Home Estratégia Compra bilionária de caças e submarinos engaveta projetos militares

Compra bilionária de caças e submarinos engaveta projetos militares

698
0

Governo causa ciúme no Exército com verba maior para Marinha e Aeronáutica

Orçamento muito menor que o das outras Forças é considerado ‘vergonhoso’

Bernardo Mello Franco

BRASÍLIA. O anúncio de gastos bilionários com a compra de 36 aviões de combate para a Aeronáutica e a construção de um submarino nuclear para a Marinha gerou desequilíbrio e desconforto velado nas Forças Armadas. Sem grandes pretensões no mercado armamentista internacional, o Exército ficou para trás na partilha de verbas para 2010, último ano do governo Lula. No projeto de Orçamento enviado ao Congresso, o valor destinado ao reaparelhamento da Força é de R$361 milhões, cifra chamada de insuficiente e vergonhosa nos corredores do Quartel-General em Brasília.

Num cálculo que só leva em conta investimentos diretos em 2010, as verbas para reaparelhamento serão mais de sete vezes maiores na Marinha (R$2,7 bilhões), e três vezes e meia superiores na Aeronáutica (R$1,3 bilhão). A longo prazo, a diferença ficará maior, já que o governo se comprometeu a gastar R$19 bilhões com os submarinos, e pelo menos R$7 bilhões com os novos caças da Força Aérea.

Apesar da discrição militar, a disparidade tem gerado protestos no Exército, onde são antigas as queixas pelo sucateamento de instalações e veículos. Para um coronel próximo ao comandante da Força, general Enzo Peri, a opção pelas compras bilionárias deixou na gaveta projetos mais baratos do Exército, a maioria ligada à preservação da Amazônia e às fronteiras.

– A diferença chega a ser vergonhosa. Marinha e Aeronáutica conseguiram emplacar dois projetos caríssimos, com muito apelo de marketing. Talvez o Exército tenha pecado por não vender algo tão grandioso. O fato é que o nosso orçamento está à míngua – afirmou o coronel.

Um general ouvido pelo GLOBO disse que os projetos das outras Forças são elogiáveis, mas não justificam o abandono das demandas do Exército. E citou três prioridades que não foram contempladas no Orçamento de 2010: a renovação da frota de blindados, já licitada e estimada em R$5 bilhões para a fabricação de mil veículos; a montagem de um sistema de defesa antiaérea, sem previsão de gastos; e a promessa de dobrar a presença militar nas fronteiras da Amazônia, que anda a passos lentos.

Deputado acusa governo de se render a lobby da França

Para 2010, o Orçamento do Exército prevê o uso de 2,6% das verbas para investimentos. Outros 7% irão para custeio, e 90,4% serão gastos com pessoal ativo e pensionistas.

O desequilíbrio entre os gastos bilionários e a falta de verbas para o cotidiano das Forças Armadas tem sido alvo de críticas na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara. O deputado Julio Delgado (PSB-MG) acusa o governo de ter se rendido ao lobby da França, com a suposta cumplicidade de colegas que viajaram a Paris em julho com as contas pagas pela Dassault, que deve vender os 36 caças à FAB.

– As compras vão gerar desequilíbrio nas Forças Armadas, porque o Orçamento do Exército ficará mais descoberto. Parece que algumas autoridades estão sofrendo de francofilia.

Favorável à compra dos caças e submarinos, o presidente da Associação Brasileira de Estudos da Defesa, Eurico de Lima Figueiredo, diz que o Exército também precisa ser ouvido:

– Mas é impossível agradar a todos ao mesmo tempo.

Defesa nega desequilíbrio no orçamento

BRASÍLIA. O Ministério da Defesa admite que os projetos de maior porte do Exército ficaram fora dos planos para o último ano do governo Lula, mas contesta as queixas sobre o desequilíbrio nos orçamentos das Forças Armadas. Em nota, a assessoria do ministro Nelson Jobim disse que as verbas previstas para o reaparelhamento de Marinha, Exército e Aeronáutica não podem ser comparadas: “Não existe relação entre os gastos de uma Força e os de outra. Cada Força tem sua realidade e projetos com cronogramas específicos”.

Perguntada sobre os principais projetos do Exército, a Defesa citou o Amazônia Protegida, que prevê a construção de 28 Pelotões Especiais de Fronteira até 2018, ao custo estimado de R$1 bilhão. “Mas ainda não há um detalhamento do cronograma”, diz a nota. O projeto não aparece no Orçamento enviado ao Congresso.

