Home Estratégia Financial Times diz que política externa do Brasil o afasta do cenário...

Financial Times diz que política externa do Brasil o afasta do cenário internacional

263
163

(BBC, 20) 1. Um artigo publicado na terça-feira pelo jornal britânico Financial Times afirma que o jeito “carinhoso” do Brasil é um obstáculo para que o país consiga um lugar entre as grandes potências no cenário internacional. O texto é assinado pelo jornalista John Paul Rathbone. Segundo o texto, “a política de arco-íris do Brasil pode estar atingindo o seu limite e poderia até colocar em risco a vaga permanente no Conselho de Segurança que o país cobiça”. “Gafes recentes mudaram a imagem açucarada do Brasil e do seu presidente também”, afirma o Financial Times.

2. Entre os episódios citados estão a crítica feita pelo presidente Lula à greve de fome ativista cubano Orlando Zapata e os comentários sobre protestos da oposição após as eleições no Irã – quando Lula disse que as manifestações eram “choro de perdedores”. O jornal também destaca o fato de que o Brasil condenou a instalação de bases militares americanas na Colômbia, mas ignorou a compra de armas russas feita pela Venezuela ou o suposto apoio do governo de Caracas às milícias das Farc.

3. Para o jornal, o Brasil tem diplomatas de competência reconhecida, sobretudo na área comercial, mas o país não tem institutos de pesquisa capazes de abastecê-los com informações sobre o mundo, como Moscou e Washington, o que levaria o país a cometer “erros” e não se acostumar “aos holofotes da opinião internacional”.

FONTE: Ex-Blog do Cesar Maia

Subscribe
Notify of
guest
163 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
igor
igor
10 anos atrás

A política externa do Brasil é realmente confusa nem eu que sou brasileiro sei da nossa posiçao tão pouco os grigos vão saber

Tadeu
Tadeu
10 anos atrás

Esse povo acha que todo mundo tem que ser vaquinha de presépio, mudo, cego,surdo, não se mexe e pior ainda sem cérebro. Os ingleses passam nas nossas barbas com uma gigantesca plataforma de petróleo, no mínimo escoltada por um submarino nuclear, em direção as Malvinas, questão esta que eles (ingleses) já dão por encerradas, cercam o Brasil de bases- uma grande ameaça velada- tecnicamente eles nem precisam delas. Invejam e cobiçam os recursos hidricos e outros naturais, não querëm que nimguém tenha tecnologias e bomba atômica. Certo está o Chaves de ter coragem de dizer NÃO ,Que a elite intelectual,… Read more »

Andre
10 anos atrás

O Brasil está a pensar que, agora que esta pondo as asinhas de fora, já pode palpitar sobre isso ou aquilo, mesmo sem saber quase nada sobre o assunto…
acham que, como no Brasil não existe extremismo nem radicalismo, o resto do mundo é tbm assim… é a política externa do Arco-Íris… rsss

Vitor
Vitor
10 anos atrás

Nossas leis sao tudo arco iris. Por isso a bandidagem vive no país das maravilhas.

Tadeu
Tadeu
10 anos atrás

André, você é brasileiro?

Floresteiro
Floresteiro
10 anos atrás

Falam isto pq o Brasil não é mais uma pamonha no cenário internacional, e não segue segamente as gdes potências como até pouco tempo.
É melhor ser crtiticado andando com as próprias pernas, que ser elogiodo sendo um fantoche.

Floresteiro
Floresteiro
10 anos atrás

Alguem descorda??

Vader
Vader
10 anos atrás

Rotweiller sem dentes. Um país sem projeto de nação tem mais é que se recolher a seu canto mesmo e calar a boca, na melhor das hipóteses para não pagar mico internacional, como nosso glorioso Itamaraty Bolivariano no caso Honduras, ou nosso Grande Timoneiro e Sol da Humanidade quanto ao Irão. Não temos projeto de nação, apenas uma agenda bolivariana para nos tornarmos o novo “Leste Europeu” do socialismo. Um país desse não tem mesmo o que fazer no CS da ONU, onde os grandes se reúnem para decidir as grandes questões do mundo. Um ótima que tenha enfim começado… Read more »

Capixaba
Capixaba
10 anos atrás

André, penso que o Brasil não só pensa que pode palpitar como DEVE palpitar, afinal, quem é que diz quando um pais pode ou não dar opinião no cenário externo?
Aaaaa e polpe, chega de ser pau mandado… e eles é que aprendam que países com personalidade tem opinião independente.

Capixaba
Capixaba
10 anos atrás

Tem um pessoal aqui que definitivamente parecer ser anti-Brasil. Tuuudo que se diz a respeito do Brasil eles metem o pé.

