Home Noticiário Internacional Polícia chinesa prende homem com detecção facial; em meio a 50 mil...

Polícia chinesa prende homem com detecção facial; em meio a 50 mil pessoas

2233
45

Por Felipe Autran

Um cidadão chinês que era procurado pela polícia do país foi encontrado durante um show graças à tecnologia de reconhecimento facial criada pelo governo da China. O homem foi identificado apenas pelo sobrenome Ao.

O suspeito estava em um show do cantor Jacky Cheung, na cidade de Nanchang, quando foi visto por câmeras de segurança e identificado no meio de 50 mil pessoas. Ao estava em uma lista do sistema de identificação on-line da polícia por ser suspeito de ter ligação com um crime de natureza econômica. “Ele estava muito abalado e tinha um olhar inexpressivo quando foi capturado”, disse o policial Li Jin.

Ao viajou por cerca de 90 km com sua esposa para assistir ao show, achando que estaria seguro no meio do público do evento. Após ser detido, ele disse que nunca teria ido ao local caso achasse que havia alguma possibilidade de ser encontrado e identificado por lá.

Vigilância na China
Não é novidade que o governo chinês vem desenvolvendo tecnologias cada vez mais avançadas de reconhecimento facial para monitorar sua população e nem que esse esquema de vigilância é utilizado em investigações policiais. Além dos milhões de câmeras espalhadas pelo país, alguns agentes do governo também utilizam óculos inteligentes que checam informações sobre as pessoas em tempo real.

A nação tem uma das maiores bases de dados biométricos de seus cidadãos no mundo, catalogando informações como fotos, digitais, voz e DNA de quem mora no país. A SenseTime, startup mais valiosa do mundo, é chinesa e responsável pelo sistema de inteligência artificial do governo utilizado nessas ferramentas de monitoramento.

A China também deve implantar, até 2020, um sistema de créditos sociais, que vai dar uma nota para os cidadãos e pode influenciar a quantidade de benefícios que ele terá. Quem comete infrações pode ter alguns direitos negados, como a possibilidade de viajar de avião ou trem, por exemplo.

FONTE: Tecmundo

45 COMMENTS

      • Interessante isso, o FBI em um estudo mostrando uma pessoa de raça diferente da pessoa testada e depois os fazendo identificar entre várias fotos em um album, chegou a conclusão de que é difícil para uma pessoa identificar outra de raça diferente, que não está acostumada a ver.
        Um branco que não convive com negros tem grande dificuldade de identificar um oriental ou negro, mas se ele mora em uma região onde convive diariamente com negros, esta dificuldade some.
        Este estudo do FBI gerou controvérsia nos tribunais pois os advogados o usavam para diminuir a validade de reconhecimentos interraciais nos jugalmentos nos anos 80, hoje o assunto ja deve estar superado.
        .
        Eu por exemplo achava todos os orientais meio parecidos, mas depois que virei fã de J-Pop já acho uma japonesa bem diferente da outra. É questão de se acostumar a ver a outra raça.

      • Isto! Tecnologia Xing Ling: É capaz de identificar um rosto em meio uma multidão de chineses. Imagine a velocidade… para o primeiro que apontar: Encontramos! kkk Ai Jesus… perdoe-me a piada, mas eu não poderia passar sem…

  1. Meu comentário xenófobo do ano:

    Deve ser um detector de DNA, pois facial nem mesmo a mãe dele. Rsrsrs

    Pronto, já deu a conta de xenofobismo do ano.
    _______________________________________
    Falando sério: Bastante interessante para utilização em Segurança Publica.

  2. Não vejo nada de interessante nisso. É simplesmente o Estado total às portas. Em prol da ‘segurança’, acaba-se com a liberdade. O único freio que poderia haver para que essa ferramenta fosse utilizada só quando estritamente necessário, é a moral. Lá ela isso não existe. No Ocidente praticamente acabou. George Orwell virando realidade, mas muitos estão felizes… incrível.

    • graças a esse tipo de sistema é possível identificar um terrorista antes que ele cause mais danos ou define um alvo sem ter duvidas (evitando morte/capturas indesejadas), logo, é valido

      • Essa justificativa é a mais furada possível, sim, esse tipo de coisa sempre vai ser usada para a dominação total dos indivíduos. Quer um exemplo? Veja as medidas para ~combate a propaganda terrorista na internet~ e como esses recursos estão sendo usados, hoje no ocidente já existe mais censura que na própria china. Sempre foi assim em todos os regimes autoritários, primeiro você cria dispositivos com base em uma ameaça justificada e logo após muda as regras do jogo para manter o poder hegemônico do establishment.

        • Interessante eh q vc nao diz quem sao os “regimes autoritarios” ne?

          No mundinho “de voces”, poder “autoritario” sao os governos de direita… os “democraticos” (sic!), sao os de esquerda?

