Home Foto Israel atira presentes de ano novo a Gaza

Israel atira presentes de ano novo a Gaza

107
0

Fotos: Menahem Kahana/AFP – 01.01.09

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Taí o “porquê” do grande número de vítimas civis entre os palestinos. Morteiros não são armas de precisão, sendo empregados para para atingir “áreas”, destruindo indiscriminadamente tudo o que estiver na região bombardeada, e não alvos específicos e localizados.

Abraços!!

Marine
Visitante
Marine

Wilson,

Concordo que moreteiros nao sao armas “inteligentes” de precisao mas dai a voce dizer que essa e a razao de vitimas civis nao acho justo…Nos nao sabemos aonde esses morteiros sao disparados, podem muito bem ser em um campo aberto ou longe de concentracao urbana por exemplo.

Entendo o porque do seu raciocinio mas nao vamos correr a conclusoes sem termos as informacoes necessarias…

Sds!

Excel
Visitante
Excel

Deus dos céus, isso não vai acabar nunca?
Aliás, isto tem mesmo a ver com deus? como cada lado da briga alega?
E pensar que tudo isso começou com uma briga de irmãos.
Gente, não vamos brigar com os nossos irmãos !!!

Wilson Johann
Visitante
Wilson Johann

Tudo bem Marine,

Mas convenhamos que numa região do tamanho do município de Porto Alegre, densamente povoada, com quase 1,5 milhões de habitantes, há muito poucos espaços abertos. Mas não vamos mesmo creditar somente aos morteiros o elevado números de vítimas entre os civis. Até porque devem haver outros tipos de artilharia sendo empregados por lá. Há também alvos “supostamente militares” atacados com bombas inteligentes que depois se descobre que eram hospitais infantis, como ocorreu ontem (01/01), onde todas as vítimas eram crianças.

Um abraço!!

Bosco
Visitante
Bosco

Essa arma é usada em operações de guerra clássica onde todo mundo que estiver do lado de uma linha imaginária é amigo e todo mundo que estiver do outro lado é inimigo.
Pelo jeito, é exatamente isso que esta ocorrendo.

Hornet
Visitante
Hornet

Pra entender esse conflito, do ponto de vista exclusivamente militar, temos que entender uma coisa: Israel nunca vencerá. É por isso que o conflito nunca terá fim, pois somente Israel tem o poder de vencer, mas não vence nunca porque não quer vencer ou não sabe vencer. estou torcendo contra os judeus? Não, nada disso. Digo que nunca vencerá porque não tem nada a ser vencido. Como sabemos, o Hamas – e a empenhada e antiga resistência do povo da Palestina – não são exércitos regulares, daqueles que se derrotem logo à primeira declaração de vitória. Este conflito é um… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

em tempo (só me ocorreu agora)… tem uma máxima de Tucídedes (que vira e mexe é citada aqui como um axioma “científico”), que diz o seguinte: “Se queres a paz prepara-te para a guerra”. Pois é, mais preparados para a guerra que as FAs de Israel é difícil de achar hoje em dia…e mesmo assim, nada de paz em Israel. Estou achando que precisamos rever essa máxima. Ela não tem funcionado muito bem como um “axioma universal”…pelo menos não tão bem como um outro axioma (este sim, universal): “A toda ação há sempre uma reação igual em sentido oposto”… Se… Read more »

Alfredo_Araujo
Visitante
Alfredo_Araujo

Essa foto me lembra da 2 GM, mais precisamente na batalha da Inglaterra, quando Hitler, ao ver q nao consiguiria destruir o comando de caças da RAF. ordenou q se bombardeasse as cidades britanicas para enfraquecer o moral do povo… mais só conseguil fazer com q o povo se unisse mais para derrotar a maquina bélica nazista…

Talvez isso q Israel queira. Porem ao matar civis, está fazendo com q as filas de voluntários ao recrutamento de terroristas cresca cada vez mais!!

Vamos ver o q o Obama tem a dizer sobre essa guerra….

Marine
Visitante
Marine

Discordo. O erro esta em nos persarmos simplismente em que so existe dois estados: Guerra Total ou Paz Total. Na verdade os conflitos sao muito mais complicados, a guerra contra o terrorismo, contra as drogas, contra a fome, contra as doencas e por ai vai sao confrontos em que o “inimigo” jamais sera extinto. Por definicao jamais havera a Paz Total… O que se pode fazeer no maximo e combater esse “inimigo” ao ponto em que seja gerenciavel/suportavel viver com ele (Terrorismo/Drogas/Fome/Pestes), entao e isso que Israel procura fazer. OBVIAMENTE uma nacao de contexto avancado e ocidental como Israel por… Read more »

Galante
Visitante
Galante

Marine, ótimo comentário!

Getulio - São Paulo
Visitante

A realidade é outra veja-se a notícia do Uol:
Desde sábado (27), Israel comanda uma operação militar na faixa de Gaza com bombardeios que atingiram diversos pontos vinculados ao Hamas, como ministérios, casas de ativistas, delegacias, mesquitas, a sede de uma ONG e edifícios da Universidade Islâmica.

Deste quando, igreja, escola e delegacia são alvos militares”?

Heverton Ribeiro
Visitante
Heverton Ribeiro

É facil falar que Israel luta contra o terrorismo, mas foi com terrorismo que eles anexaram tantas terras dos palestinos.

Marine
Visitante
Marine

Getulio,

Desde quando igreja, escola, delegacia, mesquita, ou a casa da minha mae esconde armas belicas sendo utilizadas contra outra nacao!

Mais uma vez, reclame…mas se voce fosse o PM de Israel…

“What now Mr. Prime Minister?”

Sds.

Marine
Visitante
Marine

Galante,

Obrigado mas paciencia tem limite…
“Don’t tell me problems, tell me solutions!”

Semper Fi amigo!

Alte Makarov
Visitante
Alte Makarov

Hornet, a fraze não é de Tucídides, mas de Vegetius, autor da “Epitoma rei militaris”. Quanto ao conflito na Palestina, Não vou dar nenhum veredito, mas darei alguns fatos: Vocês esquecem que Israel permanece tecnicamente em estado de guerra com o Hamas, se não com os Palestinos. Enquanto a OLP é a organização internacionalmente reconhecida como porta-voz dos palestinos, o Hamas é um partido que mantém o controle político na faixa de Gaza. Para o Hamas, não existe um Estado de Israel, o que existe é um movimento Sionista implantado na Palestina, território que é reinvidicado pelo Hamas como o… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Vamos fazer outra suposição! Suponhamos que aumente o número de clandestinos e de drogas vindos do México, aumentando os índices de criminalidade e violência de modo assombroso, seguido de ações terroristas dos cartéis do crime organizado contra as instituições e cidadãos americanos, trazendo graves prejuízos materiais e ceifando vidas de pessoas inocentes. Seria lícito os EUA bombardear o país vizinho ou promover uma invasão do mesmo? Se as autoridades constituídas na Palestina se recusam a darem apoio irrestrito às forças contraterroristas israelenses na eliminação das ameaças contra Israel, estaria configurado uma agressão de um Estado contra outro, como foi no… Read more »

Alte Makarov
Visitante
Alte Makarov

Completando meu post acima.

Israel está ciente da jogada política do Hamas, e espera “fortalecer” a autoridade Palestina do presidente Abbas destruindo o Hamas. Esta guerra está apenas no começo; veremos se Israel aprendeu a lição com sua última incursão no Líbano e saberá conduzir esta campanha com êxito.

Vejamos também, se o Hamas irá vencer, pois certamente já considerar-se-á vencedor apenas por sobreviver.

Bosco
Visitante
Bosco

Sei que não deve existir apoio da Autoridade Palestina para ajudar os Israelenses, mas por outro lado Israel “ocupa” militarmente a região sendo em última análise que manda.
Ou seja, para nós que estamos longe dos acontecimentos é tudo muito irreal.
Como diz aquela máxima: “só sei que nada sei”
Vamos falar de armas sofisticadas que é mais simples que essa questão.
Um abraço a todos.

Noel
Visitante
Noel

Alte Makarov, visão corretíssima desse conflito, acho que até o momento foi a mais sensata que li, entre tantas opiniões inteligentes, pacionais e ingênuas. Marine, colocações corretas. Solução simples não há, agora, além da ofensiva atual, que esta inserida dentro do xadrez que é qualquer operação na região,Israel sabe disso: risco calculado. O governo Israelense deveria impetrar uma operação de eliminação de líderes do Hamas, pelo Mossad, como a realizada nos anos 70, posterior ao atentado na Olimpiada de Munique/72, se é que já não estam fazendo isso; certamente isso traria uma insegurança enorme aos líderes do Hamas, como aconteceu… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

Alte Makarov,

grato pela correção. Eu peguei a informação anterior no Wikipédia, que não é um lugar confiável. Depois pesquisei melhor e achei isso:

“Se queres a paz, prepara-te para a guerra”, adágio latino de origem desconhecida que parece ser uma corruptela de Igitur qui desiderat pacem, praeparet bellum (“Aquele que deseja a paz, prepare-se para a guerra). Trata-se de um trecho de Epitoma Rei Militaris,livro do autor militar romano Publius Vegetius.”

De qualquer modo, independente do autor, a máxima foi escrita no tempo do onça e ao meu ver está desatualizada. Especialmente para o caso Israel-Palestina.

um forte abraço

Hornet
Visitante
Hornet

Nós podemos ficar aqui dias e dias discutinhdo o assunto, uns defendendo os palestinos outros defendendo Israel, mas como também sei que nada sei (especialmente neste assunto), só diria uma coisinha mais: não sei quem está certo, quais os motivos da briga, só tem uma coisa: a maneira como está sendo conduzida essa questão está errada. Estaria certa se o objetivo fosse continuar com a briga ad infinitum. Mas se for para acabar com o estado de guerra, então ela está errada, pois faz mais de 60 anos que esses caras estão nessa e até agora não chegaram num acordo.… Read more »

Roberto CR
Visitante
Roberto CR

Alte Makarov

E o governo de Israel é santo.
Alguém por aqui concorda com tamanha ingenuidade por parte de Israel?