Esse pessoal tem que aprender que gostem ou não, com ou sem armas o país esta sim tomando uma posição independente de imposição externa e enquanto aqui o pessoal desce a lenha la fora eles aplaudem, com raras exceções, pois, sempre há opiniões divergentes.

André Mendonça
André Mendonça
10 anos atrás

Concordo q a politica externa é confusa, primeiro não condena a morte do preso politico em Cuba só pq o governo é de esquerda, segundo expulsa os jogadores olimpicos cubanos e não deporta o terrorista italiano. É uma politica de dois pesos e duas medidas. Acho que o Brasil tem e deve opinar, mas ao mesmo tempo deve ter coerencia das suas opiniões. Em relação ao Irã não ha nem o que comentar, se até a China que não condena nem quem faz faz genocidio, quer decretar as sanções e fica o Brasil querendo dar uma de “POTENCIA”. Acho que… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
10 anos atrás

Isso que dá o Brasil querer agradar a todo mundo; se tivessemos uma liderença que pensasse de forma idependende e que pensasse além de campanhas eleitorais, e que vesse o mundo como ele é, já seriamos uma nação forte que teria seus principios respeitados, sem que tivessemos que nos ajoelhar perante qualquer decisão, seja dos EUA, da União Européia, Tigres Asiáticos ou da ONU, esta ultima fazendo vista grossa a tudo o que os EUA fazem de podre no mundo.

Capixaba
Capixaba
10 anos atrás

Perdoem as falhas na escrita… as vistas já estão falhando :-/

Vinicius
Vinicius
10 anos atrás

Levar em consideração a opinão do César Maia é o fim.
Vocês do Forte, devem rever seus conceitos.

Ozawa
Ozawa
10 anos atrás

A política externa é a toda evidência conduzida não por técnicos de carreira, mas políticos. No nosso caso é sabido que a dupla Luiz Ignácio Lula da Silva e seu consultor para assuntos de política exterior Marco Aurélio Garcia, têm nos conduzido às recentes condecendências pueris e subservientes com os arroubos populistas, arrivistas e agressivos de países medíocres como Bolívia, Venezuela e Equador, ora para dissipar a imagem da liderança hegemônica, o que é um erro, uma modéstia contraproducente, ora para simplesmente “ser do contra” a tudo que signifique uma sombra de apoio ao que pensam os EEUU. A dupla,… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Ozawa: já tá acabando já. Já tá acabando, graças a Deus…

Hernâni
Hernâni
10 anos atrás

Estou plenamente de acordo com o artigo. Sou português e europeu, estou longe mas ainda não percebi porque é que o Brasil apoia daquela maneira o ditador ridículo Hugo Chavez! não era melhor ter cuidado com ele? Depois é verdade, não se pode ter uma politica de coitadinho e pobrezinho e querer ser ao mesmo tempo uma potência mundial! O Brasil é uma grande potência agora, tem de se definir, tem de pensar e agir como tal. O nosso primeiro-ministro também tem essa relação com o Chavez mas as circunstâncias não se podem comparar. Temos uma grande comunidade emigrante no… Read more »

ditongo
ditongo
10 anos atrás

O jornalista John Paul Rathbone jé é muito conhecido pelo seu ponto de vista conservador.

Ele escreveu a favor de todas ofensivas do J.W. Bush, justificando a presença de armas de destruição em massa no Iraque.

Foi verdade?

Acredito que o Brasil teria uma política menos “arco-iris” como tachou o jornalista se tivessemos armas, assim como tem as potências. Ora essa!

athalyba
10 anos atrás

“Todos podem ver as táticas das conquistas, mas ninguém consegue discernir a estratégia que as geraram” (A Arte da Guerra – Sun Tzu) Antes de ficarem falando como se fossem formados com louvor no Instituo Rio Branco, é bom darem atenção à imagem toda, não apenas aos detalhes (Cuba, Irã e outras pequenices). Talvez a maioria dos colegas não tenha se acostumado a ver nosso país ser consultado em algumas questões ou se ismiuçar em outras. O crescimento da desenvoltura do Brasil no cenário mundial é incontestável e só os ressentidos ficam de muxoxo. Mas não se preocupem: esse complexo… Read more »

Pedro
Pedro
10 anos atrás

Esses jornais gringos fazem isso, pois estamos fazendo o que eles fizeram a um ou dois seculos atras. Se eles criticam nossas posições, e as deles? Criticam o Irã por ter um projeto nuclear, e eles tem arsenais inteiros com ogivas nucleares! Criticam por darmos apoios a países “genocidas” como o Sudão e Miammar, mas eles sempre apoiam Israel e suas ações genocidas e de exterminio contra os Palestinos! Ou seja, isso é o Maquiavelismo puro, faça o q digo mas não faça o que eu faço, nos hoje fazemos aquilo que eles fazem, e não fazemos mais o que… Read more »

ditongo
ditongo
10 anos atrás

Ozawa, Vader

Eu até concordo que a política externa do Brasil não é de “mil maravilhas”. Mas já deu seu ponta pé inicial. Porquê no passado o Itamarati nem objetivos claros tinha.

Há dez anos, qual era a política externa que o Brasil praticava?
Resposta: Fazer empréstimo ao FMI. Pense numa politica externa perfeita e independente. Nessa época acontecia o verdadeiro “mico” cara.

Pelo menos os micos que passamos hoje, em matéria de politica externa, não são pagos por nós mesmos.

André Machado
André Machado
10 anos atrás

quando o país começa a criar uma personalidade propria internacionalmente a midia conservadora cai matando ( quando vao contra os interesses deles ).. pior eh o proprio povo brasileiro( ou a maioria dele ) acreditar nesse discurso e defende-lo.. triste povo, pobre povo..

Marcelo Ostra
Marcelo Ostra
10 anos atrás

posto aqui um comentario do meu filho (8 anos), o Ostrinha ! “Papai, hoje é 22 de abril, o dia que o Pedro Cabral inventou o Brasil” Corolário meu sobre o que ele disse “Foi ai que começou a palhaçada” Poxa, o financial só descobriu isto agora ? atrazadinhos eles eim … comentário “AGRESSIVO” do Celso Amorim sobre o Financial Times ” Bobo” tsc tsc …. cade aquele careta que discordou uma vez comigo da diplomacia e relaçoes exteriores, estrangeiras e até internacionais do Brasil … lembram ? do post do Zelaya e a derrota da diplomacia brasileira … Ass… Read more »

Capixaba
Capixaba
10 anos atrás

Mas André… é o povo pobre mesmo, é o pobre que se f*deu durante anos e que agora ta vivendo um pouco mais dignamente.
Quem fala mal é por que já tinha vida boa e precisou dividir o muito que tinha com os que nada tinham e agora ficam falando pelos cotovelos.

GustavoB
GustavoB
10 anos atrás

Sempre haverá lambe-botas. E aqui é mais vergonhoso ainda.

Omega
Omega
10 anos atrás

Concordo com a notícia, o governo se posiciona equivocadamente ao lado de países como Irã e Venezuela, ignorando muitas vezes o que o resto do mundo pensa. Não é para ser chupa-meia de ninguém, mas manter-se neutro é melhor que dar as mãos a um país que não deixa suas intenções claras e que nega a liberdade de expressão.

FelipeTP
FelipeTP
10 anos atrás

Acredito que é um meio termo. O Brasil cometeu sim equivocos na sua política externa. Mas faz parte. Alguns erros por causa de ideologia e outros por falta de experiência.

Tito
Tito
10 anos atrás

É Zé Mane (gostei), bem que voçê falou!!!

Um abraço colorido.

Ps. Fiz a pergunta da data para meus funcionários e dei meia hora p/ resposta.

Bem, já se passaram trinta minutos…

Francoorp
10 anos atrás

Bem… vendo estas repercussões no exterior fica claro que estamos fazendo a coisa certa na diplomacia internacional, pois estamos incomodando os grandes… e isso demonstra grande capacidade e estratégia brasileira em assuntos internacionais, defendemos os nossos pontos de interesses no mundo, e não os deles. Muitos ainda não se adaptaram ao novo “Status Quo” nacional, e vivem dizendo que devemos é lamber as botas de nações estrangeiras em todo tipo de problemática internacional, e ainda defender os interesses destes em detrimento dos nossos próprios… este espírito de escravidão acabou no nosso Brasil, acordem !! O Brasil pensa somente nos próprios… Read more »

Soldier
Soldier
10 anos atrás

Seguinte: O Brasil tem errado em sua política internacional sim. Afinal, o viés ideológico e político com Cuba, Venezuela, Irã, Equador e Bolívia já é por demais CLARO para todos. TODOS estes países (salvo o Irã), ou deixou de nos pagar algo ou simplesmente tomou algo do Brasil (isto é, do povo Brasileiro) e este governo simplesmente não diz nada, concorda e APÓIA!!! Oras bolas! Vide o caso dos jogadores de Hand Bol de Cuba que queriam ficar no Brasil (estavam até treinando) e o governo Brasileiro simplesmente DEPORTOU estes atletas para Cuba atendendo a um “pedido dos parentes”!!! Agora,… Read more »

Alexandre GRS
Alexandre GRS
10 anos atrás

Prezado Francoorp,

Interessante análise.

