Home Noticiário Internacional Mais Javelin para o US Army

Mais Javelin para o US Army

570
31

No início deste mês a Lockheed Martin fechou um contrato de US$ 111,6 milhões com o US Army, para a produção adicional de mísseis Javelin e unidades de comando, dentro do esforço de Guerra Global ao Terror.
O Javelin é o primeiro sistema de mísseis anti-carro portátil do tipo “fire-and-forget”, de médio alcance.
Ele é compacto, leve e permite a operação por só um soldado, em todos os ambientes. A Lockheed espera entregar os mísseis até a primavera de 2011.
O Javelin amplia a capacidade de fogo direto contra blindados, prédios e fortificações. O míssil está atualmente em serviço no US Army, USMC e em Forças de 10 países.

31
Deixe um comentário

avatar
31 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
13 Comment authors
joaoJavelin para TaiwanRaphaelKönigBosco Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
pablo
Visitante
pablo

e o Brasil desistiu do seu projeto junto com a Mectron…
depois quer comprar em outro pais a tecnologia que ele mesmo desistiu de desenvolver…

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Não é este que tem a opção de subir e depois atingir o
topo do tanque,aonde a blindagem é mais fraca??
As ogivas dos misseis estão cada vez maiores,haja tanque…

LeoPaiva
Visitante
LeoPaiva

Se o colega Pablo se refere ao projeto MSS 1.2, me parece que ele foi concluído a contento, inclusive está em condições de produção, ficou aguardando só iniciativa ( leia-se dinheiro ) do Exército para comprá-lo.

Em comparação com o Javelim a diferença é grande em termos tecnológicos, o nosso não é “dispare e esqueça” pois usa o sistema seguidor de feixe, e não tem dupla capacidade como o americano que pode ser usado contra helis também. O que não desmerece em nada nosso projeto, que é bem eficiente e deve ter um custo bem mais acessível.

Saudações

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Apesar de não tão sofisticados como JAVELIN,quantos FOG-MPM AVIBRAS e MSS 1.2 AC CTEX/IMBEL nossos queridos MANGA (?) e demais defensores juramentados da industria bélica nacional vão encomentar para o “novo” EXÉRCITO?

Adler Medrado
Visitante

Esse que sobe e depois atinge a parte superior mais fraca em blindagem é israelense.

Marine
Visitante
Marine

Alder,

O Javelin faz os dois: ele e “top-attack” em blindados e veiculos mas tbm pode atingir os lados em bunkers e edificacoes.

Baschera
Visitante
Baschera

Pois é, mas nesta recente competição por míssil semelhante na Turquia…. deu o Russo AT-14 Kornet E…muito mais barato.

“Defense News reportts that Turkey’s recent competition for 80 advanced anti-tank missile launchers and up to 800 missiles has a surprising winner. After reportedly evaluating bids from South Africa’s Denel (Ingwe), Israel’s Rafael (Spike), Raytheon (TOW family), and Russia, the winner is… Russia’s AT-14/9M133 ‘Kornet E’, who walks away with a $70 million contract. The contract is expected to be signed in late August, with deliveries taking place in 2009.”
Sds.

Marine
Visitante
Marine

Baschera nao e por nada nao mas com TOW tbm e logico que o russo ganha… O TOW e uma m&%$@!! rsrsrsrs….

Sds.

Raphael
Visitante
Raphael

Baschera, o Javelin nem estava participando, por que eh um missil anti tanque medio. Os que estavam concorrendo eram pessados.

Marine
Visitante
Marine

Agora se fosse o Hellfire….rsrsrsrs

Meirelles
Visitante
Meirelles

Muito interessante esse Javelin,primeiro ele sobe a uma determinada altitude depois cai bem cima do alvo para perfurar o teto do tanque, onde existe a mínima proteção blindada.Deve ser o sonho de consumo de qualquer artilheiro anti-tanque.
Mas cá nós,cadê o nosso míssil anti-tanque(MSS 1.2)? porque não houve encomendas pra fabricar aquele lote piloto de mísseis? desse jeito vai ser só mais um bom projetinho nacional afundou por falta de ecomendas.
Sds.

Raphael
Visitante
Raphael
Bosco
Visitante
Bosco

Estão fazendo uma versão “wireless” do TOW que receberá atualização por RF, que além de um alcance aumentado para 4,5/5 km, terá um menor tempo de vôo (supersônico?) e orientação ACLOS (automática), sendo bem melhor para operações urbanas por não arrastar um fio, poder ser disparado em movimento, não necessitar de um homem no comando (opcional) e com menor tempo até o alvo. Sua grande vantagem em relação ao Javelin (2,5 km) (e ao Javelin Block I (4 km) que está sendo desenvolvido) é o custo. Um TOW custa menos de 16.000 dólares e um Javelin em torno de 55.000.… Read more »

Marine
Visitante
Marine

Bosco,

Nao sou 0351 assaultman mas realmente nunca ouvi uma reclamacao deles com relacao ao Javelin e por essas e outras que acho que ele estara no inventorio americano por muito tempo.

Sds.

Bosco
Visitante
Bosco

Marine,
e dos TOW? A “turma” lá não gosta deles não?

Marine
Visitante
Marine

Bosco,

O problema e que o TOW destroi o alvo sim, mas quem quer ficar esposto ate que ele faca isso??! rsrsrssr…

Sds.

Bosco
Visitante
Bosco

Eu não sei se o “Departamento de Defesa” vao adquirir os TOW-RF para seus Hunvees, LAVs, Strikes e M2. Não li nada a respeito.
Sei que o Javelin é que faz mesmo o maior sucesso com altos indíces de acertos inclusive (e na maioria das vezes) contra alvos “frios”.
Um abraço.

Bosco
Visitante
Bosco

Correção:
“vai” adquirir e não “vão”.

Marine
Visitante
Marine

Ai tbm nao sei te dizer pois e uma decisao de aquisicao muito acima de mim e ainda nao ouvi os famosos boatos que antecipam esse tipo de coisa.

Sds.

Bosco
Visitante
Bosco

Com certeza a versão montada no Humvee e em pedestal é bem estressante. O pessoal que opera o TOW a partir de veículos blindados deve ter uma melhor impressão dele.

Marine
Visitante
Marine

Com certeza, mas sou Infantaria e o nosso pessoal da “Weapons Company” nao tem a luxuria de veiculos blindados como fala e estao la nos Humvees espostos…

Sds.

Bosco
Visitante
Bosco

Deviam fazer uma versão da RCWS para o TOW/Javelin ser operado com segurança de dentro do Humvee. rsrs..
Um abraço meu caro.

Marine
Visitante
Marine

Com certeza!

Obrigado pela inteligente conversa!

Sds.

Bosco
Visitante
Bosco

Nova correção:
“Stryker” e não “Strike” . Eu sou um tonto mesmo…rsrs….

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Estamos fabricando aqui o AT-4,sueco,que pode ser anti pessoal,ou
anti tanque,deve ser curto alcance,mas resolve aqui no nosso TO..

Marine
Visitante
Marine

E rapaziada!! assim vcs me matam de rir! hahahahahaha

Com relacao a agilidade, dao sorte que agora fico em um escritorio o dia inteiro recrutando ao inves da minha amada infantaria…que saudades!

Semper Fi!

König
Visitante
König

Deem uma olhada no video
http://www.youtube.com/watch?v=Dezg8aflMmk
Não sobrou nada da parte de cima do T-72 mesmo não sendo o MBT mais Blindado mas da uma noção do que ele faz.
Saudações

Raphael
Visitante
Raphael

Konig, nao sobrou nada de nada.

trackback

[…] da China (Taiwan) entregue aos EUA (ver maiores informações no blog aéreo) inclui mísseis Javelin para as forças terrestres daquela […]

joao
Visitante
joao

Em 1983, o Exército de Estados Unidos introduziram seu AAWS-M (Arma Anti-Tanque de Sistema Avançado ) Em 1985, o AAWS-M foi aprovado para desenvolvimento. En agosto de 1986, a Prova-de-fase de Princípio do desenvolvimento começou, com três competidores projetando protótipos. No final de 1988, a fase de testes acabou, e en junho de 1989, o contrato de desenvolvimento de pleno-escala foi concedido a um joint venture de Texas Instrumentos e Martin Marietta (agora Raytheon e Lockheed-Martin). O AAWS-M recebeu a designação de FGM-148. En abril de 1991, o primeiro voo de ensaio do Dardo de arremesso prosperado, e em março… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

O Javelin tem se mostrado tão bom que alguns programas foram deixados de lado (míssil CKEM, o Helfire lançado do solo, TOW F&F, etc) e a sua nova versão block I irá com certeza substituir o TOW (3 x mais barato) nos veículos. Embora tenha a metade do peso do TOW (12 quilos x 22 quilos), sua ogiva e seu modo de ataque “por cima” se mostrou mais efetiva que o deste, e a nova versão terá pelo menos o mesmo alcance que é de 4 km (especula-se que possa ter um link de RF e capacidade “man in the… Read more »