segunda-feira, outubro 25, 2021

Saab RBS 70NG

Serviço Militar: qualquer semelhança…

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

- Advertisement -

32 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zuavo
Zuavo
12 anos atrás

Não é mera coincidência mesmo!!
Os enfoques dados sobre o serviço militar são completamente diferentes. Lá os valores como cidadão, familiares, profissionais e de amizade são fortalecidos prestando serviço militar.
Aqui é como se fosse uma atividade extemporânea ao cotidiano. Uma atividade fora da realidade…

Marine
Marine
12 anos atrás

Nao suporto essa campanha de “Army Strong” que fazem aqui…tao estupida.

Realmente a musica dos videos e bem semelhante.

AMX
AMX
12 anos atrás

Que raiva de ouvir a música!!
É, praticamente igual!!
Quanta mediocridade pra uma instituição que merece tanto.

Raphael
Raphael
12 anos atrás

Marine, melhor que a “Army of one” com certeza eh! Rsss

Storm
12 anos atrás

Achei a morena que aparece no video brasileiro a melhor coisa, muito gostosa…

claudio
claudio
12 anos atrás

Não acredito q. foi plagio. O conceito é o mesmo para as duas progangas, Exercito, homens e valores.
É como propaganda de cerveja; sempre tem gente bonita, feliz, festejando e no final dos vts aparece a frase se beber ñ dirija.
Ou propaganda de vestibular, faça a melhor, melhores cursos, entre no mercado de trabalho.
Agora tem um deltahe, no vt americano a produção é melhor

Giovani
Giovani
12 anos atrás

Qualquer semelhança só na música. Acima, o vídeo do mais poderoso exército do mundo, com tecnologias no estado da arte, veículos blindados pesados atuais e armas de uso pessoal dos anos 90 e 2000. Abaixo, o vídeo do outrora mais poderoso exército da América Latina, com tecnologias não presentes, veículos blindados leves e obsoletos e armas de uso pessoal dos anos 70 e 80. Talvez a música mostra que, mesmo que existam anos luz de diferença entre as duas forças, a qualidade e a determinação do soldado não se medem em grau de tecnologia e sim em preparação, garra e… Read more »

RL
RL
12 anos atrás

Minha vontade é de rir. Más não farei isso em respeito aos nossos rapazes. Concordo com o amigo acima, Giovani. Mesmo tendo materiais muito inferiores, o soldado brasileiro representa a alma guerreira de nosso povo. O cômico nisso tudo é o próprio exército autorizar algo desse tipo, copiando dessa forma. Cade a identidade própria da nossa gente, onde esta a verdadeira alma de nossos soldados que representam a nossa alma como povo? Nâo vi nada disso no “nosso” VT. Pelo contrário, vi um VT feito por algum “viajante” que quis dar a mesma magnitude e implementar a alma do povo… Read more »

Pedro
Pedro
12 anos atrás

Qualquer semelhança só na música mesmo, pois só nos custos o filme de cima teve orçamento superior ao previsto para todas as FAs brasileiras pelos próximos 10 anos. (obrigado senhores políticos!) Também há gritante diferença de cultura: No video de cima se mostram claramente os Estados Unidos da América, um país e uma democracia que se construiram por si só, da força de vontade (force of the will) de treze colônias contra o poder hegemônico/monarquico do passado (a Inglaterra) e cujos CIDADÃOS (com letra maiúscula) sabem exatamente o valor e os custos da conquista e manutenção da liberdade, de sua… Read more »

Felipe
Felipe
12 anos atrás

Mas vejam pelo lado positivo, o EB está aprendendo que propaganda é a alma do negócio. Precisamos divulgar nossas forças armadas, e divulgar o patriotismo.

Com um “mercham” desses, a imagem do serviço militar obrigatório deixa de ser um estorvo (e o solda melhor também ajuda) e começa a ser opção entre os jovens.

Thiago
Thiago
12 anos atrás

Que brincadeira de mal gosto,a unica coisa que mostra que o Brasil é melhor com relação a mulheres que as nossas são mais bonitas

Pedro
Pedro
12 anos atrás

Aliás, o serviço militar deveria deixar de ser obrigatório (lógico que convocações seriam mantidas em tempo de guerra ou turbulência), afinal quantidade não é qualidade e não há cultura militar “forçada”, ou se está no sangue e se quer servir à Pátria ou não adianta botar um fuzil na mão de um mané… Passaríamos a ter um serviço social (favelas/educação/saúde/desporto)obrigatório (de 400 horas para todos, com pequena remuneração apenas àqueles cujas familias ganhassem menos de R$ 1000 por mês) e teríamos ao mesmo tempo forças armadas exclusivamente profissionais bem remuneradas no qual somente se ingressaria por concurso em números menores… Read more »

Radical_Nato
12 anos atrás

Put´s!!
Fiquei prestando atenção no vídio e, esqueci de reparar a morena.
Pera ai que eu vou dar uma conferida.

Radical_Nato
12 anos atrás

Realmente!! nossas mulheres são bem melhores.

Pedro
Pedro
12 anos atrás

Mauro, guerra não é mais colocar um bando de carinhas com um fuzil dos nos 60 numa trincheira… Isso é passado. Primeiro: mencionei a idéia do serviço social apenas para incutir um pouco de “cidadania” nos manés, mas isso nem seria necessário, como o brasileiro não é burro, bastava dar um salário decente que “choveriam candidatos” em concursos das FAs. Segundo: ou se dá treino adequado a TODOS os recrutas (no estado da arte, com armas/munições/equipamentos/alimentação e REMUNERAÇÃO) ou se tem um exército menor e mais bem treinado. Fazer o que fazemos hoje não é eficiênte ou adequado à defesa… Read more »

Flávio
Flávio
12 anos atrás

Concordo com Felipe, devemos ver o lado positivo. Acho que as forças armadas se afastaram muito da população e acho qualquer tentativa de divulgação e aproximação válida. Realmente, fazendo um paralelo entre os vídeos, não dá pára comparar em termos de equipamentos e ,na minha opinião, a música é a mesma.
Saudações a todos.

Nunão
Nunão
12 anos atrás

Só um detalhe pra complementar, sem querer desmerecer comentário de ninguém, afinal, cada um tem a sua visão de mundo e opinião: a história da Independência do Brasil é pelo menos um tiquinho mais complexa do que uma piada sobre problemas intestinais de D. Pedro, parodiada no Fantástico pelo jornalista Eduardo Bueno.

Quanto aos vídeos, é lamentável que ambos utilizem a mesma música.
Apenas uma pergunta: são do mesmo ano?

AMX
AMX
12 anos atrás

Pessoal, não quero mudar o enfoque do Blog, mas
Mauro, vc. comenta com muita propriedade. Porém,
quanto à ter uma frota baseada em submarinos, parece uma boa idéia embora discorde um pouco. Por mais que a falta de recursos atrapalhe, na medida do possível deve-se sim pensar em termos porta-aviões, escoltas e tudo o mais (desde que com pé no chão, naturalmente). O simples tamanho da nossa ZEE já é suficiente para justificá-las. Sem contar os desdobramentos que a Guerra Naval exige em diversos aspectos.
Abraços a todos.

Marine
Marine
12 anos atrás

Pedro,

Concordo quando diz em um exercito menor mas mai profissional, rapido e letal e cito como exemplo o britanico e ate mesmo o australiano e israelense…claro os orcamentos sao diferentes mas o tamanho e qualidade sao o que quero dizer.

Prefiro ter 3 Batalhoes Para-Commando de nivel de primeiro mundo no Rio do que um monte de Batalhao de conscrito faltando comida…

Com relacao aos EUA, penso que o mundo esta enamorado com Obama sem realmente conhece-lo e acredito q

Marine
Marine
12 anos atrás

Pedro, Concordo quando diz em um exercito menor mas mai profissional, rapido e letal e cito como exemplo o britanico e ate mesmo o australiano e israelense…claro os orcamentos sao diferentes mas o tamanho e qualidade sao o que quero dizer. Prefiro ter 3 Batalhoes Para-Commando de nivel de primeiro mundo no Rio do que um monte de Batalhao de conscrito faltando comida… Com relacao aos EUA, penso que o mundo esta enamorado com Obama sem realmente conhece-lo e acredito que isso se deva a um odio cego contra o Bush o que causa as pessoas a gravitarem para o… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Desculpem…acabei clicando duas vezes…

