segunda-feira, agosto 2, 2021

Saab RBS 70NG

Stavridis: Irã aumenta atividades na AL

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O chefe do Comando Sul dos EUA, almirante James Stavridis, disse ontem ao Senado americano que o Irã está aumentando as atividades na América Latina e no Caribe e levando a cabo na região ações de apoio ao grupo libanês xiita Hizbollah, que Washington considera terrorista.

“Isso é motivo de preocupação principalmente por causa das conexões entre o governo do Irã, um Estado patrocinador do terrorismo, e o Hizbollah”, disse Stavridis à Comissão de Serviços Armados da Casa. O Comando Sul é responsável pelas atividades militares americanas na América Latina, inclusive pela Quarta Frota.

O almirante afirmou ainda que o próprio grupo -que integra o governo do Líbano- atuaria na região, com atividades concentradas na Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, mas que se estenderiam também ao narcotráfico na Colômbia.

“Temos visto uma conexão direta entre as atividades do Hizbollah e do narcotráfico”, disse Stavridis, sem detalhar. Em outubro, Bogotá disse ter desarticulado um esquema de tráfico e lavagem de dinheiro suspeito de financiar o grupo, que nega a acusação.

FONTE: Folha de São Paulo

- Advertisement -

3 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DaGuerra
DaGuerra
12 anos atrás

Coincidência apenas? STAVRIDIS está seno indicado para comandar a OTAN.O que, ligação entre o terrorismo internacional e o narcotráfico? Não… Não pode ser! Deve ser mais uma armação yankee contra os “progressistas” goberniantes de latino-américa…contra os democráticos movimentos sociais…claro, segundo o PT.

Mabill
Mabill
12 anos atrás

A exemplo do que aconteceu no Iraque, parece que os americanos estão “arrumando justificativas” para uso futuro; também é preocupante a quantidade de assessores militares hje estacionados na Colômbia e a intençaõ de ampliar mais ainda e a grande base militar “Projeto Echelon” no Paraguai, parece que as potências estão com inúmeros interesses na AL, um continente rico de recursos naturais e desarmado. Sds.

Marcelo Bahia
Marcelo Bahia
12 anos atrás

Pois é… Mabill.

Sem falar naquela base que construíram no Paraguai em 2006. Ela está bem em cima do “Aquífero Guarani”, maior reserva de água potável do mundo, localizada na tríplice fronteira: Brasil, Argentina e Paraguai.

Vejo com cada vez mais preocupação este interesse das potências militares pela nossa região. As justificativas para uma invasão começam a ser construídas. Hezbollah na tríplice fronteira é uma piada perigosa!

Um abraço.

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -