terça-feira, agosto 3, 2021

Saab RBS 70NG

Cidade do Texas abastece o México com AK-47

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Na militarizada Ciudad Juárez, no México, a guerra entre narcotraficantes, Exército e polícia matou 1.607 pessoas em 2008. Do outro lado do rio Grande, em El Paso, houve 18 homicídios no mesmo período.

Na cidade americana, um fuzil AK-47 semiautomático -uma das armas favoritas dos cartéis mexicanos- pode ser comprado por qualquer residente do Texas com 18 anos ou mais. Não é necessário nem sequer antecedentes criminais. “Eles contrabandeiam drogas do México para cá e levam as armas daqui para lá”, disse à reportagem da Folha o vendedor de armas John Hubert, da loja Sun City Guns, uma das três existentes em El Paso.

Hubert explica que o AK-47, apelidado de “chifre de bode” pelos traficantes, custava US$ 500 até a época da eleição presidencial nos EUA. Depois, diz, foi a US$ 950 por causa do aumento da demanda, em meio a temores de que Barack Obama mudasse a legislação. Mas ele nega que os AK-47 vendidos em sua loja cruzem a fronteira. “As pessoas compram porque são baratas e divertidas.”

A explicação de Hubert não bate com as estatísticas oficiais. Os EUA são a principal fonte de armas para os cartéis mexicanos. Segundo dados do próprio governo americano, 90% das armas apreendidas e rastreadas no México no ano passado fizeram o caminho inverso da cocaína.

Um informe do Instituto Brookings de 2008 estimou que 2.000 armas compradas nos EUA cruzam ilegalmente os mais de 3.000 km de fronteira comum todos os dias. Segundo o Departamento de Segurança Pública do Texas, a venda de armas nesse Estado aumentou 35% nos últimos anos. Das 6.290 mortes atribuídas ao cartéis mexicanos em 2008, 95% ocorreram com arma de fogo, segundo dados oficiais.

Um dos lugares mais violentos dessa guerra é Ciudad Juárez, cidade de 1,4 milhão de habitantes estratégica para o narcotráfico. A guerra dos cartéis ali fez o número de homicídios pular de 320, em 2007, para 1.607 em 2008. Hoje a segurança da cidade é feita por 11 mil soldados e policiais federais. A presença é ostensiva, com camionetes circulando com soldados fortemente armados. No lado americano, nada disso se sente na tranquila El Paso, cidade com 650 mil habitantes e um importante centro comercial da região.

Zona de guerra

Sobrecarregado com o esforço para combater o narcotráfico, o governo de Felipe Calderón vem pressionando Washington a restringir o comércio de armas na fronteira. O tema será tratado novamente na visita da secretária de Estado, Hillary Clinton, hoje e amanhã. “Os EUA têm uma posição em que dizem: “Vocês têm de parar o narcotráfico”. Nós já estamos numa zona de guerra, e os americanos não fazem nada para frear o tráfico de armas”, afirma o sociólogo Samuel Schimidt, da Universidade Autônoma de Ciudad Juárez. Para Shimidt, o plano de reforçar a fronteira anunciado ontem pelo governo Obama só reforça a estratégia do governo anterior. “Bush e Obama são iguais, a fórmula é a mesma.

Mas o problema não está na fronteira, mas nos mercados de consumo em Nova York, Chicago, Los Angeles. É preciso fazer algo para reduzir a demanda.”

Mais otimista, Jorge Chabat, do Centro de Investigações e Docência Econômica de México, diz que o governo Obama está flexibilizando a posição americana sobre o narcotráfico. “Há uma maior sensibilidade e reconhecimento de que o problema também é dos EUA.”

Chabat também acha que o foco americano deveria ser as armas. “É muito difícil reduzir a demanda, mas a venda pode ser mais controlada.”

FONTE: Folha de São Paulo

- Advertisement -

38 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
marlos barcelos
marlos barcelos
12 anos atrás

absurdo os EUA venderem aks para qualquer um, isso só serve pra causar mortes e terrorismo, olha a contrbuição para o terrorismo vendendo armas de exércitos por 500 dólares, depois perguntam de onde a al qaeda conseguem as armas, respondo em lojas nos EUA, baratas e com garantia, absurdo.

