terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

PMRJ apreende projétil de 76mm com traficantes

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Charles Rodrigues E Francisco Edson Alves

Depois de granadas, armas antiaéreas e explosivos caseiros, criminosos do Rio parecem dispostos a recorrer a um arsenal ainda mais pesado para impor o terror na guerra entre quadrilhas rivais. No fim da noite de quarta-feira, policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) apreenderam, no Morro do Pinto, na Zona Portuária, uma ogiva de 76 milímetros, com capacidade para armazenar cerca de meio quilo de explosivo, de uso exclusivo das Forças Armadas e que só pode ser disparada por canhões.

Há pouco mais de uma semana, uma granada de bocal anticarro de combate — outro tipo de munição com grande poder de destruição — também foi apreendida pela polícia na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte.

A ogiva, que pesa cerca de 10 quilos, estava em uma mochila, abandonada por volta de 23h na esquina das ruas Pedro Álvares e Moreira Pinto, por três bandidos que conseguiram fugir durante perseguição.

Só este ano, pelo menos 80 projéteis do Exército com alto poder de explosão já foram apreendidos no Rio, a mesma quantidade registrada durante todo o ano passado, segundo informações do Esquadrão Antibombas.

A maioria dos artefatos teria sido furtada do Centro de Instruções de Gericinó, uma extensa área de treinamento do Comando Militar do Leste, na Zona Oeste, e estava inerte, ou seja, com cápsula deflagrada ou sem carga de projeção. A polícia aguarda o laudo, que deverá sair nos próximos dias, para conhecer o poder de destruição da ogiva apreendida.

De acordo com peritos do Esquadrão Antibombas, a ogiva pode causar estragos e mortes num raio de 20 metros e destruir uma casa, por exemplo. Já a granada de bocal tem capacidade para perfurar uma estrutura de aço de 10,5 centímetros de espessura. “Destrói facilmente um Caveirão, que é revestido por duas placas de 6 mm cada uma. Ambos são usados em guerras”, comentou um agente da unidade.

FONTE: O DIA, via sinopse diária

- Advertisement -

12 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
flavio
flavio
12 anos atrás

O negócio ta ficando feio heim.

Kd o estado? Precisamos de providências urgentes…

Este campo de treinamento não tem segurança não?

Se continuar do jeito que ta, logo logo vamos achar um canhão disparando contra o caveirão. Imaginem o terror que será se o caveirão for atingido e explodir…

Lucas
Lucas
12 anos atrás

Daki alguns meses os traficantes vão ter + armas do que o propio exercito!

Lol
Lol
12 anos atrás

Ô louco bicho, é essa fera aí meu?!?!?!?!?

Silveira
Silveira
12 anos atrás

flavio:
1- Sim esses compôs de instrução tem segurança porem são áreas muito extensas ultrapassando 100 hectares de terra ou seja impossível manter uma vigilância efetiva.
2- Essa carga de 76mm que acharam não passa de um “tijolo quente” ou seja um projétil que não detonou quando atingiu o alvo,isso acontece quando a munição é velha ou a espoleta foi mal colocada.Essa cargas (tijolo quente) são muito sensível quando manipuladas me surpreendo que esse traficante não morreu quando a pegou.

Leigo
Leigo
12 anos atrás

Pessoal olha o que eu achei no chão, no bairro de Vicente de Carvalho – RJ

Munição 0.50, ACHEI ISSO NO MEIO DA RUA.

http://lh4.ggpht.com/_upcaHBo2nuU/RtikN0zsnQI/AAAAAAAAAEw/qGj48xX2d7A/Bala02.JPG

http://lh6.ggpht.com/_upcaHBo2nuU/RtikSUzsnRI/AAAAAAAAAE4/1laP4zGp_Bo/Bala07.JPG

http://lh5.ggpht.com/_upcaHBo2nuU/RtikFEzsnOI/AAAAAAAAAEg/ZxJU33AQJC8/Bala03.JPG

Como podem ver ela não estava deflagrada, porem estava sem a carga.
Na verdade eu acho que eles adquirem uma ogiva de 76 milímetros não com o intuito de usa-la propriamente e sim para retirar a carga.

Saicã
Saicã
12 anos atrás

Teve um caso no campo de instrução de Saicã em que um morador da redondeza entro no campo roubo uma ogiva de 155mm levou para casa e coloco em cima de uma estande em um discutido o filho de 8 anos viu a ogiva tento pega a mesma caiu de cima da estande e não sobro nada do barraco todos que estavam La no momento viraram pó. Foi isso que a pericia deduzir.

Jaique Sparro
Jaique Sparro
12 anos atrás

155 mm e só destrui um barraco,conta esse negócio direito.

fullcrum
fullcrum
12 anos atrás

pelo que lembro o M-41 tinha o canhão de 76mm antes da modernização torná-lo 90mm, isso nos anos 80/90, ese troço saiu de onde??????

Luis
Luis
12 anos atrás

A munição .50 BMG das fotos está deflagrada, sim. Cadê o projétil.

Saicã
Saicã
12 anos atrás

Jaique Sparro:
Meu deus Jaique vou ter que desenhar para você? A região onde se localiza o Saicã é em uma área rural, ou seja, era um chalé (barraco) isolado. Garanto que se explodisse em uma área urbana o estrago seria bem maior. Safo???

Saicã
Saicã
12 anos atrás

Luis o que o Leigo quer dizer é que a espoleta(*) não foi percutida,ou seja, o projétil foi retirado manualmente.Safo?

(*)http://lh6.ggpht.com/_upcaHBo2nuU/RtikSUzsnRI/AAAAAAAAAE4/1laP4zGp_Bo/Bala07.JPG

Raphael Barros
Raphael Barros
12 anos atrás

Aonde que esses pretos maconheiros acham essas coisas? No lixão do exército? Ou eles compram mesmo?

Eu não duvido que um dia eles apareçam com uma metralhadora de 10mm ou 12.5mm fure esse caveirão.

Últimas Notícias

Saab apresenta soluções inovadoras em defesa e segurança na 6ª Mostra BID

Entre os dias 7 e 9 de dezembro, a Saab participa da 6ª Mostra BID, no Centro de Convenções...
- Advertisement -
- Advertisement -