terça-feira, setembro 21, 2021

Saab RBS 70NG

Nova geração de ICBM russos entrará em atividade no final do ano

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

START I expirará em Dezembro


Acima, vídeo do lançamento do segundo RS-24, ocorrido em Dezembro de 2007.

O Rússia colocará em atividade no final do ano um novo regimento equipado com os modernos ICBM RS-24. O anúncio foi dado pelo general Nikolai Solovtsov, comandante da Força de Mísseis Estratégicos da Rússia (RVSN). Esta medida ocorrerá após o tratado START (Strategic Arms Reduction Treaty) expirar em 5 de Dezembro de 2009.

O general também afirmou que pelo menos oito lançamentos com mísseis RS-24 ocorrerão ao longo do ano. O primeiro deles já está marcado para o dia 10 de Abril. Aparentemente o projeto deste ICBM terrestre progrediu com mais sucesso que o seu correspondente naval, o Bulava.

Os mísseis RS-24 representam a mais nova classe de ICBM da Rússia. Esta classe de mísseis foi baseada no projeto Topol-M (SS-27 pela OTAN) porém, com capacidade para transportar ogivas múltiplas (MIRV).

Além do Topol e do Topol-M, a RVSN ainda possui em seu inventário mísseis mais antigos do tipo R-36 (SS-18 pela OTAN) e UR-110N (SS-19 pela OTAN), totalizando mais de 500 ICBM e quase 2000 ogivas nucleares. Espera-se que o RS-24 substitua todos estes ICBM mais antigos.

- Advertisement -

1 COMMENT

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bosco
12 anos atrás

Vamos ver o que o futuro nos reserva em relação aos sistema estratégicos americanos. Os mísseis estratégicos navais poderão não ser mais lançados de submarinos. Talvez de navios Stealths? E sem dúvida os ICBMs da USAF serão móveis e podem até mesmo não ser mais “balísticos”. A tecnologia scranjet pode nos brindar com mísseis cruise hipersônicos stealths com velocidade acima de Mach 15 voando a grandes altitudes e com alcance intercontinental. Seriam 10 vezes menores que um equivalente balístico com o mesmo alcance e carga útil. E se num futuro próximo podem nem ser mais nucleares. Principalmente se o “escudo… Read more »

Últimas Notícias

Grupo de Artilharia Antiaérea realiza exercício de tiro real

Praia Grande (SP) – O 2º Grupo de Artilharia Antiaérea participou, no período de 13 a 17 de setembro,...
- Advertisement -
- Advertisement -