Sds.

Soldier
Soldier
10 anos atrás

Continuando…

Concordo que o Brasil não deva se inclinar e aceitar a tudo que as grandes potências querem.

Más também não devemos nos inclinar e aceitar tudo que ditadores e afins querem. E é isso que estamos fazendo. Dando apoio INCONDICIONAL, SEM CRITICAR E ELOGIANDO ATÉ países e governantes que não merecem e não possuem credibilidade alguma. São um perigo para a paz mundial, principalmente para a paz na América do Sul.

AC
AC
10 anos atrás

Não é só o Financial Times que diz isso.

Brandalise
Brandalise
10 anos atrás

The opinion of BBC is by far too biased…

Eh pra eles lerem e entenderem mesmo. Deveriam se preocupar mais com as gafes do Brown. De qque forma, as gafes do Lula jah nao importarao muito apos a eleiçao (talvez tenhamos de nos preparar para as gafes da Dilma; parece que todos os dias tem uma nova!).

Imagina se encomendassemos Sukhoi no F-X, hein?
Eles estao eh preparando uma campanha contra o Brasil, para o caso do nosso Pais apoiar a Argentina em possivei confrontos futuros (que o Reino Unido, por sinal, vem forçando jah a algum tempo).

Abs!

Soldier
Soldier
10 anos atrás

Francoorp

Concordo com algumas de suas visões e muitas bastantes esclarecedoras e positivas.

Más devemos sim tomar cuidado com certos “afagos” que estamos dando em pessoas erradas.

Uma hora, essas mesmas pessoas vão jogar m****### no ventilador e aí pode sobrar muito para o Brasil e seu povo.

Este é o problema.

Abraços.

Alexandre GRS
Alexandre GRS
10 anos atrás

Prezado Soldier,

Interessante análise também.

Sds.

josé gabriel
josé gabriel
10 anos atrás

concordo com o Soldier, o que adianta sermos independentes em relação as grandes potencias se esse pais esta se curvando a qualquer ditador?isso não é independencia, é apenas(na visão de auguns que acham que somos servos do EUA e UE claro)trocar de patrão

Jorge Nunes
Jorge Nunes
10 anos atrás

Para ser sério e macho o negócio e seguir a manada e dizer que o Irã é mal. Não importa que o Irã seja hoje o reflexo da interferências dos ingleses na região. A último governo democrático e laico do Irã foi derrubado com apoio de Ingleses e estadunidenses. Quando o governo eleito fez o movimento “o petróleo é nosso” de lá. Querer criticar o Brasil na política internacional que não montou complô para derrubar governo nenhum é cara de pau (sempre que o Brasil derrubou governos estrangeiros foi as claras: Argentina, Uruguai e Paraguai no séc XIX). O glande… Read more »

rogerio
10 anos atrás

igor disse:A política externa do Brasil é realmente confusa nem eu que sou brasileiro sei da nossa posiçao tão pouco os grigos vão saber falou bem Tadeu disse:Certo está o Chaves de ter coragem de dizer NÃO ,Que a elite intelectual, financeira e industrial deste país tenham a mesma coragem do Chaves, alguém já disse: ¨Penso, logo existo. Vitor disse:Nossas leis sao tudo arco iris. Por isso a bandidagem vive no país das maravilhas. Vader disse:Um país sem projeto de nação tem mais é que se recolher a seu canto mesmo e calar a boca, na melhor das hipóteses para… Read more »

Vinicius
Vinicius
10 anos atrás

O que querem os conservadores brasileiros?
Ainda rezam pela cartilha, “o que é bom para os EUAN, é bom para o Brasil”?
Ter um Itamaraty de fachada? só para festas da corja da elite brasileira( os parasitas)?
Se quer ser grande,vai sofrer criticas.

Jacubão
10 anos atrás

Putz…
Esse negócio de “arco iris” pegal mal que só, né?

Ilya Ehrenburg
Ilya Ehrenburg
10 anos atrás

Que moral tem o “Finacial Times”, que há anos se vê surpreendido pelos fatos. Não previu a derrocada dos mercados, previu que o Brasil entraria em recessão profunda, que a Rússia estaria por agora em crise (possui mais de US$ 450.000.000.000,00 em reservas) e por aí vai… Quando nossa política externa era outra, onde estávamos? De pinico na mão, rastejando favores! Tenho por mim, que este espaço, tal como a mídia brasileira dos grandes barões, embarca no velho projeto político que levou o país a humilhação explícita de ter suas diretivas demandadas do exterior. Em outras palavras, comporta-se como saudoso… Read more »

Ilya Ehrenburg
Ilya Ehrenburg
10 anos atrás

Em tempo:

Façam uma leitura apurada do texto acima e das “contradições apontadas” e vejam quais os interesses reais seriam satisfeitos, se as ações nossas, fossem aquelas convergentes com aquelas que seriam apreciadas pelo do redator…

Terão os senhores, então, a resposta.