As diretrizes para o reaparelhamento decididas ano passado, no lançamento da Estratégia Nacional de Defesa, são de médio e longo prazo. “As Forças fizeram propostas de aparelhamento e de articulação até 2030, mas o Ministério da Defesa ainda vai fazer a análise e a consolidação pra corrigir omissões, superposições, etc. A partir daí é que serão dimensionadas as necessidades e elaborados os programas”, diz a nota.

FONTE: O Globo

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Craio que passou da hora do EB fazer pressão e lobby para aprovação de seus projetos de reaparelhamento. Nossos generais precisam “ser ouvidos na marra”.

Leandro RQ
Visitante
Leandro RQ

Creio que passou da hora do EB fazer pressão e lobby para aprovação de seus projetos de reaparelhamento. Nossos generais precisam “ser ouvidos na marra”.

Hornet
Visitante
Hornet

Toda vez que leio algum deputado (e sempre é o mesmo, o deputado do “casco oco”, coisa estranha!) falar em “lobby francês” fico com a certeza que ele não tem a menor idéia do tipo de política internacional que o Brasil está querendo fazer com essa aproximação com a França. E aí me pergunto: o que ele está fazendo no Congresso Nacional? Será que é tão difícil ele ir até a comissão que trata do assunto, no próprio Congresso, e se informar direito?!!! Tratar parceria estratégica do mesmo modo que se trata compra de frangos é o fim da picada.… Read more »

HDS
Visitante
HDS

Isso é brincadeira o governo paga 7bi por 36 caças mas chora para pagar 5bi por mil veiculos.
Para que ter superioridade aeria se ñ tem exercito para agir.

HDS
Visitante
HDS

Sem equipamento no EB estamos fracos.

Paulo Renato
Visitante
Paulo Renato

Parece que o EB foi colocado de lado é lamentável, pois está a mingua a muito tempo, não seria tão complicado assim fazer as aquisições para o EB.

Em relação a França tenho minhas desconfianças, está levando tudo que pode e tem direito, não acredito que outras nações não tenha qualidade suficiente para vender seus armamentos.
Se forem comprar os blindados é bem capaz de vim tb da França.
Fala sério, acho que todo esse processo está ficando nebuloso.

Abs.

Wolfpack
Visitante
Wolfpack

Senhores, Isso tudo é lamentável, devemos ter um equilíbrio de investimentos. O Exército também deve dar um sinal e reduzir custos de custeio. Gasta-se muito com pensão no Exército Brasileiro. Isso têm que mudar. Se desejamos ter uma Força Profissional de Reação Rápida e Eficiente, os investimento no EB devem acontecer. Em um confronto direto entre aqueles que podem ameaçar a Amazonia e o Pré-Sal, só como exemplo, brinquedinhos como os Scorpenes e Rafales, têm sobrevida em combate limitados, especialmente contra Forças ou Conjunto de Forças Maiores. O negócio se desenrolará é mesmo em solo, e para isso os exemplos… Read more »

RL
Visitante
RL

Ta na hora de o exército gritar forte.

Concordo. Plenamente.

Temos que priorizar a indústria nacional pq sabemos que é uma boa indústria.

walfredo
Visitante
walfredo

Não creio que o exército ficará de fora. Logo devera ser anunciado um plano de reaparelhamento.

Contudo, os generais de pijama que vivem sentando o pau no governo tem sua parcela de culpa.

Para que o governo iria armar bem um exército se não puder confiara plenamente em seus dirigentes? Olha o exemplo de Honduras!

luciano vieira santos
Visitante
luciano vieira santos

o pib nosso e de trilhoes.mas podem ter certeza de uma coisa e muito

mau gasto e muito mau usado.

Lucas Calabrio
Visitante
Lucas Calabrio

Prezados Por se o EB o mais estratégico, tem que ser muito bem pensado, pois comparativamente as armas terrestres, são as que evoluem mais rapidamentee por serem mais baratas pela escalabilidade de produção. Temos que ver o horizonte de desenvolvimento de blindados, pois não podemos sair construindo vários tanques, quando nossa necessidade atual está condizente com a realidade no continente sulamericano. Sei que o Chile tem os 2A4, mas são mais pesados (55t) que o 1A5 (43t), caros e diferente para a nossa realidade (topografia). “Os únicos carros de combate que poderiam estar em vantagem táctica sobre os Leopard 1A5,… Read more »

Lucas Calabrio
Visitante
Lucas Calabrio
Silvio
Visitante
Silvio

O problema das mulheres no exército já esta em vias de ser superado, não existe mais a possibilidade dos militares deixarem pensão para filhas maiores. Os militares deixavam pensão até determinada data, depois, quando acertaram o fim da farra, devido ao choro e lamúria na caserna (todo mundo quer tirar uma casquinha da viúva, no caso, das finanças públicas) foi criado uma regra de transição. Pela regra estipularam um prazo temporal (que já acabou) onde o militar que queria deixar pensão para descendentes femininas maiores de idade, concebidas ou não naquela data, teriam que autorizar o desconto de uns R$… Read more »

Bruno
Visitante
Bruno

sem contar q do lado esquerdo a marinha fora a verba vai gahnar submarinos a aeronautica caças e o EB vai ganhar só uns helis q ou outros vao ganhar também , meu isso eh sacanagem !!! cade o investimento no EB??????????

KeplerK
Visitante
KeplerK

No meu tempo de EB o ditado era o seguinte:

“O Exército economiza, a Marinha gasta e a Aeronáutica esbanja.”

Pelo visto, continua o mesmo.

Alte Makarov
Visitante
Alte Makarov

As criticas do EB, se as houverem; devem ser razoáveis! Comparem a escala do custo da equipagem de cada Força! Na Marinha pensa-se necessariamente em Navios, na Aeronáutica considera-se caças e outros aviões. Não é difícil imaginar que fica claro mesmo para o leitor mais ignorante que a diferença na manutenção e aquisição de equipamento é significativa. Daí a diferença nos orçamentos. O que há de mais caro em termos de equipamento no EB que se assemelhe à manutenção de uma fragata, ou de um caça de 4ª ou 5ª geração? Alguém sabe aí quanta “gasolina” o “Nae São Paulo”… Read more »

Marine
Visitante
Marine

Estou de queixo caido, perplexo com a maneira como o orcamento e dividido no EB!! Sem palavras….

bulldog
Visitante
bulldog

Acabei de ver um vídeo do Chaves mostrando e falando de sistemas que acabou de fechar contrato com a Rússia. Entre eles: “un número no determinado de sistemas antiaéreos. Hemos firmado el contrato ya para estos aparaticos”, celebró Chávez mostrando la fotografía de “los sistemas reactivos de 300 milímetros ‘Smerch’” con un alcance de hasta 90 kilómetros. Entre los sistemas antiaéreos que comprará Venezuela, también destacó Chávez el Antey 2.500 y el S-300V.” Comentaram também que para 2010 chegariam 24 ou 36 SU-35BM. É…e por aqui querem engavetar o pouco que se quer comprar e deixando o EB na penúria.… Read more »

Noel
Visitante
Noel

Esse assunto de pensões já foi abordado aqui outras vezes, mas parece que o pessoal esquece. A nova LRM já acabou com isso, e ela esta em vigor já a quase uma década, o problema é que existe o direito adquirido, e isso é cláusula pétrea na nossa justiça, e não esta na esfera das FFAA. Quanto ao orçamento, caso fosse retirado o pagamento de pessoal( ativo, inativo, e pensionistas) do orçamento das FFAA, certamente seus recursos equivalentes também seriam diminuidos do hoje disponível; afinal, tanto faz ser pago pelas Forças, pelo MD, ou por qualquer outra instituição, pois os… Read more »

Noel
Visitante
Noel

Marine, segure o queixo,RSRSRS pois isso acontece em outros órgãos também. Exemplo: a PF também paga seus pensionistas, a diferença é que os valores e percentuais são menores devido ao tamanho do efetivo; tem ainda Banco Central, Receita Federal, PM’s e Bombeiros-DF, etc… só que esse povo todo não dá IBOPE.
Sds

URUTAU
Visitante
URUTAU

Enquanto o nosso querido BRASIL vacila e muitos aqui se preocupam com os americanos nos invadindo e comendo nossas criancinhas a la estilo finado Michel Jackson rsrsrsrsrssr no Noroeste da America do Sul Chávez confirma projeto nuclear com a Rússia e mais gastos militares 13/09 – 21:05 – EFE ImprimirEnviarCorrigirFale Conosco CARACAS – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, confirmou neste domingo que o país desenvolve um projeto nuclear civil com apoio da Rússia, nação que concedeu ao governo venezuelano um crédito de US$ 2,2 bilhões para a compra de armamento. “O governo russo aprovou um financiamento de US$ 2,2… Read more »

RADAR
Visitante
RADAR

eu ainda coloquei um post ontem a respeito deste assunto, faltou pulso do comando do eb….faltou mostrar projeto emergencial, e que realmente justificasse o investimento…so reclamar e cortar expediente da tropa nao adianta, tem é que jogar a responsabilidade nos peitos da galera do planalto(politicos) pra que eles respondam em caso de perdermos nossa soberania , foi o que a mb e a fab fizeram… infelizmente ta existindo essa diferença de orçamento, lamentável…

sds

Hornet
Visitante
Hornet

Lucas Calabrio, grato pelo link. relendo o post fiquei com uma dúvida: o que significa esta manchete? “Compra bilionária de caças e submarinos engaveta projetos militares” E eu que sempre achei que submarinos e caças fossem projetos militares também…hehehe Mas tá bom, vivendo, lendo o Globo, e aprendendo….hehehe Será que o jornal não queria dizer que os projetos da MB e da FAB engavataram os projetos do EB? Se é que isso é verdade, pois li um matéria recentemente na qual o Jobim dizia que logo após o FX2 as atenções se voltariam para o EB…mas não estou achando esta… Read more »

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

“Um general ouvido pelo GLOBO disse que os projetos das outras Forças são elogiáveis, mas não justificam o abandono das demandas do Exército. E citou três prioridades que não foram contempladas no Orçamento de 2010: a renovação da frota de blindados, já licitada e estimada em R$5 bilhões para a fabricação de mil veículos; a montagem de um sistema de defesa antiaérea, sem previsão de gastos; e a promessa de dobrar a presença militar nas fronteiras da Amazônia, que anda a passos lentos.” As prioridades citadas são de absoluta urgencia e importancia….Pelo Amor De Deus……Assim não adianta nada investir nas… Read more »

DV
Visitante
DV

Cada coisa a seu tempo. O EB também ganhou helicópteros (menos do que deveria, é verdade, mas ganhou) de ataque e de transporte e daqui a alguns meses teremos os primeiros protótipos do Urutu III. Não dá para jogar bilhões de $$$ no projeto sem saber se deu certo ou se é bom! O Leo 1A5, pelo que dizem, é perfeitamente compatível com a necessidades de nosso TO. A Imbel liberou alguns desenhos do MD97 melhorado, com duralumínio e materiais compostos e, ao que parece, agora enfim teremos um fuzil nacional decente. Em resumo, existe movimento (menos do que gostaríamos,… Read more »

massa
Visitante
massa

Pois é, o Brasil se tornou uma potência regional, coqueluches dos mercados internacionais e não há seminário no qual o país não receba elogios de economistas. Assim sendo, nosso “amado” presidente Lula torra bilhões em novas armas e acordos políticos com outros países, muitas vezes claramente mais vantagiosas para eles do que para nós, mas segundo o governo, compensado com um ganho estratégico a longo prazo. Pergunto aos senhores, será que temos toda essa moral para arriscarmos tanto dinheiro num futuro glorioso enquanto hoje a maioria da população vive na miséria? Será que a vida real dos milhões de brasileiros… Read more »

Marcio
Visitante
Marcio

Corrijam-me se estiver errado, mas o exército pagava até pouco tempo pensão aos decendentes de veteranos da guerra do Paraguai, como é que vai sobrar dinheiro para investimento assim?

RdoCosta
Visitante
RdoCosta

Os quartéis do Exército começam a funcionar em meio expediente às segundas-feiras. A ordem para reduzir o serviço foi dada pelo comandante da Força, general Enzo Martins Peri. Tudo isto para economisar uma merreca.
Isso compromete muito a moral da tropa. O governo deve pensar grande, mas o dia a dia também precisa de recursos para funcionar.
Que adianta comprar caças, subs, helicopteros… se não tem dinheiro para manter o básico!!

Leigo
Visitante
Leigo

/\
||

Emergência

Sem verba, Exército economiza em comida.

http://oglobo.globo.com/pais/mat/2009/09/13/sem-verba-exercito-economiza-em-comida-767595508.asp

Isso é para se pensar.

Roberto CR
Visitante
Roberto CR

“A longo prazo, a diferença ficará maior, já que o governo se comprometeu a gastar R$19 bilhões com os submarinos, e pelo menos R$7 bilhões com os novos caças da Força Aérea.” Bobagem! A longo prazo o plano mais caro será o do EB, de acordo com o documento apresentado aqui mesmo no blog para o reaparelhamento dentro dos próximos 20 anos. Mais uma matéria sem base, sem a versão dos dois lados e com a indefectível fonte que não se identifica. Srs. Aqui mesmo no blog, a muito tempo, se comenta que o exército ainda não havia sido contemplado… Read more »

ISAMU
Visitante

Nossos generais precisam “ser ouvidos na marra”.

Concordo plenamente, nossas forças armadas enfraqueçeram tambem pela omissão dos generais e outros superiores.Recebem uma miséria de salário ha muito tempo e o que fazem? por favor me corrigam se estiver errado. Onde está a garra dos militares neste momento? Não digo que tenha que haver uma revolta armada, não mesmo. Mas devem existir meios eficazes de serem ouvidos.

Angelo Nicolaci
Visitante
Angelo Nicolaci

ACORDA BRASIL !!!!!! Amigos chaves acaba de fechar compra de T-72 e sistema S-300, e nosso EB??? estamos deixando de tomar as iniciativas na America do Sul e nos relegando aos poucos a segundo lugar em nosso continente, acho um crime a maneira como o governo nas ultimas 2 decadas tem tratado o EB e as forças armadas em geral. e o pior de tudo é ter que ouvir o Lula dizer que quem tem que escolher o que comprar é ele e não as FA’s, como dito diante da ressalva da FAB que informou que a escolha não havia… Read more »

Marcelo Tadeu
Visitante
Marcelo Tadeu

Pessoal, a reportagem vem do GLOBO, portanto não se deve dar muita credibilidade. Eu nem leio.

Abraços

Paulo Cezar
Visitante

A compra de sistemas de defesa anti-aérea S-300 russos é o mais preocupante na história toda. Com certeza é um desequilibrio de poder fantástico. Até hoje nenhuma nação latino americana tinha misseis ant-aéreos de longo alcance. Agora , a Venezuela os tem. No Brasil temos apenas canhões anti-aéreos defasados e misseis de curtissimo alcance Igla. Não da pra ficar assim. Precisamos de mísseis SAM urgentemente, e não apenas compras de pratilheira, precisamos da tecnologia para que a Mectron ou a Avibras possam fabricar os mísseis.

MHenrique
Visitante
MHenrique

Com os S300 e os prováveis A50 venezuelanos, em caso de confito, teremos o espaço aéreo de boa parte da região norte negado a nossa força aérea.

O S300 é a única arma que realmente me preocupa no continente Sulamericano!!

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

O Exército Brasileiro é o primo pobre das FFAA e o filho bastardo do Brasil: sempre o último lembrado na hora de distribuição da verba, e o primeiro na hora de botar a culpa em alguém pelos problemas da pátria. Isso não é de hoje, sempre foi assim, desde o Império. Já falavam mal do Exército desde o Arraial de Canudos… Mas num tem nada não: a esses que ficam descendo o tacape, desfundamentadamente, no EB e em seus comandantes, só digo que o Exército continuará cumprindo sua missão, como sempre cumpriu. E espero que chegue o dia em que… Read more »

Hornet
Visitante
Hornet

Mas o S-300 é uma bateria anti-aérea, mísseis antiaéreos. Só preocupa se tivermos intenção de atacar a Venezuela com nossos AMX, o que não é o caso. O S-300 é um típico sistema de defesa.

E os 92 tanques T-72 também não ameaçam em nada ao Brasil. Tanques pesados na região amazônica (que é onde está a fronteira entre Brasil e Venezuela) só servem para ficar atolados e mais nada.

E o sistema ‘Smerch’ é semelhante, talvez até pior, que nossos ASTROS.

Ou seja…não vejo tantos motivos para se preocupar com isso. Mas enfim…

abraços a todos

Felipe Cps
Visitante
Felipe Cps

Caro Hornet: quanto aos T-72, consta que não é bem assim: são veículos aptos a operar, por exemplo, em boa parte do Estado de Roraima.

Sds.

Fernando Cabral
Visitante
Fernando Cabral

Por enquanto o EB é o patinho feio, mas tudo bem, se precisar viro insurgente.

Hornet
Visitante
Hornet

Felipe Cps,

É verdade. Tens razão.

Em Roraima tem algumas partes mais “secas”, vamos dizer assim.

Bem observado.

abração

Challenger
Visitante
Challenger

Não entendo por que o EB ainda não definiu se continua com o calibre 7,62mm ou muda para o 5,56mm, já passou da hora de comprar um Fuzil mais moderno. Obriga nossos soldados a carregar aqueles dinossauros “FAL”, enquanto isso o CFN usa os modernos M-16. O Exército parece ter uma certa resistencia em remanejar tropas principalmente do Rio de Janeiro, cojitaram mudar a Brigada PQD para Anapolis, mas até agora nada. Concordo que existe uma certa pirraça do Governo com o Exército. Caças e Submarino são armas carissimas e por isso ganham mais destaque, mas tudo a seu tempo.… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

O EB precisa “desinchar”, não só ele como a FAB e a MArinha, tem muita gente na administração.. na intendência… e poucos no operacional de “guerra”, seria a vez de terceirizar a administração, com empresas sérias administradas pela força, porém com planos de carreira diferentes do pessoal militar! um “auxiliar de escritório” ganhando 3mil por mês, aposentando-se como 1º sgto, com os benefício que leba para a reserva, fica desproporcional, um auxiliar Adm. se aposenta com 4mil, como suboficial… mesma coisa…, seria mais adequado, para estas funÇões burocráticas, pessoal na medida para tais funções! cabendo a Força apenas a direção… Read more »

Felipe
Visitante
Felipe

Challenger: Prefiro o meu bom e velho PARA-FAL 7.62 NATO com o seus 5kg de brutalidade pura do que fica usado a porcaria do M-16 americano 5.56mm que não perfura nem uma parede de tijolos de seis furos. Já dizia o meu instrutor, que par saúva um soldado de um tiro de 5.56mm usa-se o bandeide agora 7.62mm a historia é outra. Vela preta e caixão e já é. SELVA!!!

Paulo Taubaté
Visitante
Paulo Taubaté

assino embaixo do que escreve o Francisco AMX.

Um Corte de 10%, dá 2.000.000.000. É esse monte de zerinhos mesmo, dois bilhões, segundo, claro, as informações lá de cima.

Num to falando de 20% ou 50%.

É só dez porcento.

Dá pra fazer um belo “estrago” com essa grana, e parar de chorar de barriga cheia, porque dinheiro tem.

Se não sabe gastar, aí é outra estória….

Administração profissional, quadro enxuto.

Mas pra isso, tem que cortar na própria carne!!!

Será que vão querer???? Será que vão conseguir????

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

“Mas o S-300 é uma bateria anti-aérea, mísseis antiaéreos. Só preocupa se tivermos intenção de atacar a Venezuela com nossos AMX, o que não é o caso. O S-300 é um típico sistema de defesa”

E num contra-ataque tambem….Entendeu Hornet?!….Eles não são burros….Estão sendo praticos….Torna O Simples Complicado É Fácil Tornar O Complicado Simples É Sabedoria..Criatividade…Em vez de vetores muito caros….Missseis….Bons misseis…Muito mais baratos em relação a vetores mas que dão conta do recado numa possivel invasão “colombiana”…Asssim economizam para poderem continuar investindo nos “bolsas não sei o que” de lá…….Em rio de piranha jacaré nada de costas…….

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

Abraços amigo Hornet….

Hornet
Visitante
Hornet

amigo Cor Tau,

entendo o que vc quer dizer. Mas a questão do Chavez não é com a gente, pode acreditar.

O problema dele é com a Colombia e os EUA. E tem muita retórica vazia nisso tudo também…ele (o Chavez) gosta de falar pelos cotovelos, né?

abração

Cor Tau
Visitante
Cor Tau

“Mas a questão do Chavez não é com a gente, pode acreditar. O problema dele é com a Colombia e os EUA.” Concerteza….Foi encomendado sob medida contra eles(Colombia e os EUA)…… “ele (o Chavez) gosta de falar pelos cotovelos, né?” Para mim…O Hugo Chavez é como a Britney Spears…Faz de tudo pra aparecer ou pra chamar a atenção…..Usa as mesmas manobras ou taticas que a Britney Spears para se manter no “estrelato”………É um aloprado…O Larry Flynt da politica sul americana….Ele imita o Castro…..Pelo menos tenta….É a musa inspiradora(modelo) dele….Tenta ser o Fidel da America do Sul ou sucessor na historia…..Tenta… Read more »

Cor Tau
Visitante
Cor Tau
Cor Tau
Visitante
Cor Tau