sábado, outubro 16, 2021

Saab RBS 70NG

Ministros de Defesa firmam acordos no Paraguai

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Reuniram-se nesta segunda-feira (06), em Asunción, os ministros da Defesa de Paraguai (Luis Nicanor Bareiro Spaini), Argentina (Nilda Garré), Bolívia (Walker San Miguel), e Equador (Javier Ponce Cevallos), para debater a ampliação de acordos de cooperação mútua.

De acordo com o jornal La Nación, a reunião a quatro partes teve como objetivo principal “fortalecer os mecanismos de consulta e cooperação em matéria de segurança e defesa”, bem como “avançar na cooperação em outras áreas”, conforme comunicado oficial divulgado pelo governo paraguaio.

Após debates entre os participantes e breve encontro com o presidente Fernando Lugo, os ministros procederam à assinatura de um documento conjunto, sobre o qual maiores detalhes não haviam sido divulgados até o momento da publicação deste artigo.

Em declarações prévias à imprensa, no entanto, Nilda Garré afirmou que “o momento pelo qual passa o mundo, com a crise internacional, obriga mais que nunca à região, à União das Nações Sulamericanas (UNASUL) a aprofundar suas relações e cooperação”.

“Formamos parte de governos que compartilham uma mesma visão e um compromisso similar com o fortalecimento da região e de assumir posições em conjunto para que a voz da UNASUL possa ser escutada melhor nos fóruns internacionais”, complementou.

Enquanto isso no Brasil…

Paralelamente à discussão na capital paraguaia, fuzileiros navais brasileiros dirigiram-se à fronteira para participar de um treinamento na Capitania dos Portos de Foz do Iguaçu, que ocorre hoje (07) e amanhã (08), com a participação de cerca de 250 integrantes.

O objetivo do exercício, que não inclui ações de repressão aos crimes fronteiriços, é simular uma operação de tomada de reféns no quartel da Marinha do Brasil e adestrar negociadores e soldados de elite para lidar com situações similares na vida real.

Tal como previsto e informado ao governo paraguaio, o Exército Brasileiro deu início na quarta-feira (01.04), na região de fronteira seca entre Paraguai e Mato Grosso do Sul, à Operação Atalaia I – 2009, que deveria prosseguir, inicialmente, até o sábado (04.04).

Em nota oficial divulgada à imprensa, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, com sede em Dourados (MS), detalhou que a área a ser vistoriada estará no arco formado entre as cidades de Dourados, Nioaque e Jardim e pediu a colaboração e a compreensão da população local. Abaixo, a íntegra da nota:

Às 00h00min do dia de hoje (1º de abril), a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada iniciou a Operação ATALAIA I/2009.

Ao longo dos próximos dias as Unidades Militares que compõem a Brigada estarão operando, 24 horas por dia, na área compreendida entre os 600 Km em profundidade na direção geral das cidades de Dourados, Nioaque e Jardim.
Esta área corresponde à faixa de fronteira onde a Lei nº 117 permite ao Exército Brasileiro operar em combate aos crimes transfronteiriços, descaminho e crimes ambientais com adequado poder de polícia.

Serão estabelecidos mais 12 Pontos de Bloqueio e Controle de Estradas fixos e inúmeros postos móveis, além de ser executado o patrulhamento de mais de 3.000 Km de estradas vicinais.
Em todas as atividades a serem desenvolvidas o Exército conta com o efetivo e tradicional apoio dos Órgãos de Segurança Pública Federais, Estaduais e Municipais, particularmente nas ações de apreensão de mercadorias ilegais.

O Comando da 4ª Brigada solicita a compreensão e a colaboração por parte dos viajantes e motoristas profissionais que forem solicitados a parar nos Postos de Controle.
As ações visam, exclusivamente, o cumprimento da legislação brasileira, bem como incrementar a segurança e a tranquilidade da população sul-mato-grossense.

FONTE: Sopabrasiguaia.com

- Advertisement -

11 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
11 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adler Medrado
12 anos atrás

Francisco AMX: Perfeito!!!

João Curitiba
João Curitiba
12 anos atrás

Prezado conterrâneo Francisco AMX “Festa pobre” define tudo. Argentina, Bolívia, Equador e Paraguai são inexpressivos. Pena a Argentina, que já foi coisa melhor. Eles firmaram um acordo vazio, no qual o roto reuniu-se com o remendado para dividirem farrapos. Talvez o Brasil não tenha sido convidado por vergonha, uma vez que pobre sente-se inferiorizado na presença de um rico (não estou aqui pregando a luta de classes). Se não vejamos: o Brasil importa muito mais da Argentina do que estes outros 3 países juntos. E embora queira fazer média com estes 3, desenvolve conosco o veículo militar leve Gaúcho. E… Read more »

Pedro Rocha
Pedro Rocha
12 anos atrás

Olá senhores! Essa reunião me fez lembrar uma piada que o saudoso Roberto Campos contava! Dois amigos pescavam juntos, levam cada um, uma latinha cheia de minhocas! Um sempre fechava com tampa e uma pedra sua latinha, pois suas minhocas sempre fugiam se não procedesse assim e o outro deixava sua latinha aberta e nunca perdia nenhuma minhoca! Um dia o pescador que aprisionava as minhocas, curioso, perguntou ao amigo como esse fazia para suas iscas não fugirem! A explicação é bem simples, ele tinha minhocas sul-americanas as quais sempre tinha uma preocupação maior em não deixar uma outra minhoca… Read more »

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Logo logo, começam a queimar bandeiras brasileiras e entoar gritos de yankees go home…digo…fuera brasilenos !

abraços

joao terba
joao terba
12 anos atrás

Eles fazem isso porque nosso governo é paz e amor,não tem coragem,espero que as coisas mude com a eleição de 2010,chega de aguentar esses caras.um abraço.

Roberto
Roberto
12 anos atrás

Boa Tarde amigos ,

parece piada mesmo ,mas é de se preocupar , pois a movimentação esta acontecendo em torno do Brasil e parece que ninguem (governo) cai na real .Seria interessante deixarmos de ser bonzinhos e começar a aperta-los onde eles mais vão detestar ou seja no bolso , vamos criar barreiras para o comercio deles com o Brasil e logo logo estarão em nossa porta pedindo ajuda.

Jacubão
12 anos atrás

O c… vai aparecer e arder, rsrsrsrs.

Noel
Noel
12 anos atrás

Se bobear, a criatura, UNASUL, vai se voltar contra o criador Brasil.

dagofm
dagofm
12 anos atrás

Gostaria bem de ver como vao ficar as coisas se o novo governo nao for de esquerda no Brasil.Pois os tres patetas(Hugo,Evo e Lugo),mais os aprendiz de imbecil(Rafael) vao se dar muito mal.Penso que ja esta na hora do Brasil começar a cobrar a divida que Paraguio e Bolivia tem conosco,pois seria um aviso de que estao querendo acordar com berros um gigante adormecido………

Marcos T.
Marcos T.
12 anos atrás

Eles nos consideram imperialistas, acho que nós deviamos começar a agir com tal, podiamos começar tachando as exportações paraguaias através dos portos brasileiros e parar de comprar o Gás boliviano por exemplo.

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Venho aqui pedir a solidariedade dos participantes do blog, ao
Sr Evo Morales, Presidente da Republica da Bolivia, que iniciou
ontem uma greve de fome por motivos que visam o bem estar de seu Pais e populaçao.

Minhas preces estao com o Sr, e que o Sr possa levar sua greve de fome até o fim.

abraços a todos

Últimas Notícias

ESPECIAL: Apresentação das capacidades do Exército Francês

Por Jean François Auran* Colaborador especial do Forças Terrestres/Forças de Defesa Parece às autoridades militares francesas que o mundo está se...
- Advertisement -
- Advertisement -