”

  49. Bernardo R. 22 de abril de 2010 at 15:17 #

    UHAUAHUAHUHAUHAUHAUAHUAHUAHUAHUAHUAH

    Será que são fakes mesmo??? Seria uma tremenda jogada!!

    hahahahha….

    Tenho dois exemplos, 1 positivo e 1 patético de como usar fakes para enganar o inimigo!!

    Pirmeiro o legal……. Quando americanos e britânicos enganaram os alemães, levando-os a creditar que a “1ª Companhia do Exército Americano”, comandada por Patton era verdadeira, era um bando de papelões e borracha, formandos imagens pitorescas de milheres de tanques, blindados diversos, caças e bombardeiros!!!
    Foi uma tremenda jogada que iludiu os nazi…..

    A patética…. Fomos nós brasileiros mesmo… infelizmente!!!

    Na revolução de 1932, os “manos” paulistas sem apoio e sem armas, em determinados momentos, apelaram para uso de matracas, para simular tiros e assustar tropas inimigas…. hahahahahaha
    Tem até peças em museus….. uahuhuhauhauhauahuh
    Foi muito feio!!!!

    aaahh… lembrei uma, que foi boa mas desmascarada a tempo de evitar uma desgraça……..

    Na batalha da Ardennas, na Bélgica, uma Companhia alemã, toda com soldados germânicos nascidos nos EUA, portanto falavam inglês sem nenhum sotaque, se infiltraram no meio das tropas americanas para matar o maior número de oficias que conseguissem…. Utilizaram até tanques, “remodelados” para parecer americanos!!
    Por um tempo conseguiram alguma coisa…. mas foram pro saco assim que decobertos!!!

    Resta saber….. Qual será o resultado dessa jogada do Irã????

    Se for uma jogada, lógico!!

  50. Mauricio R. 22 de abril de 2010 at 17:01 #

    Pô o cumpanhero Lula bem que poderia ter mandando alguns carnavalescos do RJ, p/ melhorarem a qualidade dos adereços!!!

  51. defourt 23 de abril de 2010 at 1:35 #

    “Pensei que os islâmicos não MENTISSEM…”

    :@

    “Quando é conveniente citam profetas, e quando também é, se esquecem deles…”

    Esta frase serve para toda a nossa sociedade, seja qual for o teu “clube de coração”:

    Corinthians, Vasco, Flamengo, Islãmicos, Ateus, Judeus ou Cristãos.

    “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.” (Romanos 3 : 10)

    Desfilar uma mentira diante do público e daqueles que você diz prezar não é honra nem homenagem, é FARSA!

    É MENTIRA!

    Agora pense comigo, se ele é capaz de enganar até as figuras dos Aiatolás dele a quem ele respeitará?

  52. defourt 23 de abril de 2010 at 1:41 #

    Perdão! mas era preciso:

    A minha lógica não é contra ao Afeganistão e seu povo.

    E sim ao seu dirigente rasteiro e farsante.

    A minha lógica não é contra a FÉ.

    E sim contra o farsante.

  53. defourt 23 de abril de 2010 at 1:44 #

    Perdão!

    Eu queria dizer Irã.

    Mas aproveito e digo logo: serve a todos os países e a todos nós…

  54. Bernardo R. 23 de abril de 2010 at 13:24 #

    Poxa Defourt……. não seja tão duro com eles!!!!

    Uma mentirinha às vezes é bom pra deixar o povo motivo e com o moral alto!!

    hahaha

  55. Bernardo R. 23 de abril de 2010 at 13:24 #

    corrigindo: ……. o povo motivado…..

  56. barreiro 23 de abril de 2010 at 15:30 #

    só o lulinha paz e amor não percebe as intenções do irã!! ou é muinto ingenuo ou se faz de burro q de burro não tem nada.

  57. marcos adriano 25 de abril de 2010 at 12:21 #

    o brasil é pacifico o que é muito bom!!!mas pacifico nao quer dizer que nao se tenha armas para defender sua soberania!!!s-300 e tor seria muito bem vindo na fab e exercito!!! á nosssa defesa esta precisando desse misseis aereos.nao para ver nos outros paises ter e nos nao termos que barbaridade!!!ate o ira tem ,eu nao acredito!!!nos dormindo em berço explendido, que pena!!acorda brasil,acorda politicoá defesa é assunto de estado deve ser tratado com responsabilidade e seriedade!!!nao corte chega de brincar com á defesa!!!nos precisamos do s300 para ontem se ate ira adquiriu á rusia nao se furtaria em vender para nos que somos confiaveis!!!!

  58. Rodrigo - Df 26 de abril de 2010 at 13:16 #

    pode ser fake ou não….!

    Eu que não coloco minha mão no fogo com esses caras….

  59. Gustavo Melo 2 de setembro de 2010 at 3:31 #

    Parece ser fake sim, pele deflexão dos pneus no momento do contato com o asfalto, bem como a traseira do veiculo, ausência de qualquer elemento que pudesse colocar o S-300 em um ângulo reto.

  60. Adalberto Jordão da Silva 15 de setembro de 2010 at 13:50 #

    Gostei muito, também, das análises de Latino, por sua precisão nos relatos, e da de Marcos Adriano, por seu conhecimento sobre os sistemas relatados, assim como por sua aspiração – que coincide com a minha – de um dia ver o Brasil bem armado, para defender seu território das agressões externas. O Brasil não deve ser negligente quanto à aquisição dos sistemas de defesa. Parabéns aos dois.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.

Vídeo: testes de fábrica do fuzil brasileiro IMBEL A2 (IA2)

A avaliação do fuzil de assalto se iniciou em 2011 e o protótipo foi aprovado como MEM pelo relatório de […]

Agradecimento da IMBEL à revista Forças de Defesa pela matéria do sistema de armas IA2

A diretoria da IMBEL parabenizou a revista Forças de Defesa pela matéria sobre o Fuzil IA2 publicada na edição número […]

Força Expedicionária Brasileira comemora 70 anos do ‘Batismo de Fogo’ na II Guerra Mundial

Brasília, 16/09/2014 – Há exatos 70 anos, no dia 16 de setembro de 1944, militares da Força Expedicionária Brasileira (FEB) […]

Armas da Otan ‘estão chegando’, diz ministro

O ministro da Defesa da Ucrânia, Valerei Heletei, declarou no sábado que a Otan já está enviando armas a seu […]

Nenhum dos principais presidenciáveis tem propostas específicas para defesa ou Forças Armadas

  Texto de Paulo de Tarso Lyra publicado no jornal Correio Braziliense em 7 de setembro As Forças Armadas, que […]

Compre agora sua revista Forças de Defesa número 11

Outra revista igual a essa, só daqui a 100 anos! A Revista Forças de Defesa 11ª edição de 140 páginas na versão impressa […]