É elucidativo o fato, que este texto pueril, ridículo e pouco informativo, tenha vindo das terras que agora se depara com o despertar brasileiro. Para seres deste nível tenho uma mensagem simples: danem-se!

Antonio M
Antonio M
10 anos atrás

Há pouco tempo atrás disse qeua política extrna de LuLLa era esquizofrênica! E confundem isso com soberania! A militância fez coro ao governo LuLLa quando apoiou Irã e Coréia do Norte mas Celso Amorin em um raro e recente momento de lucidez já admite rever a posição oficial Brasil quanto ao dois países. E a mesma militância vai atrás novamente. E chamam isso de personalidade !!! No começo do governo LuLLa, o FT era só elogios pois LuLLa continou com as medidas econômicas e de estabilização do governo FFHH, e assim pode tirar suas verbas para abastecer suas bolsa-esmolas. Antes… Read more »

Cor Tau
Cor Tau
10 anos atrás

Egoísmo não é viver como a pessoa deseja………É pedir que os outros vivam como ela………………

Vinicius
Vinicius
10 anos atrás

Tem brasileiros com saudades da Casa Grande e Senzala. Os velhos coronéis. A mídia (Globo, Veja, Época ou seja o PIG). Militares de pijama. Militares que marchavam sem destino, com Forças Armadas sucateadas, sem estratégia etc. Onde anda o embaixador desmoralizado, com sapatinhos na mão? Onde anda o presidente do Bacen, com suas diagonais endógenas? Hoje, senhores(as), exite o END, a Marinha de Guerra tem projetos que saem do papel (submarinos, helicóteros, navios, veículos, armamento e tecnologia). O Exército brasileiro dá exemplos aos ianques no Haiti, não só com infantaria, mas também com engenharia e saúde. A FAB está se… Read more »

rafaelscheffer
rafaelscheffer
10 anos atrás

Ah, para aí. É muito discurssinho da Veja num lugar só. Esse blog do Cesar Maia como fonte de informação é um fiasco. Concordo que de vez em quando pisamos na bola, mas temos melhorado muito. A idéia de politica externa do FHC (e dos Demo-Tucanos em geral) é medonha: aliança automática com “os grandes” e porrete nos pequenos. Ninguém na AL quer ser liderado pelo Brasil ou por qualquer outro, nenhum país sério no mundo quer (talvez parte das elites deles…). O Brasil tem se destacado com essa politica externa, nossa opinião é discutida em outros países (vejam a… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Ow Galante, que besteira que cometeste hein? Colocaste o nome do Cézar Maia na legenda, e a comunalha fedida da camisetinha vermelha com a foto do porco barbado asqueroso (aquele que em boa hora foi sentar no colo de Satanás) e a bolivariecada da boininha preta surrada saíram em peso de um certo bunker no Lago Paranoá pra vir aqui fazer o que eles ganham pra fazer: aparelhar, PaTrulhar, estragar, etc… Acaso o amigo não sabe que esses cães procuram por “palavras-chave” na internet pra patrulhar? Eles quando entram no “bunker” recebem um “spiderzinho” gringo que só faz isso o… Read more »

Vinicius
Vinicius
10 anos atrás

A mentira tem pernas curtas. Tute bona gente (vocês e César Maia). Boa cheirada aí no morro A farsa da elitizinha brasileira já caiu faz tempo. A elite que no Brasil joga papel na rua, estaciona em lugar proibido e quando o policial chega, vai logo dizendo, “sabe com que está falando?” Esse mesmo povinho quando chega na terra do Tio Sam, vai colocando o rabinho entre as pernas. Espero mais da corja de vosmicês, senhora Vader e senhor Galante. Bye bye NOTA DOS EDITORES: PRÓXIMOS COMENTÁRIOS DO LEITOR VINICIUS (SE HOUVEREM) IRÃO DIRETO PARA A LIXEIRA, POR DESRESPEITO A… Read more »

Noel
Noel
10 anos atrás

“Espero mais da corja de vosmicês, senhora Vader e senhor Galante.
Bye bye”
Realmente, o nível dos comentários …