Jacubão
12 anos atrás

Essas armas acabam parando, também, nas favelas do Brasil.

Marine
Marine
12 anos atrás

Marlos, Quer dizer que a Al Qaeda “compra AKs nos EUA”, sera que e no Wal-Mart?? Ou sera que elas vem dos milhoes que ja existiam no mundo arabe gracas as vendas dessas armas pelos Sovieticos durante a guerra fria? Calma amigo, sei que nao gosta dos EUA mas pense antes de falar por favor. Calma gente, as coisas nao sao assim nao…o cara nao chega em supermercado aqui e sai com bazuca como pensam alguns… Bandido nao compra arma em loja legalmente, quem faz isso e o cidadao que respeita a lei…bandido arruma suas armas no “sub-mundo” sendo armas… Read more »

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Como diria o filósofo: uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa…A Al Qaeda é uma coisa e este tráfico de armas comentado na matéria é outra. Vamos com calma, né?!!! Este tráfico de armas está ligado ao tráfico de drogas entre os dois países, na fronteira entre os dois países. A Hillary Clinton já foi conversar com o presidente do México e algumas medidas já foram tomadas: “A secretária também ofereceu ao México US$ 80 milhões para comprar helicópteros para ajudar na luta contra o narcotráfico. Em visita ao país, Hillary disse que os cartéis da… Read more »

Hornet
Hornet
12 anos atrás

uma pergunta séria, sem patriotada nenhuma: os Super Tucanos não poderiam ajudar no combate ao narcotráfico entre EUA e México? Junto com os Blackhawks que os EUA estão oferecendo ao México não poderia constar alguns Super Tucanos também? Aqui no Brasil eles são usados para combater o narcotráfico nas fronteiras e têm cumprido muito bem esta missão (juntamente com os R-99 e a PF…e aviões de alerta aéreo os EUA tem aos montes, o que já facilitaria o emprego do Super Tucano por lá)… O que os colegas acham? Não seria o caso do Brasil (Embraer) oferecer alguns Super Tucanos… Read more »

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Hornet,

O blog naval postou a noticia de que o ST teria sido testado pela marinha americana, isso foi há duas semanas mais ou menos.

abraços

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Dalton,

foi isso mesmo. Bem lembrado.

Valeu!

abraços

Marine
Marine
12 anos atrás

Hornet,

Atrapalhar com certeza nao iria dai a ser necessario e outra questao e fica dificil dar opiniao sensata sem ter nocao do “ambiente” que o trafico la acontece.

Penso eu que o dinheiro seria melhor investido em inteligencia do que na compra de ST…

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Marine, sem dúvida, a inteligência tem que ser prioridade. E aqui no Brasil o Super Tucano só decola depois que a PF fez todo o trabalho de inteligência prévio. Só depois disso que a PF aciona a FAB. E também é fato que sem conhecer direito o “ambiente” em que o tráfico se dá, fica difícil de opiniar alguma coisa. Concordo plenamente. Mas como a Hillary (na matéria que eu postei acima) está oferecendo uma verba para o México comprar helis, então eu imaginei que alguma preocupação com o “ar” deva existir…não sei, uma suposição minha (é de se supor… Read more »

marcelão
marcelão
12 anos atrás

Coloca o marine la que ele resolve o problema.

GustavoB
GustavoB
12 anos atrás

Tudo pelo social.

João Curitiba
João Curitiba
12 anos atrás

Caro Hornet Devemos oferecer o ST a todo mundo (amigos, é claro) sob qualquer pretexto, pois afinal negócios são negócios. Mas acho que estes helis em questão devem ser para deslocamento de agentes e não para combate. Ou os dois, desde que seja ataque a veículos ou barcos. Aliás, ao que parece, não são usados aviões com essa finalidade entre os dois países. O espaço aéreo é muito vigiado e os meios de interceptação são eficientes. Devo destacar uma mudança no enfoque que está surgindo por aqui no Brasil sobre o narcotráfico. Se existe tráfico, é porque existe consumo. Sem… Read more »

Bosco
Bosco
12 anos atrás

Mas que é “difícil” a posição americana é. Ela não liga que armas de fogo, que acertam e matam pessoas contra a sua vontade, vazem em direção ao México por considerar legal a venda e a posse de armas em seu território. Em contra-partida ela considera um “crime” hediondo que haja o tráfico de bens de consumo de uso próprio e consentido (cocaína e maconha) do México para os EUA. Sem falar que os maiores consumidores são seus próprios cidadãos. Os mexicanos, colombianos, etc, para agradarem seus “buanas” americanos endinheirados e gastadores, se matam com as armas vendidas legalmente pelos… Read more »

gaspar
gaspar
12 anos atrás

isso so ta acontecendo pois os EUA vendem armas em qq esquina… ta na hora dos americanos tomarem “do proprio remedio”… se o comercio de armas nao fosse tao banal nos EUA, muita coisa nao teria acontecido… alguem lembra qnd um grupo “religioso” se armou ate os dentes num rancho(acho que foi no Texas), o maluco comprou um arsenal pro seu exercito, o desfecho todos conhecem, a policia ou exercito mataram todos, sem se preocupar se eram criancas ou nao… volto a enfatizar que tudo isso acontece pela falta de controle/rigor na venda de armas.. fora os massacres nas escolas…… Read more »

marcelão
marcelão
12 anos atrás

O marine sozinho sobe no morro e leva a paz e tranquilidade. ele é tipo um rambo

camberiu
camberiu
12 anos atrás

Perai, o problema ai e’ com os EUA ou com a policia de fronteira do Mexico? Se as pessoas compram armas legalmente nos EUA, mas as transportam ILEGALMENTE para o Mexico, o problema ai para mim esta na policia de fronteira do Mexico. Cabe ao Mexico controlar a entrada de armas no seu territorio, nao dos EUA. Se uma pessoa compra pinga legalmente no Brasil e lave essa pinga para a Arabia Saudia (onde e’ ilegal) e o cara morre de embriaguez, o problema ai e’ de quem? Do Brasil? Cabe ao Brasil a responsabilidade de evitar que pinga comprada… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Gaspar, Realmente sua falta de informacao e comentarios sao realmente deploraveis amigo, seus “arrotos mentais” nao merecem nem comentario… Hornet, Nao me lembro de ter ouvido caso em que USAF abateu aviao de traficante mesmo porque as leis aqui com relacao a “posse comitatus” sao severas mas sei que o “Customs Bureau” possui BlackHawks armados assim como a Guarda Costeira tambem e sei que os dois geralmente sao os que interrompem movimento por lanchas velozes na Florida e Golfo do Mexico. Pelo que ouco falar de um amigo que ja participou de missoes na fronteira com o Mexico a grande… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Marcelao,

Eu to mais pra “Comandos em acao”! hahahaha

Marine
Marine
12 anos atrás

Camberiu,

Exatamente,

A “Border Patrol” tem como funcao controlar a entrada de pessoas e materiais nos EUA, nao estao la para controlar o que entra no Mexico. Quem deveria sim controlar a movimentacao de armas ilegais e o “ATF” combatendo isso no pais todo como fazem mas nao fiscalizando o que entra no Mexico ali na fronteira mesmo porque o qrgumento e o mesmo das drogas, as armas so vao para la porque ha demanda do crime da mesma maneira que drogas vem pra ca porque ha demanda do usuario…

Enfim e um ciclo vicioso que se auto-sustenta…

Bonifácio
Bonifácio
12 anos atrás

Isso não passa de um problema criado a partir de cima para ilegalizar as armas nos EUA. Os mesmos senhores que fazem de tudo para acabar com os controles na fronteira e unir a América do Norte agora aproveitam a violência no México para culpar a liberdade de portar armas nos EUA como o culpado. Esquecem de dizer que os EUA, que deveriam estar muito pior que o México por esta lógica, não têm o mesmo problema. Os EUA que se cuidem. As suas elites estão a acabar com a sua indústria, com as suas liberdades e com a sua… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Bonifacio,

Concordo que este alarde todo vem dos grupos elitistas e principalmente os anti-armas para culpar isso tudo mais uma vez no direito de posse legal garantido pela constituicao. Mais uma vez a galera de maozinhas juntas cantando seu mundo utopico…

sds!

Bonifácio
Bonifácio
12 anos atrás

Caro Marine,

Só espero que a população americana, em especial os homens honestos que fazem parte do dispositivo de segurança e militar, acorde antes que seja tarde demais.
Se a república americana cair, o mundo está f…
Te envio o link de um artigo e de um documentário que tratam do assunto:
http://www.financialsense.com/stormwatch/geo/pastanalysis/2009/0313.html
http://www.youtube.com/watch?v=p0i4sJqHPUk

Força!

Liddell Hart
Liddell Hart
12 anos atrás

Interessante notar que esses AK são produzidos lá mesmo, nos EUA, onde existem ao menos 16 fabricantes desse fuzil.

No próprio Texas existe uma fábrica, chamada Global Trades/Armory USA.

marlos barcelos
marlos barcelos
12 anos atrás

Marine

pode sim a al qaeda comprar armas em lojas, quem grante que não? pequenos nucleos da al qaeda podem estar nos EUA e eles terem acesso a armas pelas lojas, sem precisar do tráfico internacional, e com fuzis nas mão ficam mais perigosos, além disso fica mais fácil bandidos americanos mesmo terem armas potentes, essa política de armas tem que mudar, uma coisa é a pessoa se armar para se defender (sou contra, com raras exceções) a outra é comprar uma arma de guerra.

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Marine e João-Curitiba,

acho que é por aí mesmo. Vcs tem razão. Foi só uma reflexão que eu fiz, a respeito do emprego do Super Tucano no México e EUA…mas como o Marine já havia dito: sem conhecer direito o “ambiente” fica dificil…

Valeu!

abração pros dois

Bosco
Bosco
12 anos atrás

Não concordo! Respeito muito todos os amigos do blog mas tenho opinião um pouco diferente. Os EUA são sim responsáveis pelo que deixam sair do seu país e exigem isso dos outros. Por causa do 11/09 não se pode entrar sequer com shampoo dentro de um avião que vai para os States. Já imaginaram se nós brasileiros resolvêssemos que os EUA é que deveriam vigiar suas fronteiras e não esperar nenhum tipo de cooperação por parte da governo brasileiro? Seria uma verdadeira afronta. Também são os maiores consumidores de drogas do planeta e são eles que abastecem de grana os… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Bosco, Mas ai esta a diferenca, a “lenda” de que e facil esse acesso a armas nos EUA. Isso nao passa de lenda, armas nao sao vendidas assim facilmente como se imagina, pelo contrario exige-se muito do cidadao e as leis variam de estado pra estado. Conheco o assunto por ser algo que me interessa pessoalmente, tenho amigos que sao colecionadores e outros revendedores particulares, eu mesmo tenho porte mas nada disso e facil tirar. Como ja disse antes, as armas utilizadas pelo crime sao roubadas na sua grande maioria e nao apenas compradas em alguma loja. Agora nao se… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Agora uma coisa concordo com voce, se nao existisse a demanda do usuario desse lado nada disso aconteceria, da mesma maneira que alguns aqui ja citaram que no Brasil todo mundo desce o pau no bandido mas e o drogado sera que nao tem culpa alguma??!

Abracao!

Marine
Marine
12 anos atrás

Marlos,

Acho interessante voce defender essa opiniao sua como se fosse verdade sem ter a menor nocao das leis de posse de armas maericanas…Amigo voce achar que Al Qaeda entrar em loja aqui pra comprar arma beira a ser ridiculo e demonstra a sua falta de compreensao das leis e do comercio de armas aqui.

Por favor analise e pesquise os fatos, nao deixe sua opiniao pessoal anti-armas ou o que for formar sua opinioes sobre os assuntos.

abracao!

brazilwolfpack
brazilwolfpack
12 anos atrás

realmente,a compra de armas de assalto como o AK-47,M-16,aetc,no Texas e em Arizona,e algo facil e sem problema. O “cidadao que obedeca a lei” simplesmente compra o que quiser e vende para os carteis mexicanos,que mandam cocaina pela rota inversa,ja que os americanos adoram ela,pela qual pagam qualquer preco. Alguem acima criticou os policiais frontericos mexicanos que deixam passar armas. Tradicionalmente,em vista do turismo americano,as vistorias dos idolatrados “American Citizens” sao as mais minimas possives,porque e so pedir pra abrir a mala,e comecam a reclamar de perseguicao,acharco,etc. Outro ponto: Voces acham que a maior parte da cocaina chega aos EUA… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

brazilwolfpack, Claro que existem agentes sendo subornados no mundo todo, corrupcao existe em qualquer lugar inclusive nos States mas a esmagadora maioria dos agentes sao honestos e capturam toneladas de drogas por ano mas voce deve achar que sao todos corruptos ne? Eu NUNCA disse que AK-47 e inofensivo! Alias tenho certeza que sei mais do que voce sobre o perigo deles, apenas disse que sao baratos pra fabricar e de pior qualidade que a familia M-16 e outros. Com certeza ha americanos que reclamam quando vistoriados assim como ha brasilerios, chineses, tibetanos, gregos, angolanos, salvadorenhos…Mas ha tambem um grande… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Alias se e tao facil assim, desafio qualquer um, inclusive voce a simplismente entrar em uma loja e sair de la no mesmo dia com um
AK-47 sem porte legal…Me mande fotos com a nota fiscal comprovando seu feito!

Santa paciencia!!

brazilwolfpack
brazilwolfpack
12 anos atrás

Marine,te sugiro que leias teus proprios jornais. Parece que voce vive numa realidade alternativa. Nao estou pintando todos voces americanos de diabo,mas perfeitos tambem nao sao.

marlos barcelos
marlos barcelos
12 anos atrás

Marine Bandido pode comprar tanto armas ilegais quanto entrar numa loja e comprar uma, já vi diversos casos nos EUA em que bandidos usavam armas particulares, um exemplo era o airador de washington, que era um ex-militar e que modificou seu carro e matava as pessoas de dentro deles, tem também diversos massacres em escolas em que alunos adoslecente tiveram acesso a armas automáticas, vai me dizer que esses alunos compraram armas de traficantes internacionais? Os EUA são o país que tem mais armas por pessoa no mundo, quero ver se o governo fiscaliza depois de vender, quem tiver uma… Read more »

marlos barcelos
marlos barcelos
12 anos atrás

sou a favor de ter armas somente quem provar que precisa ter, polícia é que tem que fazer nossa segurança, agora se uma pessoa mora em lugar isolado ou de difícil acesso, ai sou a fovore de que possa usar arma, mas nunca armas de guerra.

marlos barcelos
marlos barcelos
12 anos atrás

Assim evitaríamos muitas mortes , como a desses três policiais americamos citados por brazilwolfpack. O Brasil final de 2004 dificultou bastante o porte de arma, lojas que vendiam 60 armas por dia vendem 6, e o número de homicidios por ano continua a cair mais ou menos 3.000 pessoas por ano deixaram de ser mortas, ou seja a cada ano diminuem o número de mortos em 3.000 depois dessa lei, comparem a taxa de homicidios do japão que proibem o uso e venda de armas com a dos EUA, a diferença é absurda. Por favor não me venham com comparações… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Marlos, Nossas diferencas veem da ideia do direito de posse. A nocao disso e muito diferente entre Brasil e EUA. Aqui e um direito garantido pela constituicao, se o cara tem posse para tal classe de armas e tem ate hoje demonstrado ser um cidadao responsavel o governo nao tem direito de negar tal posse, e um direito do cidadao ter um revolver de chumbinho ou rifle. Nossa visao e que e diferente. com relacao a criminoso claro que a grande amioria nao arrumou suas armas de traficantes internacionais como disse voce. As armas utilizadas em ataques as escolas por… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

Os dados de que 90% vem dos EUA estao sendo misrepresentados pela midia.

Segue aqui a realidade mais uma vez para os desinformados que acham que aqui e “free for all”, que arma chove no Texas ou que se compra elas em carrinho de supermercado no Wal-Mart.

http://www.foxnews.com/politics/elections/2009/04/02/myth-percent-guns-mexico-fraction-number-claimed/

Últimas Notícias

Rússia e China realizarão treinamento conjunto no exercício Zapad/Interaction 2021

A Rússia deve se juntar a um exercício militar no noroeste da China em agosto com o tema de...
- Advertisement -
- Advertisement -