Marine
Marine
12 anos atrás

Mauro o que quis dizer e o tamanho do “standing army” israelense que e de 125,000 homens com cerca de 10 brigadas se nao me engano. O britanico nao chega aos 100,000 com 8 brigadas e o Australiano e menor ainda. O que quero dizer e que obviamente o territorio nacional e muito maior mas ninguem disputa a qualidade desses exercitos citados. Outra coisa tbm e a nocao de que hoje em dia e necessario o nosso exercito ser desse tamanho, fora a Amazonia que precisa ser vigiada nao ha ameaca no Sul ou ate mesmo em grande parte do… Read more »

Ulisses
Ulisses
12 anos atrás

Só por a verba,é isso que eu quero e acredito,não importa se for nesse governo ou no próximo.

Marine
Marine
12 anos atrás

Mauro,

Com certeza o “sacrificio” nacional israelense e muito maior, nao podemos e nem devemos ter isso. Mas como bem lembrado por vc a realidade deles e outra.

Semper Fi!

José da Silva
José da Silva
12 anos atrás

O mais importante de tudo: com muita aeromobilidade.

RL
RL
12 anos atrás

Poh…ainda tem gente que apoia isso tudo ai.

Daqui a pouco tem gente querendo apoiar o EB sendo comparado a um video do Comandos Em Ação.

Fala sério.

Marine
Marine
12 anos atrás

Ze,

com certeza no Brasil necessita-se de forcas expedicionarias, aeromoveis e de pronto emprego. Isso sim e dissuacao…o resto e tudo “divisao fortaleza” ou “under strenght”…

Semper Fi!

Matheus Felipe
Matheus Felipe
12 anos atrás

Não há ameaça no Centro Oeste ? fazendo divisa com nossos amigos BOLIVIANOS que ultimamente não estão mostrando muita amizade….
A última dos Bolivianos foi o corte de GNV (Gás Natural Veicular) para o estado de MT. Isso é só a opnião de um leigo no assunto, mas acho que deveria ser considerada.

abs…

Marine
Marine
12 anos atrás

Matheus,

O que quis dizer e que a Bolivia com seus milicos e equipamento completamente defasado nao e uma ameaca a integridade territorial brasileira, com certeza nao sao amigos mas tbm nao posam ameaca real ao territorio.

Sds.

AJS
AJS
12 anos atrás

Caro Pedro. Permita-me uma correção, a bem da verdade histórica, A Sra. Domitila de Castro Canto e Mello, nunca morou ou teve casa em Santos, quando da concessão de seu título nobiliárquico, para ofender José Bonifácio de Andrada e Silva, o Imperador Pedro I, situou o título como de Santos. Quanto a indenizações, já pagamos várias, a Portugal, para que D. João não invocasse o Tratado da Aliança, trazendo para cá a Royal Navy. Indenizamos a Companhia das Indias Ocidentais após a vitória em Guararapes quando expulsamos os holandeses. Mais recentemente, quando do episódio envolvendo aviões líbios com armas para… Read more »

Nunão
Nunão
12 anos atrás

AJS – muito pertinente seu comentário, ao qual faço só um reparo: a indenização à Companhia das Índias Ocidentais era devida pelo Reino de Portugal e não pela Colônia, e estava dentro de um acordo de paz mais abrangente relativo a todos os conflitos dos portugueses com os neerlandeses(logicamente, os recursos pra pagar essa indenização, na visão portuguesa, viriam inicialmente daqui, mas a maior parte do que foi pago acabou sendo via exportações do próprio Reino – sal de Setúbal). Mas consta que a maior parte da dívida acabou por deixar de ser paga pelos portugueses, e a falência da… Read more »

Francisco M. Xavier
Francisco M. Xavier
12 anos atrás

o EB deveria ter trocado os Urutus por Strykers… já que colocaram aquela casa bacana nas mãos de um soldado! e aquela morena… Falando sério, acho melhor tirar o vídeo de cima, para reduzir a pressão depressiva que nos causa quando vemos um vídeo desse que o EB divulgou, fake, sem efeito emocional, parece que foi produzido por um Hanz Donner pobre, dirigido por Fernando Gabeira (pela fumaça) he he, e filmado por Carlinhos Brow, totalmente alienígena! é o que dá deixar gente alegre demais, idealizar coisas sérias e de teor emocional! : ) fica Fake demais! parece Q´Suko! Será… Read more »

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -