quarta-feira, dezembro 1, 2021

Saab RBS 70NG

Brasil perde sargento do EB no Haiti

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O Exército ainda não tem previsão de quando chegará ao Brasil o corpo do terceiro-sargento Idevani da Silva, de 41 anos, que morreu na quarta-feira, no Haiti, em um acidente de carro na estrada que liga as cidades de Jacmel e Porto Príncipe.

O militar, que morava em Paciência, na Zona Oeste, integrava desde novembro as tropas brasileiras da Missão de Paz no país mais pobre das Américas. No Rio, o sargento era lotado no Batalhão Escola de Engenharia, em Santa Cruz.

Segundo o Centro de Comunicação Social do Exército, antes de o corpo sair do Haiti, por exigência da Organização das Nações Unidas (ONU), será necessária a realização de uma autópsia.

O objetivo é confirmar com exatidão a verdadeira causa da morte do brasileiro. Só depois haverá autorização para translado.

Segundo informações do Exército, Idevani da Silva estava sentado no banco de trás de um Land Rover quando uma das rodas teria ficado presa em um buraco. O carro rodou na estrada, o terceiro-sargento foi arremessado para fora e teve a cabeça esmagada. Além dele, outros dois militares estavam no veículo, mas não sofreram ferimentos.

O Ministério da Defesa informou que Idevani foi levado para o hospital argentino da missão da ONU e morreu por volta das 14h — hora local em Porto Príncipe. O Comando da Companhia de Engenharia e a Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (Minustah, sigla em francês) informaram que vão realizar investigações para levantar as causas do acidente.

OUTRA MORTE EM 2007

Em agosto de 2007, o soldado brasileiro Rodrigo da Rocha Klein morreu ao sofrer uma descarga elétrica depois de tropeçar em um fio de alta tensão em Porto Príncipe, capital do Haiti. Gaúcho de São Luiz Gonzaga, ele tinha 21 anos.

Na ocasião, o sargento Luiz Guilherme Fagundes Caetano, de 23 anos, que ajudou a socorrer Klein, sofreu queimaduras. Ele foi levado a um hospital local.

Antes, o general brasileiro Urano Teixeira da Matta Bacellar, que fazia parte da missão, foi encontrado morto, em seu quarto, em janeiro de 2006.

FONTE: O Dia

- Advertisement -

8 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hornet
Hornet
12 anos atrás

Infelizmente, acidentes assim acontecem.

Meus pesames a família.

Marine
Marine
12 anos atrás

A midia e foda!! Tem necessidade de colocar no jornal que o Sargento teve a cabeca esmagada??!! Isso tudo pra familia ler e fazerem sensacionalismo…

ARRGHHH!!!

Patriota
Patriota
12 anos atrás

Tem que se mostrar para o povo mesmo cada baixa ou operação realizada com sucesso
pelas nossas tropas no haiti, acredito que isto prova que
nosso militares mostram o que o que se passa por lá de maneira transparente para o povo brasileiro.

saudações a todos

Patriota
Patriota
12 anos atrás

esqueci
este é o risco que o soldado brasileiro corre quando se desloca
nesses jipes conversiveis da da segunda guerra estes caras deviam
estar ultilizando o Guara da Avibras nas missões.

Cinquini
Cinquini
12 anos atrás

Patriota, esse Jipe não pé da Segunda Guerra, é o mesmo modelo que os britanicos usam, não venha falar o que não conhece!!!! Critique algo quando souber, quando não souber cala-se!!!

Sobre o brasileiro morto no acidente eu gostaria de dizer que fico muito triste com o ocorrido e só posso desejar muita força e meus sentimentos a família dele.

Giovani
Giovani
12 anos atrás

O Heróis nunca morrem!!!

kimberd
kimberd
12 anos atrás

“os heróis nunca morrem” = só falecem!

Frei Heuser
Frei Heuser
11 anos atrás

paz ao sargento , q descanse na gloria de Deus a familia saudaçoes. Selva

Últimas Notícias

EDEX 2021: GIDS do Paquistão revela o SHAHPAR-II, drone armado de média altitude e longa duração

O conglomerado de defesa do Paquistão, Global Defense and Industrial Solutions (GIDS), revelou uma versão armada de seu drone...
- Advertisement -
- Advertisement -