DaGuerra
Visitante
DaGuerra

Os presentinhos do Sr NIZART RAYYAN favor entregar no INFERNO…aproveita pr’a mandar na mesma remessa do CHÊ, TIRO FIJO,LAMARCA, ATA,LUZ VERMELHA, ESCOBAR…entre outros que estão sentados no colinho do CAPETA…ho ho ho!!

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Bosco, a situação que você propôs é parecida com a que desencadeou o ataque colombiano ao acampamento das FARC, em território do Equador, o direito internacional me parece meio turvo nesse aspecto, sujeito a várias interpretações.

Excel
Visitante
Excel

Muito válido a proposta do Marine. O que eu faria se fosse o primeiro ministro da Israel? Me consultaria com os grandes blogueiros estrategistas deste conceituado blog oras !!! hahaha !!! Agora falando sério, o motivo desta guerra é que ninguém quer honestamente a existência do outro, ou seja, nem Israel nem os palestinos querem que o outro exista na fase da terra, assim enquanto este sentimentos de “fraternidade” existir por lá, não será possível uma coexistência pacífica entre os dois povos. O que eu, como primeiro ministro de israel, faria? Só planos a longo prazo do tipo que abrange… Read more »

Excel
Visitante
Excel

Caro Hornet,
Não sei se isto ajuda em algo, mas sabia que a guerra de cem anos durou mais do que cem anos? 116 anos para ser exato.
Não que isto vai mudar algo no mundo mas, deu vontade de dizer …. hahaha !!!
Um forte abraço.

Marine
Visitante
Marine

Excel,

Esta de parabens!! Foi o primeiro a tentar! TDGs sao excelentes maneiras de parar com que a pessoa seja general de poltrona e realmente treine para avaliar os fatos e tomar decisao!

Minha intencao foi de gerar exatamente o que voce fez, pensamento, deducao e compreensao do problema e tambem para mostrar que nem tudo e preto no branco, nem tudo e tao simples como alguns desejam que fosse.

Mais uma vez de parabens!

Agora quem sera o proximo hein?! Rsrsrsrs

“Next….”

Hornet
Visitante
Hornet

Excel,

putz! É verdade…então vamos refazer as contas para que o record possa ser computado de forma legítima.

Deixa eu ver: tudo começou em 1948, noves fora, soma os números primos, dividi tudo por zero e…pronto: faltam apenas 57 anos…e não 41 como eu havia dito.

Mas os caras vão chegar lá, sim, com certeza. Rumo ao Guiness….hehehehe

grande abraço

Hornet
Visitante
Hornet

Ah! Excel,

o caminho que vc propôs, como “primeiro ministro” de Israel, não é ruim, não…

abraços

Fernando Gonzales
Visitante
Fernando Gonzales

Pena que os filhos dos que dizem que isto é presente de ano novo não estejam la, quando os rojões cairem, mas nunca é tarde pra lamentarem a bobagem que dizem sem pensarem antes.Quem tem parente, lamentara por palavras mal ditas, aquele que ve tudo, ouve o que bocas sujas falam.

VirtualXi
Visitante
VirtualXi

Como diz o ditado… presente de grego…ops… é de Israel mesmo.

Vassily Zaitsev
Visitante
Vassily Zaitsev

Presente de grego, isso sim é o que é. Eu que não quero um “papai-noel”, com um Quipá na cabeça voando em direção a janela de minha casa. Prefiro ficar sem presente no proximo natal.

Excel
Visitante
Excel

Caros Marine e Hornet,
Muito obrigado pelas suas palavras. Só não peçam para ser o primeiro ministro de verdade, que esse deve ser um dos trabalhos mais difíceis do mundo. Só a bribcadeira já me basta.
Abraços.

Marine
Visitante
Marine

Excel,

Sem problema. Mente sa em corpo sao!

Sds!

Hornet
Visitante
Hornet

Ué, Excel…pensei que vc já estivesse em campanha, afinal as eleições estão marcadas para dia 10 de fevereiro…hehehehehe

abraços

Cinquini
Visitante
Cinquini

Só cheguei agora aqui no Blog, estava com meus tios em outra praia.

Bom, concordo com o Hornet que se Israel quer a paz eles estao no caminho contrário.

Achei bastante interessante a idéia do Marine e aproveito para lembrar uma definição de “paz” que escutei no MRE “A Paz é a DIPLOMACIA exercida acima de tudo” 😉

Abração

Cinquini