          Venefavela eh um exemplo grandioso, do que voces querem para o Br ne? Fala aq… entre nos 😉

        • Com certeza Elio… Na sua visao comunista de “mundo”… nao tenho duvidas!

          Interessante notar q o Sr nao explica o que e um regime autoritario… Que com certeza (ainda em tua visao), sao os “de direita”, nao eh?

          Um “verdadeiro regime democratico”, eh o socialista, como na Venefavela! (sic!), La, com absoluta certeza, nao ha autoritarismo e a vontade da populacao eh prioridade!

          Quer confirmar? Pegue teu celular (capitalista!) e ligue para qq cidadao venezuelano.. Ops… O Estado (“democratico” e socialista), nao os recolheram?

    • Luiz Paulo, acaba-se com a liberdade? Entendo que se a informação procede, a pessoa deve para a justiça. no mais, acho uma ferramenta importante para o combate a criminalidade. Não vejo nenhum direito a liberdade infringido.

    • Tudo no brasil eh “pela liberdade”… “fere direitos”… bla bla bla…

      Na moral? A verdade pobre nua e crua? Esse “papinho” de liberdade e “direitos”, eh para que vire bagunça, como ja esta no RJ, para que se possa implantar o comunismo no Pais ne?

      Com o advento do Caos (como no RJ), se pode ganhar eleicoes “na promeça” de que “nos” (socialistas), daremos um jeito nisso! Assumen o poder e matam todos! simples assim? Nao eh isso que vcs estao a fazer na Venefavela?

      SE esse cenario (direitos, liberdade, etc), existisse na decada de 60, estariamos vivendo no atraso do socialismo!

      Podem tentar a vontade! Temos forças armadas para barrar vcs!

      Desculpem o desabafo!

      • Jorge o problema é justamente esse, poder demais nas mãos do estado. O estado vive mudando de mãos, uma hora essas tecnologias podem estar nas mãos de gente seria e honesta, outra hora podem cair nas mãos de sociopatas, e aí? Lembre-se que de boas intenções o inferno está lotado delas! Não se engane meu chapa, esse papo de que temos que abrir mão de um pouco de liberdade para sermos verdadeiramente livres foi adotado pelos maiores picaretas da história, e não acabou bem para milhares de pessoas.

      • Jorge
        Você acha mesmo que a China está usando o sistema apenas para proteger seus cidadãos? Por acaso o Governo Chinês precisa dar satisfações sobre suas ações a algum outro poder? Mas sim por outro lado, o sistema é interessante no uso da segurança publica, desde que definidos nos limites da lei.

  3. É a tendência e os EUA já fazem isso na NSA mas de maneira discreta, escondida, agora o governo chinês não está nem preocupado que os cidadãos chineses saibam que sua privacidade está sendo invadida pois não podem fazer nada mesmo, viva conforme o governo quer ou enfrente as consequências.

    • E isso é uma tendência fortíssima no ocidente, ou você vive como o governo quer ou você vai enfrentar as consequências… sem ter meios para reagir.

  4. Acabou de vez a liberdade, vcs ja notaram que a quase totalidade dos APPs para Android tem acesso as fotos do seu celular, até o programa do Imposto de Renda tem acesso as fotos do celular, para que não sei.

    • Inclusive, agora, em todas as redes sociais é obrigatório o cadastro do número do celular. O celular em si é algo perigoso, é como um rastreador que te acompanha o tempo todo, sabe tudo o que você diz, o que você pensa…

      • Em um processo contra um suspeito de terrorismo nos EUA usaram contra ele a relação de livros sobre assuntos radicais e terrorismo comprados pela Internet, se tivesse comprado em dinheiro na livraria não teriam acesso, mas ao comprar por um fornecedor famoso que vende pela internet foi prejudicado, acho que comprava pela Amazon.
        Movimentos dos Direitos Civis estão contestando que o fato de que comprar livros o faça suspeito ou confirme ser um criminoso, se fosse por isso teriam que processar as editoras que os produzem ou livrarias e bibliotecas que os vendem e disponibilizam aos usuários.

  5. O próprio texto já menciona o uso deturpado dessa ferramenta: o governo chines vai adotar um sistema de score , para classificar os cidadaos. E quem classidfica os governantes e seus protegidos?

  6. Isso não é novidade! Trabalhei como consultor comercial de duas empresas de TI entre 2012 e 2015, e visitei o escritório da Huawei (chinesa), onde nos foi mostrada esta tecnologia, baseada em câmeras IP.

    Existem outra empresas americanas e europeias, além de Israel tb. A tecnologia se baseia em mapeamento morfológico onde nem gêmeos idênticos são 100% iguais.

    É um tipo de câmera usada em grande eventos com um grande fluxo de pessoas, sendo impossível um olho humano vigiar esta massa. Equipamento caro mas funciona!

  7. Os EUA usam essa tecnologia mas de forma restritar por causa da divisão sobre se essa vigilância é correta. Se não me engano são 25 estados q permitem dos 56.
    No Brasil uns anos atras a PMSP usou oculos de reconhecimento facial na segurança dos show do Lulapalozza mas depois nunca ouvir falar mais.

  8. Notícia terrível isso. Abre brecha para que o estado passe a vigiar cada vez mais as pessoas, até na mais profunda intimidade delas. Esse negócio de que é preciso abrir mão de um pouco de liberdade para sermos realmente livres é papo de vigarista, os lugares onde essa lógica foi aplicada resultou em ditaduras sanguinárias e cruéis.

  9. Todos os países que detêm a tecnologia a usam para vigiar seus cidadãos.

    [url]http://www.bbc.com/portuguese/internacional/2016/05/160510_reino_unido_assassinato_dna_filha_fd[/url]

    Um homem que estuprou e matou uma adolescente há 32 anos foi condenado à prisão perpétua no Reino Unido graças a uma surpreendente descoberta revelada pelo cadastro nacional de DNA, que reúne material genético de crimes do presente e do passado. O material genético foi colhido da filha após ela cometer uma infração de trânsito.

  10. Realmente preocupante. Aguardando quando vão começar a dizimar alguns grupos que não vai dançar conforme a musica. Os governos criam as crises, deixam a população louca, todos gritam, bandido bom é bandido morto, até a hora que o bandido for essa pessoa.

  11. Sinceramente…..muito mimimi…… muitos falando que é o fim da liberdade e tal……. oras….tudo em nome do politicamente correto…….

    Vejam o RJ!!!! todos exigem segurança, mas poucos estao dispostos a pagar o preço…… liberdade demais é o caminho certo para o caos….. querem um país seguro? Então paguem o preço, caso contrario, vivam sua falsa liberdade presos em suas casas com medo do bicho papão invadir para assaltar, estuprar e matar…..

  12. Interessantíssimo, mas essa tecnologia já é usada pelos EUA há mais de 15 anos, a NSA utiliza ferramentas que os chineses vão demorar muito a dominar.

  13. Se isso acontecer no Brasil, será uma empresa privada que irá ter os bancos de dados de voz, de DNA, de rosto. Além de atender as necessidades do governo, ela irá vender os dados da população.
    E todo mundo achará normal, afinal de contas, “não tenho nada para esconder”.

    • Como os dados do Imposto de Renda que eram vendidos em um camelódromo no RJ.
      Lembram a uns anos que um contador fez uma armação desconfiado sobre a venda dos dados e fez uma armadilha, ele colocou no seu imposto de renda como endereço a rua mais as letras IR, por exemplo, Rua João IR da Silva com o CEP e número da casa certo e algumas semanas depois recebeu em casa uma propaganda de cartão de crédito neste endereço, foi denunciado na imprensa.

  14. A identificação e individualização de cidadãos tem sido um dos objetivos de todos os governos através dos tempos, independente de ideologias.

    O que hoje faz a China já foi feito (claro, resguardadas as devidas proporções) na Judéia romana, quando do nascimento de Jesus. O imperador Augusto mandou realizar um censo na região (Censo Quirino) para identificar nascimentos nas vilas e aldeias num certo período de tempo. Depois, de posse dos dados, Herodes chacinou todas as crianças cadastradas.

    Com maiores recursos técnicos, Alphonse Bertillon desenvolveu um sistema de identificação em 1880 na França, para a identificação de criminosos e suspeitos conforme características físicas (sexo, atura, pêso, medidas corporais, etc). As impressões digitais eram dados acessórios ao sistema, pois ainda não se sabia que eram medidas únicas e exclusivas. Dentro de poucos anos, toda a França e Europa utilizava o sistema para identificar qualquer pessoa.

    Mas foi apenas em 1890 que o inglês Francis Galton concluiu que impressões digitais são características únicas e imutáveis de cada pessoa estudando marcas digitais de …macacos! Daí desenvolveu o sistema de papiloscopia que, com poucas alterações, é usado até hoje em todo o mundo.

    Com o advento da fotografia, a identificação pessoal tornou-se mais rápida e segura, sempre adicionada por outros dados físicos ou fenotípicos.

    Agora, na pós-modernidade, temos a identificação segundo critérios antropomórficos e genotípicos, chegando até a individualização pelo DNA.

    Como se vê, a identificação é um processo de longa data, variando apenas conforme a tecnologia presente em cada época. Sem nenhum exagero, podemos dizer que trata-se de uma das maiores obsessões humanas. Afinal quem identifica, domina.

  15. “O povo que abre mão da liberdade em favor da segurança, não merece nem a segurança nem a liberdade.”
    Benjamin Franklin, o bolivariano…

    • Os nobres ingleses que redigiram a Carta Magna de 1215 seriam taxados por aqui de “eleitores do PSOL”, “amante de bandido” ou coisa pior.

      A que ponto o Brasil chegou: direitos civis viraram privilégios de criminosos para uma significativa parcela da população.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here